REDE AMIGO ESPÍRITA

Divulgando, Instruindo e Unificando!!!

E disse Deus: Produza a terra erva verde, erva que dê semente, árvore frutífera que dê fruto segundo a sua espécie, cuja semente está nela sobre a terra; e assim foi.

Vamos notar que este terceiro dia é um dia reconstrução. Passam-se bilhões de anos, a crosta terrestre se esfria, os vapores de água formam os mares, surge na dinâmica universal a condição de vida. E existindo o material orgânico aparecem as plantas, os vegetais.

Neste versículo 11 temos uma determinação de Deus para que a terra produza árvores que produzam fruto sempre.

André Chouraqui traduz este verso da seguinte forma:

Elohîms diz: “A terra arrelvará de relva, ervas semeando semente, árvore-fruto produzindo fruto por sua espécie, cuja semente traz em si sobre a terra.” 1

Vejamos aqui que o que as versões atuais definiram por “árvores frutíferas”, o tradutor francês traduziu como “árvores-frutos”.

Segundo a tradição rabínica há uma diferença entreárvore-frutoe árvore que dá fruto. Conforme esta tradição, está aqui a primeira desobediência a Deus por parte da terra, pois a terra só sabe produzir árvores, e árvores que nem sempre são frutíferas e entre as que produzem frutos nem todas produzem bons frutos.

A Vontade do Criador é que a árvore sejaárvore-fruto, ou seja, árvore que seja fruto inteira, por todo tempo.

Talvez esteja aqui a razão de Jesus ter repreendido a figueira estéril; na verdade ele não está condenando a figueira, mas a desobediência de não serárvore-fruto.

A partir desta lição temos que, principalmente nós os cristãos - pois Jesus ampliou de forma prática todos estes ensinamentos -, o dever de estar atentos, produzindo bom fruto sempre. Para o seguidor do Cristo não há tempo de fruto, ou tempo de produção, pois sempre é tempo de produzi-los. Este deve ser o nosso compromisso.

Há outro ponto a ser considerado.

Estaárvore-frutotraz em si a semente para novas germinações.

Nossas atitudes têm de ser de tal modo produtivas, que se ampliem cada vez mais. Não podemos fechar o círculo produtivo; tudo o que criamos tem um ciclo de crescimento e temos que ter a humildade de saber que esta criação vai se ampliar, adquirir vida própria, vai caminhar por si. É preciso agirmos criando dentro de uma linha espiralada projetando para o infinito.

Aqui cabe o seguinte comentário: quando criamos no sentido produtivo da Vida esta criação se amplia de tal modo que nos traz a alegria plena; porém quando nossos frutos não são bons, estes serão a seu tempo eliminados, porém até que isso aconteça, de acordo com a força de intensidade da criação, ou seja, até que a Vida reabsorva esta criação num sentido positivo, temos que sofrer a conseqüência desta criação negativa e desobediente de acordo com os princípios Universais. Está neste processo a gênese da dor e do sofrimento.

Concluindo, temos,árvore-frutoque traz em si sementes que irão perpetuar a criação num processo de alimentação incessante.

Jesus se diz a “videira verdadeira” (João, 15: 1); videira que produz o fruto da espiritualidade plena (vinho); e confirma com maestria os textos originais da Torah:

Nisto é glorificado meu Pai: que deis muito fruto; e assim sereis meus discípulos.2

Reflitamos sobre nossas criações, é importante que o que criamos dê margem para realizações ainda maiores no campo do espírito. Se trabalhamos com a palavra, seja escrita ou oral, se através de artigos, livros ou palestras, que esse trabalho seja não só o de informar,mas também de despertar nas pessoas a possibilidade de sua transformação. Este é o fruto por excelência, o fruto com semente em si, o que mais adiante vai gerar outros frutos com mais sementes que se projetam numa proposta educacional incessante. Esta é a proposta da vida, a produção com amor.

Só o amor se lança ao infinito. O amor da Gênese Universal criou o imortal e sua produção é sempre contínua…

Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também.3

1 (CHOURAQUI, 1995), pág. 40

2 João, 15: 8

3 João, 5: 17

Exibições: 1051

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Nadia Rosangela curtiu a postagem no blog A verdadeira edificação de Grupo de Est. Esp. Chico Xavier
25 minutos atrás
Nadia Rosangela curtiu o vídeo de The Spiritist Psychological Soci
29 minutos atrás
luis conforti junior respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
2 horas atrás
Maria Fernanda Franco A.Pessanha curtiu o vídeo de Marli Reichert
2 horas atrás
Maria Fernanda Franco A.Pessanha curtiu o vídeo de José Otávio Aguiar
3 horas atrás
Maria Fernanda Franco A.Pessanha curtiu o vídeo de Feeak Minas
4 horas atrás
Vera Lucia Chiaratti curtiram o evento “Cartas Consoladoras de Fátima”, com Fernando Ben ao vivo na RAE de Carlos Pretti - SCEE
4 horas atrás
cecy bragança curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
8 horas atrás
cecy bragança curtiu o vídeo de Amigo Espírita
8 horas atrás
Cristiane de Paula Magaldi está participando do evento de Carlos Pretti - SCEE
Miniatura

“Cartas Consoladoras de Fátima”, com Fernando Ben ao vivo na RAE em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

24 junho 2017 às 14 a 25 junho 2017 às 10:15
8 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/54dl5LdMBc
Twitter9 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfilLeila Lacerda Sossai, Flavia Regina Cruz DIAS, Alana Almeida da Costa e mais 3 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
9 horas atrás
Lourdes Aparecida de Oliveira curtiu a postagem no blog Em busca da Salvação de Antonio Carlos Navarro
19 horas atrás
ANA MARIA SUHETT DE SOUZA curtiu o vídeo de Amigo Espírita
19 horas atrás
ANA MARIA SUHETT DE SOUZA comentou o vídeo de Amigo Espírita
19 horas atrás
Aliceane Valverde Rodrigues curtiu o vídeo de Amigo Espírita
21 horas atrás
Nadia Rosangela e Ana Lucia de Abreu Torres agora são amigos
21 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/79EFyM3Jbr
Twitter21 horas atrás · Responder · Retweet
Rosangela Araujo Pereira respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
22 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2017   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço