Sua Conduta Comportamental

 

      Nestes dias de hoje, você ao fazer uma análise do comportamento humano nas áreas sociais, religiosas e até familiar, sem muita dificuldade irá perceber a lacuna que existe entre o fazer e o exigir que outros façam por você. O proceder de algumas personalidades no “Movimento Espírita” ganha um misto de “autoridade” mais imposta pelo “tempo de casa” do que pela ASSIMILAÇÃO correta do Espiritismo em suas bases consoladoras. Você já deve ter percebido que no Evangelho de João encontramos  o seguinte:

      “Se me amais, guardai os meus mandamentos. E eu rogarei ao Pai, e Ele vos dará outro consolador, para que fique eternamente convosco, o Espírito da Verdade, a quem o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece. Mas vós o conhecereis, porque ele ficará convosco e estará em vós. – Mas o Consolador, que é o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.” (João, XIV: 15 a 17 e 26)  

      Não sei se você notou, mas tenho percebido uma grande confusão no meio espírita com relação ao JULGAMENTO da vida alheia, e isso muitas vezes parte de quem menos se espera, ou seja, de pessoas que apresentam uma vasta gama de conhecimentos, tecerem comentários negativos ou até fazendo campanhas contra “fulano” ou “beltrano”, esquecendo completamente da Indulgência, Benevolência e Perdão. Basta dar uma olhadinha em seu livro dos Espíritos na questão 886, que você irá se deparar com esta proposta em relação à caridade compreendida por Jesus.

      Algumas pessoas têm confundido Consolador com Condenador, fazendo julgamento da vida alheia como se fossem juízes da Divindade. Uma hora é um trabalhador que se separou e ganha a crucificação de ser malhado ou até impedido de fazer algo, mas ninguém quer saber primeiro o motivo da separação... Outra hora, é alguém que está obsediado, simplesmente por não compactuar com as supostas ideias pessoais do Presidente da casa, logo é afastado dos trabalhos...

      Não recordo em nenhum momento de Jesus condenar alguém, sempre apontava “O CAMINHO” e nunca deixava o equivocado para baixo, em várias passagens Ele fechava o Atendimento dessa forma: “Vá e não tornes a pecar”.

      Esse “vá”, não lhe parece ser mais uma oportunidade do que um julgamento? Acredito que sim. Jesus estaria dizendo a mim e a você “Ei! vá lá, faça as pazes consigo mesmo, força viu?”, e ainda apresenta a vacina para não ser pego novamente em ato imprudente quando diz: “Não tornes a pecar”. Aqui você percebe que Jesus estava mostrando a estrada correta para sua evolução, para evitar os dissabores ou as intempéries e consequências de seus resultados ruins.

      Lembre-se que aquilo que faz questão de expor dos outros, pode ser seu grande segredo. Sem fazer nenhuma crítica, mas apenas observações, procure observar sua conduta pessoal se está de acordo com a consolação ou se você está conjugando o verbo errado, condenado àquele que cai em vacilação. Se somos seguidores de Jesus, precisamos exercer mais compreensão e tolerância para com os equívocos alheios, assim como os Benfeitores têm para conosco... O Espiritismo não é o Cristianismo redivivo?

      Diz um adágio popular que a “ocasião faz o ladrão”, mas prefiro acreditar que a ocasião faz o bom cidadão!

      Ao ler esse texto, você se sentiu condenado ou consolado?

*Célio Faria

*Célio Faria da Silva é Psicoterapeuta Holístico, Escritor, Coach, Palestrante Motivacional e pesquisador do comportamento humano.

Orador, escritor e trabalhador espírita da Sociedade Guarapari de Estudos Espíritas

Para Solicitar palestras e outros trabalhos realizados pelo autor, escreva para assessoria.terapeutacelio@gmail.com  ou ligue para (27)3361-3442 ou 3261-0973

Blog: www.terapeutacelio.blogspot.com



Exibições: 1314

Respostas a este tópico

Eu já me senti condenada em dois centros  tive uma enorme desgaste emocional tive vontade de nunca mais pertencer a nenhuma religião o tamanho do desgosto foi devastador  hoje estou em outro centro feliz respeitada e trabalhando e estudando com amor  posso dizer hoje que estou consolada  graças a DEUS  mas o que o nosso irmão relatou e´isso mesmo quanto mais tempo está no centro eles achão que são os donos da verdades e esquecendo do nosso mestre JESUS  que nos ensinou com exemplos de vida a humildade respeito amor compreenção etc    paz e amor  obrigada

seu artigo era o mais propício para eu refletir sobre a situação em que encontrava-me e, apesar do espaço não ser de uma casa espírita pude relacionar as questões que levantastes ao meu local de trabalho. Auto-Veredito: senti-me condenada.

Em meio a dissabores e intempéries, o peso é dos interesses individuais que se sobrepõe ao coletivo (trabalho em uma instituição pública, de educação) e nesse turbilhão misturam-se mal dizeres e mal entenderes...mas poxa vida como ter o discernimento se é vacilação ou se temos razão? hoje pesou a questão. Obrigada pela reflexão

O mais interessante no artigo é que ele não aborda apenas situações vivenciadas no meio espírita, mas no meio social como um todo. Nunca é demais refletir sobre os julgamentos que ora fazemos e os que ora fazem de nós.

Obrigada Célio, por esse texto maravilhoso. Acompanhar suas palestras, de fala envolvente e emocionante, seus livros e seus artigos é um verdadeiro presente para mim!

Parabéns ao José Aparecido por ter Célio na Rede Amigo Espírita como colunista!

Concordo que a ação de condenar seja pela falta de assimilação correta do Espiritismo em suas bases consoladoras. Por diversas vezes presenciei este fato e há dois dias atrás fui sujeito passiva em um. Porém, sempre ganhamos até quando parece que perdemos, haja vista que um amigo que estava presente postou o seu artigo para mim. Acredito que tenha sido por não concordar com o fato ocorrido e esta tenha sido a forma correta, educada e gentil, sem criar polêmica de dizer-me que não concorda com esse tipo de atitude. Conclusão: Ganhei o consolo e agora, sou membro desta rede. Legal, né?

Que Jesus Cristo nos dê sempre discernimento para não julgarmos o próximo. Abraços fraternais!

Tudo que eu precisava receber estão nestas  palavras(não julgar o proximo,para não sermos julgados tambem) foi exatamente o que fiz ontem,com essa mensagem senti meu coração apertado mas ainda em tempo de pedir desculpas. que JESUS os abençoe e continue sempre a nos orientar o que é certo ou errado.Abraços!

BOM DIA A TODOS OS IRMÃOS EM CRISTO JESUS!
MUITO BOM O ARTIGO CITADO: SUA CONDUTA COMPORTAMENTAL.
AS VEZES A CASA ESPIRITA TA CHEIA DE CONDENADORES, PRECONCEITOS E INDULGÊNCIAS.
A PRÁTICA ESPIRITA DO ESPIRITA PRECISA SER MELHOR DIVULGADA, E ESCLARECIDA.
ATIRE A PRIMEIRA PEDRA QUEM NÃO TEM TELHADO DE VIDRO!
MUITO BOM O TEXTO.
PARABÉNS E ESPERO QUE SIRVA DE EXEMPLO E REFLEXÕES A MUITOS HUMANOS FREQUENTADORES DA CASA ESPIRITA, QUE CRIAM SITUAÇÕES DESAGRADÁVEIS E QUE ATÉ AFASTAM COMPANHEIROS DAS ATIVIDADES E OBRAS SOCIAIS.
ABRAÇOS FRATERNOS!!!
CARATINGA - MG.
16/07/2012.

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog É Admissível o Aborto em caso de Estupro? de PATRIZIA GARDONA
"Legalização do aborto “o mais rápido possível” O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, disse que pretende fazer “sair o mais rápido possível” a…"
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Os Cinco Pilares da Doutrina Espírita de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Talismãs e Amuletos, e o que kardec diz sobre a força desses objetos? de PATRIZIA GARDONA
ontem
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
ontem
os pae postou um evento

CONVITE AOS AMIGOS DO PAE-TAGUATINGA-DF em QNM 40 ÁREA ESPECIAL NUMERO 2

16 novembro 2019 de 18 a 19
ontem
Angela Smanio curtiram o perfil de Adriano Moraes
ontem
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Cesar Fontes Gerhard
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Ana Paula D Aquino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de José Maria Ramalho Pinto Júnior
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de katia maria brinco
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Robson Carlos Rocha Chicarino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Carmen Angela Guimarães Leal
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Marcelo Myrrha
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Neldalia Silva Fort Bastos
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Elisangela Vargas da Silveira
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Maria Helena
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Olimpia Maria dos Santos
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Conceição A. Fernandes dos Anjos
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Ane Elise de Freitas Farias
sexta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço