SUGADORES DE ENERGIA


Parece mentira, mas há pessoas que parecem "sugar" energia da gente! O Ph.D. em Administração de Empresa Luiz Almeida Marins Filho, relatou em um dos seus livros, que certa vez estava muito
bem, alegre e satisfeito. E encontrou-se num shoping com um amigo e em meia hora de conversa, o amigo deixou-o um verdadeiro "trapo", deprimido, triste.
Depois ficou pensando no que aconteceu e logo percebeu que aquela conversa horrível do “amigo”, falando só de doenças, roubos, estupros, filhos de amigos que haviam caído no vício, desemprego, falta de dinheiro, etc. acabou roubando-lhe a sua energia positiva! Quando acabou a conversa (onde só o amigo falou) ele parecia estar melhor do que nunca e, diz o Dr. Luiz, eu... em profunda depressão.

Cuidado com esses “sugadores de energia positiva”. Eles estão em todo o lugar:
no trabalho, na família, na roda de amigos. Eles só sabem falar de desgraças.
Só lêem obituário dos jornais e a seção de crimes horrendos, Gravam em vídeo o noticiário policial. Fazem estatísticas e sabem de cor quantos sequestros ainda não foram desvendados, quantas crianças continuam desaparecidas, quantos sem-teto, semterra, sem-emprego, sem-tudo existem no mundo!

Essas são aquelas pessoas que quando você propõe um piquenique elas logo dizem:
"- Vai chover!". São pessoas que azedam baldes de sal-de-fruta.
Eles são sempre "do contra". Avisam que "não vai dar certo"
e torcem para que nada aconteça. Depois dizem: "- Eu sabia que não ia dar certo...".

Esses "sugadores de energia" vivem da energia alheia e é muito difícil conviver com alguém "puxando você prá baixo" o tempo todo.
Não seja você também um "sugador de energia"

Que felicidade que seria a nossa, se aprendêssemos a expulsar da nossa memória as coisas desagradáveis, idéias tristes e deprimentes. Com certeza, nossa força iria multiplicar se pudéssemos conservar só os pensamentos que elevam e animam.

Há pessoas que não podem se lembrar das coisas agradáveis. Quando nos encontram, tem sempre algo de triste a contar. Com qualquer mal que sofreram, se angustiam muito. Como se não bastasse, se preocupam até com que vão sofrer... Sabem lembrar-se só de fatos discordantes.
Dão a idéia de um armazém de quinquilharias, objetos inúteis e deteriorados.
Retém tudo mentalmente, com medo de precisarem uma vez ou outra, disto ou daquilo, de maneira que o seu armazém mental está entulhado de detritos...
Bastaria que estas pessoas fizessem uma limpeza regular, que as livrassem dos montões inúteis e depois, organizassem o que sobrou, para terem êxitos. No entanto, não são incomuns, pessoas que se "enterraram" na infelicidade e na desarmonia.

Outras, fazem exatamente o contrário. Falam sempre de coisas agradáveis e interessantes experiências que têm feito.
São indivíduos que passaram até perdas, aflições, mas falam delas tão poucas vezes, que parece nunca terem tido na vida, senão boa sorte e amigos. Estas pessoas fazem-se amar.
O hábito de mostrar aos outros o nosso aspecto positivo, é o resultado do nosso equilíbrio interior.
Quando estamos tristes por algum sofrimento, devemos procurar a sua causa para eliminá-lo.
Geralmente, porém, quando sofremos, buscamos a causa fora de nós.

Vemos pessoas se queixando que tem má sorte, suspeitando que seu vizinho é a causa, porque não se dá com ele, ao passo que ele é bem favorecido com a sorte nos negócios, na vida familiar, sendo estimado inclusive, pelos conhecidos.
Se examinarmos as circunstâncias da vida destas pessoas, verificaremos que a queixosa é negligente, gastadora, intolerante nas opiniões e indisciplinada, ao passo que a outra pessoa é cumpridora dos seus deveres, econômica, modesta, não calunia, nem adula.
Emprega bem o seu tempo disponível lendo bons livros, fazendo cursos, esportes, ajudando seu próximo, sendo útil. Por isso, é estimada. Ao passo que a queixosa, está sempre perdendo (tempo, trabalho, fregueses, dinheiro, a família e os amigos), e sempre não tem tempo.

Vamos eliminar dos nossos corações, a desconfiança, o ódio, a inveja e a descrença e vamos cultivar a alegria, a fé e a crença no amor e na Justiça Divina, e será certo que venceremos na luta que a vida nos destina.


(Jornal da Mocidade – Ago/97 e Revista Espírita Allan Kardec – Mar/98)

Exibições: 4471

Responder esta

Respostas a este tópico

Perfeito!
Já li em algum lugar que Deus nos colocou olhos na parte da frente da cabeça, para olharmos para trás só quando virarmos a cabeça e se necessário, e como não podemos andar com a cabeça virada para trás, devemos olhar sempre para a frente, para o futuro, para o amanhã. Lembrar das tristezas não nos acrescenta nada. Ocupação útil é o melhor remédio para tudo.
Realmente, agora lendo esse comentário, lembro de várias situações bem parecidas. Temos que ficar sempre vigilantes para escapar dessas situações e talvez até tentar fazer com que esses sugadores de energia mudem seu jeito de ser.
MARAVILHA!!!!!!DEVEMOS FICAR COM OS OLHOS BEM ABERTOS.ESSAS PESSOAS SÃO ASSIM MESMO E PIOR MUITAS DELAS NEM TEM CONSCIÊNCIA DISSO...PAZ E LUZ
Não me importo de uma pessoa dessa sugar a minha energia, é uma caridade que estou fazendo a ela, mas quando ela terminar de falar,falaria o mal que ela mesmo esta fazendo a ela mesma, minha irmã é uma pessoa assim se eu aturo ela por que não atuaria outra pessoa.

O texto nos faz refletir sobre a necessidade de exercício constante, na oração, na vigilância e no cultivo da alegria, seja para evitar a perda das nossas energias  - “sugadas”por aqueles que muitas vezes nem imaginam que o fazem! - ou mesmo quanto às nossas próprias posturas, que podem nos enquadrar como um desses “sugadores” da energia alheia. Orar e vigiar, é um bom caminho!

              Belo texto, é de muitos ensinamentos, precisamos nos vigiar mais, nos direcionar-mos  sempre para o verdadeiro caminho do bem, pois sabemos, que a quem muito se dá, muito lhe será pedido. Esse texto nos retrata muito bem que precisamos, estarmos com a nossa mente, sempre voltada, para o que nosso evangelho espírita nos pede. chegará a hora que receberemos : A cada um conforme suas obras,  sigamos ele cada vêz mais. do ir. JESUS CARLOS.

 

ola, além da oração, é muito bom ir dar um passeio pela natureza, sol, em especial floresta ou onde houver muita vegetação para recuperar energias(Ectoplasma).
Outra boa opção é ir ao mar.

NARCISO DA SILVA MOREIRA disse:

Caro Amigo Espírita. O que devemos fazer depois que nos sentirmos mal após ter nossa energia sugada por pessoas desse tipo?

Isso é comum acontecer, mas a partir do momento em que já sabemos que aquela pessoa é vampira, na proxima ela já não nos suga energia, a não ser que deixemos.
Já tive 2 casos. um a 8 anos atras quando conheci uma pessoa num jantar, e outra a bem pouco tempo.

As pessoas geralmente não sabem que fazem isso. 

Existem váriops tipos desses vampiros energéticos, uns olham-nos muito nos olhos, outros nos tentam rebaixar, e outros passam o tempo a chorar-se da vida. Tudo isso são sugestôes que lhe metem no ouvido.

Muitas vezes o vampiro energético é usado por desencarnados sem saber. Algumas vezes é nosso obcessor que induz essa pessoa as seguintes situações:

  1. -"Diz a ele que não presta...diz a ele que não faz nada de jeito!!!"
  2. -"Fala a ele de tuas doenças!!! Diz que estás mal para ele te mimar!!"
  3. -"Diz a ele que esse trabalho não vai dar certo!"
  4. -"Olha bem nos olhos dele!!...Diz para ele olhar nos teus olhos porque gostas de olhar nos olhos!!"

Também em muitos casos, esse roubo de energia não se deve a desencarnado. Ás vezes esse dito vampiro projecta em nós uma energia que não tem nada a ver com desencarnado, apenas é tipo uma larva que ela projecta em nós devido á acumulação de energia negativa que ela tem, e só nos livramos dessa energia quando começamos a emanar pensamentos positivos ou entramos em ambientes  da natureza.
Quando sentimos que uma pessoa nos rouba energia com seus lamentos, a melhor forma é contrariarmos, tipo:

-Eu estou tão mal!!
R-Eu não porque não quero estar doente!!

-Isso vai-te correr mal! è muito dificil que dê certo!
R-Não faz mal, se não der já tenho solução

-Quero olhar nos teus olhos para te sentir
R- Olha...não quer antes olhar no traseiro?

Ao responder ao vampiro,dá sempre uma risada ou mostra que não estas a dar crédito ao que ele diz, e vais ver que ele muda logo de reação!!!

Sei bem disto porque convivi 26 anos com um vampiro e tudo me corria mal porque eu deixava, pois era dentro de casa.

Um grande problema da vampirização de energia são os implantes. Esse sugador em muitos casos sem se dar conta, nos coloca um implante, é a tal larva se assim lhe podemos chamar.
Esse implante na maior parte das vezes, é-nos colocado na infância por familiares, na maioria das vezes quando reencarnamos numa casa onde nossos pais foram os inimigos do passado. Casos desses ocoreem quando ou o pai ou a mãe passa o tempo a dizer:

-"Fazes tudo mal"

-"Não prestas"

Ou já na adolescência:

-"Ninguem te vai querer"

Chamo a isso implantes porquê?

São implantes negativos que ficam gravados e que mais tarde se vão refletir na nossa vida.

No primeiro caso, a pessoa fica sempre com receio que tudo vai correr mal, porque lhe incutiram que não prestava e fazia tudo mal, inclusivé nos empregos.

No segundo caso, a pessoa torna-se insegura, e até os relacionamentos podem não dar certo, ou não se meter neles.
Em ambos os casos, essa pessoa como não consegue elevar os niveis de confiança, a forma que encontra é rebaixar os outros ou fazer com que se sintam mal(NOTICIAS), para que assim se sinta mais ao nivel dessas pessoas. è tipo uma escada, se eu não consigo subir até aí acima, tens de descer tu até ao degrau onde estou.

Em alguns casos, essas pessoas que foram vitimas desses implantes, acabam por ser aquelas que nos sugam energia, mas com alguma sorte, pode encontrar alguém que a ajude a mudar a forma de pensar e agir , e assim pode terminar  a sua capacidade de exercer essa influência.

Só para rectificar...

Há a pessoa negativa, e há a pessoa que nos suga energia de forma intensa, é essa segunda que chamo de vampiro energetico, e essa pode ser do primeiro tipo, ou até pode aparentar ser muito positiva mas suga na mesma sendo mais dificil de detetar.

Tudo depende da influência espiritual

Ao amigo Antonio Manuel: 

Existe mesmo pessoas que sugam energias dos outros?! Isso nada mais é do que uma suposição sem qualquer base científica. Quem crê nisso, me perdoe, está apenas crendo em suposições, superstições, crendices, ou sendo preconceituoso. (preconceituar é afirmar algo do qual nada podemos dizer porq não o conhecemos).

Pesquisa cientifica sobre interações de energias por uma equipe de pesquisa da Universidade de Bielefeld, na Alemanha.

http://www.radiovivazen.com.br/blog/materias/energia-10

E essa pesquisa científica já chegou a alguma conclusão definitiva, inquestionável? Já comprovou que pessoas sugam, ou se alimentam, das energias dos outros? Ou apenas "supõe" que isso seja uma verdade? É preciso observar que, lá no site referido acima, está apenas "está perto de comprovar", "eventualmente fornecendo a evidência"... . Portanto, nada de definitivo a respeito!

.

 

Responder à discussão

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Últimas atividades

Luciane Soares entrou no grupo de Maurício de Araújo Zomignani
Miniatura

Transição Planetária

Grupo para quem quer se dedicar à reflexão sobre o momento de transição que vimos atravessando no mundo e dentro de nós mesmos. Ver mais...
48 minutos atrás
Isabelly Tomazini talvez participe do evento de Erika Silvira
Miniatura

18° Encontro Amigos da Boa Nova em Internacional Eventos Guarulhos

25 abril 2020 de 10 a 19
18° Encontro Amigos da Boa Nova No dia 25 de abril acontece o 18° Encontro Amigos da Boa Nova no Espaço Internacional…Ver mais...
16 horas atrás
Isabelly Tomazini entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Mediunidade

Grupo para estudo da Mediunidade e sua prática conforme os ensinamentos de Allan Kardec, Chico Xavier, Divaldo Franco e espíritos de Escol. Vídeos, textos e todo material disponível nesta área.Ver mais...
17 horas atrás
Isabelly Tomazini curtiram a discussão Reflexões sobre as Leis Naturais. de Wellington Balbo
17 horas atrás
Isabelly Tomazini entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
17 horas atrás
Alexandre Nunes comentou a postagem no blog Ante o Convid-19 empreguemos a disciplina mental e os recursos da prece (Jorge Hessen) de os pae
"Divaldo P. Franco Periodicamente a sociedade é sacudida por sofrimentos coletivos que a fazem estertorar. Calamidades de vário tipo tomam conta das multidões e se descobre que os grupos sociais não estão…"
ontem
Alexandre Nunes curtiu a postagem no blog Ante o Convid-19 empreguemos a disciplina mental e os recursos da prece (Jorge Hessen) de os pae
ontem
Angelita Bagatin curtiu a postagem no blog Falsas cartas mediúnicas na era de Facebook (Jorge Hessen) de Codificador do Paracleto
ontem
Alexandre Nunes curtiu a postagem no blog Epítome descritivo sobre o cenário e a vida além da sepultura (Jorge Hessen) de os pae
ontem
Angelita Bagatin curtiu a postagem no blog Livro do Espiritos - cap VI - Lei de Destruição de Arthur Silva Filho
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog CUIDADO COM A OVER-DOSE! “VIVER É MELHOR QUE SONHAR" de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Na no final da década de 1990, uma menina foi a óbito por causa da difteria. Tinha sido competentemente medicada num Hospital Universitário. Como aceitar e explicar a ocorrência? Esse agente etiológico é…"
ontem
Carlus Martel comentou a postagem no blog Epítome descritivo sobre o cenário e a vida além da sepultura (Jorge Hessen) de os pae
"Com certeza por “lá” não há “vasos sanitários” e mictórios.  Infelizmente o livro "Violetas na Janela"  descreve que há banheiro nas colônias…"
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço