Sempre me questionei sobre a veracidade das comunicações ditas, inconscientes. Talvez isto aconteça por eu me lembrar de todas as comunicações através da minha mediunidade. Difícil de controlar, às vezes, mas sempre me recordo. Pelo menos nunca me disseram que um determinado espírito falou algo que eu não me lembre. Fico, até feliz com isto. Que bom eu manter o controle sobre as comunicações. Encontrei este esclarecimento em minhas pesquisas na internet. Diante disto gostaria de relatar o início desta conversação. Pois acredito que muitos tem esta dúvida e podemos todos nos beneficiar com as trocas de experiências e conhecimentos. 

"Em uma reunião de estudos em nosso Centro, estudavamos a mediunidade, quando nos deparamos com uma série de controvérsias, pois estava escrito em certa Apostila que na verdade não existe Médium Inconsciente. Pesquisamos no Livro dos Médiuns, e Kardec, fala em médium natural ou inconsciente, Divaldo e José Raul Teixeira, no Livro Diretrizes de Segurança, afirmam que existe médium inconsciente, e que eles são responsáveis pelas manifestações. Ai ficamos com mais dúvidas ainda, pois se alguém é inconsciente, como pode ser responsável pelos seus atos?

A questão da consciência ou inconsciência do médium diz respeito ao fato deste ter ou não conhecimento de seu concurso para a produção do fenômeno espírita. Sabemos que para a produção desse tipo de fenômeno é indispensável o concurso de um médium, isto é, de um espírito que esteja ligado à matéria, a quem caberá doar fluidos animalizados necessários à consecução do fenômeno. Em O Livro dos Médiuns, Kardec nos fala de manifestações físicas espontâneas, que se operam sem que o médium que serve de instrumento esteja consciente deste fato. É um exemplo
do que o Codificador chamou de médium natural ou inconsciente.

Foram desses tipos de fenômenos que se utilizaram os Espíritos com o objetivo de chamar a atenção da humanidade para as suas manifestações. Com elas se iniciaram as pesquisas do Prof. Rivail que deram origem a essa magnífica obra que estudamos. As irmãs Fox não tinham conhecimento de suas mediunidades, mas, nem por isso,
deixavam de servir como instrumento mediúnico dos espíritos comunicadores. Eram, portanto, médiuns inconscientes. Quanto à afirmação dos dois insignes Autores citados, seria preciso se verificar em que contexto foi ela efetuada. Podem eles ter se referido à consciência do médium quanto ao conteúdo da comunicação mediúnica, ou seja, quanto ao fato de o médium ter ou não conhecimento do teor da mensagem da qual está servindo como intermediário. Com efeito, conhecemos os fenômenos de psicografia e psicofonia mecânicas, por exemplo. Em ambos os tipos de comunicação, o médium não tem conhecimento do conteúdo da mensagem. Somente pode ficar sabendo dele posteriormente. Pode-se dizer, nestes casos, que o médium está inconsciente quanto ao teor da mensagem, mas não quanto à produção do fenômeno. Nestes casos, o médium é responsável, sim, pela comunicação, embora sem conhecer o seu conteúdo, pois cabe-lhe a decisão de consenti-la ou não, de dar ou não passagem ao espírito comunicante. Agora, nos casos de fenômenos inconscientes propriamente ditos, aqueles em que o médium sequer sabe que está sendo utilizado, nos parece que não se lhe pode atribuir qualquer responsabilidade. Pode, até, acontecer que o médium desconheça ser possuidor dessa aptidão ou, até mesmo, da existência desse fenômeno. Fonte: http://cvdee.org.br/duv_resptexto.asp?cat=01&id=467 "

Alguém tem alguma coisa para acrescentar a respeito? Pois encontro, em apostilas sobre a mediunidade, informações que não fecham com O Livro dos Médiuns. E acredito que esta seja uma delas. Um abraço.

Exibições: 1233

Responder esta

Respostas a este tópico

Rosangela: Estamos falando de mediunidade e não de psicologia, alguns termos podem ter conotações diferentes de acordo com a área. Animismo é quando o próprio ESPÍRITO do médium tem uma interferência na comunicação, quando essa interferência for exagerada isto é o médium coloca o carro na frente dos bois, como diz o ditado pode gerar uma mistificação, só lembrando que a mistificação o médium tem plena consciência e ciência do seu ato, há dois tipos de mistificação a direta e a indireta, uma provocada por espíritos mistificadores e outra pelo próprio médium.

Estamos todos estudando a doutrina espirita, mas nunca nos aprofundamos suficientemente nesse estudo, como se, na verdade, não quiséssemos entender suficientemente a doutrina; assim, fugimos de certas perguntas e outras vezes agimos como se não víssemos certas respostas. Uma das perguntas de que todos fogem é esta: porq há espíritos que são mistificadores, maus, obsessores, e há outros que não são assim, se como ensina a DE todos eles são criados perfeitamente iguais? O que é que, depois da criação, destrói aquela perfeita igualdade inicial e a transforma em gigantesca desigualdade?   

Certa tarde, um velho índio cherokee contou ao neto uma história sobre a batalha que acontece no interior das pessoas.

“Meu filho, a batalha é entre os dois lobos que existem dentro de nós. Um é mau. É a raiva, a inveja, o ciúme, a tristeza, o arrependimento, a cobiça, a arrogância, a autocomiseração, a culpa, o ressentimento, a inferioridade, as mentiras, o falso orgulho, a superioridade e o ego.”

“O outro é bom. É a alegria, a paz, o amor, a esperança, a serenidade, a humanidade, a bondade, a benevolência, a empatia, a generosidade, a verdade, a compaixão e a fé.”

O neto pensou por um minuto e perguntou ao avô:
“Qual dos lobos vence?”

O velho cherokee respondeu simplesmente:
“Aquele que você alimentar.”

E certamente, nessa história, o velho índio deixou seu neto cheio de dúvidas pois não lhe contou porq existem em nós esses dois lobos, nem porq alimentamos mais um do que o outro, muitas vezes mais o mau do que o bom.

Pode até ser, mas ensinou que está em suas próprias mãos o direito a escolha e qual lobo alimentar. Escolha, livre arbítrio, não somos marionetes de Deus e Deus nunca nos quis assim. Caso contrário já nasceríamos como um computador pré formatado e programado, e não seriamos pensantes. Está ai um ponto somos seres pensantes, já pensaram que os ignorantes sofrem menos do que as pessoas muito inteligentes? 


A dor de um ignorante é igual a dor de um inteligente. Principalmente a dor física. A dor moral do inteligente parece que ser mais intensa, pois este já tem o conhecimento e sabe mais sobre as consequências de seus atos. Mas o ignorante sofre, também, por não conseguir entender. E é de quem mais sabe que mais se exige. Porém ai do preguiçoso que insiste em manter-se na ignorância, pois mais cedo ou mais tarde este terá que seguir o caminho do entendimento. Apesar de que o amor independe de ignorância ou inteligência. Quem ama sofre menos. Espera menos, julga menos. E, principalmente busca recursos para entender o porquê das coisas. Se a intenção desta busca de entendimento for para o bem geral é por amor que ele busca. Se for por interesse próprio, então impera o egoísmo. E é este, o egoísmo, é a base de todos os males.
Cristina Alves disse:

Pode até ser, mas ensinou que está em suas próprias mãos o direito a escolha e qual lobo alimentar. Escolha, livre arbítrio, não somos marionetes de Deus e Deus nunca nos quis assim. Caso contrário já nasceríamos como um computador pré formatado e programado, e não seriamos pensantes. Está ai um ponto somos seres pensantes, já pensaram que os ignorantes sofrem menos do que as pessoas muito inteligentes? 

Ou melhor dizendo. "No egoismo está a raiz de todos os males". 

Questão 913 de O Livro dos Espíritos - Entre os vícios, qual o que podemos considerar radical?

      — Já o dissemos muitas vezes: o egoísmo. Dele se deriva todo o mal. Estudai todos os vícios e vereis que no fundo de todos existe o egoísmo. Por   mais que luteis contra eles, não chegareis a extirpá-los enquanto não os atacardes pela raiz, enquanto não lhes houverdes destruído a causa. Que todos os vossos esforços tendam para esse fim, porque nele se encontra a verdadeira chaga da sociedade. Quem nesta vida quiser se aproximar da perfeição moral deve extirpar do seu coração todo sentimento de egoísmo, porque o egoísmo é incompatível com a justiça, o amor e a caridade: ele neutraliza todas as outras qualidades.



Rosangela Araujo Pereira disse:


A dor de um ignorante é igual a dor de um inteligente. Principalmente a dor física. A dor moral do inteligente parece que ser mais intensa, pois este já tem o conhecimento e sabe mais sobre as consequências de seus atos. Mas o ignorante sofre, também, por não conseguir entender. E é de quem mais sabe que mais se exige. Porém ai do preguiçoso que insiste em manter-se na ignorância, pois mais cedo ou mais tarde este terá que seguir o caminho do entendimento. Apesar de que o amor independe de ignorância ou inteligência. Quem ama sofre menos. Espera menos, julga menos. E, principalmente busca recursos para entender o porquê das coisas. Se a intenção desta busca de entendimento for para o bem geral é por amor que ele busca. Se for por interesse próprio, então impera o egoísmo. E é este, o egoísmo, é a base de todos os males.
Cristina Alves disse:

Pode até ser, mas ensinou que está em suas próprias mãos o direito a escolha e qual lobo alimentar. Escolha, livre arbítrio, não somos marionetes de Deus e Deus nunca nos quis assim. Caso contrário já nasceríamos como um computador pré formatado e programado, e não seriamos pensantes. Está ai um ponto somos seres pensantes, já pensaram que os ignorantes sofrem menos do que as pessoas muito inteligentes? 

Rosangela: quando mencionei que os ignorantes sofrem menos, porque em suas ignorância não mensuram certas realidades a sua volta, vivem suas vidas da forma que entendem, uma pessoa inteligente, mas antenada, ela já não consegue se desligar tão facilmente, fatalmente se deprime mais, se estressa mais, e adoece mais. Se vc for nessas cidades humildes, onde tem essas pessoas ribeirinhas por exemplo eles vivem sem televisão, praticamente sem comunicação com o mundo externo, eles por incrível que pareça tem mais saúde mental que as pessoas com uma cultura mais sustentável, porque eles em suas ignorância acabam que não se contaminando com más notícias, negatividades. Ai vc começa a pensar os ignorantes são felizes. Eu mencionei neste sentido. Mas entendi sua colocação.

Disse a Rosangela que "no egoismo está a raiz de todos os males"; e citou a DE que afirma que "o egoismo é o mais radical de todos os vícios, que dele deriva todo o mal". A própria DE ensina que o egoísmo é a "maior chaga da humanidade" e que, se queremos ser salvos, todos devemos eliminar o egoísmo de nossas vidas. Mas, aqui cabem algumas perguntas endereçadas àqueles que estudam a doutrina: qual é a origem do egoísmo? Porq tantos são egoístas e, conforme a doutrina, têm de ser penalizados por serem egoístas? O que é que faz que sejamos egoístas? Porq nem todos são egoístas?

Como entender as penalidades a que a lei de Deus nos condena, devido a sermos egoístas, se o egoísmo é um sentimento perfeitamente "natural" a todos os seres humanos, e aos nossos irmãos, os animais? E é "natural" porq tem sua origem na própria vontade de Deus, pois nasce do confronto "natural" e inevitável da "natureza" que Deus nos deu, com a "natureza" ameaçadora que Deus deu ao mundo em que nos faz habitar.


Porque alguns são mais egoístas? Eu não sei pergunta pra eles. Porque não enxergam além do seu umbiguinho...Vivam em um mundo fechado...Crianças mimadas....
luis conforti junior disse:

Disse a Rosangela que "no egoismo está a raiz de todos os males"; e citou a DE que afirma que "o egoismo é o mais radical de todos os vícios, que dele deriva todo o mal". A própria DE ensina que o egoísmo é a "maior chaga da humanidade" e que, se queremos ser salvos, todos devemos eliminar o egoísmo de nossas vidas. Mas, aqui cabem algumas perguntas endereçadas àqueles que estudam a doutrina: qual é a origem do egoísmo? Porq tantos são egoístas e, conforme a doutrina, têm de ser penalizados por serem egoístas? O que é que faz que sejamos egoístas? Porq nem todos são egoístas?

Como entender as penalidades a que a lei de Deus nos condena, devido a sermos egoístas, se o egoísmo é um sentimento perfeitamente "natural" a todos os seres humanos, e aos nossos irmãos, os animais? E é "natural" porq tem sua origem na própria vontade de Deus, pois nasce do confronto "natural" e inevitável da "natureza" que Deus nos deu, com a "natureza" ameaçadora que Deus deu ao mundo em que nos faz habitar.

Para a Rosangela Araujo e quem mais esteja nos lendo:

À pergunta de "porq os egoístas são egoístas", a jovem disse para perguntar aos egoístas porq eles são egoístas; mas não precisamos fazer isso, meus amigos: todos os egoístas são egoístas exatamente porq Deus os fez se tornarem egoístas; nada mais do que isso. Isso está muito bem explicado na resposta já dada acima, antes da de Rosângela. Erradamente, a amiga diz que “são egoístas porq nada enxergam além de seus umbiguinhos”, esquecendo-se (me perdoe a jovem) que estamos aqui estudando a doutrina espírita e não brincando. 

E sendo os egoístas assim porq Deus os fez assim, nenhuma culpa ou responsabilidade lhes cabe pelo fato de agirem egoisticamente. Esse, o egoísmo, que é denominado defeito moral ou imperfeição, nasce em todos nós, humanos e não humanos, exatamente porq o Criador faz que seja assim. Ou alguém tem outra explicação para esse nascimento?

Sim somos todos egoístas porque precisamos do ego para existir e dizer "eu sou".O inadequado uso do egoísmo é que é o problema. Sem o ego o ser não teria individualidade, seria um robô, um autômato.

Responder à discussão

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

ISA SOARES entrou no grupo de Ari Carrasco Silveira
Miniatura

Reforma Intima

"CONHECE-TE A TI MESMO"Textos de reflexão para a reforma íntimaVer mais...
15 horas atrás
ISA SOARES entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Mensagens de Reflexão

Mensagens, frases e pensamentos para reflexão iluminando nossas vidas.
15 horas atrás
ISA SOARES entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Espiritismo e Evangelho

Grupo destinado a estudos do Evangelho a Luz da Doutrina EspíritaVer mais...
15 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiram o evento Votação para escolha do Projeto Médicos do Bem no Prêmio Euro de Marcílio Dias Henriques
sexta-feira
Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
sexta-feira
Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
sexta-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"DEPOIS DA MORTE Em 1965, Yvonne Pereira diz que “o Evangelho é imortal, uma vez que sempre existirão cérebros e corações necessitados de renovação." Ela fala também sobre “uma…"
quarta-feira
Mauro Araújo Matoso de Lima curtiu a postagem no blog Angústias De Um Dirigente Espírita de PATRIZIA GARDONA
6 Jul
Mauro Araújo Matoso de Lima curtiu a postagem no blog Angústias De Um Dirigente Espírita de PATRIZIA GARDONA
6 Jul
Helena Padilha de Meneses curtiram o perfil de Helena Padilha de Meneses
6 Jul
Ícone do perfilNilton Cardoso deu um presente para José Ricardo Fernandes
4 Jul
Nilton Cardoso e José Ricardo Fernandes agora são amigos
4 Jul

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço