A perseverança de Fernández Colavida na divulgação do espiritismo na Espanha

Simoni Privato Goidanich

A escassez de material de estudo e de divulgação do espiritismo era uma limitação importante na Espanha.

Para amenizá-la, um dedicado espírita em Barcelona chamado José María Fernández Colavida decidiu importar uma grande quantidade de livros e jornais espíritas da França.

Para isso, contou com a colaboração de Maurice Lachâtre, escritor e editor francês, que, naquela ocasião, também residia em Barcelona. Lachâtre foi, pois, um intermediário na importação. Era Fernández Colavida o destinatário dessas obras, segundo os relatos de Amalia Domingo Soler, Miguel Vives y Vives, Bernardo Ramón Ferrer, bem como dos jornais espanhóis Luz y Unión e El Diluvio, analisados na pesquisa que realizamos e publicamos, em 2013, no livro Divulgación del Espiritismo: enseñanzas del ejemplo de José María Fernández Colavida.

A importação cumpriu com os requisitos legais. Contudo, por ordem do bispo de Barcelona, Antonio Palau y Térmens, as obras importadas foram queimadas, no dia 9 de outubro de 1861, por um sacerdote com o auxílio de funcionários da alfândega, na Cidadela de Barcelona – o mesmo lugar onde eram executados os criminosos. O episódio ficou conhecido como o Auto de Fé de Barcelona.

Muito mais que um fato histórico, o Auto de Fé de Barcelona é um símbolo dos ataques que o espiritismo, na pessoa dos trabalhadores espíritas, especialmente os que se dedicam à divulgação, podem sofrer.

Diante de uma prova de fogo, várias reações são possíveis.

Uma delas é o desânimo, que nem sempre necessita de uma fogueira para instalar-se.

Às vezes, basta um fogo de palha para consumir o entusiasmo no trabalho no bem.

Outra reação é a rebeldia, o contra-ataque, que desperdiça valiosos recursos que deveriam ser destinados ao trabalho edificante e envolve em trevas o trabalhador que teria como tarefa difundir a luz.

Também é possível o medo, que pode produzir a paralisação das tarefas, a fuga das responsabilidades e até a deserção com relação ao espiritismo.

No entanto, Fernández Colavida não teve essas reações. Ele não se desanimou com o Auto de Fé de Barcelona, mas se sentiu estimulado. Tornou-se o primeiro tradutor para o espanhol das obras de Allan Kardec. Passou a publicá-las na Espanha e a divulgá-las naquele país e em muitos outros, sobretudo da América. Também fundou um jornal espírita de alcance internacional. Ficou conhecido como o "Kardec espanhol" por ser o maior líder e divulgador do espiritismo em língua castelhana.

Com relação aos agressores, a resposta de Fernández Colavida foi o perdão e a reconciliação. Nove meses após o Auto de Fé de Barcelona, o bispo Antonio Palau faleceu e, pouco depois, se manifestou em Espírito, arrependido, na Sociedade Parisiense de Estudos Espíritas e no centro espírita dirigido por Fernández Colavida. Desde então, o Espírito de Antonio Palau passou a trabalhar com o "Kardec espanhol" na divulgação do espiritismo. Também anunciou que a Cidadela, onde haviam sido queimadas as obras espíritas, seria transformada em um jardim, o que ocorreu poucos anos depois.

Fernández Colavida sabia que os ataques não devem ser temidos. A agressividade mediante a qual se manifestam, em lugar de ser uma demonstração de força, é, na verdade, uma confissão de debilidade, de impotência, diante do espiritismo e de todos aqueles que lhe são fiéis. Jamais poderão aniquilar nem o espiritismo nem os espíritas.

De fato, o Auto de Fé de Barcelona, cuja finalidade era reprimir o espiritismo, teve uma repercussão tão intensa na população, nos meios de imprensa e até nas altas esferas do governo que serviu para divulgá-lo amplamente.

Em suma, o Auto de Fé de Barcelona e o exemplo do "Kardec espanhol" proporcionam ensinamentos muito úteis para enfrentar os desafios no trabalho espírita.

(Simoni Privato é diplomata e pesquisadora brasileira, residente em Montevidéu, no Uruguai.)

Exibições: 108

Respostas a este tópico

Embora não atreva referir-me a quem produziu este texto com efusivos agradecimentos e louvores, quero apenas, pela parte que me toca, registrar minha admiração, pela valiosíssima lembrança a despertar-me, ante as responsabilidades, pois confesso, ainda muito  me custa desfazer-me da inebriante ociosidade.   

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

Conceição Valadares curtiram o evento “Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa de Carlos Pretti - SCEE
1 hora atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa de Carlos Pretti - SCEE
9 horas atrás
Carla Porto Fabres curtiram a discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita
17 horas atrás
Carla Porto Fabres comentou a postagem no blog Talismãs e Amuletos, e o que kardec diz sobre a força desses objetos? de PATRIZIA GARDONA
"Belo texto!!! apenas uma pequena correção, o mês de publicação desta matéria na Revista Espírita é setembro de 1858, e não novembro como consta no texto acima! "Dentre as muitas…"
17 horas atrás
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
21 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

“Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

17 novembro 2019 de 9 a 10:15
Palestra no próximo domingo 17 de novembro de 2019, de 09 às 10h. da manhã na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas, com a presença do médium e expositor espírita Anderson Costa de Itabatã distrito da cidade de Mucuri-BA, com o tema “Razão e Sensibilidade”. Anderson é natural de Londrina-PR. Ele é bacharel em Ciências Contábeis, espírita desde 1990 e é trabalhador do…Ver mais...
21 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Ante a Calúnia de PATRIZIA GARDONA
ontem
Marcelo Dovigues e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Diga-me como Você se Exibe e Eu lhe Direi Qual é o seu Vazio de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog É uma Tolice aguardar a Dor Cobrar a Conta que o Amor pode Pagar. de PATRIZIA GARDONA
ontem
Raul Barroquelo respondeu à discussão Kardec sofre... de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"        "EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA, NINGUÉM VAI AO PAI SENÃO POR MIM" - João, 14:6. É fundamental a afirmação de Jesus, a qual foi anotada por João no seu…"
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
terça-feira
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Escultores de Almas – Iniciação Mediúnica de PATRIZIA GARDONA
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O INFERNO E OS DEMÔNIOS - Esclarecimentos por Léon Denis de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O Futuro (somente) a Deus Pertence? de PATRIZIA GARDONA
terça-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Fundamentalistas no poder, por Dora Incontri A foto de Luis Fernando Camacho invadindo o Palácio do Governo da Bolívia, de Bíblia em punho e invocando o nome de Deus; um trecho de um vídeo de partidários do golpe…"
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Precisamos obter o comprometimento do próximo governo de esquerda em montar a Faculdade de Filosofia Espirita. Tradução adaptada e comentada de: https://skeptiko.com/scientific-evidence-of-afterlife-overwhelming-chris-carter/"
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Isto tudo que as classe dominantes e os Neoliberais e Fascistas em geral abominam, na verdade, serve também a elas mesmas, porque a reencarnação costuma se fazer com alternância de classes sociais. Entretanto no Brasil,…"
segunda-feira
Katia Cilene Dias Severino curtiram a discussão BENEFÍCIOS DAS REUNIÕES MEDIÚNICAS ESPÍRITAS (José Couto Ferraz) de Amigo Espírita
segunda-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço