O TRABALHO VOLUNTÁRIO

Este novo conceito de solidariedade e fraternidade tem ditado no mundo um novo modelo de vida.

Registros mostram que o voluntariado ganha força, duplica possibilidades de sucesso de instituições, aumentando o volume e melhorando a qualidade dos serviços prestados. No trabalho remunerado, na grande maioria das vezes, a motivação é o salário direto ou indireto pago pelo serviço prestado. No voluntariado são inúmeras as vantagens, seja a satisfação íntima, pessoa, quase indescritível, o sorriso de quem é servido, a gratidão, as amizades que se formam e o elevado nível das relações que se estabelecem.

Há muito a se aprender com o trabalho voluntário. As mais belas conquistas sociais e educacionais estão todas sustentadas pelo amor que os seus construtores lhes dedicaram e grande parte delas, foram realizadas pelo voluntariado. Por voluntário, não entendamos aquela pessoa que faz algo durante o tempo que lhe sobra, como desencargo de consciência ou motivado por fato que lhe chame a atenção.

Voluntário é aquela pessoa que percebeu que pode fazer um pouco mais, que saiu do universo da indiferença e da apatia e se disponibiliza a fazer algo metódico e sistemático, dentro de uma programação pessoal ou institucional.
Deparo-me muitas vezes com pessoas que se dizem voluntárias porque decidiram, por livre arbítrio, a fazer algo em favor de alguém. Foram livres para decidir fazer e agora são livres para decidir quando parar. Argumentam que se somos voluntários para disponibilizar nossa vontade, somos igualmente livres para parar de fazer o trabalho quando quisermos. Claro que podem se afastar quando quiserem. Há, contudo, reflexões a ser feitas a cada decisão que tomamos. Uma coisa é afastar-se do trabalho voluntário e outra é abandonar o trabalho.

Esta visão é míope e desrespeitosa para com o trabalho realizado, a realizar, para com a equipe, para com os beneficiários do trabalho que ficam na expectativa e com o planejamento da instituição. Mesmo nas empresas onde o trabalho é remunerado, a substituição de pessoas é regulada por mecanismos de modo a que a tarefa não seja prejudicada.

Ninguém é insubstituível, dizem alguns, mas será preciso encontrar quem ocupar a vaga daquele que sai e se o voluntário ama mesmo o trabalho e o resultado dele, se ama a instituição, deve agir com grandeza de esperar que se encontre o substituto e até auxiliar a encontrá-lo.

O amor ao trabalho e ao bem deve ser ampliado além do resultado visto. O trabalho nunca está dissociado da equipe, dos beneficiários e da instituição. Por isto, cumpre a aquele se oferece ao trabalho voluntário estar ciente das suas responsabilidades. Até oferecer-se, nenhuma responsabilidade tem. Mas depois de assumir o compromisso precisa estar atento para não prejudicar o trabalho, do que prestará contas. Diz o Evangelho Segundo o Espiritismo, no capitulo 20, item 5:

"Trabalhemos juntos e unamos os nossos esforços, a fim de que o Senhor, ao chegar, encontre acabada a obra", porquanto o Senhor lhes dirá: "Vinde a mim, vós que sois bons servidores, vós que soubestes impor silêncio aos vossos ciúmes e às vossas discórdias, a fim de que daí não viesse dano para a obra!" Mas, ai daqueles que, por efeito das suas dissensões, houverem retardado a hora da colheita, pois a tempestade virá e eles serão levados no turbilhão! Clamarão: "Graça! graça!" O Senhor, porém, lhes dirá: "Como implorais graças, vós que não tivestes piedade dos vossos irmãos e que vos negastes a estender-lhes as mãos, que esmagastes o fraco, em vez de o amparardes? Como suplicais graças, vós que buscastes a vossa recompensa nos gozos da Terra e na satisfação do vosso orgulho? Já recebestes a vossa recompensa, tal qual a quisestes. Nada mais vos cabe pedir; as recompensas celestes são para os que não tenham buscado as recompensas da Terra”.

Em qualquer trabalho que executamos haverá divergências. Elas são salutares, importantes e necessárias. É do conflito de ideias que nascem as melhorias. Chega a ser entediante trabalhar num local onde ninguém oferece opiniões ou sugestões para melhorias. Não haverá progresso. Outra coisa, contudo, são as discórdias. Estas desagregam, minam o trabalho, desanimam os menos encorajados e abrem portas para influências externas.

Deploráveis são as atitudes de atribuir a quem fica trabalhando as responsabilidades pelo afastamento. Todo trabalhador que gosta do trabalho que faz, que ama o grupo que o recebeu, que respeita a liderança que o acolheu e considera como irmãos as pessoas que esperam sua atenção e cuidado deve primeiro avaliar-se. O grupo também deve avaliar-se, através das avaliações que resultam das reuniões periódicas. O resultado do trabalho é fruto de todas as ações de uma equipe.

Se há sucesso, toda equipe trabalhou. Se há fracasso, que se corrijam para prosseguir, porque o trabalho é constante, permanente e nossa evolução o exige. Ninguém progride sem trabalhar. Colocar culpas nos outros fica muito bem quando apresentamos as mãos calosas do trabalho, dentro dele. Quem sai, perde o direito de falar do trabalho e deve se ocupar da nova tarefa que vai executar, porque, certamente, terá muito que aprender nela também.

José Carlos Fiorido

Exibições: 1594

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Chico Xavier - O servidor

Compartilhamos com os amigos da RAE este belo artigo.

Sds



Atribuem a Mark Twain a citação da seguinte frase: “Não gosto de elogios.
Nunca acho que falaram o…

O custo do abandono emocional (Jane Maiolo)

O custo do abandono emocional 

 

  

 

“Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia”.…

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

 

 

E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito:Este povo honra-me com os lábios,Mas o seu coração está longe de mim;…

Pedagogia do silêncio ou talking cure?

Pedagogia do silêncio ou talking cure? 

 

 

 

E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre…

Vaidade ou inveja? (Por Vladimir Alexei)

Vaidade ou inveja?

Vladimir Alexei

Belo Horizonte das Minas Gerais,

15 de fevereiro de…

Últimas atividades

Ícone do perfil via Twitter
Cuidar do corpo e do espírito - Palestra de Afonso Moreira Jr. assista pelo youtube https://t.co/TiuHMp09n0 https://t.co/1DG2nHPvWl
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Ouça esta palestra: ‘Construindo Pontes de Relacionamento entre Pais e Filhos - Adeilson Salles’ na #SoundCloud #np https://t.co/Hbppket4pK
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Sugestão oculta - Allê De Paula assista pelo youtube https://t.co/nqPbTdTVIL https://t.co/skQg7mMy43
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
“A Era de Regeneração” com Luiz Pretti Leal assista pelo youtube https://t.co/Afe0CxQy8V https://t.co/7vWEtVxhlM
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra: "Instruir e educar", com Rodrigo Gírio assista pelo youtube https://t.co/a1UJQl3G9E https://t.co/hjEcvnNIeG
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Márcia da Silva Cardoso curtiram o perfil de GERVÁSIO OLIVEIRA DE ARAÚJO
12 horas atrás
Márcia da Silva Cardoso curtiram o perfil de Jesus Carlos Sanchez Perez
12 horas atrás
Gilberto Gonzaga Pereira curtiu o vídeo de ROBERTO JOSÉ DAMASCENO
15 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Construindo Pontes de Relacionamento Entre Pais e Filhos" - Adeilson Salles assista pelo youtube… https://t.co/BdxcNzibCa
Twitter17 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra lítero-musical com Allan Vilches assista pelo youtube https://t.co/SHhWu3xfTg https://t.co/URcw1yo45v
Twitter18 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Ação do Pensamento - Fábio Ramos assista pelo youtube https://t.co/JaD1Ui1tr9 https://t.co/SqZuqxQLt6
Twitter19 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adeilson Salles neste instante ao vivo na RAETV falando para a mocidade espírita Joanna de Ângelis. em Associacao… https://t.co/i1tB4EIT78
Twitter19 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Palestra com Guilherme Schubert - Tema Livre assista pelo youtube https://t.co/42mbYodz0u https://t.co/gdHBOBw4eD
Twitter20 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Arena Jovem com Adeilson Salles - Encontro Interativo com a Juventude assista pelo youtube https://t.co/It7PInw9Ik https://t.co/TIiZlDSVcq
Twitter21 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Você cultiva melindres? - Luiz Carlos Barros Costa assista pelo youtube https://t.co/mXtYfNop1w https://t.co/4hQWVscGge
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Seminário: Paulo e Estevão com Rafael Lavarini 1ª Parte assista pelo youtube https://t.co/4Aqv4y7b2w https://t.co/JNesspl6NB
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfilKary Magalhães, MARLON DA PAIXAO DOS SANTOS, Alice de Paula e mais 11 pessoas entraram em RAE
22 horas atrás
Joelton de jesus santos curtiram o perfil de Joelton de jesus santos
23 horas atrás
alberto jorge ferreira bastos curtiram a discussão [09] Autodescobrimento: Uma Busca Interior - Interação Espírito-Matéria - Parte 4 com Vítor Antenore de Amigo Espírita
23 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Seminário: Paulo e Estevão com Rafael Lavarini 1ª Parte assista pelo youtube https://t.co/4Aqv4y7b2w https://t.co/SnzcbOx25j
Twitter23 horas atrás · Responder · Retweet

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço