OPRESSÃO E INTOLERÂNCIA

Cássio Leonardo Carrara

cassio@oclarim.com.br

 

            Todos sabemos o quão urgente e triste ainda é a questão da fome em nosso planeta, principalmente em países da África e em parte da Ásia, onde a pobreza e a desigualdade social atingem níveis absurdos e inimagináveis para a sobrevivência do ser humano. Neste contexto, uma região está chamando a atenção de todos os povos em decorrência da situação emergencial em que se encontra.

            O Chifre da África (extremo leste do continente, próximo à Ásia) é composto por cinco países: Eritreia, Djibuti, Etiópia, Somália e Quênia. No fim de julho, a ONU decretou estado de fome para a região, o que só ocorre quando um quinto da população está sem comida e quando morrem dois adultos ou quatro crianças a cada 10.000 pessoas, diariamente.

            Essas informações são apresentadas pela revista Veja, edição 2.229, de 10 de agosto de 2011, na reportagem “Condenados à fome” (página 98). A mesma matéria também traz a informação de que a Somália vive a pior situação entre os cinco países graças a uma intolerância religiosa. Enquanto os países vizinhos recebem alimentos, remédios e médicos para aliviar o sofrimento de sua população, os somalianos estão sendo impedidos de receber auxílio internacional porque a milícia islâmica Al Shabab (“a juventude”, em árabe), que controla o sul do país e tem ligações com a Al Qaeda e o Hezbollah, tem como princípio isolar a África de qualquer influência ocidental. “Em 2009,  baniu doações de comida e campanhas de vacinação sob o argumento de que se trata de conspiração para matar crianças”, conclui a reportagem.

            A Folha de São Paulo, de 5 de agosto de 2011, pág. “Mundo” A19, também traz números alarmantes relativos à Somália. Segundo o periódico, 29 mil crianças menores de cinco anos morreram naquele país somente nos meses de maio, junho e julho, e outras 640 mil crianças estão desnutridas, o que pode aumentar consideravelmente o número de mortes nos próximos meses. Números estes que poderiam ser ao menos suavizados se houvesse bom senso naqueles que dizem “proteger o povo das más influências”. Ora, desejam propagar uma religião e manter intactos seus costumes, mas para isso sua população (teoricamente, seus protegidos) sofre física, mental e espiritualmente com a fome. É obrigada a todos os dias presenciar o sofrimento de seus filhos, amigos e parentes em troca de uma justificativa tola e intolerante, em que não se pode ver outro motivo de existir a não ser a velha necessidade do homem em manter seu orgulho e sua razão em primeiro lugar, preterindo todas as demais necessidades básicas e a dignidade das outras pessoas.

            Allan Kardec, em O Livro dos Espíritos, indaga na questão 789 se “o progresso reunirá um dia todos os povos da Terra em uma só nação?”. Como resposta, compreende-se que é impossível uniformizar costumes ou necessidades decorrentes, por exemplo, da diversidade de climas, mas que é possível sim existir um único sentimento de caridade, destituído de preconceitos. “Quando a lei de Deus for, por toda a parte, a base da lei humana, os povos praticarão a caridade de um para outro, como os indivíduos de homem para homem. Então eles viverão felizes e em paz, porque ninguém procurará fazer injustiça para seu vizinho, nem viver às suas custas.”

            Ou seja, quando o ser humano compreender que todos os encarnados na Terra estão praticamente no mesmo estágio de evolução e que, com a reencarnação, pode-se um dia nascer norte-americano e em outro afegão, não haverá mais distinção entre os povos e todos se respeitarão como membros irmãos de uma mesma morada, onde todos devem colaborar mutuamente para o progresso individual e da humanidade. Quando a lei de Deus for puramente compreendida, aberrações como esta da Somália serão raras, ou melhor, se extinguirão e muitas outras distinções, além das questões religiosas, como a cor da pele ou a opção sexual, serão meros detalhes que em nada atrapalharão nosso relacionamento interpessoal.

            A questão 807 de O Livro dos Espíritos traz uma repreensão severa àqueles que se consideram “donos do mundo e da verdade”. Vale reproduzi-la na íntegra, para nossa reflexão:

            807 – Que pensar daqueles que abusam da superioridade da sua posição social para oprimir o fraco, em seu proveito?

            – Estes merecem o anátema. Ai deles! Serão oprimidos, ao seu turno, e renascerão numa existência em que sofrerão tudo o que fizeram sofrer. 

            Com este aprendizado, que só a reencarnação pode oferecer, chegará o dia em que conseguiremos enxergar a todos como irmãos, enterrando fundo nosso orgulho e egoísmo, ainda tão latentes em nossas atitudes.

 

 

Cássio Leonardo Carrara é de família espírita, filho do conhecido escritor, articulista e palestrante espírita Orson Peter Carrara e de Aparecida Neuza Marana Carrara.

Graduando em Jornalismo, atualmente é assessor de imprensa da Casa Editora O Clarim, dedicando-se à reportagem de congressos e eventos espíritas do Brasil e escrevendo artigos para a Revista Internacional de Espiritismo (RIE) e o Jornal O Clarim, de Matão (SP).

 

 

 

Exibições: 969

Respostas a este tópico

  Tudo o que ocorre no Mundo, penso eu, não acontece sem a aprovação e sem os propósito Divinos. Se hoje nossos irmão na África, no Rio de Janeiro e no mundo estão passando por situações parecidas não deve ser atoa. Nesse caso, em particular, as ajudas não podem ser enviadas porque simplesmente não chegarão, mas e aqueles irmãos que domem em nossas calçada? O que fazemos por ele? Temos as mesma compaixão que temos pelos africanos? Se não podemos ajudá-los daqui VAMOS auxiliar aqueles QUE TODOS OS DIAS nos clamam por um pão, um carinho, uma atenção... A compaixão é para todos e para todas as nações. 

     Um forte abraço! Mariana S.S.

  PS: no DISK 100* podemos informar a situação de nossos irmão que moram nas ruas

e nesse mesmo atendimento providências são tomadas para que eles sejam acolhidos.

Pobre do nosso planeta!  Deixa que eu dirijo!

Olá Mariana.

Assim como você, quando li o texto pensei em "carma coletivo". E por fim peguei um gancho na resposta de Cira Munhoz, que afirmou muito bem que o opressor sofre muito com sua "doença". Acredito que, mesmo inconscientemente, e sem entender o porque, sentem que sofrem uma pressão espiritual enorme, devida suas baixas vibrações. Pobres coitados! Um dia é da caça e outro do caçador. Pagarão pelo que fazem, como, provavelmente, esses que agora sofrem pagam pelo que fizeram ...ou em missão, pssam por essa situação para ajudar um filho, uma mãe, um companheiro nesse sofrimento enorme.
abraços fraternos.

MARIANA DE SOUSA DOS SANTOS disse:

  Tudo o que ocorre no Mundo, penso eu, não acontece sem a aprovação e sem os propósito Divinos. Se hoje nossos irmão na África, no Rio de Janeiro e no mundo estão passando por situações parecidas não deve ser atoa. Nesse caso, em particular, as ajudas não podem ser enviadas porque simplesmente não chegarão, mas e aqueles irmãos que domem em nossas calçada? O que fazemos por ele? Temos as mesma compaixão que temos pelos africanos? Se não podemos ajudá-los daqui VAMOS auxiliar aqueles QUE TODOS OS DIAS nos clamam por um pão, um carinho, uma atenção... A compaixão é para todos e para todas as nações. 

     Um forte abraço! Mariana S.S.

  PS: no DISK 100* podemos informar a situação de nossos irmão que moram nas ruas

e nesse mesmo atendimento providências são tomadas para que eles sejam acolhidos.

SO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO PARA TOCAR NOS CORAÇÕES DESTES IGNORANTES DE DEUS, INFELISMENTE ALGUNS VIVEM DA FOME E DAS DESGRAÇAS ALHEIAS JUSTIFICANDO COMO SER RELIGIOSO SEU EGOISMO E SUA MESQUINHEZ, PENSAM QUE PODE TUDO ATE O DIA EM QUE O CORPO CARNAL CAIR E APODREÇER ENTÃO VERÃO TARDE DEMAIS O QUANTO ESTAVAM ERRADOS E CHORARÃO.A MISERICORDIA DE DEUS SOCORRE A TODOS E APENAS NOS RESTA COM NOSSO POUCO ENTENDIMENTO DO AMOR INFINITO IR PRATICANDO O BEM E AMANDO O MÁXIMO QUE CONSEGUIRMOS EM NOSSA PEQUENA EXISTENCIA DE POUCOS MENOS  100 ANOS, NOS ESFORÇARMOS PARA AMAR CADA VEZ MAIS, AMAR COM O CORAÇÃO COM O ESPIRITO REFLETO DE LUZ, E DIGO O QUANTO É DIFICIL PARA NOS AMARMOS DE FATO.

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Diga-me como Você se Exibe e Eu lhe Direi Qual é o seu Vazio de PATRIZIA GARDONA
7 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog É uma Tolice aguardar a Dor Cobrar a Conta que o Amor pode Pagar. de PATRIZIA GARDONA
7 horas atrás
Raul Barroquelo respondeu à discussão Kardec sofre... de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"        "EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA, NINGUÉM VAI AO PAI SENÃO POR MIM" - João, 14:6. É fundamental a afirmação de Jesus, a qual foi anotada por João no seu…"
12 horas atrás
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
14 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
16 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Escultores de Almas – Iniciação Mediúnica de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O INFERNO E OS DEMÔNIOS - Esclarecimentos por Léon Denis de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O Futuro (somente) a Deus Pertence? de PATRIZIA GARDONA
ontem
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Fundamentalistas no poder, por Dora Incontri A foto de Luis Fernando Camacho invadindo o Palácio do Governo da Bolívia, de Bíblia em punho e invocando o nome de Deus; um trecho de um vídeo de partidários do golpe…"
ontem
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Precisamos obter o comprometimento do próximo governo de esquerda em montar a Faculdade de Filosofia Espirita. Tradução adaptada e comentada de: https://skeptiko.com/scientific-evidence-of-afterlife-overwhelming-chris-carter/"
ontem
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Isto tudo que as classe dominantes e os Neoliberais e Fascistas em geral abominam, na verdade, serve também a elas mesmas, porque a reencarnação costuma se fazer com alternância de classes sociais. Entretanto no Brasil,…"
ontem
Katia Cilene Dias Severino curtiram a discussão BENEFÍCIOS DAS REUNIÕES MEDIÚNICAS ESPÍRITAS (José Couto Ferraz) de Amigo Espírita
ontem
Katia Cilene Dias Severino curtiram o evento Mediunidade de Amigo Espírita
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog A Fraqueza dos Bons de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog PESSOAS TÓXICAS. AMBIENTES TÓXICOS. de Nilton Cardoso Moreira
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Escultores de Almas – Iniciação Mediúnica de PATRIZIA GARDONA
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
ontem
Regina Ianagui e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
ontem
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI

O INFERNO E OS DEMÔNIOS - Esclarecimentos por Léon Denis

Baseando-se nos casos de obsessão, nas manifestações ruidosas dos Espíritos frívolos e zombeteiros, a Igreja entendeu dever atribuir aos demônios todos os fenômenos do Espiritismo e condená-los como Inúteis ou perigosos.Antes de refutar essa interpretação, convém lembrar que o Catolicismo acolheu do mesmo modo todas as grandes descobertas, todos os progressos consideráveis que assinalam os fastos da História. Raras são as conquistas científicas que não foram julgadas como obras diabólicas. Era,…Ver mais...
ontem
Ícone do perfilAndréa, José Francisco Maranhão Junior, Joana D´Arc Ferreira e mais 4 pessoas entraram em RAE
segunda-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço