Desvios de foco

 Orson Peter Carrara (Matão/SP)


            Perguntemo-nos, sem cessar, sobre os objetivos do Espiritismo, para permanecermos como tarefeiros comprometidos com os altos objetivos da presença do Consolador no planeta, que visa – em essência – melhorar nosso padrão moral, estimular a legítima fraternidade na vivência do Evangelho de Jesus e manter o cumprimento das Leis Morais tão bem apresentadas em O Livro dos Espíritos, por meio de criaturas esclarecidas e comprometidas com o bem geral da Humanidade.

            Esse questionamento permanente é importante para não desviarmos o foco da tarefa espírita. Os desafios todos, atualmente em curso nas dificuldades do movimento espírita, provém do desconhecimento doutrinário e do uso do ambiente espírita para objetivos incoerentes com a legítima grandeza da Doutrina Espírita. Senão vejamos:

a)      Desviamos o foco quando colocamos em plano secundário o estudo espírita que orienta e esclarece o frequentador, ajudando-o na superação das dificuldades próprias e formando trabalhadores para o bem geral;

b)      Desviamos o foco quando introduzimos práticas estranhas ao Espiritismo, prejudicando o andamento e fluir natural do conhecimento que constrói adeptos esclarecidos que estudam e se esforçam por agir conforme se esclarecem;

c)      Desviamos o foco quando transformamos a tribuna em locais de projeção pessoal ou para defesa de ideias pessoais incompatíveis com a Doutrina Espírita;

d)      Desviamos o foco quando o personalismo nos domine e nos tornamos tiranos na condução das instituições sob nossa responsabilidade, considerando-nos exclusivos detentores da razão e pretensos dominadores da liberdade alheia;

e)      Desviamos o foco quando transformamos nossas instituições em cópias perfeitas de outras práticas religiosas  – embora o respeito que mereçam – por meio de músicas, rituais, gestos, roupas e condicionamentos que tornam os adeptos dependentes de práticas distantes da clareza e naturalidade prática espírita;

f)       Desviamos o foco quando condicionamos a prática espírita em práticas esdrúxulas de rituais, roupas especiais, apetrechos ou utensílios totalmente dispensáveis;

g)      Desviamos o foco quando afirmamos que o estudo é dispensável ou que já sabemos tudo e somente valorizamos o passe ou a reunião mediúnica como, distanciando-nos de outras atividades;

h)      Desviamos o foco quando não valorizamos o movimento espírita e achamos que apenas a “nossa casa” é importante, desvalorizando esforços alheios e permanecendo indiferente com o que outros confrades e instituições realizam;

i)        Desviamos o foco quando nos portamos dependentes das comunicações espirituais, creditando a supostos mentores aquilo que nos compete realizar;

j)        Desviamos o foco quando a vaidade ou a prepotência nos domine;

k)      Desviamos o foco se não prestarmos atenção se o que estamos fazendo, seja em apresentações artísticas, pela música ou teatro, por exemplo, não observamos a coerência doutrinária, que nos pede prudência e respeito pelos próprios postulados do Espiritismo para não cairmos nos caminhos da vulgaridade ou do fanatismo;

l)        Desviamos o foco nas disputas e em discussões absolutamente dispensáveis;

m)    Desviamos o foco quando nossos esforços se concentram mais na obtenção de recursos do que na divulgação, no estudo e na própria vivência espírita.

 

Tais desvios, gradativamente, levam a deturpações lamentáveis, que causam desunião, afastamentos e graves prejuízos ao real entendimento e autêntica vivência da Doutrina Espírita. Há sempre que se considerar que a CAUSA ESPÍRITA é muito maior que a CASA ESPÍRITA, apesar da importância desta. As casas representam os esforços humanos somados aos esforços dos espíritos e a CAUSA ESPÍRITA é a causa de Jesus, requerendo espíritas conscientes e trabalhadores do bem geral.

Estejamos atentos. O momento que vivemos é grave e decisivo na condução do próprio futuro de todos nós.

Temos nas mãos o tesouro do conhecimento espírita. Como desviá-lo de seus reais e altos objetivos? Assumiremos essa responsabilidade?

            Universidade do Espírito, o Espiritismo possui o mais alto grau de sabedoria para nos conduzir com precisão. Substitui possíveis cursos de autoajuda, liberta-nos de condicionamentos, estimula-nos a alegria de viver e motiva-nos ao bem. Como conciliar espíritas tristes, autoritários,  ou casas deprimidas com a grandeza do Espiritismo?

            Basta pensar que os desvios citados, entre outros que podem ser acrescentados, representam apenas falta de conhecimento do que seja Espiritismo e sua finalidade.

            Vamos estudar? Começando pelas obras básicas da Codificação, que mais que nunca, precisam estar no cotidiano de nossas reflexões para não cairmos no ridículo perante a própria consciência, devido aos desvios que ocasionamos com os nossos descuidos...

 

 

Orson Peter Carrara (Matão/SP)

Escritor e orador espírita. Constultor Editorial residente em Matão/SP, Articulista da imprensa espírita, tem colaborado com diversos órgãos da imprensa espírita, entre revistas e jornais do país, além de boletins regionais.  Autor dos livros "Causa e Casa Espírita" "Espíritos - Quem são? O que fazem? Onde estão? Por que nos procuram?", seus textos caracterizam-se pela objetividade e linguagem acessível a qualquer leitor, estando disponibilizados em vários sites de divulgação espírita.

Seu site www.orsonpcarrara.com.br

e-mail: orsonpeter@yahoo.com.br

Blog: http://orsonpetercarrara.blogspot.com/

 

 

Exibições: 940

Respostas a este tópico

MUITO IMPORTANTE  , ISTO QUE  FOI NOS  COLOCADO A  REFLETIR  PELO ORSON . QUEM  NUNCA DESVIOU  DO  FOCO ?

 

Mais uma brilhante e oportuna exposição do amigo de todos nós o caro Orson Carrara ...

PS: Sem a caridade 'prática' não haverá salvação. Abraços fraternos aos irmãos em doutrina.

Boa tarde Orson,

 

Prezado Irmão em humanidade, como você mesmo nos alerta, dar toda a atenção para tudo que possa nos conduzir e nos elevar, em cada dia que se passa, focando sempre os princípios do divino amigo e mestre por excelência ( Jesus Cristo ).

Muita Paz e Luz no caminho.

 

Abraços.

Maravilha de artigo...parabéns!

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Goliveira Goncalves respondeu à discussão PSICOGRAFIA DIGITADA - O que você acha sobre isso? de Marcelo Pimentel
"Amigo, boa noite. Esses posts não são novos, mas resolvi participar mesmo assim.....Creio que precismos educar o nosso olhar para não nos perdermos nesse mar de coisas negativas, correndo o risco de deixar passar um oceano de…"
18 horas atrás
Goliveira Goncalves respondeu à discussão PSICOGRAFIA DIGITADA - O que você acha sobre isso? de Marcelo Pimentel
19 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Teatro. Humor e Reflexão (*) de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"“LOCKDOWN”. Fazendo “ARTE”. Resolvemos explicar como sofrer menos, quando a idade nos coloca no grupo de risco do vírus - codinome COVID 19.  A fórmula foi a “literatura e o cinema”,…"
23 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Teatro. Humor e Reflexão (*) de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Como dizer, através da Arte, em todos os continentes que “Tudo Passa”? Veja em Criações artísticas. No inicio da Regeneração.  As criações artísticas surpreendem e se…"
ontem
luis conforti junior comentou a postagem no blog QUEM SÃO AS PESSOAS QUE MAIS SOFREM? de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
"E porq é que sofre toda a criação de seres vivos, se absolutamente todos são criados por Deus?"
ontem
luis conforti junior comentou a postagem no blog Saúde e Paz de PATRIZIA GARDONA
"E como entender isso, que periodicamente, de tempos em tempos, Deus nos manda terríveis pragas, como essa atual pandemia, q fazem q a humanidade inteira sofra cruelmente, se ele é soberano amor?"
ontem
luis conforti junior comentou a postagem no blog Vai, e não Peques mais! de PATRIZIA GARDONA
"Se a recomendação é q não pequemos mais, porq não a obedecemos, pois q isso será melhor para nós?"
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Teatro. Humor e Reflexão (*) de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"ARTE É VIDA, O VALIOSO BEM Não pense em desistir da vida ela é o bem mais valioso. Quem pintou esse quadro?  Fotos no Blog do Bruno Tavares. (BBT) disponível provavelmente entre os dias 05-07 de junho de…"
quinta-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Teatro. Humor e Reflexão (*) de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
quarta-feira
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Deus é um imenso “inexistir”? (Jorge Hessen) de os pae
quarta-feira
Marco Antonio Serra curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Edson Luís da Silva Macedo curtiram a página Regras de Publicação de Amigo Espírita
30 Maio

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço