Boa noite!

Vou trazer aqui um pequeno trecho para que possamos desenvolver este tópico e ver as opiniões sobre este tema que, a meu ver, não tem um esclarecimento ainda, totalmente compreensível.

Como o espiritismo vê a questão  da pedofilia?
Como um grave desequilíbrio mental e espiritual, necessitando severo tratamento multidisciplinar, isto é envolvendo diversos profissionais além de tratamento espiritual complementar.

(Retirado de uma entrevista com Dr. Ricardo de Bernardi)

Fonte: http://www.rcespiritismo.com.br/index.php?option=com_content&vi...

Seguem as questões:

Como o espiritismo vê a Pedofilia?

Como fica a situação da criança molestada?

Como se aplica a Lei de Causa e Efeito ?

Exibições: 2943

Responder esta

Respostas a este tópico

Meu amigo, já sabemos que essa não é a resposta apropriada, pois não é conclusiva, nem definitiva para a questão em discussão; não é inquestionável! Pois, porq os homens fazem uso "inadequado" do ego? Porq uns o usam adequadamente e outros, inadequadamente?Afinal, me parece q é muito difícil responder a esta última pergunta, pois nunca vemos alguém dar uma resposta definitiva sobre ela. Sempre caímos na questão do livre-arbítrio, mas tb ninguém, até agora, conseguiu dar uma explicação sobre porq, se, segundo a doutrina, no princípio, somos todos perfeitamente iguais, já, no princípio, nossos livres-arbítrios são desiguais.

Fomos criados perfeitamente iguais na substância,  porém,  não em identidade.

Aquele que faz mau uso do ego o faz porque se tornou egoísta.

Essa resposta é assaz apropriada e conclusiva.

Meu Deus, meu amigo, a DE afirma que somos todos criados perfeitamente iguais qto às faculdades objetivas e subjetivas e aos quesitos necessários ou q têm relação com a evolução! É exatamente devido a isso que cabe muito bem a pergunta: se fomos criados tão iguais assim, porq, ou qual a causa de nos tornarmo tão gigantescamente desiguais, uns escolhendo trilhar o caminho do bem e da consequente felicidade, ao passo q outros escolhem trilhar o caminho do mal e da consequente infelicidade? Infelizmente temos de acreditar que nunca encontraremos essa resposta, pois ninguém tem compreensão ou entendimento suficiente para dar essa resposta, pois nem a codificação tem essa resposta e nem os que estudam a doutrina a têm!!!

Isso não muda o fato de que cada um é único na criação, mesmo tendo sido criado com a mesma estrutura.

Imagine uma fábrica de carros  que fabricasse 1000 carros e os colocasse no pátio carros de uma mesma marca, de um mesmo modelo, de mesmo ano e da mesma cor . A estrutura, os comandos, o material são os mesmos No entanto, cada um é um. Qual é a diferença entre eles? O que os identifica individualmente? Nesse caso seria o chassi.

No caso dos espíritos não temos chassi, mas temos o ego. Portanto, o ego, é a resposta. É ele que nos torna únicos e nos permite ser diferentes e tomarmos decisões diferentes.

Não podemos confundir com Lei de causa e efeito com olho por olho, dente por dente. Pra expiarmos, não necessariamente, precisamos sofrer. Pedro já dizia que: o amor cobre uma multidão de pecados. É isso que Deus espera de todos nós... AMOR. Quem por exemplo numa vida, vem como pedófilo, numa outra encarnação pode vir com o firme propósito de proteger essas crianças... quem sabe criando abrigos, orfanatos, etc e assim resgatar seus débitos. A terra é uma escola e, mais ou mais tarde, todos aprenderemos a amar.
Os desequilíbrios mentais são frutos do mau uso do livre arbítrio gerando consequências graves pra uma próxima encarnação... e isso não os isenta da responsabilidade dos fracasso na vida quando encarnados. Todas as faltas serão computadas e deverão ser quitadas. A justiça Divina já se cumpre no tormento que esses espíritos sofrem através de seus desequilíbrios mentais. Lembremos... nada é por acaso e não nada está fora do controle de Deus. Todos nós temos um planejamento reencarnatório e a ninguém é dado um fardo maior do que possa suportar. Se alguém reencarna com transtornos mentais... mesmos que não entendamos... tenhamos a certeza que esse é o remédio pra curar as mazelas da sua alma.
Não podemos confundir com Lei de causa e efeito com olho por olho, dente por dente. Pra expiarmos, não necessariamente, precisamos sofrer. Pedro já dizia que: o amor cobre uma multidão de pecados. É isso que Deus espera de todos nós... AMOR. Quem por exemplo numa vida, vem como pedófilo, numa outra encarnação pode vir com o firme propósito de proteger essas crianças... quem sabe criando abrigos, orfanatos, etc e assim resgatar seus débitos. A terra é uma escola e, mais cedo ou mais tarde, todos aprenderemos a amar.
Os desequilíbrios mentais são frutos do mau uso do livre arbítrio gerando consequências graves para o psiquismo do espírito... e isso não os isenta da responsabilidade dos fracasso na vida quando encarnados. Todas as faltas serão computadas e deverão ser quitadas. A justiça Divina já se cumpre no tormento que esses espíritos sofrem através de seus desequilíbrios mentais. Lembremos... nada é por acaso e não nada está fora do controle de Deus. Todos nós temos um planejamento reencarnatório e a ninguém é dado um fardo maior do que possa suportar. Se alguém reencarna com transtornos mentais... mesmos que não entendamos... tenhamos a certeza que esse é o remédio pra curar as mazelas da sua alma. Há muitas possibilidades pra uma pessoa nascer pedófilo, por exemplo: essa mesma pessoa ter sofrido abuso durante a infância, ou, ter sido vítima de Bullying por crianças... mas como eu disse... há uma infinidade de situações... porém, acho que não é se prendendo a isso que vamos avançar. O que precisamos focar é no de como podemos ajudar... e a resposta é só uma: Amor e Amor.

Ao amigo, q me parece um bom estudioso da doutrina, Ricardo Guedes; há muito tempo aguardo uma oportunidade de colocar aqui uma pergunta e vc ma deu agora: qual é a causa de as criaturas de Deus, as humanas, fazerem mau-uso do livre-arbítrio, se o mau-uso poderá lhes acarretar terríveis sofrimentos e infelicidades? E porq, se sempre temos livre-arbítrio, fizemos tantas escolhas erradas, no passado, e ainda continuamos a fazer escolhas erradas, no presente?

Bom dia, amigo!!! É sempre uma alegria compartilhar conhecimento!!! Espero, humildemente, que possa estar colaborando com você. Quanto a sua indagação... não é de difícil explicação. Primeiro... não quer dizer que ao usarmos nosso livre arbítrio fazemos sempre escolhas erradas... não!!! Também fazemos muitas escolhas corretas. O problema é que os enganos geram consequências desagradáveis e daí a falsa impressão. Vejamos você... o que você é hoje é o resultado de todos os erros e ACERTOS cometidos até hoje, ou seja, és o produto das experiências vividas. Se hoje você és uma pessoa do "bem" é porque através dessas experiências você foi assimilando conhecimentos, ganhando maturidade... tendo mais clareza do que é certo e do que é errado. Veja bem, somos espíritos que já vemos muitas encarnações e com certeza já fomos muito piores do que somos hoje... mas graças a bondade Divina que nos possibilita a reencarnação... temos a possibilidade de rever nossas atitudes e assim repararmos todos os nossos erros. E quanto mais nos esclarecemos... mais nos tornamos melhores... pois, por consequência... passamos a fazer escolha melhores. Ninguém chegará a perfeição sem experimentar o certo e o errado... isso faz parte do nosso processo evolutivo. Tenha certeza... um dia todos nós seremos anjos.

Olá, Ricardo Guedes, grato por tentar explicar. O q acontece é q estudo a doutrina desde muitos anos, mas sempre me restam dúvidas, cujas soluções não encontro na doutrina. Vamos então conversar. Sem dúvida que, pelo uso do livre-arbítrio, podemos acertar ou errar nas escolhas q fazemos; mas porq temos de sofrer qdo erramos? Entendo qdo vc diz q escolhas erradas provocam enganos q geram consequências desagradáveis, mas porq temos de sofrer por isso se fazemos escolhas erradas devido a sermos ignorantes, e a própria doutrina afirma q somente sofre quem transgride “propositadamente” as leis divinas?

Sem dúvida, somos o produto das experiências vividas; e isso nos mostra q, se as experiências vividas nos ensinarem a agir corretamente, agiremos corretamente; se elas nos ensinarem a agir incorretamente, agiremos incorretamente. Assim, se somos produto da vida, nenhuma responsabilidade nos cabe nem pelos acertos nem pelos erros q fazemos, pois é a escola da vida q nos faz acertar ou errar, concorda? Assim, se hoje sou uma pessoa do “bem”, é porq as experiências vividas me fizeram assimilar conhecimentos que me levam a proceder bem; e vice-versa, se hoje sou uma pessoa do “mal” é porq as experiências vividas me fizeram assimilar conhecimentos q me levam a proceder mal.

Vc diz q, com certeza, já fomos muito piores do que somos hoje, mas porq nos diz isso se somos todos criados por Deus? O q foi q nos fez ser piores do q somos hoje se procedemos de uma criação divina? Não entendi!

E porq erramos tanto, no passado, q agora temos de tb sofrer tanto para saldar nossos erros? Segundo a doutrina, Deus nos cria a todos simples e ignorantes, mas não desequilibrados mentalmente ao ponto de escolhermos sofrer se, tendo livre-arbítrio, sempre podemos escolher ser felizes, não sofrer!

Se é com as experiências q passamos a fazer escolhas melhores, qual é a causa de sofrermos devido a não termos passado ainda pelas experiências q nos ensinarão a fazer escolhas melhores? Então, fazemos escolhas piores porq somos ignorantes, certo? E escolhas melhores à medida que as experiências nos levam a fazer escolhas melhores, certo? Aí está outra dúvida a ser esclarecida: se fazemos escolhas mais corretas à medida que as experiências vividas nos levam a fazê-las mais corretas, e fazemos incorretas à medida q as experiências nos levam a fazê-las incorretas, qual é a justificativa para nossos sofrimentos? E como falar de “bondade divina”, se absolutamente toda a criação, de humanos e não-humanos, sem qq exceção, sofre miseravelmente?

 

Somente os puros de coração conseguirão ver a Bondade Divina, pois,  verão à Deus, mesmo no caos desse inferno em que vivemos.

Responder à discussão

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

A convivência familiar na pandemia.

A convivência familiar na pandemia.

 

A impermanência das situações existenciais necessita estar em  nossas reflexões .

Por quê?

Simples, porque as mudanças são uma realidade tão palpável quanto a morte.

De um momento para o outro, por exemplo, podemos ter as nossas rotinas capturadas pelos mais variados motivos.

E o ano de 2020 escancarou…

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Últimas atividades

Margarida Maria Madruga comentou a postagem no blog Na Escola Terrestre - (Mensagem psicografada por Wagner Paixão, em 18 abril de 2020) de Amigo Espírita
"Belíssima mensagem de Yvonne. Obrigada."
34 minutos atrás
Robério Gomes do Nascimento entrou no grupo de Nelson Peixoto de Souza Filho
Miniatura

Estudando o Livro dos Espíritos

Grupo para estudo e discussão do "Livro dos Espíritos".Sejam bem vindos!Os temas são livres.Ver mais...
4 horas atrás
Robério Gomes do Nascimento curtiram o evento Estudando o Livro dos Espíritos de Nelson Peixoto de Souza Filho
4 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA respondeu à discussão VIROSES - Conheça a melhor terapia para vencê-las por Divaldo Franco de Amigo Espírita no grupo Joanna de Ângelis e Divaldo Franco
"“PsicoImunologia”.  Soluções Mágicas e Problemas Psicológicos https://juli.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=7032117"
terça-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
terça-feira
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Então, chega para lá

Certa feita há muitos anos, conversávamos com uma das grandes figuras femininas do movimento espírita da cidade de São…Ver mais...
terça-feira
Hilton Cesar respondeu à discussão Mediunidade - dom ou castigo? de Bárbara Martins de Castro
"Médiuns somente os são, os que possuem a faculdade de sentir a influência do mundo espiritual, de forma nítida e ostensiva. O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações…"
segunda-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Quando o bom não é tímido pode ser reprovado, mas constrói o passado para ser lembrado com profundo respeito. Parabéns Brasílio Marcondes Machado. A tese de Machado foi apresentada no dia 29 de agosto de…"
segunda-feira
Luciano Franco Ramos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Excelente descrição João Nodari"
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Médiuns. 171. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"“Sandálias Douradas”.  Credibilidade é fundamental. Alguns médiuns ganham credibilidade, mas são infectados pelo orgulho e/ou vaidade. Fator complicador - obsessão. A entidade passa a exercer…"
8 Ago
Antonio Carlos G. Sarmento e Edileuza R. Rodrigues agora são amigos
8 Ago

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço