Por Jane Maiolo 

E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre vós, e por que estais tristes? Lucas 24:17[1]

O eminente psicólogo austríaco Doutor Alfred Adler registra em suas anotações um estudo sobre os complexos evidenciados no comportamento do ser humano.

Segundo a teoria de Adler , o meio social e a preocupação contínua do indivíduo em alcançar objetivos preestabelecidos são os determinantes básicos do comportamento humano, o que inclui a sede de poder e a notoriedade.

Os complexos de inferioridade, provocados pelo conflito com o envolvimento social, podem traduzir-se numa dinâmica patológica tais como as psicoses e as neuroses, que devem ser tratadas de um ponto de vista psicoterapêutico, eis um quadro alarmante que se multiplica todos os dias na estrutura social.

Vivendo imperativas preocupações, o homem , em sua imaturidade emocional e espiritual, se depara com grandes desequilíbrios das emoções , decorrendo em si mesmo as “implosões” psíquicas.

A “Implosão” psicológica é um comportamento, às vezes, inconsciente, provocado pela demolição das nossas expectativas de auto-realizações , utilizando de explosivos emocionais silenciosos como a culpa, a indignação , a frustração, o constrangimento e o sentimento de falibilidade exagerado, causando o desmoronamento de construções emotivas de forma rápida e inapelável.

Estamos em trânsito temporário no corpo físico, não podemos esquecer! Somos espíritos! Estamos vivenciando momentos singulares na nossa curta e breve existência .O mundo se agita em torno de múltiplos acontecimentos que impactam nos instantes felizes ou menos felizes , nos malogros e nos lauréis.

Catástrofes, terrorismo, epidemias, orfandade, drogas, corrupção, prostituição, indiferença, dentre outras circunstâncias que tendem a diminuir ou desvalorizar o ser imortal que somos.

Os discursos jazem cada vez mais vazios, massificantes, insultuosos e segregadores. É imprescindível amadurecermos nossas concepções de vida sob os apelos do Evangelho , expandirmos as perspectivas de alteridade a fim de pensar em fazer diferença numa sociedade que clama por união, respeito e dignidade.

A solidariedade nunca esteve tão ausente entre as nações. A corrupção nunca esteve tão presente entre as pessoas.A crise moral nunca foi tão avassaladora.

O Cristo que não abdicou do comando da Terra nos adverte: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre vós, e por que estais tristes? Por que estamos caminhando tão abatidos moralmente?

Será que não temos nada a realizar diante de tantas solicitações de socorro?

Onde estávamos enquanto milhões de pessoas estavam expondo suas vidas a fim de  extirpar todo tipo de preconceito? Onde nos encontrávamos quando a multidão se mobilizou contra a má gestão pública denunciando a corrupção? Onde jazíamos quando manifestantes se mobilizaram nas ruas em defesa da vida contra o aborto? Onde nos localizávamos quando os aidéticos saíram nas praças e avenidas bradando para que órgãos governamentais minimizem seus dramas? Onde nos achávamos durante os legítimos clamores dos excluídos sociais?

Diante dos infortúnios públicos ou camuflados, dos manifestos populares que redesenharam as vias públicas no intento serem escutadas suas velhas reivindicações , quais têm sido as nossas reações psíquicas? Indiferença? Indignação sonolenta? Oração construtiva? Nutrimos esperança ? (quando estamos sem entusiasmo, necessitamos ter esperança, que é diferente de ficar esperando, esperançar é sonhar, é definir o que se quer, e o como irá alcançar, então esperançar passa a ser uma força que nos torna resilientes.

A África sucumbe sob os olhares dos países ricos, resistindo sob o açoite da fome, das doenças, combatendo os terroristas religiosos. Os conflitos no Oriente Médio se multiplicam. As instituições protetoras dos animais agonizam em busca de recursos financeiros a fim de cuidar e proteger os animais abandonados pelos impassíveis e enfim, momento de mobilizar os recursos afetivos que já conquistamos e testemunhar o “amai-vos uns aos outros ”.

Se não somos capazes de incorporar as fileiras daqueles que lutam com dignidade, que tenhamos a compostura de orar para que o bom ânimo nunca falte àqueles que carregam em seus ombros grandes responsabilidades nas suas demandas.

Deixemos o discurso vazio para rechearmos o coração de sentimentos solidários.

Jesus não necessita que defendamos nenhuma doutrina na sua pureza ou na sua aplicação , mas aguarda de nós que possamos diminuir as aflições no mundo.

Não resta a menor dúvida que a única religião digna de ser abraçada é aquela que aproxima o homem de Criador e não aquela que postula ascendência sobre as demais.

Cremos  que todos nós podemos seguir a religião cósmica do amor!  E sem “O constranger” pronunciaremos: Senhor, fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. De tal modo teremos o roteiro seguro do bom proceder e o alento consolador do maior psicoterapeuta a nos acompanhar na estrada da vida: Jesus.

Tenhamos fé!

 

Referências  bibliográficas:

 

*[1] Evangelho de Lucas 24 :1 a 53

Jane Maiolo – É professora de Ensino Fundamental, formada em Letras e pós-graduada em Psicopedagogia. Dirigente da USE Intermunicipal de Jales/SP. Colaboradora da Sociedade Espírita Allan Kardec de Jales/SP. Pesquisadora do Evangelho de Jesus. Colaboradora da Agenda Brasil Espírita- Jornal O Rebate /Macaé /RJ – Jornal Folha da Região de Araçatuba/SP –Blog do Bruno Tavares –Recife/PE - Apresentadora do Programa Sementes do Evangelho da Rede Amigo Espírita. 

janemaiolo@bol.com.br

 

Exibições: 1438

Respostas a este tópico

JANE   MAIOLO  IMPLOSSOES  PSICOLOGICAS  VERDADE QUE TODOS  NOS NOS RETEMOS SEJA COM MEDO RETRUICOES QUE MUITAS VEZES PENSAMOS QUE NOS PODEM CORRER MENOS BEM I ENTAO  FICAMOS NA DEFEZA   QUANDO NA VERDADE A NOSSA DEFESA SERIA CAMINHAR EMPROL DO NOSSO SEMELHANTE COMO POR NOS PROPRIOS I ENTAO ACONTECE QUE MUITAS VEZES SE E PARA UMA BRIGA NOS ATE VAMOS MAS SE E PARA AJUDAR I PROCURAR FAZER O BEM HAAAA NOS JA NAO VAMOS PORQUE SOMENTE SOMOS FORTES PARA O MENOS BEM SE FOR PARA O BEM ATE PARA DAR UM CONCELHO HAAAA ELE QUE SE ARRANJE  QUANDO NAO DEVIAMOS SER ASSIM MAS TEMPOS VIRAM QUE OBRIGATORIAMENTE TEMOS QUE DAR AS MAOS I FAZER O QUE JESUS NOS ENCINOU AMAIVOS UNS AUS OUTROS QUANTO EU VOS AMEI BJS ATE SEMPRE GOSTEI

"Jesus não necessita que defendamos nenhuma doutrina na sua pureza ou na sua aplicação , mas aguarda de nós que possamos diminuir as aflições no mundo." Estou roubando esta tua frase. Vai uma minha pra ti "Não nos preocupemos tanto com a pureza doutrinária. Nos ocupemos, sim, com a pureza de coração. Esta é a mensagem do Mestre". Gosto de tuas colocações, porque está muito voltada aos ensinos de Jesus. Gratidão Jane.

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

Elciene Maria Tigre Galindo está participando do evento de Carlos Pretti - SCEE
Miniatura

“Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

17 novembro 2019 de 9 a 10:15
Palestra no próximo domingo 17 de novembro de 2019, de 09 às 10h. da manhã na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas, com a presença do médium e expositor espírita Anderson Costa de Itabatã distrito da cidade de Mucuri-BA, com o tema “Razão e Sensibilidade”. Anderson é natural de Londrina-PR. Ele é bacharel em Ciências Contábeis, espírita desde 1990 e é trabalhador do…Ver mais...
10 horas atrás
Elciene Maria Tigre Galindo curtiram o evento “Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa de Carlos Pretti - SCEE
10 horas atrás
Posts no blog por os pae

Estranhas miscelâneas nos ambientes espíritas (Jorge Hessen)

Jorge Hessenjorgehessen@gmail.comBrasília-DF Com a evolução do pensamento filosófico da Doutrina nos tornamos mais capazes nas análises críticas do movimento espírita,  sem comprometer a pedra angular do edifício kardeciano, representada pelas Obras Básicas, mas poucos leem Kardec. O assunto é recorrente. Infelizmente, como sói…Ver mais...
15 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O Arrependimento se dá em Vida ou Depois da Morte? de PATRIZIA GARDONA
17 horas atrás
Conceição Valadares curtiram o evento “Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa de Carlos Pretti - SCEE
20 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento “Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa de Carlos Pretti - SCEE
ontem
Carla Porto Fabres curtiram a discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita
ontem
Carla Porto Fabres comentou a postagem no blog Talismãs e Amuletos, e o que kardec diz sobre a força desses objetos? de PATRIZIA GARDONA
"Belo texto!!! apenas uma pequena correção, o mês de publicação desta matéria na Revista Espírita é setembro de 1858, e não novembro como consta no texto acima! "Dentre as muitas…"
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
ontem
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

“Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

17 novembro 2019 de 9 a 10:15
Palestra no próximo domingo 17 de novembro de 2019, de 09 às 10h. da manhã na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas, com a presença do médium e expositor espírita Anderson Costa de Itabatã distrito da cidade de Mucuri-BA, com o tema “Razão e Sensibilidade”. Anderson é natural de Londrina-PR. Ele é bacharel em Ciências Contábeis, espírita desde 1990 e é trabalhador do…Ver mais...
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Ante a Calúnia de PATRIZIA GARDONA
ontem
Marcelo Dovigues e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Diga-me como Você se Exibe e Eu lhe Direi Qual é o seu Vazio de PATRIZIA GARDONA
quarta-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog É uma Tolice aguardar a Dor Cobrar a Conta que o Amor pode Pagar. de PATRIZIA GARDONA
quarta-feira
Raul Barroquelo respondeu à discussão Kardec sofre... de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"        "EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA, NINGUÉM VAI AO PAI SENÃO POR MIM" - João, 14:6. É fundamental a afirmação de Jesus, a qual foi anotada por João no seu…"
terça-feira
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
terça-feira
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Escultores de Almas – Iniciação Mediúnica de PATRIZIA GARDONA
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O INFERNO E OS DEMÔNIOS - Esclarecimentos por Léon Denis de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
terça-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O Futuro (somente) a Deus Pertence? de PATRIZIA GARDONA
terça-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço