Apenas ligeiro símile da vida comum, para salientar a importância da preparação do médium perante a
mediunidade.
No parque industrial, o automóvel é um prodígio de técnica.
Peças trabalhadas com esmero. Velocidade calculada. Controle perfeito.
Previsão, favorecendo despesas mínimas. Conforto na condução e ganho de tempo.
Dentro da máquina, porém, está o motorista, de cujo bom senso dependem a segurança e a paz dos
viajantes.
E se o motorista não protege o carro, não lhe dispensa atenção fora do movimento, se abusa da sua
capacidade ou se não respeita as leis do trânsito, por mais haja havido perfeição nas oficinas para construção
do veículo, será muito difícil conservar o automóvel ou espaçar de riscos graves.
Na mediunidade, o ensinamento é o mesmo, à luz do esclarecimento.
A Doutrina Espírita é um prodígio de orientação e de apoio.
Instruções claras. Socorro constante. Amparo na vida e diretriz exata para o aproveitamento integral das
horas. No exercício da mediunidade, entretanto, está o médium, de cujo bom senso dependem a harmonia e a
bênção das manifestações espirituais.
E se o médium não defende as próprias faculdades, se não estuda a fim de ampliar o próprio
discernimento, se abusa de suas possibilidades ou se não serve ao próximo na Seara do Bem, de modo a
conquistar merecimento e valor nas relações entre as criaturas, por mais haja perfeição na Doutrina Espiritual,
será muito difícil conservar a mediunidade ou escapar de amargas experiências.

Emmanuel-Chico Xavier-Do livro: Canais da Vida

Exibições: 499

Respostas a este tópico

A mediunidade é um dom que Deus dá aos homens a fim de que estes façam o intercâmbio com o plano espiritual superior visando receber as comunicações e mensagens que trazem, para os seres encarnados, a consolação para motivar a seguir em frente, sem desistir, dada as dificuldades e obstáculos que encontramos neste planeta no cumprimento de nossas provas ou de nossas expiações. A missão do médium é muito importante e difícil de ser realizada, e significa que tem muito a aprender. A sensibilidade do médium o deixa mais suscetível para a captação de energias, de fluídos, tanto na questão positiva, quanto na questão negativa, devendo o médium esforçar-se ainda mais para manter seus pensamentos, palavras e atos, dentro da moralidade e a boa convivência social, evitando conflitos, que o levarão certamente a queda energética, mal estar, entre outros sentimentos de natureza não salutares na vida cotidiana, e a interferência nos trabalhos mediúnicos de que façam parte. Deus sempre oferece para nós, seus filhos amados, tudo o que precisamos para a vida, dando-nos a oportunidade de fazermos escolhas que nos levarão ao bom ou ao mau caminho, depende apenas de nós mesmos. Jesus nos disse "que nenhuma ovelha seria perdida, e que todas retornariam ao regaço do Pai", disse também "que a cada um sempre será dado segundo suas obras" e que "existem várias moradas na Casa do Pai", dizendo ainda que "Ninguém chegaria ao Pai, se não por Ele, que era O caminho, A verdade e A vida". Todo médium tem que ter essas e outras máximas intrínseco em seu coração, praticando a cada dia os ensinamentos do Mestre.

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Teatro. Humor e Reflexão (*) de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
16 horas atrás
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Deus é um imenso “inexistir”? (Jorge Hessen) de os pae
17 horas atrás
Marco Antonio Serra curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
ontem
Edson Luís da Silva Macedo curtiram a página Regras de Publicação de Amigo Espírita
sábado
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"QUARENTENA. MORTE. SENTIDO DA VIDA.  Quem decidiu sobre nossa existência, sobre o seu valor? Qual o sentido do Universo e da existência humana? Que é o homem? O fato de ser portador de um diploma, de conhecimentos, leva o…"
sábado
Ícone do perfilAurora, Marco Túlio Brito e Eliana entraram em RAE
sábado
Ariel Ale Anjo curtiram a página Regras de Conduta de Amigo Espírita
sexta-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Prêmio Nobel de Química diz que medidas de isolamento podem ter custado mais vidas do que salvo.  http://www.youtube.com/watch?v=0KfxOFsWwOk"
sexta-feira
Antonio Carlos G. Sarmento curtiram o perfil de Monica lucio
29 Maio
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Com precaução ninguém morre antes da hora. (1) A autópsia das pessoas que morreram em conexão com o coronavírus tinham pelo menos uma doença anterior. Todos eles teriam morrido no decorrer deste ano.…"
28 Maio
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Confiança em Deus. Há sempre um amanhã, diz o poeta. Você pode esperar. Um lindo amanhã há chegar. Há sempre um amanhã, pra quem vive a sofrer, não custa esperar, você vai ver. E…"
28 Maio
Nilton Cardoso Moreira comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Muito bem colocado amigo Virgilio. Obrigado pelo comentário."
27 Maio

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço