"E a outro disse Jesus: Segue-me. E ele lhe disse: Senhor, permite-me que vá eu primeiro enterrar meu pai. E Jesus lhe respondeu: Deixa que os mortos enterrem os seus mortos, e tu vai e anuncia o Reino de Deus. (Lucas, IX: 59-60)."


No Evangelho Segundo o Espiritismo, capítulo 23, itens 7 e 8 Kardec explica de maneira fácil o que isso poderia significar dizendo que a verdadeira vida é a vida espiritual e não a material dando à entender que quem vive na matéria está morto. Também Emmanuel no livro Fonte Viva capítulo 143 nos traz outras explicações sobre o ensinamento dizendo que: "O cadáver é carne sem vida, enquanto que um morto é alguém que se ausenta da vida".

De qualquer maneira, parece mesmo que estamos mortos, pois ainda estamos presos à matéria. Portanto, seríamos nós os mortos que enterram os seus mortos, lembrando que, ainda que "vivendo" numa colônia espiritual, ou extra-física, não estaremos na vida espiritual, pois que nesse plano ainda é matéria, mesmo que em outra dimensão. Somente viveremos a vida espiritual real, quando nos libertarmos de toda a matéria que nos envolve e nos tornamos puros espíritos. Então somos nós, os mortos que enterram os seus mortos, porque, paradoxalmente, estamos vivendo a morte, a morte do espírito na matéria.

Exibições: 8455

Responder esta

Respostas a este tópico

Rosangela: peloamordedios rsrsrs mas nesse caso é foca no tópico rsrsrs.

Eu sei rsrsrs mas não resisti uma piadinha rsrsrs. Acabei de comentar no fórum e te chamei de Márcia enganada. Não sei o porquê. Deve ser porque tu tem cara de Marcia rsrsrs. Afinal! O que é um nome para nós, espíritos imortais? Cristina, Márcia ou Rosângela é somente persona. Bom Dia

Cristina Alves disse:

Rosangela: peloamordedios rsrsrs mas nesse caso é foca no tópico rsrsrs.

Quem são os mortos que devem enterrar seus mortos?

"Segue-me e deixe que os mortos enterrem seus mortos... " significa: dedica-te ao mais importante, isto é, à busca da verdade, do auto-conhecimento; já estás despertando, abrindo os olhos, começando a viver; por isso deixa que os que ainda dormem, que estão mortos para a verdade, continuem seu sono e não sejam obstáculo em teu caminho nessa busca; deixa a eles o trabalho de enterrar os que morrem.

Este tópico já está mais do que respondido não é mesmo Luis?


luis conforti junior disse:

"Segue-me e deixe que os mortos enterrem seus mortos... " significa: dedica-te ao mais importante, isto é, à busca da verdade, do auto-conhecimento; já estás despertando, abrindo os olhos, começando a viver; por isso deixa que os que ainda dormem, que estão mortos para a verdade, continuem seu sono e não sejam obstáculo em teu caminho nessa busca; deixa a eles o trabalho de enterrar os que morrem.

Não concordo, minha jovem amiga. Este tópico não está, como vc disse, "mais do que respondido", pois continuamos a nele colocar perguntas como a que está mais acima, feita pelo amigo Marcio Alessandro Goes em 8 outubro 2016 at 14:16: "Quem são os mortos que devem enterrar seus mortos?".

A verdade em nosso meio é como uma cebola: ela se revela em camadas. O que Luis disse está certo, porém, é uma interpretação rasa. Não é apenas isso que significa essa passagem. Significa muito mais. Além de toda interpretação psicológica e filosófica, significa que não vivemos na vida mas que vivemos na morte, que nós somos os mortos vivos que devemos deixar aos seus mortos(vivos na carne e mortos nos espírito) o cuidado de enterrarem os seus mortos(mortos na carne). Além disso, Jesus nos convida a buscar a vida, a verdadeira vida na qual viveremos vivos e não mais mortos, pois nessa a morte(nem da carne e nem do espírito) não mais existirá, mas somente vida e vida em abundância. Até lá enterremos os nossos mortos e continuemos a buscar a vida.

Isso ai Luis!

Vamos focar no tópico!

Desperta, ó tu que dormes, levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecerá sobre a tua pessoa”. Caminhando em sabedoria. 
 
luis conforti junior disse:

"Segue-me e deixe que os mortos enterrem seus mortos... " significa: dedica-te ao mais importante, isto é, à busca da verdade, do auto-conhecimento; já estás despertando, abrindo os olhos, começando a viver; por isso deixa que os que ainda dormem, que estão mortos para a verdade, continuem seu sono e não sejam obstáculo em teu caminho nessa busca; deixa a eles o trabalho de enterrar os que morrem.

   Boa noite Marcos !

  Me chamou a atenção o título desse tópico, achei interessante a discussão .

Resolvi deixar aqui minha opinião a respeito do assunto discorrido.

Devo dizer que concordo plenamente com nossa amiga Cristina Alves quando disse,

 

 "Aquele que se alimenta e crê estará vivo"

A respeito da expressão focada ,

sugere que Jesus fez uma espécie de trocadilho, que signifique algo como: 

   

“Deixe os espiritualmente mortos sepultar os fisicamente mortos”,

sabemos através das palavras de Jesus, que nossa prioridade no reino de Deus deve exceder

qualquer outra prioridade.

Abraço !

Esse assunto é bem interessante,pois algumas pessoas costumam usar essa passagem de Jesus como argumento contra o Espiritismo e a proibição de se evocar os mortos,muito embora a passagem não se refere de maneira alguma a espíritos e sim,ao meu ver,de um cadáver,um corpo.É nesse sentido que Jesus se refere;o homem estava interessado em um cadáver,um corpo que virará pó e voltará ao pó,desprezando a verdadeira vida do qual o Cristo representava.

Essa passagem pode também ser usada como analogia entre o espiritualismo,a espiritualidade em si contra o materialismo.Uma oferece muito aquele que busca,o outro não oferece nada de bom,apenas reducionismo e morbidez niilista.

Aproveitando a deixa,há outra passagem da bíblia que muitos usam como argumento contrário ao Espiritismo,que é aquela velha sentença:

"Os mortos não são cônscios de nada."

Ora,essa passagem é um contra-senso até para aqueles que acreditam na ressurreição dos mortos,pois,já que eles(os mortos)não estão cônscios de nada,como esperar pois,que eles ressuscitem no último dia?

Outra bastante comum é a famosa:

"Ao homem é dado morrer somente um vez."

Novamente,essa frase é evocada como o mesmo objetivo de menosprezar a Doutrina dos Espíritos,não levando em consideração a dualidade espírito/matéria do ser humano.Ora,entende-se matéria aqui como o homem,a parte material do espírito encarnado nele.Enquanto encarnado,o espírito é um homem,uma alma vivente.Sem o corpo,o espírito volta a ser em essência o que sempre foi e o homem desce a terra e vira pó,do pó ao pó.

Assim sendo,a sentença esta correta;ao homem é dado somente viver uma vez,mas seu espírito - a sede de toda a inteligência,sentimento e vontade no homem,continua a viver eternamente e a reencarnar quantas vezes forem necessárias para a sua evolução.

É assim que nós espíritas devemos interpretar essa passagem.

De fato,o corpo nada é,mas também é fato de que o espírito é imortal.

Wanderson Tranquilino

Como dizer q "o corpo nada é" se é devido ao corpo que acertamos ou erramos, gozamos ou sofremos, somos saudáveis ou doentes, somos bons ou perversos, felizes ou infelizes? E, se o corpo nada é, porq o Criador teria criado corpos para todos seus filhos, humanos e não-humanos? Puro diletantismo?!!!

Wanderson Traquilino disse:

Esse assunto é bem interessante,pois algumas pessoas costumam usar essa passagem de Jesus como argumento contra o Espiritismo e a proibição de se evocar os mortos,muito embora a passagem não se refere de maneira alguma a espíritos e sim,ao meu ver,de um cadáver,um corpo.É nesse sentido que Jesus se refere;o homem estava interessado em um cadáver,um corpo que virará pó e voltará ao pó,desprezando a verdadeira vida do qual o Cristo representava.

Essa passagem pode também ser usada como analogia entre o espiritualismo,a espiritualidade em si contra o materialismo.Uma oferece muito aquele que busca,o outro não oferece nada de bom,apenas reducionismo e morbidez niilista.

Aproveitando a deixa,há outra passagem da bíblia que muitos usam como argumento contrário ao Espiritismo,que é aquela velha sentença:

"Os mortos não são cônscios de nada."

Ora,essa passagem é um contra-senso até para aqueles que acreditam na ressurreição dos mortos,pois,já que eles(os mortos)não estão cônscios de nada,como esperar pois,que eles ressuscitem no último dia?

Outra bastante comum é a famosa:

"Ao homem é dado morrer somente um vez."

Novamente,essa frase é evocada como o mesmo objetivo de menosprezar a Doutrina dos Espíritos,não levando em consideração a dualidade espírito/matéria do ser humano.Ora,entende-se matéria aqui como o homem,a parte material do espírito encarnado nele.Enquanto encarnado,o espírito é um homem,uma alma vivente.Sem o corpo,o espírito volta a ser em essência o que sempre foi e o homem desce a terra e vira pó,do pó ao pó.

Assim sendo,a sentença esta correta;ao homem é dado somente viver uma vez,mas seu espírito - a sede de toda a inteligência,sentimento e vontade no homem,continua a viver eternamente e a reencarnar quantas vezes forem necessárias para a sua evolução.

É assim que nós espíritas devemos interpretar essa passagem.

De fato,o corpo nada é,mas também é fato de que o espírito é imortal.

Como dizer q "o corpo nada é" se é devido ao corpo que acertamos ou erramos, gozamos ou sofremos, somos saudáveis ou doentes, somos bons ou perversos, felizes ou infelizes? E, se o corpo nada é, porq o Criador teria criado corpos para todos seus filhos, humanos e não-humanos? Puro diletantismo?!!!

Na verdade, amigo Luiz, isso é apenas interpretação de contexto.
Quando se diz que o corpo nada é, se diz assim em comparação ao espírito imortal, que espiritualmente falando,é muito mais do que o corpo. Até no Livro dos Espíritos, os espíritos se referem ao corpo como "(...)simples veste que morre e apodrece, eis tudo."
Como sempre, nem tudo deve se interpretar ao pé da letra.

Responder à discussão

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

A convivência familiar na pandemia.

A convivência familiar na pandemia.

 

A impermanência das situações existenciais necessita estar em  nossas reflexões .

Por quê?

Simples, porque as mudanças são uma realidade tão palpável quanto a morte.

De um momento para o outro, por exemplo, podemos ter as nossas rotinas capturadas pelos mais variados motivos.

E o ano de 2020 escancarou…

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Últimas atividades

augusta curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
22 horas atrás
augusta curtiram o perfil de Nadia Rosangela
22 horas atrás
ANDREA REGINA DE SA curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Ao tentar processar o Porta dos Fundos, por retratar Jesus como um gay, igreja teve um prejuízo de R$ 82…"
sábado
Madelon Fonseca curtiram a discussão Reflexões sobre as Leis Naturais. de Wellington Balbo
sexta-feira
Joao Iudes Nodari respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"A Marlene apresentou uma realidade constatada diariamente no processo de palestras ministradas nos centros e unidades espíritas. Está-se chegando numa fase onde a ênfase oratória pergaminha atitudes emocionais e…"
sexta-feira
Ligia Maria Matutino Bastos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Espiritismo e Evangelho

Grupo destinado a estudos do Evangelho a Luz da Doutrina EspíritaVer mais...
sexta-feira
Ligia Maria Matutino Bastos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Estudo: "Amor e Sabedoria de Emmanuel"

Estudo Interativo da Série: "Amor e Sabedoria de Emmanuel"Áudios  e vídeos da Sala de Conferência Estudando EspiritismoAo vivo semanalmente as 20h00 pelo link…Ver mais...
sexta-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Marlene, Grato pelo seu comentário. Deus a abençoes . Precisando de qualquer informação estamos a disposição.."
sexta-feira
MARIO FONTES curtiram o perfil de Marlene Matias da Silva
sexta-feira
Raimundo Luís Godinho Costa entrou no grupo de Acacia Maria Picoli
Miniatura

Meimei - Espirito de Luz

Grupo criado com o objetivo de divulgar as lindas mensagens e preces de MeimeiVer mais...
sexta-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
sexta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço