Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições que, por vezes, algumas respostas podem trazer.

Vejamos abaixo:

Na questão 615 (OLE), indaga Kardec se a Lei de Deus é eterna. Os Espíritos respondem afirmativamente.

Então, Kardec lança, em seguida, na questão 616 a indagação se Deus poderia ensinar algo numa época em que noutra seria proibido.

Os Espíritos não se contradizem e reafirmam: a Lei de Deus é eterna e imutável como o próprio Deus.

Portanto, se há alguma lei que deve ser aperfeiçoada esta lei é a humana, que, conforme a evolução do próprio homem vai sofrendo modificações.

Os Espíritos, ainda neste tópico, dividem as leis naturais em duas partes:

As leis da matéria e as leis morais.

O objetivo é dominarmos essas duas leis, conhecer-lhes o mecanismo de funcionamento no caso das leis da matéria, já no caso das leis morais aplicarmos seus princípios a nós mesmos.

Uma existência, portanto, é pouquíssimo tempo para o homem avançar nos domínios dessas duas leis, tendo então o homem que reencarnar para progredir.

Trarei um exemplo para ilustrar:

Vivemos o tempo das especializações, conhecimento vertical, que se aprofunda em apenas um tema.

Há pessoas, por exemplo, que estudam apenas o "dedinho do pé esquerdo" e nele desenvolvem suas pesquisas e aprofundam-se cada vez, para desse "dedinho" tudo saber.

Imagine, então, quanto levaremos de tempo pela frente para dominarmos amplamente as leis da matéria e as leis morais.

Eis porque, em algum momento de O Livro dos Espíritos, os Espíritos dizem que o progresso é quase infinito, o que resulta num número muito alto de reencarnações para que o homem atinja o estado máximo possível de progresso.

Allan Kardec segue indagando aos Espíritos sobre as Leis Naturais.

Na questão 619 de O Livro dos Espíritos, Kardec tenta averiguar se todos os homens podem entrar em contato com a Lei de Deus, ou, como queiram, Leis Naturais.

O objetivo de Kardec é, também, verificar se existem privilégios na ordem das coisas, ou seja, se a Lei Natural está disponível apenas para um grupo seleto de pessoas.

Nessa indagação, dentre tantas coisas, Kardec descobre que a Lei Natural está aí para todos, sem exceção, aprenderem sobre ela.

Porém, há aqueles que conhecem a Lei de Deus e aqueles que a compreendem.

Existe, nesse caso, uma diferença hierárquica entre conhecer e compreender.

Compreender esta acima de conhecer. Quem compreende a Lei de Deus são os homens de bem e aqueles que procuram essa compreensão.

Aliás, constatamos essa diferença entre conhecer e compreender todos os dias de nossa vida, e para isso é só observar a nós mesmos e o contexto em que vivemos.

Quantas vezes agimos de forma equivocada sabendo que estamos equivocados?

Ou seja, conhecemos a Lei, contudo ainda não a compreendemos, posto que não praticamos.

Não basta, todavia, apenas conhecer a Lei de Deus, é preciso, pela reflexão, que, diga-se, ao menos teoricamente fica mais potente a cada existência corporal, distinguir o bem do mal e pelo esforço andar ao lado dessa Lei que, conforme nos ensinam os Espíritos será cumprindo-a que teremos a paz de consciência.

Avançando um pouco mais nas questões que tratam da Lei Natural, Kardec busca investigar o perfil do verdadeiro profeta.

A ideia de Kardec nas questões 622, 623, 624 e 625 (OLE) é saber se a revelação da Lei de Deus pode vir por intermédio de algum homem.

Os Espíritos respondem que sim, e informam que, de tempos em tempos, Deus envia Espíritos Superiores para ajudar o homem a descobrir as Leis Naturais.

A missão dos Espíritos Superiores é clarear os caminhos para o homem comum, ensinando as Leis de Deus, que, repetimos, podem ser divididas em duas partes:

Leis da matéria e leis morais.

Kardec, então, indaga qual o perfil do verdadeiro profeta. Os Espíritos respondem que é um homem de bem, cuja coerência entre palavras e ações é perfeita.

Indo um pouco além neste tema, Kardec pede aos Espíritos uma referência, alguém que o homem pode inspirar-se para ser alguém melhor.

Os Espíritos respondem de maneira lacônica:

- Jesus!

Kardec, após a resposta dos Espíritos, faz importante comentário acerca da moral ensinada por Jesus, deixando claro que o Espiritismo, por meio da compreensão da Lei de Deus, objetiva a melhora moral da humanidade.

Surge, entretanto, uma dúvida que é legítima, principalmente para aqueles que não conheceram Jesus, seja porque nasceram antes de sua vinda, seja porque pertencem a uma cultura que não trabalhou os elementos contidos nos Evangelhos.

E os que não tiveram a oportunidade de conhecer Jesus, como ficarão?

A resposta à indagação consta na questão 622, em que os Espíritos disseram que em todos os tempos, aqui e alhures, tiveram Espíritos Superiores reencarnados na Terra para ensinar a Lei de Deus.

Basta um passeio pela história da humanidade em suas mais diversas culturas para compreender que os Espíritos estão certos.

Reencarnamos, porém não ficamos à mercê, sempre temos aqui na Terra professores, Espíritos mais experientes que nos ajudam a compreender a Lei de Deus, ademais, mesmo tendo muito chão pela frente não há motivo para desânimo, pois a eternidade nos aguarda.

Exibições: 245

Respostas a este tópico

Muito bom. Obrigada, Wellington.

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

A convivência familiar na pandemia.

A convivência familiar na pandemia.

 

A impermanência das situações existenciais necessita estar em  nossas reflexões .

Por quê?

Simples, porque as mudanças são uma realidade tão palpável quanto a morte.

De um momento para o outro, por exemplo, podemos ter as nossas rotinas capturadas pelos mais variados motivos.

E o ano de 2020 escancarou…

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Médiuns. 171. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Federação Espírita de Porto Rico Imortalidade da Alma. Mediunidade com Jesus.   https://www.facebook.com/FEPuertorriquena/posts/10158340660170999?notif_id=1597451599247563&notif_t=story_reshare"
11 horas atrás
Margarida Maria Madruga comentou a postagem no blog Na Escola Terrestre - (Mensagem psicografada por Wagner Paixão, em 18 abril de 2020) de Amigo Espírita
"Belíssima mensagem de Yvonne. Obrigada."
11 horas atrás
Robério Gomes do Nascimento entrou no grupo de Nelson Peixoto de Souza Filho
Miniatura

Estudando o Livro dos Espíritos

Grupo para estudo e discussão do "Livro dos Espíritos".Sejam bem vindos!Os temas são livres.Ver mais...
15 horas atrás
Robério Gomes do Nascimento curtiram o evento Estudando o Livro dos Espíritos de Nelson Peixoto de Souza Filho
15 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA respondeu à discussão VIROSES - Conheça a melhor terapia para vencê-las por Divaldo Franco de Amigo Espírita no grupo Joanna de Ângelis e Divaldo Franco
"“PsicoImunologia”.  Soluções Mágicas e Problemas Psicológicos https://juli.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=7032117"
terça-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
terça-feira
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Então, chega para lá

Certa feita há muitos anos, conversávamos com uma das grandes figuras femininas do movimento espírita da cidade de São…Ver mais...
terça-feira
Hilton Cesar respondeu à discussão Mediunidade - dom ou castigo? de Bárbara Martins de Castro
"Médiuns somente os são, os que possuem a faculdade de sentir a influência do mundo espiritual, de forma nítida e ostensiva. O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações…"
segunda-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Quando o bom não é tímido pode ser reprovado, mas constrói o passado para ser lembrado com profundo respeito. Parabéns Brasílio Marcondes Machado. A tese de Machado foi apresentada no dia 29 de agosto de…"
segunda-feira
Luciano Franco Ramos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Excelente descrição João Nodari"
9 Ago
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Médiuns. 171. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"“Sandálias Douradas”.  Credibilidade é fundamental. Alguns médiuns ganham credibilidade, mas são infectados pelo orgulho e/ou vaidade. Fator complicador - obsessão. A entidade passa a exercer…"
8 Ago

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço