Assisti, em DVD, ao filme Madre Teresa, retratando a vida da nobre missionária de Calcutá. Lindo filme, comovente, pela firmeza, exemplos e absoluta entrega dessa valorosa criatura aos apelos do amor ao próximo, em total renúncia a si mesma e às ilusões do mundo. Como estamos distantes!
O amor é Lei da Vida. Nele nos movemos, ele nos sustenta, a ele nos destinamos. Criados pelo amor de um Pai que nos destina à felicidade – a ser construída pelo mérito dos próprios esforços – e sempre amparados pelo amor de irmãos mais experientes e que já galgaram degraus de sabedoria e iluminação interior, situamo-nos todos como aprendizes. Felizmente, porém, sempre guiados por seres luminosos que, tendo alcançado maturidade, se voltam para nos orientar a difícil e lenta caminhada.
Madre Tereza de Calcutá se dizia o lápis de Deus, afirmando que quem escrevia era o Senhor; Chico Xavier se dizia um cisco; Irmã Dulce afirmou que a miséria é falta de amor entre os homens. Na mesma linha de raciocínio, Jesus – a maior referência que temos em termos de amor, pureza e grandeza – também afirmou que não veio destruir a lei, mas dar-lhe cumprimento.
Todavia, o que se percebe, é que vultos da grandeza de Madre Tereza, Chico Xavier ou Irmão Dulce, seguem pelo mesmo caminho. São espíritos maduros, conscientes, experimentados e essencialmente exemplificadores da Lei de Amor, que outra não é senão a da caridade. A mesma caridade – que, diga-se está muito além da esmola e mais nos relacionamentos – que inspirou Vicente de Paulo, Francisco de Assis e outros expressivos ou anônimos nomes que viveram e vivem suas vidas no sentido de aliviar, beneficiar, amparar e atender às necessidades de seus irmãos de caminhada.
O desprendimento desses vultos, a obediência a que se submetem, a humildade – e ao mesmo tempo firmeza – e resignação que demonstram e vivem, falam mais que mil palavras do sentido e consciência íntimas já adquiridas no objetivo de vivenciarem o amor. Afinal, quando indagado sobre o maior mandamento da Lei, a resposta do Mestre da Humanidade foi clara: “Amareis o Senhor vosso Deus de todo o vosso coração, de toda a vossa alma e todo o vosso espírito; é o maior e o primeiro mandamento. E eis o segundo, que é semelhante àquele: amareis vosso próximo como a vós mesmos. Toda a lei e os profetas estão contidos nesses dois mandamentos”, conforme anotou Mateus.
Tais considerações nos levam de volta aos exemplos citados no início do presente artigo. Que motivações levaram Irmã Dulce e Madre Teresa a agirem como agiram? Que força é essa que as movimentavam em favor dos pobres e desvalidos, esquecidos, enfermos e abandonados? Da mesma forma, Chico Xavier – inspirador no Brasil das iniciativas em favor dos pobres – granjeou respeito nacional.
Esses exemplos, entre tantos outros que podem ser citados – inclusive os anônimos – seguem no mesmo sentido: atender as necessidades, buscar aquele que sofre para amenizar-lhes as dificuldades, estender o olhar compassivo da compaixão, oferecer a mão amiga, a palavra estimuladora e de carinho, e, essencialmente, amar, como recomenda a Lei Divina e ensinou o Mestre da Humanidade. Aliás, vale dizer, que Jesus é o Supremo Inspirador desses nobres vultos que dignificam nossa condição humana. Não é por acaso, portanto, que tantos se movimentam em favor dos desvalidos, enfermos e solitários. É a força do amor que os move... Exemplos não faltam em toda parte. Que o digam as iniciativas em todo Brasil e no planeta. E o Natal de Jesus inspira tudo isso.

ORSON PETER CARRARA

 

Sinopse: Uma vida devotada aos pobres, aos doentes e aos esquecidos Conhecida como "a santa dos pobres mais pobres", Inês Gonxha Bojaxhiu nasceu em Skopja, capital da atual república da Macedônia. Aos 21 anos, mudando seu nome para Teresa, ingressou em um Convento de Calcutá. Onze anos mais tarde deixaria o mesmo e começaria a trabalhar nos bairros mais pobres da cidade, vindo a fundar em 1946, a Congregação das Missionárias da Caridade. Seu papel em favor dos mais necessitados rendeu a Madre Tereza o Prêmio Nobel da Paz e o reconhecimento de seu trabalho no mundo. Neste sensível e humano filme, o diretor Fabrizio Costa mostra a dedicação, a luta e a intolerância sofrida pela missionária, que será beatificada pelo Vaticano, por parte daqueles que não compreendiam seu trabalho.

 

Informações Técnicas
Título no Brasil:  Madre Teresa
Título Original:  Madre Teresa
País de Origem:  Espanha / Reino Unido / Itália
Gênero:  Drama
Classificação etária: 12 anos
Tempo de Duração: 180 minutos
Ano de Lançamento:  2003

Assista o filme completo

 

Exibições: 5238

Respostas a este tópico

Fico emocionada só em "vê-la",tamanha m\admiração por esse ser de verdadeira LUZ,que 

soube,assim como Maria, dizer SIM PAI.

Nosso exemplo.

Muitíssimo obrigada.

    Sempre , sempre ...qualquer assunto que associe esses seres iluminados é como ALIMENTO PARA MINHA ALMA , não me canso de ler , ver , ouvir ou participar ...demonstrando toda a minha admiração ...principalmente por ELA , que me atrae tanto !

   O que demonstra ,sempre o grande AMOR DE DEUS , pelos seus filhos na Terra , enviando grandes AVATARES para nos orientar ao longo do caminho ...

    Em cada era , temos e teremos exemplos para seguir ....

 

   Grata pelo lindo artigo ....MUITA LUZ !

  

 

 

Anexos

Obrigada, José Aparecido, por nos ajudar a rever esse belíssimo filme. Assisti-o há muitos anos e guardava boas lembranças da história de nossa querida Madre Tereza. Foi emocionante ver sua publicação. Já estou baixando para apreciar com calma mais tarde. Abraços fraternais. Fatima

Muito bom rever esse filme.Obrigada por essa oportunidade.

...e JESUS disse,se quiseres me seguir, tome tua cruz e me siga. Madre Tereza o fez com alma e coração.Chorei o filme todo porque não consegui me ver dentro de tamanha grandeza de espirito. Mas permaneço na vigília e na oração.

       Tantos faróis foram nos enviados e a humanidade ainda bermanece, boa parte, na obscuridade. Na maioria das vezes devido a presunção e o egoísmo de nós espíritas e pela  omissão frente ao trabalho de caridade e esclarecimento. Bjus

Mais um lindo e inestimável presente a todos nós ... lições e exemplos a nossas ainda 'vacilantes' almas!                   Abraços Fraternos!

Eu assisti este filme recentemente. Tenho certeza que, como todo bom filme, algum fato ainda não se coloca.

Mas é um dos MAIORES ÍCONES DO BEM, na minha opinião.

             

  •        os mensageiros de Deus! Os Arautos de Jesus, que se dispõem a renascer neste planeta abençoado de provas e expiações estiveram, estão e estarão sempre atuando em diferentes setores da sociedade, muito embora costumam se sobresair mais frequentemente os que atuam nas diferentes religiões.é natural que assim aconteça. Irmã Tereza de Caucutá e  Irmã Dulce no catolicismo, Chico Xavier no espiritismo. más também tivemos Gandhi, líder politico na Índia, defensor da não violência, Mandela na África, e quantos estão anônimos, exercendo com amor e fidelidade à causa  do cristo, na condição de médicos, enfermeiros, psicólogos, professores e por aí vai. Isso demonstra claramente que as religiões foram inventadas pelos homens mas o amor é criação de Deus, Por isso o amor não tem religião, não tem partido é essencialmente Divino. Que lição de vida! nos deu Madre Tereza. Abençoada seguidora fiel de Jesus.

Madre Teresa é um exemplo de vida, de amor e doação, como Chico Chavier e Irmã Dulce!!

Um belo filme sobre uma vida dedicada aos pobres e à caridade!

Um espírito de escol que desceu à Terra em nobre missão numa região muito carente!

Recomendo a todos!

Um lindo filme!

Uma vida dedicada ao amor e a caridade!

Um iluminado espírito que desceu à Terra para dar o grande exemplo do amor!

Obrigado por nos presentear com esta linda história, pois é uma honra poder rever esse filme!

RSS

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Ícone do perfil via Twitter
"Onde está a felicidade?" : https://t.co/nDtCQ3Fch2
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por Antonio Carlos Navarro
6 horas atrás
Ícone do perfilClóvis Antonio Brighenti, Gilzete Ribeiro, Eva Maria Martins Terra e mais 1 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
6 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Ser "Espírita" é.... (Jorge Hessen)" : https://t.co/3TEDImwk4q
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por os pae
7 horas atrás
Murilo e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
9 horas atrás
Sheila Maria Rangel Marques respondeu à discussão O Espírita e a Política: uma reflexão a respeito das manifestações em redes sociais de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
10 horas atrás
Sheila Maria Rangel Marques curtiram a discussão O Espírita e a Política: uma reflexão a respeito das manifestações em redes sociais de Amigo Espírita
10 horas atrás
Regina Máris compartilhou um perfil em Facebook
10 horas atrás
Regina Máris compartilhou um perfil em Facebook
11 horas atrás
Regina Máris curtiram o perfil de Carlos Pretti - SCEE
11 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Murilo
11 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Eva Maria Martins Terra
11 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/lVaoWRXR3x
Twitter11 horas atrás · Responder · Retweet
Alexander Rodrigues Silva curtiram o perfil de Anete Guimarães
12 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/GRxI9z4rau
Twitter13 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/QQEjDbfxr9
Twitter13 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/R3qCS7zMxb
Twitter15 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/BLTy2IPGGL Encontro Fraternidade sem Fronteiras (com Adriana Melo,
Twitter16 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
II Encontro Fraternidade sem Fronteiras: https://t.co/NzkIglygpO via @YouTube
Twitter16 horas atrás · Responder · Retweet

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço