Relato de um espírito (Mensagem psicofônica, através da médium Suely Caldas Schubert)

Prezados amigos:

Recebi um e-mail da Suely Caldas Schubert, onde ela nos narra uma comunicação de um espírito por seu intermédio, sobre o Movimento Você e a Paz, que participamos em Salvador, no último mês de dezembro.
Veja abaixo o que Suely escreveu, e estou enviando 3 fotos do local onde aconteceu este relato.
Abraços, Lucas Milagre


UM ESPÍRITO NO BAIRRO PITUBA, EM SALVADOR, NO 13º MOVIMENTO VOCÊ E A PAZ
Suely Caldas Schubert
Neste ano de 2011 participei, pela terceira vez, com um grupo de amigos
do Sul, de MG, de SP e do Paraguai, do MOVIMENTO VOCÊ E A PAZ, uma
vitoriosa iniciativa de Divaldo Franco e da Mansão do Caminho.
Durante seis dias acompanhamos Divaldo nas visitas aos bairros da
linda cidade de São Salvador, levando a proposta da Paz, movimento
arreligioso, sem caráter político, visando exclusivamente conscientizar as
pessoas da imprescindível necessidade de trabalharmos pela paz, que
obviamente começa em nós.
O esforço desse trabalho de Divaldo Franco merece ser ressaltado,
enaltecido e, sobretudo, servir de exemplo a ser seguido por todos os que se
interessam em promover a pacificação das almas, o que nos levará a uma
humanidade mais harmoniosa, solidária e feliz.
Assim, na noite de 17 de dezembro, sexta feira, fomos em caravana,
acompanhando o médium baiano, ao bairro Pituba.
Eram 19 horas. Como sempre acontece, ao chegarmos encontramos o
cenário perfeitamente organizado, para que o evento seja realizado com
sucesso. Palco armado, decorado, iluminação e som excelentes. Pessoas vão
se aproximando, trazendo cadeiras, bancos, almofadas, sentando-se no
gramado e, aos poucos quase duas mil pessoas aguardam o início.
Nota-se que o público está atento, alegre, expectante.
Divaldo chega, Nilson ao lado, juntamente com a equipe da Mansão do
Caminho e a festa tem início, pois todos querem receber um aperto de mão,
uma saudação, um olá fraterno e carinhoso, que Divaldo distribui sorridente.
Quem estava triste, desanimado, cansado, pelas situações do dia-a-dia, num
átimo se alegra e tudo se dilui, nesse convívio abençoado .
Às 20 horas alguns expositores convidados fazem a preparação do
tema que Divaldo irá abordar. Os queridos Ruth Brasil e Marcel Mariano ali
estão falando da paz, evidenciando, com muita propriedade, os benefícios da
solidariedade entre todas as criaturas.
Em seguida é a vez de Divaldo, apresentando, de forma muito bela, a
proposta do MOVIMENTO VOCÊ E A PAZ.
O público está atento. Em torno da praça, grandes edifícios, com muitas
de suas janelas abertas e iluminadas, evidenciam pessoas que assistem e
também participam, interessadas. O som espraia-se e as palavras vão fluindo
em cascatas luminosas.
O final é apoteótico, pois todos entoam, de mãos dadas, a linda canção
Paz pela Paz, de Nando Cordel, numa única vibração de amor, de alegria e de
paz, que repercute pela cidade.
O encerramento do MOVIMENTO VOCÊ E A PAZ ocorre sempre
no dia 19 de dezembro, na praça de Campo Grande, data que a prefeitura
de Salvador oficializou, através de lei Municipal, passando a fazer parte do
calendário de comemorações da cidade.
Neste ano o público estimado na noite de encerramento foi de mais de
20 mil pessoas , embora dos prédios podia-se perceber um número expressivo
de moradores acompanhando toda a solenidade.
Muito mais poderia escrever sobre esse grandioso movimento,
entretanto meu objetivo, após citá-lo em linhas gerais, é relatar a comunicação
mediúnica que ocorreu em nossa reunião da noite de 21 de dezembro, na
Sociedade Espírita Joanna de Ângelis, em Juiz de Fora, MG.
A seguir, em resumo, as palavras do Espírito comunicante, que falou por
meu intermédio e que desencarnara muito jovem. Ele começa de forma direta:
- Eu estava lá, assisti tudo, bem ali na praça, desde o começo. Fui
com um pequeno grupo e um guia, que nos levava como aprendizado.
Especialmente no meu caso, pois morei no bairro da Pituba. E foi exatamente
ali, que comecei a trilhar o pior caminho que poderia escolher. Fui usuário do
crack e morri por conta disso.
- Quase dez anos já transcorreram. Dizer o que sofri é difícil. Eu era
de família classe alta, não vivia nas ruas, estava cursando faculdade, quando
resolvi fazer uma experiência, que no meu modo de pensar, seria uma vez
apenas. Mas não foi assim. Fraquejei total e outras vezes foram acontecendo.
Para encurtar a história, cheguei ao máximo e foi dessa forma que me transferi
para este outro lado, com 22 anos apenas.
(O doutrinador, diante da pausa emocionada do comunicante, falou-lhe
carinhosamente, procurando reconfortá-lo.)
Retomando a palavra, ele prosseguiu:
- Entretanto, o que mais me fez sofrer foram as recordações da minha
família, que poderia estar assistindo, da janela de nosso antigo prédio, Divaldo
Franco discursar. Mas se mudaram logo depois, para evitar lembranças
dolorosas. E se estivessem eu poderia estar ali, ao lado deles... Eu poderia
usufruir da companhia da minha família, debruçado na janela... Mas, aí de
mim, eu estava sim, ali, mas no gramado, envolto em minha tristeza, tentando
recompor a minha vida. Quero corrigir o meu erro. Estou aprendendo muito,
através de amigos espirituais dedicados, que me ampararam e ao meu atual
grupo.
- A proposta dos guias é preparar-nos para que um dia possamos
também ajudar aos jovens que estão sendo vítimas das drogas. Mas por
enquanto temos muito a aprender, pois junto a eles, os infelizes dependentes,
iremos encontrar o outro grupo, o dos Espíritos maus, que se empenham em
viciá-los, instigando tanto os traficantes quanto os jovens e crianças a essas
experiências.
O comunicante, emocionado, despede-se, agradecendo o ensejo
de
assistir o Movimento Você e a Paz. O doutrinador, então lhe fala de
Jesus, rogando ao Mestre que o abençoe. Todos os presentes, comovidos,
o envolvem em vibrações de amor e de compaixão. Ele pede que nos
lembremos dele, e diz o seu nome: Rafael.
Uma vez mais nos conscientizamos da importância do movimento em
prol da paz, que Divaldo empreende há treze anos. Nem de longe conseguimos
avaliar a repercussão das visitas aos bairros, quando a mensagem é lançada e
as sementes de luz se espraiam beneficiando a encarnados e desencarnados
O semeador saiu a semear. As sementes terão o seu tempo certo na
leira dos corações.

-----------------------------------------------------------

Exibições: 867

Anexos

Responder esta

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

A convivência familiar na pandemia.

A convivência familiar na pandemia.

 

A impermanência das situações existenciais necessita estar em  nossas reflexões .

Por quê?

Simples, porque as mudanças são uma realidade tão palpável quanto a morte.

De um momento para o outro, por exemplo, podemos ter as nossas rotinas capturadas pelos mais variados motivos.

E o ano de 2020 escancarou…

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA respondeu à discussão VIROSES - Conheça a melhor terapia para vencê-las por Divaldo Franco de Amigo Espírita no grupo Joanna de Ângelis e Divaldo Franco
"“PsicoImunologia”.  Soluções Mágicas e Problemas Psicológicos https://juli.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=7032117"
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Então, chega para lá

Certa feita há muitos anos, conversávamos com uma das grandes figuras femininas do movimento espírita da cidade de São…Ver mais...
ontem
Hilton Cesar respondeu à discussão Mediunidade - dom ou castigo? de Bárbara Martins de Castro
"Médiuns somente os são, os que possuem a faculdade de sentir a influência do mundo espiritual, de forma nítida e ostensiva. O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações…"
segunda-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Quando o bom não é tímido pode ser reprovado, mas constrói o passado para ser lembrado com profundo respeito. Parabéns Brasílio Marcondes Machado. A tese de Machado foi apresentada no dia 29 de agosto de…"
segunda-feira
Luciano Franco Ramos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Excelente descrição João Nodari"
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Médiuns. 171. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"“Sandálias Douradas”.  Credibilidade é fundamental. Alguns médiuns ganham credibilidade, mas são infectados pelo orgulho e/ou vaidade. Fator complicador - obsessão. A entidade passa a exercer…"
sábado
Antonio Carlos G. Sarmento e Edileuza R. Rodrigues agora são amigos
sábado
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
" Sincera solidariedade agrega, solidariedade forçada segrega. O humanista de boutique precisa do preconceito. É o oxigênio vital dele, diz jornalista em Hipocrisia in…"
6 Ago
augusta curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
3 Ago
augusta curtiram o perfil de Nadia Rosangela
3 Ago

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço