Orson Peter Carrara - Matão/SP

 

Decoro "prá lamentar" 

 

     A palavra DECORO signfica decência, honestidade, dignidade. Ela é bastante usada e conhecida na formação da expressão decoro parlamentar, que é  a conduta individual exemplar que se espera ser adotada pelos políticos, representantes eleitos de sua sociedade. Pelo "andar da carruagem", parece-nos mais indicado alterá-la para o título que usamos na presente abordagem. Afinal, o que se vê é exatamente o contrário de decoro, em todas as áreas. É de se lamentar realmente.

     Se soubessem nossos políticos e demais envolvidos com a corrupção da máquina governamental, nas manipulações de bastidores, no jogo de interesses - repita-se: em todas as áreas – o buraco que cavam para si mesmos no futuro de reparações perante a própria consciência que terão que enfrentar não se envolveriam em corrupções, em jogos de interesses ou nas manipulações a que se permitem.

     Toda lesão que causamos a nós mesmos, ao próximo, mas também à sociedade, teremos que reparar, custe o que custar. A lei de causa e efeito é perfeita. Não é castigo, mas simplesmente consequencia, que nos devolve o que oferecemos à vida.

     É ilusória a ganância ou a vaidade pelo poder e mesmo pelo status social de projeção.    Vantagens, benefícios, momentos de glória e projeção indevidamente utilizados não compensam os danos posteriores que enfrentaremos perante a própria consciência.

     É que todos temos o dever da honestidade. A própria palavra DEVER já é indicativa da responsabilidade que detemos perante a vida e toda vez que enganamos a consciência para atender os interesses ou seduções que ferem a justiça ou a dignidade, adentramos no periogoso precipício dos desastres morais que exigirão reparações no futuro. O dever é obrigação moral perante nós mesmos e perante os outros. É difícil de ser cumprido porque normalmente é seduzido pela vaidade, pela ganância, pela ingratidão ou pelo poder e pelas manipulações a que nos permitimos. Como é uma questão consciencial, ele não tem aplausos ou reprimendas, permanecendo na intimidade das decisões que conseguimos esconder da visão alheia, mas permanece conhecido pela própria consciência. E o futuro, breve ou remoto, nos colocará novamente para o devido enfrentamento.

     É, pois, de se lamentar, o que se vê, o que se ouve. Nossos políticos, eleitos pelo povo, deveriam honrar o cargo de alta responsabilidade. Os eleitores, por sua vez, igualmente nos enquadramos na mesma questão quando o voto é movido pelo interesse. É falta de decoro mesmo. Os interesses da coletividade não podem estar expostos ou sobrepostos pelo interesse individual ou de grupos. Como usar a máquina administrativa de uma instituição, pública ou não, de uma cidade, de um partido, de uma nação, para atender interesses particulares? Isso não é coerente, não combina com a dignidade, com o dever de consciência do papel que assumimos ou representamos.

     Abramos os olhos, como políticos ou eleitores. A responsabilidade será sempre nossa daquilo que fizermos com nossos dons, conquistas, recursos, poderes, habilidades, cargos ou influência...

     Melhor ouvirmos mais a consciência. Afinal, o desfrute de tais situações é tão efêmero, tão frágil e tão rápido, que não compensa o que enfrentaremos depois, quando burlamos a consciência.

 

Exibições: 362

Respostas a este tópico

É lamentável com certeza ainda o estado que se encontra alguns queridos irmãos quando se trata da ganância pelo dinheiro,poder,riqueza.Como se pra ser feliz,precisasse ser rico e poderoso....quem sabe quando isso irá mudar.Enquanto isso,sigamos fazendo o que é recomendado por Jesus.Amar e servir sem saber a quem.
Dulce et decorum est pro patria mori. (Doce e honroso é morrer pela pátria)já vi em vários discursos políticos essa frase ...mesmo pq o infeliz q disse isso n sabe que ... defender os direitos do povo atraves de um cargo político,não é uma guerra, mas um desejo que ele escolheu e foi escolhido para assumir um posto q requer confiança, e deveres obrigações q muito seu carater deve muito saber qual o é.E qt era falada tal frase se dava o observar onde está a coragem de um ser humano,onde chega a mediocridade de um ser dizer homem, aquele q n seu grande amor ao povo a Pátria, diz fazer o sacríficio de ficar longe muita das vezes da familia , compromissos sociais,tudo por amor ao "chamado" político ...

Como uma observadora, há procura de minha evolução,conhecer o que se passa no meu país atraves d meu voto consciente procuro ler,assistir notícias,inclusive,procuro sempre q posso assistir as Sessões q são passadas n Tv SEnado, e vejo muito qt chega a falsidade, a falta de decoro de muitos de parlamentares.
Sermos honesto não é + q nossa obrigação e fazer para sermos, mas esses homens q se dizem os representandes das classes sociais, do 'povo", deveriam ser os primeiros a trabalharem e fazerem o melhor pelo voto lhes foi dado como confiança de um represente maior d Povo.

Q possamos n só ser os observadores para o julgamento , mas possamos levar há muitos irmãos o conhecimento e esclarecimento do valor "voto".
E a esses q sumiram suas posições de representantes façamos nossas preces,para q se cumpra q verdade da promessa e juramentos q eles fizeram diante da posse d cargo tão almejado,q sejam cumpridos.
Somos eleitores responsáveis sim , pq um ''voto" vendido n só mostra nossa pequenez humana, como pode atraves dele levar há percas desastrosas a nosso país ...
Qt temos algum conhecimento, passamos há ter responsabilidades desses,não para nosso dever de cumpri-los , mas qt levá-los aos irmãos q não tem a conciência e responsabilidades por falta d muitos desses conhecimentos ...

Um abraço , q sejamos concientes e responsáveis pelo q já temos oportunidade de fazer !!!
Paz e Luz !!!
Façamos deste texto do nosso caro Orson a nossa chamada de consciência quanto as nossas responsabilidades como cidadãos que usufrui de plena e total liberdade de opção (de vida e política) ... somos de certa forma coniventes com este estado de coisas que fogem a mínima moralidade (social,política) ... pensemos nisto! Abraços fraternos!
Muito interessante este artigo de Orson, de fato é uma "chamada de consciência" para todos nós. Reflitamos neste texto e ajudemos a divulgá-lo, se queremos uma sociedade mais justa,honesta  é preciso que cada um de nós sejamos justos, honestos... Pensemos nisto.

 

 

Hoje em dia, da impressão, que os homens têm vergonha de serem honesto ao verem tanta corrupção e maus exemplos dos políticos.

Os seres humanos, com a correria do dia-a-dia, estão descuidando do ser espiritual.

Muitos cultuam a beleza física, e esquecem que a velhice é inevitável.

Será que estarão preparados psicologicamente para enfrentar as rugas?

Os homens ainda não se encontraram, apesar de ouvir e falar de Jesus.

Os políticos e certas religiões exploram os crédulos, deixando de lado a honestidade.

Os homens ainda não entenderam o recado do Cristo, e permanecem egoístas.

 

Excelente!!!  permita que nossos políticos consigam vencer seus vícios, pq todos nós tb somos responsáveis.

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

Conceição Valadares curtiram o evento “Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa de Carlos Pretti - SCEE
1 hora atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa de Carlos Pretti - SCEE
9 horas atrás
Carla Porto Fabres curtiram a discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita
17 horas atrás
Carla Porto Fabres comentou a postagem no blog Talismãs e Amuletos, e o que kardec diz sobre a força desses objetos? de PATRIZIA GARDONA
"Belo texto!!! apenas uma pequena correção, o mês de publicação desta matéria na Revista Espírita é setembro de 1858, e não novembro como consta no texto acima! "Dentre as muitas…"
17 horas atrás
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
21 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

“Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

17 novembro 2019 de 9 a 10:15
Palestra no próximo domingo 17 de novembro de 2019, de 09 às 10h. da manhã na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas, com a presença do médium e expositor espírita Anderson Costa de Itabatã distrito da cidade de Mucuri-BA, com o tema “Razão e Sensibilidade”. Anderson é natural de Londrina-PR. Ele é bacharel em Ciências Contábeis, espírita desde 1990 e é trabalhador do…Ver mais...
21 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Ante a Calúnia de PATRIZIA GARDONA
ontem
Marcelo Dovigues e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Diga-me como Você se Exibe e Eu lhe Direi Qual é o seu Vazio de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog É uma Tolice aguardar a Dor Cobrar a Conta que o Amor pode Pagar. de PATRIZIA GARDONA
ontem
Raul Barroquelo respondeu à discussão Kardec sofre... de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"        "EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA, NINGUÉM VAI AO PAI SENÃO POR MIM" - João, 14:6. É fundamental a afirmação de Jesus, a qual foi anotada por João no seu…"
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
terça-feira
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Escultores de Almas – Iniciação Mediúnica de PATRIZIA GARDONA
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O INFERNO E OS DEMÔNIOS - Esclarecimentos por Léon Denis de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O Futuro (somente) a Deus Pertence? de PATRIZIA GARDONA
terça-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Fundamentalistas no poder, por Dora Incontri A foto de Luis Fernando Camacho invadindo o Palácio do Governo da Bolívia, de Bíblia em punho e invocando o nome de Deus; um trecho de um vídeo de partidários do golpe…"
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Precisamos obter o comprometimento do próximo governo de esquerda em montar a Faculdade de Filosofia Espirita. Tradução adaptada e comentada de: https://skeptiko.com/scientific-evidence-of-afterlife-overwhelming-chris-carter/"
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Isto tudo que as classe dominantes e os Neoliberais e Fascistas em geral abominam, na verdade, serve também a elas mesmas, porque a reencarnação costuma se fazer com alternância de classes sociais. Entretanto no Brasil,…"
segunda-feira
Katia Cilene Dias Severino curtiram a discussão BENEFÍCIOS DAS REUNIÕES MEDIÚNICAS ESPÍRITAS (José Couto Ferraz) de Amigo Espírita
segunda-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço