Entrevista concedida ao Campinaespirita, o escritor, expositor e articulador paulista, Orson Peter Carrara, fala de sua dinâmica atividade desenvolvida junto ao Movimento Espírita Brasileiro, apresentando uma leitura analítica e ao mesmo tempo crítica sobre o trabalho de divulgação doutrinário.

Campinaespirita – A princípio, gostaríamos que você nos falasse a respeito de sua relação com o Espiritismo. Como foi a sua formação doutirnária?

Orson – A doutrina espírita é um tesouro de vastas proporções. Ela é uma fonte inesgotável de conhecimento e pesquisa e tem um papel fundamental na formação de um ser humano mais solidário, consciente da sua própria realidade de espírito imortal. Eu nasci numa família espírita, meu avô já era espírita,  e desde cedo estou habituado ao contato com as atividades espíritas, motivado pelo exemplo dos pais e também  de um tio, Pedro Carrara, que teve uma influência muito grande na minha formação pessoal e doutrinária.

Campinaespírita – E quanto ao trabalho de articulador do Movimento Espírita Brasileiro. O que vem a ser e de que maneira essa atividade é desenvolvida?

Orson – O papel de articulador do movimento espírita surgiu em função do relacionamento muito intenso que a gente tem com todo o Brasil e naturalmente começou com minha cidade natal, movido pelo meu entusiasmo na divulgação espírita e desde pequeno eu comecei a articular contatos e a montar jornadas de palestrantes na minha região. E isso, como depois eu comecei a escrever na imprensa se tornou estadual e agora posso dizer nacional, pelo intenso relacionamento  com autores, escritores e amigos de todo o Brasil. Isso me dá muita alegria porque me permitiu , ao longo dos anos, ser instrumento, ponte de ligação entre pessoas de diferentes lugares.

Campinaespirita – Dentro de sua experiência como articulador, é possível fazer uma leitura avaliativa sobre em quais regiões brasileiras o trabalho de divulgação do Espiritismo tem se dado de forma mais expansiva e dinâmica?

Orson – Eu penso que o Movimento Espírita está avançando de maneira incomparável por todo o país, com raízes que se estendem para outros países também. Mas o que acontece é que algumas regiões se destacam mais e outras menos, em função da determinação dos companheiros ali encarnados . Agora é fato que existem regiões mais difíceis, mais resistentes, até pela própria cultura, experiência local e existem regiões mais avançadas, mais modernas, regiões onde mais do que a cultura, a boa vontade se apresenta. E isso é normal porque nós somos seres humanos e pela condição humana nós temos tendências egoísticas, tendências a determinadas resistências. E o egoísmo, a resistência à ideias, assim como o apego a cargos tem causado prejuízos em algumas regiões, mas eu acho que isso é insignificante diante da expansão da ideia espírita por todo lugar, fruto, considero, do esforço dos espíritos e de muitos encarnados dotados de um ingrediente muito especial, a boa vontade e, principalmente, o aprimoramento de si mesmo, para que a mensagem espírita não fique retida. Então eu vejo como muita alegria esse intercâmbio da s pessoas para a expansão da ideia espírita.  

Campinaespirita – Na sua avaliação, quais fatores ou medidas práticas são imprescindíveis para um bom trabalho de divulgação do Espiritismo?

Orson – Penso que não reter a informação da divulgação é o mais indicado. Isso porque o grande problema do movimento espírita que vejo hoje é que quando uma pessoa recebe a divulgação de um evento e ela não tem interesse em ir, ela não divulga. E se eu não posso, ou não tenho interesse de ir, eu tenho o dever de repassar a informação, até mesmo porque outras pessoas têm o interesse de ir . E quando isso não acontece, se está retendo a informação e prejudicando a expansão da ideia espírita.

Campinaespírita – Ainda sobre o trabalho de expansão da divulgação da doutrina espírita no Brasil, temos percebido que dentre os obstáculos ainda presentes no Movimento Espírita Brasileiro está uma certa resistência à adesão de estratégias de marketing modernas  e até mesmo à ocupação de espaços na mídia tradicional, por parte de alguns líderes espiritistas que se demonstram avessos a esse tipo de ação. O que você pensa a respeito?

Orson -   De fato, isso acontece, seja por resistência e até mesmo por medo e excesso de zelo. E a gente vê que isso não é preciso. Temos ai uma série de filmes a exemplo de “Nosso Lar’, “As mães de Chico Xavier”, de sucesso absoluto. Isso porque a população, mais que isso, a mente humana  está em busca de respostas e nós temos um valioso tesouro a oferecer. Não há porque reter uma informação que nós recebemos gratuitamente dos espíritos. E é bom dizer que não somos donos da informação. Quanto ao certo puritanismo mencionado , não vejo razão em abrirmos mão das estratégias de marketing . Penso que temos de ser prudentes na divulgação, respeitar a doutrina, a sua fidelidade, integridade, evitando usar de mecanismos  que não condizem com  a coerência doutrinária e respeitar o público. Mas acredito que estamos avançando bastante nesse sentido. Eu aproveito para repassar aos amigos internautas meu e-mail (orsonpeter92@gmail.com), por meio do qual os interessados podem se cadastrar para receber notícias do movimento espírita. E nós queremos alcançar o maior número possível de e-mails. Trata-se de um trabalho realizado por um grupo que tem todo o interesse de repassar a informação para o maior número de pessoas possível.

Campinaespirita – Você concorda que, mais que a resistência, um dos problemas de entrave ainda existente no trabalho de divulgação do Espiritismo seja a falta de profissionalização no tocante ao processo de comunicação?

Orson – Veja, não se faz nada sem dinheiro. Eu não vejo prejuízo nem problema algum em se capacitar pessoas e remunerá-las por um trabalho dedicando a isso. Não se deve viver do Espiritismo, mas sim para o Espiritismo. Essa é a questão.  Não podemos esquecer o trabalho de divulgação requer custos. Veja o exemplo dos livros que são um produto industrial que tem custo para ser fabricado. Qual é o mal de se usar os outros recursos também?.

Campinaespirita.net – Uma outra questão um tanto polêmica que também vem se verificando envolvendo a divulgação do Espiritismo e que se arrasta há bastante tempo diz respeito ao apelo quase que generalizante ao caráter religioso do Espiritismo em detrimento dos  seus aspectos científico e filosóficos, algo que costuma dividir opiniões dentro do Movimento Espírita Brasileiro. O que você pensa a respeito?

Orson -  Na próxima edição, não sei se agosto ou setembro, da Revista Internacional de Espiritismo, nós vamos publicar um artigo que se intitula: “Em lembrança do aspecto religioso do Espiritismo”. De fato ainda há uma confusão generalizada com essa questão. E alguns defendem que o Espiritismo não é religião. E o espiritismo é religião sim. O que acontece é que a palavra religião sofreu um desgaste por conta de fanatismo, de misticismo envolvendo o termo e sua prática, mas apesar dessa deturpação, o sentido da palavra não sofreu prejuízo na sua essência. E religião continua apontando para o mecanismo de ligação e religação da criatura com Deus. Então isso tem trazido alguns problemas e é um equívoco essa postura, porque demonstra um desconhecimento da própria doutrina. Uma doutrina que está embasada em bases científica, filosófica e religiosa. Agora, afastar a figura de Kardec do Espiritismo é desfigurar a própria doutrina. Não há como entender essa postura. E temos que ressaltar que o Evangelho de Jesus é a base do Espiritismo também. É a essência do Espiritismo. Então eu acho que enveredar por esse caminho é um equívoco.

Campinaespirita.net – Mudando um pouco de pauta e enveredando no campo da atividade bibliográfica, se percebe uma certa mudança temática na sua produção literária, antes marcada por uma abordagem doutrinária espírita e agora, de certa forma, mais voltada à temas de cunho holítico/emocional, como demonstram por exemplos os livros: “Tensão emocional” e “Por que adoecemos?”. Quais motivos o levaram a essa diversidade temática?

Orson – Eu sempre gostei de escrever sobre Kardec e a literatura específica doutrinária do Espiritismo. Mas em minhas palestras, muitas pessoas me procuravam e depois me escreviam por e-mail, relatando seus dramas, suas emoções desajustadas e a necessidade de alguém que lhes ouvissem e oferecessem conforto. Em função disso, eu comecei a abordar também temas psicológicos como é o caso dos livros mencionados nessa questão, ambos ligados entre si. Então, pensamos que talvez uma abordagem específica de fundo emocional consiga transmitir os conteúdos doutrinários da codificação utilizando-se desse mecanismo que é a emoção, para também falar de esperança, motivação, falar de conhecimento tão bem presentes na codificação kardequiana.

Campinaespirita – Agradecemos à atenção e deixamos este espaço final em aberto para que você transmita uma mensagem aos nossos amigos leitores e, em especial, aqueles que, por ventura, estejam passando por problemas de desajuste psíquico-emocional.

Orson – Eu diria a todos que nos lêem nesse instante que, se acaso você estiver triste, levante a cabeça meu amigo, minha amiga. Não se entregue ao desânimo, ao pessimismo, à tristeza. Não se esqueça de que a vida é muito valiosa para ser desprezada. Somos todos criaturas muito amadas. Renove seu ânimo e prossiga trabalhando. Confie na vida porque ela conspira a nosso favor. E se acaso você for alguém que já está feliz, entusiasmado com a vida, prossiga fazendo a mesma coisa, porque precisamos de criaturas que agem de forma positiva para mudar o nosso mundo para melhor.  

Para mais informações sobre o entrevistado, acessar o blog: www.orsonpetercarrara.blogspot.com 

Exibições: 150

As respostas para este tópico estão encerradas.

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Chico Xavier - O servidor

Compartilhamos com os amigos da RAE este belo artigo.

Sds



Atribuem a Mark Twain a citação da seguinte frase: “Não gosto de elogios.
Nunca acho que falaram o…

O custo do abandono emocional (Jane Maiolo)

O custo do abandono emocional 

 

  

 

“Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia”.…

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

 

 

E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito:Este povo honra-me com os lábios,Mas o seu coração está longe de mim;…

Pedagogia do silêncio ou talking cure?

Pedagogia do silêncio ou talking cure? 

 

 

 

E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre…

Vaidade ou inveja? (Por Vladimir Alexei)

Vaidade ou inveja?

Vladimir Alexei

Belo Horizonte das Minas Gerais,

15 de fevereiro de…

Últimas atividades

Carlos Ser compartilhou o post do blog de os pae em Facebook
9 horas atrás
Carlos Ser curtiu a postagem no blog Charlatanismo, redes sociais e a fake new do além (Jorge Hessen) de os pae
9 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
“Nada muda se Você não muda!”, com Cel. José Carlos Fiorido assista pelo youtube https://t.co/KGTzyhOY1m https://t.co/A1jezLuds8
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
“Nada muda se Você não muda!”, com Cel. José Carlos Fiorido assista pelo youtube https://t.co/KGTzyhOY1m https://t.co/ZwqqTXsfk3
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
“Nada muda se Você não muda!”, com Cel. José Carlos Fiorido assista pelo youtube https://t.co/KGTzyhOY1m https://t.co/QQoxkPb2MC
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
“Nada muda se Você não muda!”, com Cel. José Carlos Fiorido assista pelo youtube https://t.co/KGTzyhOY1m https://t.co/GHjC7GKhRi
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Cristo Consolador - Suênya Freire assista pelo youtube https://t.co/7QQBqwii3d https://t.co/LO4fTuSR72
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Parábola do Semeador - Rafael Papa (Lançamento Livro Parábolas de Jesus à Luz da Doutrina Espírita) assista pelo y… https://t.co/o5TOlLxZM1
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
45º Estudo Impermanência e Imortalidade /cap.17 - Conquistas internas 2ª parte - Mauro M Guimarães assista pelo y… https://t.co/0EsNYMikju
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
45º Estudo Impermanência e Imortalidade /cap.17 - Conquistas internas 2ª parte - Mauro M Guimarães assista pelo y… https://t.co/pIc3APzwsD
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Parábola do Semeador - Rafael Papa (Lançamento Livro Parábolas de Jesus à Luz da Doutrina Espírita) assista pelo y… https://t.co/lMC9x8mBBp
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
45º Estudo Impermanência e Imortalidade /cap.17 - Conquistas internas 2ª parte - Mauro M Guimarães assista pelo y… https://t.co/VeRjbvbfQO
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Parábola do Semeador - Rafael Papa (Lançamento Livro Parábolas de Jesus à Luz da Doutrina Espírita) assista pelo y… https://t.co/Xdb1GZ2fPg
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Cristo Consolador - Suênya Freire assista pelo youtube https://t.co/7QQBqwii3d https://t.co/anVomge5hF
Twitter10 horas atrás · Responder · Retweet
Virgilio Augusto Esteves curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
11 horas atrás
Virgilio Augusto Esteves curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
11 horas atrás
Marco Túlio Ferreira Silva respondeu à discussão SUGADORES DE ENERGIA de Amigo Espírita
"1 - Não escolhemos ser tão profundamente ignorantes. Isso foi consequência da opção pelo egoísmo e não uma escolha direta. 2 - A perfeita sabedoria jamais cria a ignorância. Somente um grande…"
11 horas atrás
Marco Túlio Ferreira Silva respondeu à discussão Cientistas comprovam reencarnação (?) de carlos alberto freire de souza
"O Ego."
11 horas atrás
Marco Túlio Ferreira Silva respondeu à discussão "QUANDO NÃO APRENDE ATRAVÉS DO AMOR, APRENDE-SE ATRAVÉS DA DOR" de rosyres mendes
"De jeito nenhum."
11 horas atrás
Marco Túlio Ferreira Silva respondeu à discussão DEVE-SE PUBLICAR TUDO? E DIVULGAR TUDO QUE SE PUBLICA? de Amigo Espírita
"1 - Erra porque é livre, caso não fosse não erraria. 2 - Não é livre de quê e sim para quê. Não distorça o sentido. 3 - Examente por isso...Por se tornar egoísta."
11 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço