Paulo escreveu quase que a metade do Novo Testamento, com suas 13 cartas, que são os textos cristãos bíblicos mais antigos. Só mais tarde é que os evangelhos foram escritos, cujos autores se basearam muito nas cartas paulinas. E, assim, o cristianismo tem muito a ver com a teologia do Apóstolo dos Gentios. Ademais, a tônica das suas cartas é teológica. E o próprio Jesus o denomina de vaso escolhido para divulgar o cristianismo entre os gentios, os reis e o povo de Israel (Atos 9:15).

       Os pregadores cristãos, com exceção dos espíritas, sempre fogem da abordagem sobre o fato de que Paulo não conheceu Jesus encarnado e que, pois, todos os contatos entre ele e o Nazareno aconteceram quando o excelso Mestre já havia passado para o chamado mundo dos espíritos, impropriamente chamado de mundo dos mortos. Se Paulo só conheceu Jesus em Espírito, todos os seus contatos com o Mestre são mediúnicos. E para uma comunicação direta com Jesus, que muito dificilmente se manifesta, só mesmo por meio de um médium do nível espiritual e moral de Paulo ou de alguém semelhante a ele. Para saber mais sobre esse assunto de mediunidade na Bíblia e de um modo geral, recomendo os capítulos 12, 13 e 14 de 1 Coríntios, “O Livro dos Médiuns”, de Kardec, de várias editoras, o meu “A Face Oculta das Religiões”, Ed. EBM, SP,  e “Espiritismo – Princípios, Práticas e Provas”, Ed. GEEC.

       E a teologia paulina, perfeita ou imperfeita, influenciou, principalmente, a teologia da Eucaristia (1 Coríntios 11: 23, 24, 25 e 26) e da divindade de Jesus decretada no Concílio de Nicéia (325). Paulo começou a escrever suas cartas pelos anos 50. Seu discípulo Lucas o engrandece, dando-lhe destaque em grande parte em Atos. E Paulo se considerava um apóstolo privilegiado de Jesus, dizendo que sua escolha foi feita pelo Cristo celestial e não segundo a carne, como no caso dos demais apóstolos, e até fala em seu próprio evangelho. (2 Coríntios 5:16 e 17; Gálatas 1:15 e 16; e Romanos 2:16). Paulo fala que ouvia a voz desencarnada de Jesus. (2 Coríntios 12:9; e 1 Tessalonicenses 4,15). E outros fenômenos mediúnicos aconteceram com ele, não só com o Espírito de Jesus, mas também com outros espíritos humanos.

        Com Jesus tudo começou na estrada de Damasco, quando a voz do Mestre retumba em seus ouvidos, dizendo-lhe: Saulo, Saulo, por que me persegues? E uma luz através da qual Jesus se lhe manifesta é tão intensa, que Paulo fica cego e desmaia. Lembremo-nos aqui de que a maneira mais comum de um espírito se manifestar é em forma de luz (fogo) e nuvem (fumaça). Daí a sarça ardente, a nuvem e a tocha na caminhada de Moisés com seu povo para a Terra Prometida, e a Estrela de Belém. Outro exemplo de o Espírito de Jesus ter aparecido a Paulo foi quando esse apóstolo foi aconselhado a não ir para Bitínia. (Atos 16:7). E a Paulo apareceu também o espírito de um homem macedônio, pedindo-lhe que fosse para a Macedônia. (Atos 16:9).

      Deve-se a Paulo, como vimos, grande parte do Novo Testamento e da teologia cristã. Mas não nos esqueçamos de que as revelações que ele recebeu foram por meio de fenômenos mediúnicos ou espíritas. 

      E qual cristão não espírita ousaria falar que se trata de questões visionárias e alucinatórias e que, pois, elas não merecem crédito, como o fazem, geralmente, os teólogos, os dirigentes religiosos e seus inocentes úteis, referindo-se aos fenômenos mediúnicos espíritas?      

(1) N.R.: Conforme o livro Paulo e Estêvão, de Emmanuel, as anotações de Levi ou Mateus já circulavam quando Paulo de Tarso se iniciou no Cristianismo. O Consolador - Ano 5 - N° 233 - 30 de Outubro de 2011 JOSÉ REIS CHAVES jreischaves@gmail.com Belo Horizonte, Minas Gerais (Brasil)

O Consolador - Ano 5 - N° 233 - 30 de Outubro de 2011

JOSÉ REIS CHAVES
jreischaves@gmail.com
Belo Horizonte, Minas Gerais (Brasil)

Exibições: 524

Respostas a este tópico

Egdemberguer Magalhaes:

Este texto é muito interessante. O cristianismo aceita a visão do espírito de Jesus por Saulo e não aceita os fenômenos mediúnicos. Ou deveria dizer o catolicismo?

Obrigada.

Curioso, isso.

No capítulo 7 do livro 'Paulo e Estevão' (as epístolas) Emmanuel assevera que as próprias cartas de Paulo se configuraram psicografias do pensamento do Cristo, passado por intermédio de Estevão ("Doravante Estevão permanecerá mais conchegado a ti, transmitindo-te meu pensamento", teria dito Jesus a Paulo), exceção feita à epístola aos hebreus, que o Apóstolo quis escrever de próprio punho e, curiosamente, é uma das poucas cartas que a teologia ortodoxa não diverge em não considerá-la autêntica de Paulo, dado a diversidade de estilos, que Emmanuel também comenta no livro. Ou seja, a única carta que Paulo escreveu, realmente sozinho (não por via mediúnica) é aquela que a teologia imagina como não sendo a dele (rsrsrs).

Abraços fraternos,

Paulo Lara

Peço a alguém que nos explique porq tantos ensinamentos sérios e esclarecedores de Paulo não são aceitos pela doutrina espírita, e porq a doutrina nem mesmo explica porq não os aceita? Alguém poderá contribuir para esclarecer isso?

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Edson Luís da Silva Macedo curtiram a página Regras de Publicação de Amigo Espírita
1 hora atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"QUARENTENA. MORTE. SENTIDO DA VIDA.  Quem decidiu sobre nossa existência, sobre o seu valor? Qual o sentido do Universo e da existência humana? Que é o homem? O fato de ser portador de um diploma, de conhecimentos, leva o…"
6 horas atrás
Ícone do perfilAurora, Marco Túlio Brito e Eliana entraram em RAE
20 horas atrás
Ariel Ale Anjo curtiram a página Regras de Conduta de Amigo Espírita
23 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Prêmio Nobel de Química diz que medidas de isolamento podem ter custado mais vidas do que salvo.  http://www.youtube.com/watch?v=0KfxOFsWwOk"
23 horas atrás
Antonio Carlos G. Sarmento curtiram o perfil de Monica lucio
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Com precaução ninguém morre antes da hora. (1) A autópsia das pessoas que morreram em conexão com o coronavírus tinham pelo menos uma doença anterior. Todos eles teriam morrido no decorrer deste ano.…"
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Confiança em Deus. Há sempre um amanhã, diz o poeta. Você pode esperar. Um lindo amanhã há chegar. Há sempre um amanhã, pra quem vive a sofrer, não custa esperar, você vai ver. E…"
quinta-feira
Nilton Cardoso Moreira comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Muito bem colocado amigo Virgilio. Obrigado pelo comentário."
quarta-feira
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Deus é um imenso “inexistir”? (Jorge Hessen) de os pae
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Nem a folha da árvore cai sem a permissão de Deus Pai. Acaso é termo Materialista"
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço