Artigo de Divaldo Franco

Publicado no jornal A Tarde, coluna Opinião, em 1º/01/2015

Logo passem os festivos e as balbúrdias comemorativas do período natalino, que culminam com a entrada do Ano novo, a realidade, sempre à espreita, apresentar-se-á, propondo reflexões e, não poucas vezes, desgostos, em razão dos excessos praticados, das volumosas despesas para atender as fantasias mentais e emocionais de muitos indivíduos pouco amadurecidos psicologicamente.

Fim de ano é momento de balanço, de análise dos atos e realizações praticados, numa retrospectiva que deve proporcionar lições de equilíbrio e de renovação interior, em favor do crescimento moral.

Uma avaliação cuidadosa do comportamento tem lugar, por ensejar a reparação dos erros cometidos e aprimorar as atividades desenvolvidas.

Ano novo, por sua vez, é ensejo de programação de conduta, de cuidadosa avaliação dos recursos disponíveis para serem aplicados ao largo do exercício, sem aflições nem danos muito comuns às pessoas irrefletidas.

Quase sempre, fascinadas pela bem urdida propaganda, deixam-se arrastar pelas pseudo facilidades do crediário, do cartão mágico que possibilita a realização dos voos da imaginação, sem o cuidado de refletir que, após a aquisição do ilusório, o orçamento estará prejudicado pelo excesso de dívidas, e a revolta, o estresse tomam conta dessas vítimas das extravagâncias.

O sentido existencial, infelizmente, não objetiva o ter, o prazer, o parecer, mas sobretudo, o ser, o equilíbrio emocional, a autossegurança, encarregados de proporcionar saúde integral e elevação espiritual.

Passadas as fantasias que se diluíram ante o sol da responsabilidade, é necessário um reforço moral para a conquista da harmonia íntima, a fim de não se permitir devorar pela volúpia do momento tempestuoso...
É indispensável que antes de assumir-se compromissos que deverão ser resgatados no futuro, examine-se a consciência para verificar-se a legitimidade ou não desses divertimentos vazios de conteúdo.

Plenitude seja a meta.

DIVALDO FRANCO
Professor, médium e conferencista
_________________

Divaldo Franco escreve na quinta-feira, quinzenalmente.

Exibições: 1980

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Ícone do perfilAurora, Marco Túlio Brito e Eliana entraram em RAE
5 horas atrás
Ariel Ale Anjo curtiram a página Regras de Conduta de Amigo Espírita
8 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Prêmio Nobel de Química diz que medidas de isolamento podem ter custado mais vidas do que salvo.  http://www.youtube.com/watch?v=0KfxOFsWwOk"
9 horas atrás
Antonio Carlos G. Sarmento curtiram o perfil de Monica lucio
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Com precaução ninguém morre antes da hora. (1) A autópsia das pessoas que morreram em conexão com o coronavírus tinham pelo menos uma doença anterior. Todos eles teriam morrido no decorrer deste ano.…"
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Confiança em Deus. Há sempre um amanhã, diz o poeta. Você pode esperar. Um lindo amanhã há chegar. Há sempre um amanhã, pra quem vive a sofrer, não custa esperar, você vai ver. E…"
ontem
Nilton Cardoso Moreira comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Muito bem colocado amigo Virgilio. Obrigado pelo comentário."
quarta-feira
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Deus é um imenso “inexistir”? (Jorge Hessen) de os pae
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Nem a folha da árvore cai sem a permissão de Deus Pai. Acaso é termo Materialista"
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Elton Santos da Costa comentou a postagem no blog Na Escola Terrestre - (Mensagem psicografada por Wagner Paixão, em 18 abril de 2020) de Amigo Espírita
"Gratidao por essa mensagem tão esclarecedora."
terça-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço