REDE AMIGO ESPÍRITA

Divulgando, Instruindo e Unificando!!!

Quanto ao aspecto evolutivo da Doutrina Espírita, acho que o que está fazendo falta é a FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA, que trará:

  • Uniformidade na divulgação da doutrina.

  • Menos palestrantes despreparados.

  • Menos divisões internas.

  • Um critério cientifico de progresso dos livros de Kardec através de teses de Mestrado e Doutorado.

  • Um ambiente fechado para debater novos progressos, antes de vir a público.

  • Diminui as relações pessoais e torna mais logico e cientifico a escolha de ideia ou palestrante.

  • Hoje há muitos argumentos baseados apenas na autoridade de determinado médium ou espirito.



Assim após um curso regular, reconhecido pelo MEC, de 5 anos, onde o aluno toma contato com todas as Doutrinas Filosóficas fará:

  • 3 anos de pós graduação

  • 3 anos de Mestrado

  • 3 anos de Doutorado. ( nesta fase é que está apto a agregar novos descobrimentos numa especialidade que escolheu, porem muitos deixam isto para o pós-doutorado, até aqui apenas reproduzem o que já foi descoberto)



Hoje, na Ciência, somente após  estes 11 anos de especialização, geralmente de tempo integral, é que o pesquisador tem condições de de agregar novos conhecimentos sobre uma área, muito especifica, e geralmente não o faz sozinho sempre é acompanhado por uma equipe multidisciplinar. A maioria apenas repete experiencias já feitas para agregar uma novidade no pós-doutorado.

Nós espiritas nos ufanamos de repetir :

"É preferível rejeitar dez verdades que aceitar uma mentira."

Porém, a Ciência é muito mais restritiva. Caso você apresente, nestes 11 anos de dedicação integral, uma única frase ou formula, na sua monografia, que não está em acordo com o edifício teórico experimental , você será reprovado e não terá condições de agregar uma inovação.

Um médico que cursar a faculdade de filosofia espírita poderá defender tese sobre questões de fronteira a nível de mestrado dentro apenas de sua especialidade como:

  • Engenharia Genética e o espírito.

  • Pacientes em coma.

  • Doenças e Carma.

  • Transplante



Mario Fontes

Reconhece-se o verdadeiro Espírita
pela sua transformação moral,
e pelos esforços que faz para
domar suas más inclinações.
 
(Allan Kardec, ESE., XVII, 4)

  • A Faculdade de Medicina não faz o bom profissional de Medicina.

  • A Faculdade de Engenharia não faz o verdadeiro bom Engenheiro.

  • A Faculdade de Direito não faz o bom profissional de Direito.

  • A roupa, melhor, o hábito não faz o monge.

Analogamente:

A Faculdade de Filosofia Espírita não fará o verdadeiro Espírita.

Muitos, diria cerca de 80% optam por uma faculdade ou profissão por diferentes razões:

  • Os pais ou outro familiar queriam e influenciaram.

  • Ouviu dizer que era facil arrumar emprego nesta area, e que pagavam bem.

  • É o curso da moda e dá Status, sendo facil impressionar o sexo oposto.

  • Resolver algum problema pessoal.

  • Não conseguiu arrumar nada melhor e não aguentava mais fazer cursinho.

  • Curiosidade ( uma vez satisfeita abandonam).

  • O Brasil se sobressaiu no setor e tem mais chances.

Conheço muitos médicos, advogados e engenheiros que se tornaram empresarios da alimentação ou se tornaram políticos e ganham muita mais desta forma, e não conseguem mais retornar a sua profissão que se formaram.

Afirmo que após 30 anos de formado, pouquissimos dos meus colegas continuam trabalhando na area, por diversos motivos, sem contudo terem deixado de serem influenciados para sempre, pela sua titulação de Engenharia, no seu modo de pensar e agir.

Assim vale mesmo vale a pena a Faculdade de Filosofia Espírita, pelas mesmas razões que valem para qualquer outra Faculdade.

Exibições: 11404

Responder esta

Respostas a este tópico

Luis,
Você se diz médium e pediu evidencias experimentais do fenômeno mediúnico.
Você é mal intencionado ou sofre de alguma doença mental?
Já ofereci-lhe oportunidade de se retratar, mas arrogantemente você ignorou.
Caso poste algo aqui de novo pedirei para o coordenador do grupo bloquear seus comentários.
Adeus.
Luis,
Você se diz médium e pediu evidencias experimentais do fenômeno mediúnico.
Você é mal intencionado ou sofre de alguma doença mental?
Já ofereci-lhe oportunidade de se retratar, mas arrogantemente você ignorou.
Caso poste algo aqui, neste tópico, Faculdade de Filosofia Espírita, de novo pedirei para o coordenador do grupo bloquear seus comentários.
Adeus.

Ao Mario Fontes,

Em tudo que vc, amigo Marco, disse no que vc acima escreveu, me perdoe lhe dizer que vc apenas está mostrando que ainda nada entendeu. E só estaremos, nesta troca de msgs, sempre marcando passo no mesmo lugar, sempre clicando nas mesmas teclas, eqto vc não se decidir a comprovar se o livre-arbítrio é ou não é uma verdade.

.

Luis,

Como eu já disse anteriormente, livre-arbítrio real, puro, potente, nós o tivemos na primeira criação. Com a nossa decisão nós o transformamos em determinismo. O determinismo atual é consequência do livre-arbítrio que foi mal usado.
Então, sim! O livre-arbítrio é real, mas nós o perdemos. Com a evolução vamos recuperando-o gradativamente

Caro Administrador,

O usuário Luis Conforti tem postado em todos tópicos do Fórum demonstrando contradições, provocações, ociosidade diletante. Especificamente no Tópico da Faculdade de Filosofia Espírita, ofereci oportunidade de se retratar de uma colocação contraditória, mas preferiu ignorar e mudar de assunto, continuar postando ataques de natureza pessoal ao tópico e a Doutrina Espírita.
Por favor considere a suspensão momentânea de suas postagens, pois faltou com os bons princípios da ética do debate e não se retratou quando solicitado.
Marco Túlio,

Selecionei abaixo um trecho da Wikipedia onde coloca Deus como causa primaria. Semelhante ao deus aristotélico demiurgo.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Livre-arb%C3%ADtrio


"O Espiritismo afirma que toda causa provoca um efeito e que todo efeito advém de uma causa. Neste contexto, Deus é a causa primária de todas as coisas.[16] Afirma-se que o livre-arbítrio ganha proporções maiores à medida que o grau de evolução (moral e intelectual) do espírito se desenvolve. O livre-arbítrio pode ser limitado em determinadas situações, quando isso proporcionar evolução na condição moral e intelectual do espírito, como exemplo, no caso das reencarnações compulsórias, onde o espírito "ocioso" é compelido a reencarnar mesmo contra sua vontade, subjugando-se seu livre-arbítrio. O livre-arbítrio é a liberdade de escolha que temos dentro das limitações que nos impomos por falta de evolução moral e intelectual, ou seja, falta de conhecimento.[17]"

Mário Fontes,

       Esse universo, material e dualista, cheio de mal e dor, nem de longe poderá ser considerado obra de Deus. Deus é a causa primária? Sim. Mas não desse universo que também não é primário. Antes é uma doença, uma anomalia no seio do verdadeiro universo.Deus é a causa primária do universo espiritual, do absoluto, não do relativo, do material. A matéria é um estado anômalo da substância Divina. 

      Vou me permitir reproduzir, abaixo, um trecho do livro "O Sistema" de Pietro Ubaldi, capítulo 3:

       "O nosso Universo, dividido no dualismo, em que cada ponto se fracionou em dois termos contrários que lutam para sobrepor-se, é um trabalho tão sobrecarregado de males, dores e imperfeições, tal como existe hoje, só pode ser considerado como um estado patológico de decadência. A quem o atribuiremos pois? Não há dúvida de que a esses efeitos, temos de atribuir uma causa. Como no todo não há outros termos e não podemos atribuir ao Criador a derrocada, só nos resta atribuí-la à criatura. Não podendo admitir, de forma alguma, que a causa de tamanha ruína tenha sido diretamente de Deus — acreditar nisso seria tirar Dele os atributos da Divindade — temos de admitir ser outra a causa de tudo isso, e tenha chegado depois. Não se pode sair do dilema: ou atribuir esta obra a Deus, e Deus não é Deus; ou, então, atribuí- la a outra causa; mas, em vista de no todo só existir Deus e a Sua criatura, só nos resta atribuir essa obra à Sua criatura."

        Portanto, não é Deus o autor dessa dimensão na qual estamos escravizados e presos à matéria e enrodilhados nas teias do tempo,espaço e energia. Mas fomos nós, com o nosso egoísmo primário que o geramos.

Caro Túlio,

Sou de opinião pessoal favorável a ideia de que talvez as 4 Dimensões que estamos mergulhados seja uma espécie de MATRIX uma instância virtual de um mundo mais completo e real que é uma realidade muito mais ampla que esta que percebemos pelos sentidos materiais.
Sempre pensei que quando as pessoas saiam fora do corpo era como se deslocar de helicóptero nas 3 dimensões, porém, apenas uma vez, durante um estado profundo de meditação me vi fora das 4 dimensões, não sei quanto tempo durou, pareceu alguns minutos do nosso tempo, como se esse Universo material fosse um dos possíveis existentes. Infelizmente assim como é difícil representar um hipercubo um tesserato:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Quarta_dimens%C3%A3o
https://pt.wikipedia.org/wiki/Tesserato
Também não é possível descrever a experiência de alguns instantes, nem para mim mesmo, depois que voltei as dimensões normais. O filme Interestelar tenta unir de forma artística a comunicação mediúnica com a existência de outras dimensões.
http://www.interstellarmovie.net/

Porem tudo isto acima é divagação, opinião pessoal e até crença pessoal, mas não é Doutrina Espírita, que é uma coisa muito séria, assim como a Ciência.
Jamais faria uma apresentação espírita com este tema e escrevo aqui ressaltando, que da forma que coloquei, tudo não passa de especulação.
Passo um traço abaixo:
------------------------------------------------------------
Agora vamos falar do ponto de vista da Doutrina Espírita

A Matéria não é boa e nem má; somos nós Espíritos é que atribuímos-lhe este valor, tanto quando agimos sobre a Matéria, como quando sofremos sua ação.
Exemplo:
Uma pá é uma ferramenta construída que serve para arar a terra ou como ferramenta de destruição.
Este mundo material é uma escola onde viemos aprender, cada qual uma lição especifica, e recebemos os recursos necessários para isto, não estamos portanto abandonados.

O Espiritismo apesar de ter nome de sistemas dogmático mais um “ISMO”, como tantos outros, não é não. É uma Doutrina de cunho Teórico Experimental semelhante as Ciências modernas.
https://livrodosespiritos.wordpress.com/about/prolegomenos/
Prolegômenos do Livro dos Espíritos
“Este livro é o compêndio dos seus ensinamentos. Foi escrito por ordem e sob ditado dos Espíritos superiores para estabelecer os fundamentos de uma filosofia racional, LIVRE DOS PREJUÍZOS DO ESPÍRITO DE SISTEMA. Nada contém que não seja a expressão de seu pensamento e não tenha sofrido o seu controle. A ordem e a distribuição metódica das matérias assim como as notas e a forma de algumas partes da redação constituem a única obra daquele que recebeu a missão de o publicar.”
Pietro Ubaldi tem belas passagens, mas não é aceito pela Doutrina Espírita como referência, justamente por tentar montar um Sistema dogmático baseado em suas intuições, cada um leia o que achar melhor, mas não referencio livros, que não são aceitos pela Ciência e estejam em desacordo com a Doutrina.

https://livrodosespiritos.wordpress.com/as-causas-primarias/capitul...

"10. O homem pode compreender a natureza íntima de Deus?
— Não. Falta-lhe, para tanto, um sentido."
Esta resposta encerra a discussão sobre o assunto, se Deus criou ou não este Universo, pois neste momento da nossa evolução, falta um sentido para compreender isto.
Abraço

Vigi. Agora é que me confundiu tudo. Se Deus criou ou não este universo...Então, talvez, as ideias que Tulio defende podem estarem certas?

Eu me identifiquei em algumas colocações do Tulio e fui estudar Ubaldi. O pouco que estudei Ubaldi eu tive a certeza de que tenho intuição. E aceitando que esta intuição existe eu aceitei, também a mediunidade. E aceitando a mediunidade eu larguei a medicação indicada pelo psiquiatra. E, largando a medicação indicada pelo psiquiatra eu observei que consigo estudar mais. E, quanto mais estudo a espiritualidade e a reforma íntima, mais me aproximo dos espíritos menos viciosos. E quanto mais me aproximo deles mais longe estou dos obsessores. 

Agora. Quanto a se sentir em outra dimensão eu também já me senti pouquíssimas vezes. Inclusive uma delas eu me senti em outro lugar onde o Sol que tocava minha pela era diferente deste Sol que nos toca hoje. Eu não o sentia quente. Era uma outra vibração.Uma outra energia. Dá pra se dizer que era uma espécie de energia que alimentava o meu ser. Foi em sonho. Isto é, no intervalo da vigília do sonho. Estava quase pegando no sono quando isto aconteceu. Saí do meu corpo e fui de encontro a outro lugar receber esta energia. Ao "acordar" me deu uma nostalgia muito grande. Não sei se de saudades de outro lugar em que vivi anteriormente que aquele sonho me fez recordar. Ou de eu ter sentido esta energia indescritível e voltado ao clima pesado do Planeta Terra. Um dia eu vou encontrar esta resposta.

Sim. A base continua sendo a Doutrina. Pelo menos pra mim. Apesar que eu demorei muito para aceitá-la. A sinto incompleta, mas não contraditória ao que vivo e ao que sinto. Talvez não estejamos prontos para compreender Ubaldi. E não vou atacá-lo por não compreendê-lo. Tão pouco divulgá-lo pelo mesmo motivo.

Caro Túlio,

Sou de opinião pessoal favorável a ideia de que talvez as 4 Dimensões que estamos mergulhados seja uma espécie de MATRIX uma instância virtual de um mundo mais completo e real que é uma realidade muito mais ampla que esta que percebemos pelos sentidos materiais.
Sempre pensei que quando as pessoas saiam fora do corpo era como se deslocar de helicóptero nas 3 dimensões, porém, apenas uma vez, durante um estado profundo de meditação me vi fora das 4 dimensões, não sei quanto tempo durou, pareceu alguns minutos do nosso tempo, como se esse Universo material fosse um dos possíveis existentes. Infelizmente assim como é difícil representar um hipercubo um tesserato:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Quarta_dimens%C3%A3o
https://pt.wikipedia.org/wiki/Tesserato
Também não é possível descrever a experiência de alguns instantes, nem para mim mesmo, depois que voltei as dimensões normais. O filme Interestelar tenta unir de forma artística a comunicação mediúnica com a existência de outras dimensões.
http://www.interstellarmovie.net/

Porem tudo isto acima é divagação, opinião pessoal e até crença pessoal, mas não é Doutrina Espírita, que é uma coisa muito séria, assim como a Ciência.
Jamais faria uma apresentação espírita com este tema e escrevo aqui ressaltando, que da forma que coloquei, tudo não passa de especulação.
Passo um traço abaixo:
------------------------------------------------------------
Agora vamos falar do ponto de vista da Doutrina Espírita

A Matéria não é boa e nem má; somos nós Espíritos é que atribuímos-lhe este valor, tanto quando agimos sobre a Matéria, como quando sofremos sua ação.
Exemplo:
Uma pá é uma ferramenta construída que serve para arar a terra ou como ferramenta de destruição.
Este mundo material é uma escola onde viemos aprender, cada qual uma lição especifica, e recebemos os recursos necessários para isto, não estamos portanto abandonados.

O Espiritismo apesar de ter nome de sistemas dogmático mais um “ISMO”, como tantos outros, não é não. É uma Doutrina de cunho Teórico Experimental semelhante as Ciências modernas.
https://livrodosespiritos.wordpress.com/about/prolegomenos/
Prolegômenos do Livro dos Espíritos
“Este livro é o compêndio dos seus ensinamentos. Foi escrito por ordem e sob ditado dos Espíritos superiores para estabelecer os fundamentos de uma filosofia racional, LIVRE DOS PREJUÍZOS DO ESPÍRITO DE SISTEMA. Nada contém que não seja a expressão de seu pensamento e não tenha sofrido o seu controle. A ordem e a distribuição metódica das matérias assim como as notas e a forma de algumas partes da redação constituem a única obra daquele que recebeu a missão de o publicar.”
Pietro Ubaldi tem belas passagens, mas não é aceito pela Doutrina Espírita como referência, justamente por tentar montar um Sistema dogmático baseado em suas intuições, cada um leia o que achar melhor, mas não referencio livros, que não são aceitos pela Ciência e estejam em desacordo com a Doutrina.

https://livrodosespiritos.wordpress.com/as-causas-primarias/capitul...

"10. O homem pode compreender a natureza íntima de Deus?
— Não. Falta-lhe, para tanto, um sentido."
Esta resposta encerra a discussão sobre o assunto, se Deus criou ou não este Universo, pois neste momento da nossa evolução, falta um sentido para compreender isto.
Abraço
Rosangela,

Lamento que tenha causado confusão, mas é como está lá no Livro dos Espíritos basta consultar.
"10. O homem pode compreender a natureza íntima de Deus?
— Não. Falta-lhe, para tanto, um sentido."

Em última instância todo nosso conhecimento está baseado em alguma forma de sensibilidade ou sentido (Física Óptica, a Acústica) (Visão, Audição, Tato, Gustação, Cheiro). Todos os instrumentos que criamos de investigação deste Universo são extinções destes sentidos como Telescópio, Microscópio, Osciloscópio etc... Se falta um sentido para compreender Deus, não há como fazer afirmação se Deus criou este Universo? Isto é um assunto fora do nosso alcance de observação no momento.
A sensibilidade Mediúnica, que é segundo Kardec, o Telescópio de investigação do mundo espiritual, ainda não fornece elementos para responder isto.

Abraço
Um dos assuntos inabordáveis a respeito de Deus é a ideia de Infinito, qualquer atributo que imaginemos sobre esbarramos na noção de Infinito:
Infinitamente Bom
Infinitamente Justo
Infinitamente Presente etc...

A noção de infinito, mesmo na matemática é aplicada para coisas cujo o início ou fim são desconhecidos.

Ao amigo Mario:

Não são só os conhecimentos que estão "baseados" nos sentidos objetivos e subjetivos e faculdades paranormais; absolutamente todos os nossos pensamentos, sentimentos, desejos, decisões, escolhas, ações e reações, sejam pertinentes ao âmbito do bem qto ao do mal, têm como base, se apoiam nas percepções que nos vêm de ocorrências de fora de nosso corpo espiritual, cujas vibrações são captadas por aqueles sentidos acima referidos.

Portanto, aqui tenho de trazer uma questão: onde estarão a culpa ou a responsabilidade dos homens, pelos erros que fazem, se os fazem exatamente devido a que nossos pensamentos, nossas escolhas, nossas decisões de fazer etc, estão apoiados no que do mundo captamos, isto é, se todas as nossas escolhas corretas e/ou incorretas se devem ao aprendizado que a vida, esta escola do bem e do mal, nos oferece?!! 

.

Responder à discussão

RSS

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

ADRIANA VIEIRA MARTINS está participando do evento de Amigo Espírita
Miniatura

6º Congresso Espírita de Mato Grosso em Hotel Fazdeda Mato Grosso

17 agosto 2017 às 20 a 20 agosto 2017 às 14
2 horas atrás
Ícone do perfilsilvia maria pereira mulinary, Beth, MARCIO SENGIK FIALHO e mais 4 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
2 horas atrás
Antonio Carlos Navarro curtiu o vídeo de Amigo Espírita
2 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/vIDoChhg71
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Edilza de Castro Silva compartilhou o grupo de Ari Carrasco Silveira em Facebook
2 horas atrás
Edilza de Castro Silva curtiram o evento Reforma Intima de Ari Carrasco Silveira
2 horas atrás
Antonio Carlos Navarro curtiram a discussão Eu, espírito transformador (Por Jane Maiolo) de Amigo Espírita
2 horas atrás
Maria Fernanda Franco A.Pessanha curtiram a discussão Eu, espírito transformador (Por Jane Maiolo) de Amigo Espírita
3 horas atrás
cecy bragança curtiram a discussão Eu, espírito transformador (Por Jane Maiolo) de Amigo Espírita
4 horas atrás
cecy bragança curtiram o evento “A contribuição de Kardec para o autoconhecimento”, cosme Cosme Massi de Carlos Pretti - SCEE
4 horas atrás
cecy bragança curtiu o vídeo de Amigo Espírita
4 horas atrás
cecy bragança curtiu a postagem no blog Gestação frustrada de Antonio Carlos Navarro
4 horas atrás
cecy bragança curtiram o evento “As doze vozes que mudaram o Mundo” com Hélio Tinoco Reis ao vivo na Rede Amigo Espírita de Carlos Pretti - SCEE
4 horas atrás
cecy bragança curtiu o vídeo de Amigo Espírita
4 horas atrás
Luiz Claudio C. Souza compartilhou a discussão de Amigo Espírita em Facebook
5 horas atrás
Anna Maria MMiranda curtiram a discussão Eu, espírito transformador (Por Jane Maiolo) de Amigo Espírita
5 horas atrás
Maria Luiza Cezar Borges curtiram a discussão Eu, espírito transformador (Por Jane Maiolo) de Amigo Espírita
5 horas atrás
tatyana barbosa valim entrou no grupo de Amigo Espírita
5 horas atrás
Luiz Claudio C. Souza curtiram a discussão Eu, espírito transformador (Por Jane Maiolo) de Amigo Espírita
5 horas atrás
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
5 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2017   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço