Transtorno da Dor e Sensibilidade Mediúnica
Por: Clécio Carlos Gomes

O quadro do Transtorno da Dor pertence à Árvore Diagnóstica dos Transtornos Somatoformes, conforme descrito pelo Código Estatístico e Diagnóstico de Transtornos Mentais (DSM IV – TR). De acordo com as observações dos pesquisadores, há dor, com intensidade alta em um ou mais sítios anatômicos, sugerindo uma atenção clínica. Uma dor que retrata sofrimento e prejuízo para o funcionamento global do paciente. Não há uma determinação clara e objetiva que estipulem uma etiologia orgânica para a manifestação sintomatológica, contudo, uma condição médica geral pode fazer parte do processo diagnóstico. Sabe-se, entretanto, que os elementos psicológicos exercem uma ação determinante para o surgimento, manutenção e potencialização da doença, mesmo que sem a intenção de se produzir ou simular seus sinais. Não há correlação da dor com quadros de humor, ansiedade ou manifestações psicóticas. (DSM IV – TR). 

Existem condutas adotadas ao longo da vida que podem desencadear a dor. Esportista com longa carga horária de atividade, profissionais ligados à arte, como a dança, que trabalham diariamente no aprimoramento de posturas inversamente aplicadas à natureza anatômica, podem desencadear a dor, de forma aguda ou crônica. Atividades profissionais que provoquem esforços repetitivos geram, igualmente, alternativa para lesões músculo esqueléticos e a inserção da dor como uma característica contínua. Quadros que podem passar pelo crivo da comprovação por imagem, ou, pela dedução das avaliações clínicas. A expressão da dor pode ocorrer num foco específico, ou generalizada. Esses componentes podem não existirem e, mesmo assim, o fenômeno dor acontecer, com sinais e intensidades proporcionais às condições médicas descritas. A maior incidência diagnostica é na população feminina e a prevalência do Transtorno é alta. Nos Estados Unidos, o índice flutua entre 10 e 15% da força de trabalho se incapacita por dores lombares. (http://www.psiquiatriageral.com.br/dsm4/somato2.htm).

Inexplorada pela pesquisa científica e as linhas teórica acadêmicas, a interação soma etérica compõe uma versão de fundamentação para o surgimento e o desenvolvimento do Transtorno da Dor, complementando, a visão que poderia se ter sobre sua atuação junto ao gerenciamento da rotina de milhões de pessoas acometidas por esse diagnóstico. A linha soma etérica aproxima as dinâmica orgânica das projeções mentais e das implicações da história reencarnatória e da função mental da mediunidade. Emocionalmente falando, a não aceitação de alguns, ou vários, itens que compõem o modelo e vida adotado, emanam como dores emocionais, repassadas ao corpo físico, que então passa a pulsar intensa e ininterruptamente frustrações, pesares e, principalmente, a luta interna travada pelo desejo pessoal com o modelo de ida optado e a partir daí construído, conduzindo as intenções de vida do indivíduo. É comum que as emoções irradiem para um foco, simbolicamente compatível, com o déficit ou a incapacidade afetiva, externando, concretamente a deficiência. Por exemplo, as dores sobre os ombros, como se estivesse, e de fato o estão, carregando um fardo pesadíssimo. 

A incompatibilidade emocional pode ser derivada, igualmente, para os níveis de consciência da alma que armazena todo o conteúdo de sua história reencarnatória. Esse níveis, ou o nível, dependendo, rebelado com a situação encarnatória atual, passam a digladiar com o corpo e o consciente físico com a única finalidade de impor a sua vontade, contrária a vigente. Essa ação passa pelo estilo de vida, novas escolhas, intenções de evolução e até mesmo modificação da plástica do modelo organizacional biológico (MOB), pela a anteriormente adotada nas vivências passadas. Um literal processo de auto-obsessão, onde apenas eu assumo a postura de inimigo convicto de mim mesmo. Nessa luta pela troca do perfil físico, a desorganização de justaposição da estrutura atual com a passada, descompatibilizam formações moleculares e partículas quânticas das formações plasmáticas, trazendo a dor como uma das consequências. A rebeldia dos níveis de consciência, temerosos em viverem o luto definitivo daquilo que organizaram ao longo de várias encarnações, certifica, com veemência, uma das maiores lutas na transição evolutiva para qualquer alma.

Aqui vale a pena relatar um fato extremamente relevante. O consciente físico, dentro de suas escolhas, pode filiar-se a revolta de seus níveis de consciência, passando a ser o principal líder da luta contra a sua não conformidade diante dos fatos. O agregado espiritual, num todo, então, coaduna-se na luta para a adoção de um estilo de vida diferente e normalmente compatível com aquele experimentado nas experiências anteriores. A alteração qualitativa das vibrações emanadas e a definição de frequências incompatíveis com a proposta reencarnatória atual, elevam significativamente a estrutura cedida, a morada transitória da alma, o corpo físico, promovendo uma verdadeira avalanche de impreciosidades à saúde orgânica e etérea. 

Indivíduos com a função mediúnica adequada para o exercício da comunicação e do auxílio, recusando-se, ou, não tendo a devida consciência da mesma, também podem sofrer impactos fortes no corpo físico, fruto da reação dos necessitados que não encontram eco junto àqueles que deveriam estar os acolhendo, atendendo e encaminhando suas demandas. Em relação à mediunidade, dependendo da vibração dos tutores espirituais, ou mentores, em choque com a intensidade vibracional do ser com a mediunidade manifesta, pode responder com alterações orgânicas significativas. Almas que atuam nas esferas próximas a Terra, cuja precisão energética é mais densa e compactada, para a promoção do socorro e do bem, provocam uma desarmonia com o da matéria onde o encarnado encontra-se inserido. 
Consequência da auto-obsessão, a influência de outros espíritos, encarnados ou desencarnados, fomentam os episódios obsessivos diante da rotina das pessoas. O conflito de inveja, ciúme ou de vingança é exercido como todo e qualquer tipo de arma e sua aplicação pode acontecer sobre infinitos manejos alternativos para impacto nas supostas vítimas, como a desarmonização da homeostase e do funcionamento adequados do MOB ocupados pelas almas. A dor, nesse caso, pode ser, sim, provocada, ou fruto de uma incompatibilidade vibracional entre os que cercam o encarnado com sua condição atual. 

Independentemente do caso, ocorre um desajuste entre o aparato elaborado para o caminhar da alma, desencadeando um desalinhamento pelo choque entre o que se está com a força que objetiva o deslocamento desse eixo. O que se percebe como fundamental, é a interpretação pontual da dor, bem como seu desenho dinâmico de manifestação, a fim de identificar o que é pertencente a uma resposta orgânica natural provocada por desgaste e o que está desgastado, artificialmente, pela sobreposição de conteúdos e estruturas que danificam a harmonia.

Exibições: 12436

Responder esta

Respostas a este tópico

muito bom.

I N T E R E S S A N T E .

Prepare e faça você mesmo poderosos defumadores para casa comercial, para atrair clientes e muito dinheiro para o seu comércio!
http://www.youtube.com/watch?v=GmwgalXlSOU

Acesse o site: www.editoraimperio.com.br

Dezenas de feitiços e oferendas para abertura de caminho, prosperidade e dinheiro!
http://www.youtube.com/watch?v=g86Wq1V-KzU

Acesse: www.editoraimperio.com.br

Responder à discussão

RSS

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Nadia Rosangela e Lenice Agemiro Silveira agora são amigos
7 horas atrás
Ana Oliveira curtiram a discussão BONS E MAUS PENSAMENTOS de Ari Carrasco Silveira
11 horas atrás
Conceição Valadares curtiram o evento “Antídoto à Obsessão”, com Alisson Guedes Pessoa ao vivo pela Rede Amigo Espírita de Carlos Pretti - SCEE
13 horas atrás
Ícone do perfilMyrian de Oliveira Gonçalves, Alda Teixeira, Jorgina de Sousa Ferraz e mais 4 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
13 horas atrás
Maria Luiza Furtado Rocha curtiram a discussão Nos momentos difíceis: Trabalho, solidariedade e tolerância de Feeak Minas
14 horas atrás
Maria Luiza Furtado Rocha curtiram a discussão Nos momentos difíceis: Trabalho, solidariedade e tolerância de Feeak Minas
14 horas atrás
Maria Luiza Furtado Rocha curtiu a postagem no blog OS ESPÍRITOS INFERIORES - por Léon Denis. de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
14 horas atrás
Maria Luiza Furtado Rocha curtiu a postagem no blog “NOSSOS FILHOS SÃO ESPÍRITOS- COMO LIDAR COM ELES. ” de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
14 horas atrás
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
15 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “Antídoto à Obsessão”, com Alisson Guedes Pessoa ao vivo pela Rede Amigo Espírita de Carlos Pretti - SCEE
18 horas atrás
Luciana Galeno curtiu a postagem no blog O homem ...corpo alma e perispírito de EliethTavares Castro
20 horas atrás
Ícone do perfilEdileuza R. Rodrigues e Ariane Kelly da Costa entraram no grupo de Nelson Peixoto de Souza Filho
21 horas atrás
Miriam Thomé curtiu a postagem no blog O homem ...corpo alma e perispírito de EliethTavares Castro
21 horas atrás
carlos alberto rombão curtiram o perfil de Maria de Fátima Agra de Miranda
21 horas atrás
Posts no blog por EliethTavares Castro
22 horas atrás
Maria Lucineide Sampaio comentou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
ontem
Maria Lucineide Sampaio curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
ontem
Carlos Ser curtiu a postagem no blog Puritanismos ou inaceitável comércio do Consolador???... (Jorge Hessen) de os pae
ontem
Aline Esnarriaga curtiram o perfil de Celso Ventura
ontem
Aline Esnarriaga e Celso Ventura agora são amigos
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço