Senhores, se a gente entende que existe a reencarnação pode-se acreditar no livre arbítrio tanto no plano espiritual como no plano terrestre?

No entanto no momento que Deus nos fez como espírito, por acaso ele nos perguntou se queríamos ser criados ou não?

Se perguntou, perguntou a que ou a quem? já que não existíamos nem como espírito?

Essa é minha dúvida: devo acreditar que se Deus realmente existe ele nos colocou no mundo espiritual sem o nosso consentimento, estou certo?

Estarei aguardando uma manifestação dos

senhores.    Boa tarde........Sérgio

Exibições: 550

Responder esta

Respostas a este tópico

Eu sei que a minha informação é lógica.

Boa noite Sérgio,

Esta sua questão é complexa, não obstante parecer que a resposta é simples e lógica. kkk

Em nossa atual ignorância e nível de desenvolvimento, em todas as áreas do conhecimento, tanto material, como espiritual, ainda não temos condição de entender se existia algo antes da criação, além de Deus, como preconizam as literaturas espíritas. 

Mas, pela nossa lógica e crença, obviamente que não houve à quem pedir permissão, e como bem está definido, se fomos criados, não existíamos antes deste momento, senão, Deuses também seríamos.

Luis, calma, é só a minha percepção, nã está certo nem errado, apenas a minha opinião, ok? kkkk

Abs!

Sergio,

     Como o Criador poderia pedir consentimento à criatura que ainda não fôra criada?

     Entretanto, após o ato da criação, à criatura criada cabia a decisão de aceitar ou não a vida que o Criador lhe ofertara como gesto de amor. Recursar a vida seria aceitar a morte, mas era um direito da criatura. Como nós negamos a vida aqui estamos nós, vivendo a 1ª morte e todo o seu cortejo de consequências.

   Porém, Deus não é déspota e sim Pai amoroso, sempre permite à criatura a possibilidade de escolher. Então os que insistirem em não aceitar a vida depois do final da 1ª morte, viverão a 2ª morte. Depois disso, se mesmo assim a criatura se negar a aceitar a vida, ela deixará de existir.

Oi, amigo João Carlos, vc se referiu a mim na msg/resp (segunda acima desta) dizendo "Luis, calma, é só a minha percepção, não está certo nem errado, apenas a minha opinião, ok? kkkk"; me perdoe mas, sinceramente, devo ter perdido o fio da meada, a sequência das msgs, pois não consegui saber a que assunto vc se referia.

Abs!

PARA REFLETIR - Esta é uma pergunta que exige resposta de quem segue ou estuda a Doutrina Espírita: porq é q os cristãos-espíritas não seguem e nem mesmo creem em muitos ensinamentos que estão no Novo Testamento, pois não levam em consideração muitos graves e mesmo esclarecedores ensinamentos que nele estão? Vamos a um exemplo: o conceituado e sábio instrutor Emmanuel se valeu de muitos ensinamentos de Paulo, o apóstolo dos gentios, e ditou muitos livros baseados neles; no entanto, outros sérios ensinamentos de Paulo são considerados, pela doutrina espírita, como se não existissem; a doutrina nem mesmo toca neles, nem esclarece porq não os considera, se estão corretos ou incorretos; e eles se referem a questões profundas e de extrema importância para a compreensão da vida e mesmo para a compreensão da própria doutrina espírita.

Luis, (comentei em outra discussão do Sérgio Ruiz - LIVRE ARBÍTRIO).
Oi, amigo João Carlos, vc se referiu a mim na msg/resp (segunda acima desta) dizendo "Luis, calma, é só a minha percepção, não está certo nem errado, apenas a minha opinião, ok? kkkk"; me perdoe mas, sinceramente, devo ter perdido o fio da meada, a sequência das msgs, pois não consegui saber a que assunto vc se referia.

Abs!

João Carlos, grato pela informação!

João Carlos, por favor, não se esqueça de me informar qto ao q eu disse, mais acima, sobre os ensinamentos q estão no Novo Testamento, mas q não são levados em consideração pela doutrina. Abraços.

Sérgio,

   Me permita repetir o que eu já escrito sobre o tema novamente. É que alguns membros do fórum que ficam usando todos os tópicos para discutir qualquer coisa que nada tem a ver com o mesmo.

   Então, com relação ao assunto deste tópico, quero repetir:

     Como o Criador poderia pedir consentimento à criatura que ainda não fôra criada?

     Entretanto, após o ato da criação, à criatura criada cabia a decisão de aceitar ou não a vida que o Criador lhe ofertara como gesto de amor. Recursar a vida seria aceitar a morte, mas era um direito da criatura. Como nós negamos a vida aqui estamos nós, vivendo a 1ª morte e todo o seu cortejo de consequências.

   Porém, Deus não é déspota e sim Pai amoroso, sempre permite à criatura a possibilidade de escolher. Então os que insistirem em não aceitar a vida depois do final da 1ª morte, viverão a 2ª morte. Depois disso, se mesmo assim a criatura se negar a aceitar a vida, ela deixará de existir.

Agora não compreendi mesmo! Pois sendo Deus um Pai amoroso, como a DE diz, soberano amor e soberana justiça, como explicar o fato de q absolutamente todas aqueles que Ele cria, tanto humanos, qto não-humanos, sem exceção, sofrem?

Todos que Deus cria erram?!

Todos que Deus cria, erram propositadamente?!

Responder à discussão

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Elizete Lima Morgado entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
2 horas atrás
ANTONIO CARLOS DA CUNHA curtiram a discussão HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier de Amigo Espírita
3 horas atrás
Thaynah Paloma e Suzana Paula Andrade agora são amigos
9 horas atrás
Rosana Andrade curtiram a discussão HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier de Amigo Espírita
10 horas atrás
Rosana Andrade curtiram a discussão HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier de Amigo Espírita
10 horas atrás
Amigo Espírita adicionou uma discussão ao grupo Artigos Espíritas
Miniatura

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me…Ver mais...
11 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Vai, e não Peques mais! de PATRIZIA GARDONA
"Pior. Foi curado, mas “de nada valeu ser curado”. Um espírito materializado deu aula prática a médicos encarnados. Ele fez cirurgia, sem hemorragia, sem utilizar instrumentos cortantes e anestesia…"
21 horas atrás
gil carlos silva curtiram o perfil de gil carlos silva
23 horas atrás
Stephanie Sens Fuziy curtiram o perfil de Stephanie Sens Fuziy
ontem
Ícone do perfilMonica, CARLOS ANTONIO RAFAEL DE MESQUIT, Luiz Roberto Figueiredo de Souza e mais 13 pessoas entraram em RAE
ontem
Julia Nezu agora é amigo de Márcio Pereira de Souza e Renê Alexandre Galetti
terça-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Ante o Convid-19 empreguemos a disciplina mental e os recursos da prece (Jorge Hessen) de os pae
"Ante o COVID-19 empreguemos a disciplina mental e os recursos da prece. Entrego-me em tuas mãos, Senhor, confio que Tua solução será o melhor para mim, por isso aceito, que seja feita a Tua Vontade e não a minha.…"
terça-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço