Planejamento Reencarnatório

 

O espírito sopra onde quer, ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem nem para onde vai; assim é todo aquele que foi gerado do Espírito. (Jesus - João 3:8)*

 

 

No diálogo com Nicodemos, o Doutor da Lei, Jesus diz que o Espírito sopra onde quer.

 

O fato de querer nos remete a idéia de consciência a respeito do que se quer, e por isso mesmo quem quer algo ou alguma coisa tem motivos, necessidades, objetivos.

 

Depreende-se do texto que a imortalidade é apresentada, com a existência do espírito antes e depois da formação e decomposição do corpo físico, e que o espírito tem consciência daquilo que está querendo. Por extensão, se o espírito quer soprar a vida em determinado lugar, tem consciência de quem serão seus pais, se há irmãos o aguardando, a posição moral de todos, condição social, educacional, material e financeira, a religião praticada pela família, etc.

 

Com isso podemos dizer que o espírito sabe onde vai reencarnar, e quais as condições externas gerais que o aguardam, e como há reencarnações em todos os tipos de famílias e condições, das mais favoráveis às mais críticas, podemos ainda deduzir que quanto às dificuldades, os espíritos as escolhem em função de suas necessidades e objetivos.

 

Esta interpretação nos remete a questão 258 e seguintes de O Livro dos Espíritos, onde o Codificador interpela a Espiritualidade Superior sobre o conhecimento, por parte do espírito, do tipo de vida que terá em sua próxima reencarnção, e a resposta é afirmativa, e que o próprio espírito planeja sua futura existência, baseado na sua condição atual, e quanto e o que lhe falta para se aproximar da perfeição. Planeja então suas provas e expiações, visando seu progresso.

 

Naturalmente, pode-se entender, que o espírito não pode simplesmente determinar sua vida futura, sem consultar os envolvidos, porque estes também têm seus planejamentos, seus direitos e livrearbítrio. Isto significa que temos que “negociar” nossa presença em programas alheios, a começar pelos pais, mas principalmente pela mãe, quando não, pedir , ou até mesmo implorar pelo aceite de nossa participação em suas vidas, o que nos leva a necessidade de sermos gratos àqueles que caminham conosco em nossas vidas, principalmente os que nos causam problemas e repulsões, porque estes representam a Misericórdia Divina nos concedendo a oportunidade de nos reconciliarmos “enquanto estamos a caminho”.

 

Portanto, as provas e expiações que se apresentam em nossas vidas foram escolhidas por nós mesmos, em função de nossas necessidades espirituais, visando uma condição melhor para nossos espíritos no futuro, e foram concedidas por Deus a fim de que possamos nos aproximar da perfeição.

 

Não podemos reclamar de nada e de ninguém, senão de nós mesmos, entendendo que só há uma saída para as dificuldades que nos envolvem: adaptarmo-nos à Lei de Amor, que nos remete a necessidade de espalharmos o Bem em todas as oportunidades de nossas vidas, para todas as pessoas, e à Lei de Progresso, que nos dá ensejo de crescermos primordialmente como espíritos e não necessariamente como ser social.

 

Temos teimado, até agora, em reclamar e acusar, desculpando-nos baseados em comportamentos alheios, fugindo de nossos próprios compromissos espirituais, mas o Consolador nos dá, de maneira clara e lógica, a explicação necessária para que nos assentemos no compromisso que assumimos antes de encarnarmos, e a consciência de que somos os construtores de nossa própria felicidade ou desgraça, que é ratificada por Jesus no ensinamento “a cada segundo suas obras”.

 

Pensemos nisso, e tomemos a decisão de vivermos a vida como ela se nos apresenta, buscando soluções inteligentes, fundamentadas no Evangelho, e seremos mais felizes desde já, porque agindo no bem alivia-se a consciência, e esta, por sua vez, nos proporcionará a felicidade possível nesta terra de expiação e provas.

 

*Novo Testamento – Tradução de Haroldo Dutra Dias

Exibições: 1478

Responder esta

Respostas a este tópico

Grande Navarro!

Você precisa postar mais textos, querido!

Que seu coração esteja em paz.

Abraços do amigo André.

Olá, meu caro André.

Obrigadíssimo pelos votos e incentivo.

Aproveitando, estivemos ontem a noite em Frutal, e o pessoal me disse que gostaram muitíssimo da sua exposição.

Parabéns.

Abraço.

André Luiz Iesi Sobreiro disse:

Grande Navarro!

Você precisa postar mais textos, querido!

Que seu coração esteja em paz.

Abraços do amigo André.

Os espíritos escolhem as dificuldades em função de suas necessidades e objetivos?

Qual o papel dos obsessores “encarnados e desencarnados” na Disforia de Gênero?

O transexualismo é uma anomalia da identidade sexual. O indivíduo se identifica como pertencente ao sexo oposto e experimenta grande frustração ao tentar se expressar através do contexto do seu sexo genético. Mas, nem sempre é fácil distinguir convicções transexuais de ilusões psicóticas. O transexualismo seria uma forma inespecífica de psicopatologia, porque mesmo não sendo psicose, apresenta as duas fases características da psicose? Saída da realidade (do próprio sexo) e criação de uma nova realidade (troca do sexo corporal e do papel sexual)?

A criança, espírito recém-encarnado, é ser imaturo, indiferenciado, com ampla plasticidade psicossexual; não é um "perverso polimorfo" como o qualificou Freud, mas um PERVERTÍVEL polimorfo. (1)

A sexualidade no inicio da vida, é, ainda, psicologicamente falando, mais ou menos indiferenciada e sujeita a desvios, porém não polimorfa.

Emmanuel comenta que, observadas as tendências dos companheiros reencarnados nessa faixa de prova ou de experiência, é forçoso se lhes dê o amparo educativo adequado.

Pressões políticas alheias à ciência médica e aos conhecimentos psiquiátricos, podem trazer ideias e informações erradas.

Emmanuel diz que a vida espiritual pura e simples se rege por afinidades eletivas essenciais; no entanto, através de milênios e milênios, o Espírito passa por fileira imensa de reencarnações, ora em posição de feminilidade, ora em condições de masculinidade, o que sedimenta o fenômeno da bissexualidade, mais ou menos pronunciado, em quase todas as criaturas. Não há, portanto especificação psicológica absoluta.

Surge  grande dúvida: crianças com distúrbios sexuais transitórios, perfeitamente superáveis, poderão ser privadas de poderosos estímulos, que lhes permitiriam acesso a outro estilo de vida?

A delicadeza da idade infantil os torna brandos e acessíveis aos conselhos da experiência e dos que devam fazê-los progredir. Nessa fase é que se lhes pode reformar os caracteres e reprimir os maus pendores. Livro dos Espíritos, 385.

No link abaixo, o vídeo (2), narra a história de um garoto da Austrália que foi submetido a tratamento hormonal, mas ao alcançar a adolescência expressou o desejo de manter seu sexo original, ou seja, o masculino.

 

(*) Transexualismo

 https://www.news-medical.net/health/Symptoms-of-Gender-Dysphoria-(P...

  1. http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores_FORMIGA_Luiz_t...
  2. http://aluizioamorim.blogspot.com/2018/06/tarados-comunistas-deixem...

 


Luiz Carlos Duarte Formiga

Pode nos dizer porq TODAS as criaturas de Deus têm de sofrer, e em todas as suas reencarnações? O processo evolutivo criado por Deus, baseia-se em fazer sofrer? Quem não sofre não evolui?!



luis conforti junior disse:


Luiz Carlos Duarte Formiga

Pode nos dizer porq TODAS as criaturas de Deus têm de sofrer, e em todas as suas reencarnações? O processo evolutivo criado por Deus, baseia-se em fazer sofrer? Quem não sofre não evolui?!



LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA disse:



luis conforti junior disse:


Luiz Carlos Duarte Formiga

Pode nos dizer porq TODAS as criaturas de Deus têm de sofrer, e em todas as suas reencarnações? O processo evolutivo criado por Deus, baseia-se em fazer sofrer? Quem não sofre não evolui?!

O processo evolutivo, criado por Deus, baseia-se em fazer sofrer?

Após comentário surge a questão que lembrou o educador Rubem Alves.

http://www.redeamigoespirita.com.br/forum/topics/planejamento-reenc...

Também nos estimulou a enviar um artigo à Revista “O Consolador”. Seu título: A Anestesia, Deus e a Dor Humana.

Eis a questão, o texto do educador e o link da revista.

Pode nos dizer por que TODAS as criaturas de Deus têm de sofrer, e em todas as suas reencarnações?  O processo evolutivo, criado por Deus, baseia-se em fazer sofrer?

Milho de Pipoca. Rubem Alves

A transformação do milho duro em pipoca macia, é símbolo da grande transformação por que devem passar os homens para que eles venham a ser o que devem ser.  O milho de pipoca não é o que deve ser. Ele deve ser aquilo que acontece depois do estouro.

https://www.youtube.com/watch?v=XB0Rl7hIs3Y

https://www.youtube.com/watch?v=_Pmq4KoI9Yo

https://www.youtube.com/watch?v=qcz3xxSXLps

Anestesia, Deus e Dor Humana. Revista O Consolador. Aguardando publicação, enviado em junho de 2018. http://www.oconsolador.com.br/ano12/575/principal.html

 

Peço ao amigo Luiz Carlos Duarte Formiga que, por favor, nos esclareça sobre o que quis dizer  com essa comparação ao milho da pipoca; o amigo quer dizer que Deus cria TODOS os animais, humanos e não-humanos, sem exceção, "duros como o milho cru da pipoca", isto é, já carregados ou inclinados para o egoísmo, as maldades, ódios, perversões, vícios, já com as mais monstruosas imperfeições, cheios de defeitos morais, e já destinados todos eles, pois que TODOS sofrem, desde o instante em que vêm ao mundo material, a sofrerem o calor do "fogo" dos sofrimentos para se tornarem "macios" como a pipoca? Sinceramente, não entendi! Sendo assim, então devemos crer que Deus, q é amor, justiça, sabedoria e perfeição, errou ao nos criar?!!! Criou todas as suas criaturas já destinadas a sofrer?!!! Serão os homens e animais uma criação de Deus que não deu certo? 

No “Anestesia, Deus e Dor Humana”. Revista O Consolador. Aguardando publicação, enviado em junho de 2018. http://www.oconsolador.com.br/ano12/575/principal.html , dissemos que “a compreensão do sofrimento está associada à evolução da própria humanidade, assim como a concepção pessoal de Deus.” Estamos considerando o exame da evolução através da técnica antropológica.

Mas, se Deus é amor, porq todos, humanos e não-humanos, sofrem? Porq os filhos de Deus são, talvez, o oposto exato, do que o Pai é: Ele, amor infinito, nós egoísmo, ódio, violência, inveja; Ele justiça, nós imensamente injustos; Ele sabedoria, nós extremamente ignorantes; Ele perfeição; nós carregados de monstruosas imperfeições? Como explicar isso? 

Dois textos talvez possam ser úteis para reflexão, sem grande extensão e profundidade.

A Ciência do Amor (1), Ciência com Amor. (2)

Perguntamos, no segundo, aos jovens cientistas na formatura, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Que é Deus? Eram apenas 15 minutos para fazermos comentários: não venham aqui só pela excitação da polêmica, mas apenas para aprender...; nossos esforços nunca deverão produzir monstros cultos ou psicopatas hábeis; pouca ciência afasta o homem de Deus. Verdadeiros cientistas acabam dele se aproximando.

Em uma cabeça de alfinete vamos encontrar 8 sextilhões de átomos, separados uns dos outros por distâncias maiores do que suas dimensões. Se pudéssemos contá-los com a velocidade de um milhão a cada segundo, contaríamos o último 2530 séculos depois.

O cientista deve fazer esforço para apreender e compreender a verdadeira realidade. Muito daquilo que vemos não é mais do que aparência. A realidade é outra.

Deslumbramo-nos com Mozart em seu harmonioso concerto encantando-nos os ouvidos. O som não existe! É impressão dos nossos sentidos, vibrações do ar de certa amplitude e velocidade, silenciosas por si mesmas. Sem o nervo auditivo não haveria sons, só movimento.

Podemos encontrar 5 milhões de hemácias em um mililitro de sangue e em alguns meses nosso corpo é reconstituído de novo.

Quem – ou o que – decidiu sobre nossa existência, sobre o seu valor?

 Por mais que procuremos se abrem apenas três caminhos – os da religião, da filosofia e da ciência. O maior problema da filosofia que a ciência positiva não resolve, nem está em condições de resolver, é o da conduta ou do valor da ação humana.

Como explicar a existência da ordem no âmago do caos?

Num universo submetido a entropia, irreversivelmente arrastado para uma desordem crescente, por que e como aparece a ordem?

Nossas certezas sobre o tempo, o espaço e a matéria não passam de perfeitas ilusões, sem dúvida mais fáceis de apreender do que a própria realidade.

A realidade em si não existe; depende do modo pelo qual decidimos observá-la. As entidades elementares que a compõem podem ser uma coisa (uma onda) e ao mesmo tempo outra (uma partícula).

Qual o sentido último do Universo e da existência humana?

 Kant, lançando as bases da moderna Antropologia Filosófica resume estas indagações numa só: “Que é o homem?”

  1. http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2013/09/a-ciencia-do-amo...
  2. http://portalespirito.com/neurj/ciencia-com-amor.htm

Repito aqui uma pergunta q absolutamente ninguém, nem os estudiosos da doutrina espírita, nem a própria doutrina, consegue responder: se Deus é amor, porq TODAS as criaturas que Ele criou, e continua criando, humanas e não humanas, sem exceção, sofrem? 

Responder à discussão

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Ícone do perfil via Twitter
"Entra e Coopera" - Evangelho na Rede com Carla Fabres: https://t.co/iF5GHKRsVE via @YouTube
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Divaldo Franco canta com Andréa Bien a "Oração de São Francisco": https://t.co/eCIHyKr6Qa via @YouTube
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/4fMrNn1vlS Franco canta com Andréa Bien a "Oração de São
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/98WAAkgUjj"Um Tributo a Paz" - Palestra de Divaldo Pereira Franco em
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Estou fazendo uma transmissão ao vivo no @YouTube. Venha assistir: https://t.co/DASujDTquA
Twitter13 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Quem guarda para si riquezas, não é rico para com Deus - Orlando Ribeiro: https://t.co/yPPstJzp3i via @YouTube
Twitter14 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Estou fazendo uma transmissão ao vivo no @YouTube. Venha assistir: https://t.co/iFL3PWpkxr
Twitter15 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Estou fazendo uma transmissão ao vivo no @YouTube. Venha assistir: https://t.co/EXVkslajeo
Twitter16 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Estou fazendo uma transmissão ao vivo no @YouTube. Venha assistir: https://t.co/E3H6F7PFm4
Twitter16 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Estou fazendo uma transmissão ao vivo no @YouTube. Venha assistir: https://t.co/har1ZCVdxs
Twitter19 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Vá aos encontros felizes" - Evangelho na Rede com Elisabete Azevedo: https://t.co/4aRQatELFP via @YouTube
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Estou fazendo uma transmissão ao vivo no @YouTube. Venha assistir: https://t.co/HerVTKyPLb
Twitterontem · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Vá aos encontros felizes" - Evangelho na Rede com Elisabete Azevedo: https://t.co/ysQQbbk8Jq via @YouTube
Twitterontem · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Amor, alimento das almas - Artigo" : https://t.co/KiXP2iU3J0
Twitterontem · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Desordens de comportamento e obsessão (Jorge Hessen)": https://t.co/xHqa7cSGmo
Twitterontem · Responder · Retweet
Feeak Minas adicionou uma discussão ao grupo Artigos Espíritas
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço