Contato próximo de Chico Xavier e Allan Kardec (Entrevista com Suely Caldas Schubert)

Entrevista concedida ao jornal "O Regional" da cidade de Catanduva/SP

Contato próximo de Chico Xavier e Allan Kardec


Médium Suely Schubert fala sobre espiritismo, espiritualidade e de sua amizade com Chico Xavier.

O Regional: Como vê a importância da doutrina espírita no cotidiano das pessoas?

Suely Schubert: 
A doutrina espírita muda totalmente a perspectiva da vida das pessoas, pois tem princípios básicos muito significativos, dentre eles: a crença em Deus, em Jesus, a imortalidade da alma, a vida no mundo espiritual, a comunicabilidade dos Espíritos e a reencarnação. Essa certeza impulsiona as criaturas à busca de uma vida melhor, onde prevaleçam o amor ao próximo, à ética e à justiça. A reencarnação, por exemplo, extingue o preconceito de raça, pois cada ser humano, em vidas anteriores, pertenceu às mais diversas etnias.

O Regional: Como foi seu contato com Chico Xavier enquanto estava vivo? De onde surgiu essa amizade?

Suely: 
Meus pais e avós eram espíritas e, minhas irmãs e eu, crescemos em meio a livros e mais livros espíritas, sendo que à época predominavam os livros de Allan Kardec, Léon Denis e os psicografados por Chico Xavier, que meu pai adquiria. Cada livro de Chico que chegava, eu lia rapidamente. Daí surgiu o meu carinho pelo médium.

O Regional: Como foi seu primeiro encontro com ele?  

Suely:
 Quando me casei, aos 18 anos, meu marido também espírita, resolvemos ir a Uberaba para conhecer o Chico, inclusive porque minha mediunidade a essa altura estava estuante, e desejávamos pedir ao Chico que me orientasse. Ele nos recebeu de maneira maravilhosa e disse logo de início os nossos nomes e o motivo da viagem, o que muito me emocionou. E esta emoção permanece a cada lembrança daquele momento.

O Regional: Quais dos ensinamentos que Chico deixou que considera importantes?

Suely:
 A própria vida de Chico Xavier é toda ela importante, pelos exemplos de amor às criaturas, pela renúncia constante na sua dedicação ao próximo e, especialmente por sua integral vivência do espiritismo e dos ensinos de Jesus.

O Regional: Como foi escrever o livro com cartas de testemunhos de Chico Xavier na obra Testemunhos de Chico Xavier? Qual o valor do trabalho psicográfico apresentado na obra?

Suely:
 Eram cartas que Chico Xavier endereçou a um amigo, então presidente da Federação Espírita Brasileira (FEB), as quais eu comento. Através dos relatos do médium, ficamos cientes de suas lutas e testemunhos. Na análise que faço de sua obra mediúnica, procuro evidenciar a autenticidade de sua psicografia, desde a poesia até os romances, numa variedade incrível de estilos.

O Regional: Como surgiu a ideia de escrever a biografia de Divaldo Franco?

Suely:
 Minha família por essa época tornou-se muito amiga de Divaldo Franco, que há mais de 50 anos vem a Juiz de Fora e é nosso hóspede. Com o sucesso da obra ‘Testemunhos de Chico Xavier’, pensei então em escrever sobre nosso amigo baiano. E assim fizemos, escrevemos ‘O Semeador de Estrelas’, registrando notáveis experiências de Divaldo, em seu dedicado labor, hoje em todos os continentes, bem assim de suas produções mediúnicas, cuja fidelidade à doutrina espírita e seu exemplo de amor à causa são incontestáveis.

O Regional: Como foi concebido o livro ‘Entrevista com Allan Kardec’?

Suely:
 Eu estava participando de um programa espírita, numa das rádios na cidade onde resido, e colecionava frases de Kardec para apresentá-las aos ouvintes, na abertura. Quando estava com uma lista dessas frases, lendo-as, pensei: “E se eu fizesse perguntas cujas respostas fossem estes trechos do Codificador (Allan Kardec)?” Imediatamente, sentindo uma emoção que me dominou, percebi que poderia fazer um livro dessa forma. E assim concretizei a ideia. Jornalistas, em muitas cidades onde vou fazer palestras, até os não espíritas, comentam comigo o quanto apreciam a obra, por sua originalidade.

O Regional: O cinema nacional tem explorado bastante a questão do espiritismo no Brasil. Isso é benéfico para a doutrina?

Suely:
 A mídia em geral tem apresentado temas de novelas, por exemplo, que abordam o espiritismo, porém quase sempre de maneira incorreta. Por certo despertam o interesse das pessoas que acabam procurando os espíritas para obter mais detalhes e esclarecimentos. Dentre as produções recentes, eu gostei muito do filme As mães de Chico Xavier. Ele é muito bom!

O Regional: Você tem um livro que a editora InterVidas de Catanduva vai lançar numa edição especial: “Transtornos mentais – uma leitura espírita”. Poderia relatar como e porque escreveu esta obra? Você é psiquiatra?

Suely:
 Este livro resultou do atendimento que faço, no centro espírita, há muitos anos.

Sempre me interessei por tudo o que se refere à mente, ao pensamento, ao cérebro humano. Embora não tendo conhecimento acadêmico, passei a ler livros de psiquiatria, de psicologia. Ao mesmo tempo, sensibilizava-me com pessoas que vinham para a entrevista nos moldes espíritas, portadoras de vários tipos de transtornos. Daí surgiu o meu interesse em saber que são esquizofrenia, psicoses, transtorno obsessivo compulsivo (TOC), transtorno bipolar, depressão, estresse pós-traumático etc.

Não sou psiquiatra e por isso demorei dez anos para considerar que estava pronta para escrever a respeito, mostrando, é claro, a visão espírita acerca desses transtornos mentais e de vários outros, ressaltando o benefício que a doutrina proporciona aos portadores desses transtornos mentais.

O Regional: Como foi a produção do livro?

Suely: 
A InterVidas deu um tratamento especial ao livro, apresentando-o com uma produção gráfica bastante esmerada. Acima da beleza da obra, o que mais se destacou nesse trabalho editorial foi a incorporação de um extenso acervo de notas explicativas que elucidam termos técnicos da psiquiatria, da psicologia e da psicanálise, além de esclarecerem vocábulos incomuns e até mesmo as expressões próprias da doutrina espírita. Em razão da importância de se compreender e saber lidar com os transtornos mentais, o propósito da InterVidas de tornar o tema mais acessível e claro para os diversos públicos é algo de imenso valor.

Exibições: 1605

Respostas a este tópico

          Grande trabalhadora da Seara, que Jesus a abençoe sempre e sempre.

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

ASSISTA AO VIVO

Artigos Espíritas

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Últimas atividades

Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Temos nos preparado para nosso retorno ao Plano Espiritual? de PATRIZIA GARDONA
4 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Jesus e Humanidade. Os bons são tímidos. Clique nos títulos Sônia Formiga, JESUS e Humanidade   https://juli.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=6853186 FORMIGA, “testemunho de fé…"
7 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Espíritos de Pessoas Vivas: Uma História de Reconciliação de PATRIZIA GARDONA
18 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
" Evolução da Inteligência. Neuroplasticidade, https://www.facebook.com/groups/1499993836709886/permalink/2747572258618698/"
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"  SENADO FEDERAL. Sessão para homenagear Allan Kardec. https://www25.senado.leg.br/web/atividade/notas-taquigraficas/-/not... Então, com a palavra, Haroldo Dutra Dias. Muita honra e alegria passar a palavra para V. Exa.…"
ontem
Ícone do perfilRafael Fernandes Clementino, Veronica M. dos Santos Teixeira, ANTONIO LUCIO DE O. CORREIA e mais 4 pessoas entraram em RAE
ontem
Marco Túlio Ferreira Silva respondeu à discussão Questão 124 de "O Livro dos Espíritos" de Marco Túlio Ferreira Silva
"Não o bicho homem, mas todo esse universo. A criação Divina está antes desse universo. O homem, o animal, o tempo, o espaço, a energia, enfim , a matéria é criação da criatura que negou…"
segunda-feira
Euripedes Mariano da Cunha respondeu à discussão Questão 124 de "O Livro dos Espíritos" de Marco Túlio Ferreira Silva
"Se o bicho homem não é criação de Deus, então existe outra Inteligencia superior a Deus que contraria a vontade de Deus e cria por sua conta própria, ou sjea, Deus já não é mais a causa…"
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA respondeu à discussão SUICÍDIOS E TIRANOS DISFARÇADOS de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
"O Ator Carlos Vereza comentou que é preciso deixar de olhar o mundo através de viseiras…"
domingo
Luiz Claudio Macedo de Oliveira curtiu a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
domingo
Luiz Claudio Macedo de Oliveira curtiram o perfil de Nadia Rosangela
domingo
Luiz Claudio Macedo de Oliveira curtiram a página Bate-Papo de Amigo Espírita
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Afastemo-nos, das nossas inibições e aprendamos com o Cristo a “sair para semear”. Fonte Viva, 64. Emmanuel/Chico Xavier http://bibliadocaminho.com/ocaminho/txavieriano/livros/Fv/Fv64.htm"
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
" Nós temos uma missão nesta Terra, nesta vida, temos que cumpri-la e fazer com que esses ensinamentos possam ser cada vez mais divulgados e propagados nas nossas atividades para a nossa sociedade como um todo. Homenageio aqui…"
domingo
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

“O que fazer quando não há mais nada a fazer?”, com Dr. Aldeniz Leite em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

26 janeiro 2020 de 9 a 10:15
“O que fazer quando não há mais nada a fazer?”, este será o tema da palestra do psiquiatra, pesquisador e escritor Dr. Aldeniz Leite de São Paulo-SP, no próximo domingo 26 de janeiro de 2020, de 09 às 10h. da manhã na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas. Dr. Aldeniz Leite da Silva Júnior nasceu em Belém do Pará, formou-se médico em sua cidade natal e transferiu-se…Ver mais...
sábado
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Eusébio, “No Mundo Maior”. André Luiz/Chico Xavier, cap.2. Sejamos instrumentos do bem, acima de expectantes da graça. A tarefa demanda coragem e suprema devoção a Deus. Sem que nos convertamos em luz,…"
sábado

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço