O uso da palavra, segundo Joanna de Ângelis

 

Espírito Joanna de Angelis, guia espiritual do médium Divaldo Franco, fez importantes considerações sobre como devemos fazer o uso da palavra no livro “Luz nas Trevas”.

Para o espiritismo, a mente é um instrumento da alma, um portal eterno. Assim, quando falamos algo, emitimos uma energia que se transmite pelas palavras. Ao notarmos que uma pessoa está angustiada, uma mensagem pode tirá-la da pertubação ou mesmo agravar seu estado de consciência.

Então, vemos muitos oradores usarem da palavra de forma negativa para promover o ódio, a maledicência, a falta de sentido, entre outros sentimentos. Porém, não perturbemos por isso, pois eles são responsáveis por suas ações. No entanto, como não nos deixar levar por essas energias?

Joanna de Ângelis aconselha que devemos usar a palavra para melhorar a nossa vida e a vida do próximo. Portanto, é necessário cuidado com tudo que dizemos.

Como ser positivo com as palavras?

Joanna de Ângelis explica:

Nós estamos encarnados neste mundo de provas e expiações que nos convida a olhar para nós mesmos para reformar nossos pensamentos e atitudes.

Ao passar por uma dificuldade, algumas pessoas costumam se revoltar. Um bom exemplo é quando não conquistamos algo que almejamos muito. Desta forma, Joanna nos ensina que devemos fazer o uso de palavras positivas, geradoras de equilíbrio.

“Trazendo-lhes a herança da paz e do reino dos céus dentro de nós”, aconselha Joanna. Sendo assim, sabemos que somos seres criados com o amor do Criador. Esta vida pode nos trazer vicissitudes, mas são exatamente elas que farão com que nos melhoremos espiritualmente.

Passamos por muitas vidas até que consigamos conquistar a melhoria que nos é ofertada por Deus.

 

Quite os débitos das vidas passadas

Se não aprendemos com os desafios, teremos que passar por eles novamente. Quando nos revoltamos, gera-se uma perturbação no espírito, dessa forma, essa pessoa fica com menos recursos para superar-se.

Mas os benfeitores espirituais nos aconselham o seguinte:

“Com o brilho de cada palavra, compôs as novas de alegria que permanecem o roteiro mais seguro pra vida da plenitude”. Assim, nós temos a rota e o desenvolvimento da plenitude.

A partir de agora, vamos olhar para frente e mudar comportamentos nocivos. Vamos começar a construir coisas boas. Se você ouvir falar mal de alguém, não alimente esses comentários.

Ou mesmo, não veja eles por um ângulo negativo. Algumas pessoas levam uma simples sugestão como ofensa. Não é bem por aí. Aprendamos a falar das coisas boas. Façamos comentários ressaltando o lado bom das pessoas. Mas não espere retribuição da parte delas.

Apenas espere o bem que essas palavras farão na alma de alguém. Esse é um aprendizado constante. Após diversas experiências, saberemos como não perpetuar o sofrimento com palavras nocivas.  

“Altera a tua ótica verbal usando a palavra com piedade e respeito pelo outro. Se não pode ajudar, não pertube, nem crie animosidades com o seu próximo”, diz Joanna.

“Erga o ser infeliz para prosseguir na sua jornada”, complementa a benfeitora espiritual. Como você pode ajudar alguém? Ore por ela, medite pela melhora desta pessoa. Essa e outras atitudes farão a melhoria do ambiente e de quem está precisando desta força edificadora do mundo espiritual.

 

Fonte: Joanna de Ângelis fala sobre o uso da palavra – Desafios e Soluções.

Fonte: TV Mundo Maior

 

Exibições: 864

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Espíritos de pessoas vivas: uma história de reconciliação.

Espíritos de pessoas vivas: uma história de reconciliação.

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Um tempo atrás, quando saía do centro espírita, um senhor me abordou para narrar curioso fato.

Aspas pra…

Por que ideias não espíritas são ensinadas nos centros espíritas?

Pode ser que ao ler o título deste texto você imagine que se trata de uma espécie de censura ou proibição a alguma ideia veiculada no centro espírita. Por isso, faço o convite para que prossiga na leitura, pois, adianto, não se trata de censura ou proibição de qualquer…

Ridículo silêncio

                                                             RIDÍCULO SILÊNCIO

Há muitas espécies de provação para a dignidade pessoal e numerosos gêneros de defesa.
Há feridas que atingem a honorabilidade de família, golpes que vibram sobre a realização individual, calúnias que envolvem o nome, acusações gratuitas, comentários desairosos à…

É sempre tempo de receber visitas (por Jane Maiolo)

É sempre tempo de receber visitas

Por Jane Maiolo

Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?” (1) Lucas 12:26

 …

Últimas atividades

Douglas Alves Moreira curtiram a discussão FUNÇÃO DO DOUTRINADOR de Amigo Espírita
1 hora atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog ENCONTRAMOS EXPLICAÇÕES de Nilton Cardoso Moreira
4 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Postura Altamente Humanitária – Orson Peter Carrara de PATRIZIA GARDONA
4 horas atrás
os pae curtiu a postagem no blog Implicações da culpa (Jorge Hessen) de os pae
15 horas atrás
os pae compartilhou o post do blog deles em Facebook
16 horas atrás
Jacimara Vieira dos Santos curtiram a discussão Espíritos de pessoas vivas: uma história de reconciliação. de Wellington Balbo
19 horas atrás
Jacimara Vieira dos Santos curtiu a postagem no blog O MAU HUMOR MATINAL de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
19 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiram o evento “O Talento Perdido!”, com Rafael Brocco de Carlos Pretti - SCEE
22 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “O Talento Perdido!”, com Rafael Brocco de Carlos Pretti - SCEE
23 horas atrás
Posts no blog por Nilton Cardoso Moreira

ENCONTRAMOS EXPLICAÇÕES

           É comum para todos os eventos que acontecem em nossa vida querermos achar explicações. É da natureza humana o ato investigativo, pois que todos nós temos anseios de querer saber o motivo pelo qual determinado fato aconteceu, mesmo que o evento tenha sido com outra pessoa.           Existem situações na vida que embora procuremos esclarecimentos a respeito, não…Ver mais...
ontem
os pae curtiu a postagem no blog Implicações da culpa (Jorge Hessen) de os pae
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Postura Altamente Humanitária – Orson Peter Carrara

Toda cidade tem seu vulto histórico de destaque ou vários, a depender de sua história e origens no tempo. É comum que todos recordemos fatos da infância ou ainda que não tenhamos tido contato direto, até por questão cronológica, mas tenhamos conhecimento das ações e legado deixado por esses homens e mulheres que marcaram época, projetando suas ações no futuro.Vim de…Ver mais...
ontem
O evento de Carlos Pretti - SCEE foi destacado
Miniatura

“O Talento Perdido!”, com Rafael Brocco em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

22 setembro 2019 de 9 a 10:15
“O Talento Perdido!”, este será o tema da palestra do fotógrafo, pesquisador e orador espírita Rafael Brocco, de Colatina-ES, no próximo domingo 22 de setembro de 2019, de 09 às 10h. da manhã, na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas. Rafael é um jovem talento da oratória espírita aqui de Colatina. Ele é evangelizador de juventude, estudante e trabalhador na área da…Ver mais...
ontem
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

“O Talento Perdido!”, com Rafael Brocco em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

22 setembro 2019 de 9 a 10:15
“O Talento Perdido!”, este será o tema da palestra do fotógrafo, pesquisador e orador espírita Rafael Brocco, de Colatina-ES, no próximo domingo 22 de setembro de 2019, de 09 às 10h. da manhã, na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas. Rafael é um jovem talento da oratória espírita aqui de Colatina. Ele é evangelizador de juventude, estudante e trabalhador na área da…Ver mais...
ontem
Posts no blog por os pae

Implicações da culpa (Jorge Hessen)

Jorge Hessenjorgehessen@gmail.comBrasília-DFMuitas crianças são induzidas a agir de forma sempre “correta”, conforme o padrão do seu meio ambiente, dos valores éticos, das pressões existentes. Quando a criança é obrigada a fazer as coisas dessa ou daquela maneira, todas as vezes que faz de forma diferente desenvolve a culpa. A…Ver mais...
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Procura-se urgentemente quem ouça. E ouça com atenção! de PATRIZIA GARDONA
sexta-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Dolorosa advertência de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
sexta-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O MAU HUMOR MATINAL de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
sexta-feira
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão O Homem que fizer estas coisas viverás por elas - Estudo (67) Cartas de Paulo de Feeak Minas
quinta-feira
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de luciane Duarte de souza
quarta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço