Nos foi solicitado comentar algo sobre a “lógica da reencarnação.”

Atendendo a estes pedidos gostaríamos de fazer uma abordagem comentando o oposto, ou seja, a falta de lógica da unicidade da existência.

Antes de iniciarmos propriamente o tema é importante dizermos que nossas conclusões levam em conta a existência de Deus, da alma (ou espírito) e da imortalidade da alma.

Deste modo, se aquele que nos lê, não cogita destas realidades, nosso texto pouco ou quase nada irá acrescentar.

Quando falamos em reencarnação, é importante considerarmos que, ou existe reencarnação, ou não existe. Se ela existe é uma lei para todos, não há a mínima hipótese, como já pensaram alguns, dela ser realidade para uns e para outros não.

Se não existe a pluralidade das existências, a vida é apenas uma, vindo após esta a pena eterna através do sofrimento, ou o gozo eterno através da felicidade plena.

É por aqui que desejamos abordar o primeiro argumento mostrando a falta de lógica de vida única.

Todos os que acreditam em Deus, todos as religiões são concordantes, que o Soberano Criador é Pleno em Perfeição, Absoluto em Justiça, e Supremo em todas as virtudes, inclusive em Misericórdia.

A lei humana, que diga-se de passagem, é imperfeita diz que a toda pena deve ser sempre proporcional à culpa, ou seja, não deve ser punido com a pena de morte ou com a prisão perpétua alguém que tenha simplesmente roubado um tubo de cola em uma loja comercial. Do mesmo modo, não pode alguém que tenha cometido um crime hediondo como um sequestro acompanhado de morte ou uma violência sexual a uma criança, simplesmente ser punido com a obrigação de distribuição de cestas básicas a famílias carentes.

Bom, se isto diz a lei imperfeita dos homens, o que dizer de um Deus que pune seus filhos pela eternidade, por transgressões cometidas em um ciclo de setenta, oitenta, ou noventa anos, ou às vezes bem menos?

Não pode uma causa limitada gerar um efeito ilimitado. Dizendo mais claramente, não pode uma transgressão realizada numa vida apenas, de poucos anos, gerar um sofrimento sem fim pela eternidade, isto não tem lógica, não espelha a perfeição e a bondade de Deus. Se assim fosse, que me perdoem os que assim pensam, o Criador de tal lei estaria mais para Demônio do que para Deus.

Temos sido contestado por alguns, dizendo que a Bíblia fala em “fogo eterno” como punição para o ímpio.

É preciso considerarmos. A Bíblia não foi escrita em português, e muito menos nos dias atuais. Sendo assim, o que significava a expressão “fogo eterno” no aramaico antigo? Pois mesmo que os Evangelhos tenham sido escritos em grego, eles foram vividos em aramaico que era o idioma mais popular entre os judeus no tempo de Jesus. Deste modo, mesmo se tivéssemos os originais dos textos bíblicos eles já seriam uma tradução.

Outro fato que não podemos esquecer é que a literatura bíblica tanto do Antigo Testamento quanto do Novo, é rica em seu sentido figurado. Sendo assim, concluímos que o “fogo eterno” no pode ser compreendido de forma literal, isto seria uma contradição com a Misericórdia de Deus, o que não seria possível. Vejamos:

Qualquer um de nós provavelmente já teve a experiência de sofrer uma queimadura. Por mínima que seja, quando sem querer pegamos em uma panela quente, ou encostamos a perna na descarga de uma motocicleta, podemos sentir o quanto dói, e o quanto incomoda uma queimadura.

Será que podemos imaginar o quão terrível seria uma queimadura de grandes proporções como estar todo no “fogo eterno”, ou seja, pela eternidade? Lembremos, eternidade não são cem, nem mil, nem um milhão ou um bilhão de anos, mas um tempo sem fim.

Voltamos a perguntar, o autor de uma pena desta seria Deus ou Demônio? Não podemos em hipótese alguma querer que uma lei desta tenha por Criador o Deus que sabemos Todo Amor.

Como Deus não pode contradizer-se, nem negar nenhuma de suas perfeições, concluímos que uma pena eterna após uma só existência é inadmissível diante da Perfeição Suprema do Criador.

Para não nos estendermos mais ficaremos por aqui. Continuaremos nossa exposição em outro texto abordando a “lógica da reencarnação” sob o aspecto da Justiça Divina.

Se você gostou e concorda com as nossas colocações divulgue este texto em suas redes de relacionamentos, publique-o em seus sites pessoais.

Lembre, é um dever nosso divulgar a grandeza e a eterna Misericórdia de Deus.

Autor:

Claudio Fajardo de Castro (Juiz de Fora/MG)

é membro da Rede Amigo Espírita

Cláudio Fajardo é bancário, escritor desde 1997, dedica-se ao estudo do Novo Testamento à luz da Doutrina. Coordenou curso de Espiritismo no Centro Espírita Amor e Caridade em Goiânia – GO, denominado de Curso de Espiritismo e Evangelho. A partir daí surgiram seus livros: O Sermão do Monte, Jesus Terapeuta I e II, O Sermão Profético e O Sermão do Cenáculo, todos publicados pela Editora Itapuã.

Blogs: http://espiritismoeevangelho.webnode.com/

e-mail: fajardo1960@gmail.com

 

Artigos do Grupo "Espiritismo e Evangelho

Exibições: 4148

Respostas a este tópico

Parabéns Irmão Cláudio!!!
Excelente texto e com certeza vem a clarear muitas dúvidas com relação a este tema.

Muita Luz

Freddy

Sociedade Espírita Doutor Benjamin Potti

Santa Maria - RS

RSS

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/Kkur4Cc29I a Libertação do Medo - 53º Assistência Espiritual
Twitter52 minutos atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Jesus, ensina-me a perdoar! - Evangelho na Rede com Yasmim Madeira: https://t.co/zg2YRIJnkN via @YouTube
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Andressa Araujo agora é amigo de Carlos Pretti - SCEE e Pedro Miguel Cruz
2 horas atrás
Maria de Lourdes Cunha comentou a página Canal 4 de Amigo Espírita
2 horas atrás
NILO DAMASCENO REZENDE curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
3 horas atrás
Ícone do perfilCASTELANE VALERIO DA CRUZ, Gabriel, Sandra Gabriela Santoro e mais 4 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
3 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Cesar
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de MARIZA GOBBI
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de SIEGMUND BEULKE
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Denise Cristina Machado Moura
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Ana Rosina Raposo Rodrigues
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de anderson tadeu silva rineiro
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Taise andrade dos santos
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de simone madeira carrocini
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de ELVIO RIBEIRO LIMA
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Roger hudson braga silva
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Jean Prado
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de IONE PESSANHA NEVES DE ANDRADE
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Vanda Helena Marmol Ramos de Oiv
5 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Adriana
5 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço