Educação para quê?

Por Jane Maiolo

 

A EDUCAÇÃO, SE BEM COMPREENDIDA, É A CHAVE DO PROGRESSO MORAL¹

 

A humanidade é, genuinamente, produtora de conhecimentos, desde os primórdios o homem procura solucionar problemas que afetariam sua sobrevivência senão utilizasse de seu bom gênio, da sua intuição, da sua inteligência.

A capacidade investigativa e criativa do homem possibilita-lhe sempre novos caminhos, novas descobertas, novas perspectivas.

Num cenário, propício a desenvolver as habilidades socioemocionais e sóciocognitivas, solidificado ao longo dos milênios, eis que surge a escola e consequentemente o professor.

Se a escola é um organismo vivo e complexo, cuja esperança é o currículo mais almejado, o professor é o oxigênio de todo esse corpo. Sentir-se professor é ter a lucidez da desconstrução contínua no momento histórico, líquido onde há de se reconstruir a cada instante.

O professor é o profissional cujo maior interesse é o aluno. É o aluno que interessa, que aprende, que avança, que cria, que inventa, que realiza, que lhe tira o sono, que lhe rouba a paz, que lhe impulsiona as mudanças e a aquisição de novos valores.  Portanto, sem oxigênio o aluno não respira. O que seria o oxigênio se não tivesse função a cumprir? Certamente esse é um processo bilateral, aprende o aluno, mas também o professor.  Talvez o professor saiba, sem saber, que a sua profissão lhe aproxima do amor ágape e que sua atuação deva ser um compêndio de valores e ações que contribuam para a transformação da sociedade tornando-a mais equilibrada, humana e socialmente justa, entretanto, educar para quê?

Notário aceitar que “a educação, se bem compreendida, é a chave do progresso moral, instrumento pelo qual a humanidade se renovará”, como afirmava o mestre lionês Hippolyte Léon Denizard Rivail.

Há décadas acompanhamos os sérios problemas dos desvios morais, do desequilíbrio no caráter e da ausência de valores elevados. O alto índice da violência como reflexo de uma sociedade sem inteligência racional, sem rumos e sem perspectivas progressistas demonstram como a revolução educacional é urgente.

Nas últimas três décadas 1,1 milhão de pessoas foram assassinadas no Brasil, o negro ainda hoje é sobre representado nos estratos sociais de mais baixa renda, o feminicídio ainda é crescente fortalecendo uma concepção de sociedade patriarcal. Relata o Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) de 2013, que em 2012 foram notificados 50.617 casos de estupro no país.

O Brasil é um dos países mais violentos do planeta. A cada ano mais de 53 mil pessoas são assassinadas, outras 54 mil morrem em acidentes, inclusive os de trânsito, 12 mil se suicidam e 10 mil são fatalmente vitimados de forma violenta sem que o Estado consiga definir a causa do óbito. Educar pra quê?

Educação significa VIDA, vida que vale a pena preservar. Educar é parceria família e escola.

Valorizar o professor é questão de esperança nas futuras gerações. Que as políticas públicas possam contemplar o professor na sua identidade múltipla geradora de vida, sabedoria e esperança!

Os Homens, de boa vontade, se servirão de seu entendimento para iluminar os rumos da nossa Humanidade.

 

 

Referência

KARDEC, ALLAN. O Livro dos Espíritos, Rio de Janeiro: Ed. FEB , 2007- questão 917

 

http://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/artigo/13/custo-da-juventude-...

 

 

Jane Maiolo

É professora da Rede Municipal de Ensino, pedagoga, formada em Letras e Pós-graduada em Psicopedagogia. Formanda em Psicanálise pelo Instituto Brasileiro de Psicanálise Contemporânea. 

janemaiolo@bol.com.br

Exibições: 169

Respostas a este tópico

As pessoas precisam de uma nova ordem de ideias, que possa trazer também uma nova ética comportamental. Imprescindível é a noção de imortalidade, base da Doutrina do Cristo.

Sem o seguro conhecimento das diversas evidências científicas sugestivas da imortalidade da alma, não tem sentido falar-se em escala de valores morais. (1) Os valores morais não têm qualquer significação para o mundo físico. Quando se examinam as propriedades da matéria nenhuma questão moral entra em cena. Uma droga poderá ser muito útil ou maléfica, conforme o uso que dela se faça; não é, em si mesma, nem boa nem má. Sendo o homem apenas matéria, a nossa ciência é ciência da matéria, assim no mundo científico atual é absolutamente natural que a ética não seja considerada.

Estendeu-se as leis da matéria a todos os setores de investigação. Neste nível do conhecimento os valores éticos, de índole imponderável e imaterial, não se ajustam.

A Psicologia tem procurado manter estreita ligação com as ciências físicas e aceitado como substrato a doutrina materialista. O seu escopo é a "psicologia sem alma". (2)

Sem a educação para a vida, depois da morte, como o dr. Philippeau revelamos a surpresa desagradável de ver o corpo enterrado e o espanto de, fora dele, sentir-se mais vivo do que nunca. Não sabia porque ss pessoas não o escutavam, nem o viam.

Diz o doutor que muito tempo depois seus olhos caem numa brochura de Allan Kardec, que o fez indagar a si: “seria eu, por acaso, um Espírito?” (3)

Depois de receber educação para “morte”, enquanto paciente terminal, deixei petição na revista técnica. Digo lá. Aos da equipe de saúde quero lembrar não só a necessidade psicológica-biológica (eliminação intestinal, vesical, conforto físico, etc.), mas as necessidades psicossociais (comunicação, recreação, privacidade, etc.) e as psicoespirituais. “Praticar a minha religião, receber a terapêutica do passe, é para mim não só uma necessidade como também um direito. Meus médicos deverão lembrar que sou reencarnacionista. (2)

 Enfatizamos: sem o seguro conhecimento das diversas evidências científicas sugestivas da imortalidade da alma, não tem sentido falar-se em escala de valores morais.

  1. http://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/DEIXE_CLARO_P_SEU_FILHO_LC...
  2. file:///F:/O%20que%20espero%20de%20meus%20medicos.%20Rev.%20de%20Enfermagem%20UERJ.pdf
  3. http://www.oconsolador.com.br/ano8/369/especial.html

 

Educação da alma, antes e depois da morte.   São poucos os que sabem que esta educação continua na cidade universitária da alma, com professores “pós-graduados” em espiritualidade.

A relação professor-aluno, descrita pela médium Yvonne Pereira, é logo de início uma atitude de transparência. Continua...

https://orebate-jorgehessen.blogspot.com/2019/02/educacao-da-alma-a...

 

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

ASSISTA AO VIVO


Clique no título para acessar o vídeo no Youtube

Pede e receberás - Antonio César R. Léllis

10/12 - 16:00 as 17:00h

Virgens loucas a prudentes - Paulo Pina

10/12 - 19:30 as 21:00h

Palestra com Tadeu (Araxá-MG)

10/12 - 20:00 as 21:00h

Há espíritos? - Elo Invisível 26 - Eliomar Borgo e Marcos Bentes

11/12 - 20:30 as 21:30h

Artigos Espíritas

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Beneficiários da Doutrina Espírita - Proselitismo e Divulgação, Onde A Fronteira? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Em 2018, um ministro do STF disse: “A polícia, como regra, só pode entrar em uma universidade se for para estudar”. Já o traficante, no mesmo raciocínio de Sua Excelência, está livre para entrar e…"
7 horas atrás
André Goes respondeu à discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"  Agradeço de coração pela coerência das palavras."
10 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O Médium e o Estudo de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
21 horas atrás
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
ontem
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
ontem
André Goes curtiram a discussão Não precisamos terceirizar a fé - João de Deus não é um milagreiro! de Amigo Espírita
ontem
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"O professor Walach elaborou um relatório da Comissão Galileu de 132 páginas, maravilhosamente escrito e apresentado, além de uma cosmovisão materialista: rumo a uma ciência expandida, que deve ser lido por…"
ontem
Conceição Valadares curtiram o evento “Levanta-te e Anda”, com Cristiano Abreu Paiva de Carlos Pretti - SCEE
ontem
Ori Pombal Franco curtiram o evento “Levanta-te e Anda”, com Cristiano Abreu Paiva de Carlos Pretti - SCEE
ontem
alice silvina de almeida curtiu a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
" “Especial de Natal” é Repudiado. Carta a Revista Semanal de Divulgação Espírita. O Consolador Até Muçulmanos repudiam o “especial de Natal” do Porta dos Fundos e anunciam…"
ontem
Ícone do perfilAlguém deu um presente para Ivan Carneiro Vieira Júnior
ontem
Nadir Nunes curtiram a discussão Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves. de Wellington Balbo
quinta-feira
Casa de Jaco - Lar do idoso comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
"Até Muçulmanos repudiam o ‘especial de Natal’ do Porta dos Fundos e anunciam processo12/12/2019 às 06:45 A Associação Nacional dos Juristas Islâmicos (Anaji), divulgou nota repudiando o filme…"
quinta-feira
Raul Barroquelo respondeu à discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"    Ora! Ora! deparo aqui, um texto que despertou em mim a curiosidade de avaliar o meu patamar evolutivo, pois conforme me fez entender um dos companheiros. que se expressou anteriormente, há uma variável enorme de…"
quinta-feira
Alexandre Nunes comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
quinta-feira
Liliana Rebellatto curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira
Maria Aparecida dos Santos e RuiRomualdo agora são amigos
quinta-feira
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “Levanta-te e Anda”, com Cristiano Abreu Paiva de Carlos Pretti - SCEE
quinta-feira
os pae comentou a postagem no blog Netflix e o "grupelho" Porta dos fundos achincalham o Cristo e os cristãos (Jorge Hessen) de os pae
"Petição contra Especial de Natal do Porta dos Fundos passa de 730 mil assinaturas Marcel Plasse 3 horas atrás Conheça 20 formas de renovar seu relacionamento 32 mercados imobiliários estão…"
quinta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço