No livro Divaldo Franco responde Vol.1, editado pela Intelítera Editora (www.intelitera.com.br), tem um capítulo, em que o médium e orador Divaldo Franco responde sobre mortes coletivas, na visão espírita. Na ocasião havia ocorrido o grave acidente da TAM que se chocou com um prédio próximo ao aeroporto de Congonhas, em 17 de julho de 2007.

Reproduzimos aqui algumas das respostas de Divaldo Franco, em função do grave acidente aéreo com a equipe de futebol do Chapecoense,  que chocou o Brasil.

PROPÓSITO DE DEUS NAS MORTES COLETIVAS
1)   Periodicamente a humanidade é surpreendida com acontecimentos que causam a morte de muitas pessoas, algumas decorrem de eventos da natureza como tsunamis, terremotos ou desabamento de terra, outras já decorrem da ação do homem, como o acidente de avião. Recentemente, nós tivemos, em São Paulo, um acidente muito grave em que um avião da TAM se chocou com um prédio. Qual o propósito da divindade nessas mortes coletivas?
O egrégio codificador da doutrina espírita Allan Kardec, em o Livro dos Espíritos, na sua terceira parte, a lei de destruição, faz uma análise dessas tragédias coletivas e interroga aos benfeitores da humanidade o que pretende a divindade com essas desencarnações coletivas? E para surpresa de Allan Kardec e de nós outros, os benfeitores disseram que era para fazer a sociedade progredir. O comentário é vasto e nessa mesma questão o codificador pergunta, não teria a divindade outros recursos para promover o progresso dessas pessoas? Os espíritos informaram que sim, e isto acontece através de fenômenos naturais, como epidemias, insucessos de vária ordem, fenômenos sísmicos e outros. Então, Allan Kardec volve à questão, indagando que, se num caso desses, muitos inocentes não seriam vítimas dos infelizes acontecimentos? Os benfeitores espirituais assinalam que não, porque dentro do código das soberanas leis, somente nos acontece aquilo de que temos necessidade para evoluir. A Lei de causa e efeito estabelece os parâmetros não somente dos resgates coletivos como também das técnicas que induzem os indivíduos a esses resgates calamitosos. 
Observamos, por exemplo, que nos acidentes aéreos, pessoas chegam num momento e resolvem mudar a viagem, desenvolvendo um esforço tremendo, enquanto outros lutam para poderem ser incluídos naquele vôo e como resultado padecem essas consequências que estão dentro da sua programação evolutiva. É sempre providencial, portanto, que se mantenha confiança em Deus, quando acontece algo lamentável e doloroso, como este que estamos examinando, especialmente os familiares que ficam embrulhados nos mantos sombrios da saudade e talvez também para alguns desencarnados, porque surpreendidos de maneira inesperada experimentam grande choque ao despertar no além, considerando que todas essas ocorrências estão dentro dos códigos da Soberana Justiça.
MENSAGEM PARA OS FAMILIARES
10) Não temos como mensurar a dor dos familiares, daquelas pessoas que tiveram parentes que desencarnaram nessas tragédias. O que poderia dizer para confortá-las?
Sigmund Freud, o notável pai da psicanálise, escreveu que a morte é uma dilaceração dos sentimentos e o espírito Joanna de Ângelis diz-me que, quando a morte arrebata um ser querido, leva também metade daquele que ficou na retaguarda. Muitas vezes, o desencarnado recupera-se com relativa facilidade, mas aquele que ficou com a existência ceifada pela sua ausência experimenta uma dor inominável. 
Eu lhes diria que se recordassem de Jesus descido da Cruz e a dor de Maria contemplando o filho inerme, mas logo depois se recordem de que três dias transcorridos veio a ressurreição. Os nossos mortos vivem. A saudade do corpo, da convivência, será longa, mas passados esses dias de impacto pior, penso, a dor será mais profunda, porque será aquele espinho cravado na saudade, no sentimento. Então, eu diria como um psiquiatra materialista informou-me oportunamente. Disse-me ele: - Eu não creio na imortalidade, da alma. Quando um paciente vem ao meu consultório e fala da perda de alguém pela morte, eu lhe pergunto  quanto tempo viveu com o ser querido? E ele me responde: - X anos. – Então recorde-se – digo-lhe, por minha vez – desse largo período de convivência com ele e não lamente a interrupção, evoque as horas felizes e olvide por momento a hora da tragédia. 
Desse modo, direi a esses pais, a esses filhos, a esses afetos, a todos aqueles que estão vinculados aos que viajaram para o Grande Lar, que logo mais, no momento adequado, quando o fenômeno biológico de cada um de nós interromper-se através da morte, haverá o reencontro. Que se programem para esse momento feliz, evocando as horas vividas junto, fazendo todo o bem possível em memória deles, ao invés de os evocar no momento trágico da desesperação, recordando-se , isto sim, da convivência ditosa que foi mantida.
VOCÊ AINDA ENCONTRARÁ NESTE LIVRO RESPOSTAS COMO:



 
CORRELAÇÃO COM AS REENCARNAÇÕES ANTERIORES
    Então, podemos dizer que existe uma correlação desses acidentes com as reencarnações anteriores das vítimas?
FAMILIARES E A LEI DE CAUSA E EFEITO
      E os familiares, eles se vêem repentinamente afastados daqueles entes queridos. Eles também estão vinculados às leis de causa e efeito?
.
 VÍTIMAS DE VÁRIAS IDADES
  Nesses acidentes, temos vítimas que têm idade mínima e outras que já estão com a idade avançada. Também, nesses casos, existe a lei da causa e efeito?
PREPARATIVOS PELA ESPIRITUALIDADE SUPERIOR
    Aprendemos que, para a espiritualidade superior, não existe improviso. Como é o atendimento, como é o preparativo dessa espiritualidade superior no caso desses eventos. Anteriormente e também depois que ocorre, tanto para os desencarnados como para os que ficam?
ATENDIMENTO NO PLANO ESPIRITUAL
  Como essas mortes são coletivas o atendimento no plano espiritual também é coletivo? 
CONDIÇÃO DE CHEGADA NO PLANO ESPIRITUAL
   Todos chegam na mesma condição no plano espiritual?
DOR NA HORA DA MORTE
Essa resposta que você nos deu, remete-nos à dor na hora da desencarnação. Cada um vai ter a desencarnação de acordo com a sua evolução?
FORMAÇÃO DO GRUPO QUE IRÁ MORRER
    Há narração de pessoas que não estavam presentes no momento do acidente e deveriam estar lá, enquanto outras que não deveriam estar, lá se encontravam e acabaram desencarnando. Temos exemplos de pessoas que acabaram fazendo horas extras naquele dia e desencarnaram. Não existe coincidência neste caso?

Exibições: 946

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

ASSISTA AO VIVO


Clique no título para acessar o vídeo no Youtube

Pede e receberás - Antonio César R. Léllis

10/12 - 16:00 as 17:00h

Virgens loucas a prudentes - Paulo Pina

10/12 - 19:30 as 21:00h

Palestra com Tadeu (Araxá-MG)

10/12 - 20:00 as 21:00h

Há espíritos? - Elo Invisível 26 - Eliomar Borgo e Marcos Bentes

11/12 - 20:30 as 21:30h

Artigos Espíritas

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Últimas atividades

Joao Iudes Nodari curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
3 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
3 horas atrás
André Goes curtiram a discussão Não precisamos terceirizar a fé - João de Deus não é um milagreiro! de Amigo Espírita
4 horas atrás
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"O professor Walach elaborou um relatório da Comissão Galileu de 132 páginas, maravilhosamente escrito e apresentado, além de uma cosmovisão materialista: rumo a uma ciência expandida, que deve ser lido por…"
5 horas atrás
Conceição Valadares curtiram o evento “Levanta-te e Anda”, com Cristiano Abreu Paiva de Carlos Pretti - SCEE
7 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiram o evento “Levanta-te e Anda”, com Cristiano Abreu Paiva de Carlos Pretti - SCEE
11 horas atrás
alice silvina de almeida curtiu a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
13 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
" “Especial de Natal” é Repudiado. Carta a Revista Semanal de Divulgação Espírita. O Consolador Até Muçulmanos repudiam o “especial de Natal” do Porta dos Fundos e anunciam…"
23 horas atrás
Ícone do perfilAlguém deu um presente para Ivan Carneiro Vieira Júnior
23 horas atrás
Nadir Nunes curtiram a discussão Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves. de Wellington Balbo
ontem
Casa de Jaco - Lar do idoso comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
"Até Muçulmanos repudiam o ‘especial de Natal’ do Porta dos Fundos e anunciam processo12/12/2019 às 06:45 A Associação Nacional dos Juristas Islâmicos (Anaji), divulgou nota repudiando o filme…"
ontem
Raul Barroquelo respondeu à discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"    Ora! Ora! deparo aqui, um texto que despertou em mim a curiosidade de avaliar o meu patamar evolutivo, pois conforme me fez entender um dos companheiros. que se expressou anteriormente, há uma variável enorme de…"
ontem
Alexandre Nunes comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
ontem
Liliana Rebellatto curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
ontem
Maria Aparecida dos Santos e RuiRomualdo agora são amigos
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “Levanta-te e Anda”, com Cristiano Abreu Paiva de Carlos Pretti - SCEE
ontem
os pae comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
"Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil assinaturas Marcel Plasse 3 horas atrás Conheça 20 formas de renovar seu relacionamento 32 mercados imobiliários estão…"
ontem
os pae comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
"Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil…"
ontem
os pae comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
"Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil…"
ontem
os pae comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço