Capítulo 1:

2 o qual testificou da palavra de Deus, e do testemunho de Jesus Cristo, e de tudo o que tem visto.

Quem por excelência testificou da palavra de Deus foi Jesus-Cristo, todavia ao que dá a entender aqui o Evangelista refere-se a ele mesmo, João, que foi também testemunha do testemunho de Jesus.

João, o evangelista, como os demais apóstolos iniciadores do Movimento de Jesus, não tiveram vida fácil. Para divulgar o Evangelho eles tiveram que dar a própria vida, uns se martirizando literalmente, outros, como é o caso de João, doando toda a sua vida em favor do trabalho do Evangelho. Desta forma podemos afirmar que ele também, de acordo com a sua condição evolutiva testificou da palavra de Deus e do testemunho de Jesus-Cristo.

O nono versículo deste primeiro capítulo também insinua esta possibilidade:

Eu, João, irmão vosso e companheiro na tribulação, no reino e na perseverança, em Jesus, achei-me na ilha chamada Patmos, por causa da palavra de Deus e do testemunho de Jesus.1

E aqui é preciso entender que só devido a esta fidelidade e a este testemunho é que ele pôde receber esta revelação através de um desdobramento espiritual profundo como foi o caso. Se ele não estivesse ajustado ao plano operacional do Evangelho, jamais poderia trazer ao mundo esta obra que é bem a síntese de toda a Boa Nova.

Outro fato importante a ser destacado é a afirmativa de que ele testificou, e aqui podemos dizer, fielmente, o que viu. Pois há casos em que médiuns veem algo e distorcem o que viram, influem na comunicação de tal modo que esta se desfigura.

Outros meditam no Evangelho, mas insistem em interpretá-lo segundo as suas conveniências e não, deixando que o Verbo Divino diga a eles o que é preciso em favor de seu crescimento moral e espiritual.

3 Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nela estão escritas; porque o tempo está próximo.

Bem aventurado, isto é, feliz.

Aquele que lê; como já dissemos o Apocalipse é um livro, desta forma era lido; apesar de ser uma realidade que àquele tempo grande era o número dos analfabetos, o que leva o evangelista a completar: e os que ouvem, pois tais livros eram lidos nas assembleias, como as cartas apostólicas e os Evangelhos, para que todos pudessem se inteirar de seus valiosos ensinamentos.

Palavras desta profecia; trata-se do conteúdo do livro, da revelação propriamente dita. Revelação esta que se mostrou ser muito importante e valiosa com o decorrer dos tempos. Muitos não a compreendendo não lhe deram o valor devido, mas nos dias de hoje já é quase unânime entre os cristãos, o valor desta obra a ser implantada no coração de todos nós.

Importa aqui dizer que as palavras desta profecia em nada contradizem os quatro Evangelhos, muito pelo contrário, dão a eles vida e o concluem de forma magistral.

E guardam as coisas que nela estão escritas; guardar aqui deve ser entendido como vivenciar, dar o devido valor fazendo destas palavras roteiro de vida.

Ao revelar isto bem no início da obra, o Espírito Jesus vem nos chamar a atenção não só para a necessidade de ler este livro com muito carinho, mas também de estudá-lo minuciosamente, pois pela introdução ele já adianta, muito conteúdo importante vem aí para a devida orientação daquele que já despertou para a necessidade de se autoeducar à luz das Verdades de Deus.

porque o tempo está próximo; qual o tempo está próximo? Isso indica o tempo do fim, ou o final dos tempos. Aqui não devemos confundir com o final do mundo, mas de um fim de ciclo em que haverá uma separação do joio do trigo, do bem do mal, e que aqueles Espíritos que insistirem em fazer oposição ao Cristo e não evoluírem da forma desejada, serão levados a outros mundos adequados ao seu estado evolutivo.

Em linguagem bíblica podemos dizer que eles serão os “Adãos” de outros mundos.

Entretanto, mais uma vez dizemos que se trata de um “próximo” relativo. Já àquele tempo muitos aguardavam que estas coisas se dariam já; com o decorrer do tempo foi sendo visto que este tempo iria variar, e hoje sabemos que se muitas coisas já ocorreram para determinado grupo de Espíritos, para outros ainda vão ocorrer, e tudo dependerá de como será o comportamento de cada um. Na realidade este próximoserá mais ou mesmo distante de acordo com o que cada um fizer da sua vida, pois se existem previsões que tudo indica já foram cumpridas, outras existem a se realizarem de forma coletiva e relativo a povos vários; não podendo também esquecermos que há também o “apocalipse” a ser vivido por cada um individualmente.

4 João, às sete igrejas que estão na Ásia: Graça e paz seja convosco da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, e da dos sete Espíritos que estão diante do seu trono

João; é o intermediário, o médium da revelação. Muitos estudiosos têm afirmado ser outro João que não o evangelista o autor do Apocalipse. Tratar-se-ia de um presbítero da igreja de Éfeso. Pode ser, mas o mais provável é que seja mesmo o Evangelista quem recebeu a revelação.

É preciso lembrar, que João já era bem idoso nesta época, e que tinha sofrido bastante, o que tornaria difícil que ele pudesse realizar o esforço de escrever todo este livro, o que não era fácil devido às dificuldades de escrita da época. Assim, é possível que ele tenha recebido a revelação por via mediúnica e ditado a um de seus discípulos, que poderia muito bem ser este João o presbítero e que este de fato é quem tenha escrito o Apocalipse. Todavia, se isto ocorreu desta forma, não deixa de ser o evangelista o autor do Apocalipse, como Paulo foi o autor de suas cartas muitas vezes escritas pelas mãos de outros.

Às sete igrejas que estão na Ásia; a revelação era dirigida às sete igrejas situadas na Ásia Menor, hoje Turquia. Estas não eram todas as igrejas cristãs da época na região, é preciso ver na expressão um símbolo para todas as comunidades cristãs de um modo geral.

O número sete é de grande significação simbólica na literatura hebraica era um número sagrado. Tem por significado integralidade, perfeição. Sete são os dias da criação; quem matasse Caim seria castigado sete vezes; Noé levaria para a arca sete pares de cada espécie de animal puro, e muitos outros exemplos poderiam ser dados, de tal forma que estas sete igrejas representam a totalidade de todas as igrejas cristãs; como podemos também ver nelas sete componentes de nossa própria personalidade, ou a igreja cristã em sete fases nestes dois mil anos de cristianismo, entre outras significações possíveis.

da parte daquele que é, e que era, e que há de vir; João é o médium e tem ampla consciência de sua condição de apenas intermediário, ele falava da parte daquele que é, e que era, e que há de vir, ou seja, de Deus…

e da dos sete Espíritos que estão diante do seu trono; e da parte dos sete (novamente a simbologia) Espíritos que aqui podem representar os mentores espirituais de cada igreja. O Espiritismo nos abre esta possibilidade, a de que cada grupo que se reúne para uma determinada finalidade na área do Bem ter vinculado a ele um mentor espiritual.

Estar diante do trono de Deus é estar como que na antecâmara do Criador, são aqueles Espíritos que já estão mais comprometidos com o Serviço de Deus e num grau maior de afinidade com Ele.

Em nosso orbe, que tem Jesus como Governador Espiritual do Planeta, podem ser os Ministros do Cristo, o Espírito Santo, que é o grupo de Espíritos que auxiliam Jesus na governança do Orbe desde a fundação do mesmo.

1 Apocalipse, 1: 9

Claudio Fajardo de Castro (Juiz de Fora/MG)

é membro da Rede Amigo Espírita

Cláudio Fajardo é bancário, escritor desde 1997, dedica-se ao estudo do Novo Testamento à luz da Doutrina. Coordenou curso de Espiritismo no Centro Espírita Amor e Caridade em Goiânia – GO, denominado de Curso de Espiritismo e Evangelho. A partir daí surgiram seus livros: O Sermão do Monte, Jesus Terapeuta I e II, O Sermão Profético e O Sermão do Cenáculo, todos publicados pela Editora Itapuã.

Blogs: http://espiritismoeevangelho.webnode.com/

e-mail: fajardo1960@gmail.com

 

Artigos do Grupo "Espiritismo e Evangelho

Exibições: 248

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Espiritualidade em comportamento de crise (por Jane Maiolo)

Espiritualidade em comportamento de crise

Por Jane Maiolo

 

Então disseram os fariseus entre si: vede que nada é proveitoso! Eis…

Chico Xavier - O servidor

Compartilhamos com os amigos da RAE este belo artigo.

Sds



Atribuem a Mark Twain a citação da seguinte frase: “Não gosto de elogios.
Nunca acho que falaram o…

O custo do abandono emocional (Jane Maiolo)

O custo do abandono emocional 

 

  

 

“Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia”.…

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

 

 

E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito:Este povo honra-me com os lábios,Mas o seu coração está longe de mim;…

Pedagogia do silêncio ou talking cure?

Pedagogia do silêncio ou talking cure? 

 

 

 

E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre…

Últimas atividades

Angela Nardelli e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
3 horas atrás
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
7 horas atrás
André Goes respondeu à discussão É lícito pedir para não deixar-nos cair em tentação, mas livrar-nos do mal? de Marcelo Pimentel
"Amigo Luis, As escolhas são diferentes porque somos diferentes. Mesmo sendo gêmeos, o ser e a mente são individuais.O fato da doutrina dizer que somos criados perfeitamente iguais é somente um teoria adotada por ela. Mas…"
15 horas atrás
suely I B Melo curtiram a discussão Espiritualidade em comportamento de crise (por Jane Maiolo) de Amigo Espírita
ontem
Diógenes Francisco Pelegrini postou eventos
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Márcia Rosane Soares
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Silvia Helena Canella Mantoan
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Frederico Afonso Fragoso
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Ellen
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Claudio Wichr
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Marcelo Bizzi
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Kary Magalhães
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de ODILON FAGUNDES DA SILVA
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de MARLON DA PAIXAO DOS SANTOS
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Alice de Paula
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Sabrina
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Éder Galúcio
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de JOISANE FLOR
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de suely I B Melo
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Vera da Silva
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço