"Vingar-se é, bem o sabeis, tão contrário àquela prescrição do Cristo: 'Perdoai aos vossos iniCristomigos', que aquele que se nega a perdoar não somente não é espirita, como também não é cristão. A vingança é uma inspiração tanto mais funesta quanto tem por companheiras assíduas a falsidade e a baixeza."

(Allan Kardec. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo XII. Amai os Vossos Inimigos. A Vingança — Júlio Olivier.)

 

- Como se apresenta em nós a vingança?

 

A vingança se manifesta no nosso íntimo como uma reação carregada de forte emoção, por uma ofensa a nós dirigida. São também as formas dos revides, em discussões acaloradas, quando trocamos grosserias, os propósitos violentos de vingar crimes cometidos a familiares. Em geral, são as emoções muito fortes do ódio que levam as criaturas a atos criminosos de vingança.

 

- É comum o sentimento de vingança?

 

Quem é agredido por palavras ou ações, dificilmente passa por tais situações sem revidar aos impropérios ouvidos ou às pancadas recebidas. Estamos longe de oferecer a outra face àquele que nos bata numa. A atitude, a disposição íntima de quem é agredido, para ser fiel ao ensinamento evangélico, deve se revestir de uma coragem muito grande, e de um autocontrole gigantesco. O que em geral ocorre é a perda total do equilíbrio, desencadeando-se lutas corporais, ou discussões em altas vozes, com palavras de baixo calão.

 

Como, nos nossos dias, podemos vencer os impulsos de vingança? Mantendo-nos vigilantes no equilíbrio interior, alicerçado num profundo amor ao próximo, sem nos deixar cair nas teias da nossa animalidade inferior. Ainda aqui, o perdão é o antídoto.

 

- Podemos angariar conquistas nos capacitando ao perdão?

 

O bom combate se inicia dentro de nós e as conquistas, mesmo quando lentamente obtidas, vão aumentando nossa capacidade de perdoar. Para avaliar nossa atual condição, observemo-nos diante das situações em que alguém nos fira, até mesmo fisicamente, e analisemos os sentimentos que ainda despontam em nossa alma, a intensidade deles, até que altura eles nos dominam e até onde conseguimos esquecer o fato e as criaturas que nos atingiram. Se os guardamos por muito tempo, e alimentamos as emoções desagradáveis, é sinal de alerta, que nos deve levar à meditação na tolerância e a redobrar nosso esforço no perdão, prosseguindo para melhores resultados.

 

— Como justificar o combate à vingança?

 

Para não sermos infratores às leis de causa e efeito, de ação e reação, para não fazermos ao próximo o que não gostaríamos que alguém nos fizesse. Pelo sentido de saldar os erros cometidos no passado, não mais repetindo-os na atual existência. E pelo amor Universal que a todos une, numa confraternização de verdadeiros irmãos que já receberam os exemplos dignificantes de um Mestre como Jesus.

 

"A vingança é um dos últimos remanescentes dos costumes bárbaros que tendem a desaparecer dentre os homens." (O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo XII. A Vingança - Júlio Oliver.) Embora não sejam as ocorrências de vingança revestidas de tanta crueldade como nos tempos bárbaros, parece acontecer, em nossos dias, com surpreendente frequência, como resultado das ofensas não-perdoadas: as mortes por vingança, os crimes por desonra em casos passionais, os ódios íncontidos, fazendo vítimas, etc.

 

"O homem do mundo, o homem venturoso, que por uma palavra chocante, uma coisa ligeira, joga a vida que lhe veio de Deus, joga a vida do seu semelhante, que só a Deus pertence, esse é cem vezes mais culpado do que o miserável que, impelido pela cupidez, algumas vezes pela necessidade, se introduz numa habitação para roubar e matar os que se lhe opõem aos desígnios. Trata-se quase sempre de uma criatura sem educação, com imperfeitas noções do bem e do mal, ao passo que o duelista pertence, em regra, à classe mais culta."(O Evangelho Segundo o Espiritismo. Capítulo XII. Item 15. O Duelo — Agostinho.)

 

Poderá hoje, entre os seguidores da Doutrina dos Espíritos, ou entre seus leitores, constituir-se em grande dilema a questão que deriva dessa abordagem do espírito de Santo Agostinho, ou seja, o da defesa pessoal, na contingência de ser atingido por assaltantes na rua ou em sua própria casa. Deve o espírita portar arma para se defender? Preocupado com sua segurança e com a de seus familiares, no receio de serem violados na integridade física e até moral, precisam, portanto, estar prontos para se protegerem?

 

Mesmo que essa defesa implique na morte de algum assaltante? Entendemos que quem tem amor no coração nada deve temer. A segurança está na confiança que devemos ter na Justiça Divina, na proteção dos Amigos Espirituais, na aceitação das provas reservadas a nós e a nossos familiares, por mais cruéis que possam ser. É preferível não se arriscar em eliminar a vida de alguém, e por isso mesmo é preferível evitar o uso de armas. A Espiritualidade tem recursos muito maiores de proteção do que possamos imaginar, e os mesmos podem ser colocados em ação em frações de tempo.

 

Postado por Carol

Comunidade Espírita

Reforma Intima

Exibições: 3992

Respostas a este tópico

Muito bom ensinamento. Eu penso também que devemos nos policiar quando de algum ato de vingança que assistimos nos posicionar a favor daquele que vingou achando que fez muito bem, assim estaremos também cometendo uma vingança indiretamente. É bom rever nossos conceitos e posicionamentos diante do que assistimos.

Amiga Clotildes,

A Reforma Intima e um processo vagaroso e continuado, devemos praticar dioturnamente,

e uma pratica diária só assim chegaremos lá,

Abraços Fraternos,

RSS

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

ASSISTA AO VIVO

Artigos Espíritas

Por que ideias não espíritas são ensinadas nos centros espíritas?

Pode ser que ao ler o título deste texto você imagine que se trata de uma espécie de censura ou proibição a alguma ideia veiculada no centro espírita. Por isso, faço o convite para que prossiga na leitura, pois, adianto, não se trata de censura ou proibição de qualquer…

Ridículo silêncio

                                                             RIDÍCULO SILÊNCIO

Há muitas espécies de provação para a dignidade pessoal e numerosos gêneros de defesa.
Há feridas que atingem a honorabilidade de família, golpes que vibram sobre a realização individual, calúnias que envolvem o nome, acusações gratuitas, comentários desairosos à…

É sempre tempo de receber visitas (por Jane Maiolo)

É sempre tempo de receber visitas

Por Jane Maiolo

Pois, se nem ainda podeis as coisas mínimas, por que estais ansiosos pelas outras?” (1) Lucas 12:26

 …

Em geral o Espiritismo não trabalha com datas predefinidas para acontecimentos.

Em geral o Espiritismo não trabalha com datas predefinidas para acontecimentos.

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Desde que o mundo é mundo o homem busca, por meio das previsões, antecipar-se…

Reflexões sobre ações e críticas

            Você já se perguntou o que é a verdade? Jesus ao ser indagado por P Pilatos, na descrição do Evangelho segundo João, capítulo XVIII, respondeu com o maior silêncio que a humanidade já ouviu. Tenho me perguntado por que Ele adotou tal postura?   

            Neste…

Últimas atividades

Conceição Valadares curtiram o evento "Equilíbrio do Corpo e da Alma", com Dalva Silva Souza de Carlos Pretti - SCEE
4 horas atrás
Raquel Eilert curtiu a postagem no blog SABER SOFRER - Richard Simonetti ::: de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
7 horas atrás
Raquel Eilert curtiram o evento "Equilíbrio do Corpo e da Alma", com Dalva Silva Souza de Carlos Pretti - SCEE
7 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog CUIDADO COM A OVER-DOSE! “VIVER É MELHOR QUE SONHAR" de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Entrevista 27 agosto 2019 Aspectos Espiritas da Dependência Quimica https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2389351081304967&set=a.1876084972631583&type=3&theater"
17 horas atrás
Ina Maria A. S.Lima curtiu a postagem no blog TRANSIÇÃO PLANETÁRIA de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
22 horas atrás
Ina Maria A. S.Lima curtiu a postagem no blog TRANSIÇÃO PLANETÁRIA de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
22 horas atrás
Shirley Cristiane Amaral curtiram a discussão MÉDIUNS E MEDIUNIDADE de Amigo Espírita
23 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O IDEAL DE CADA UM - André Luiz de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Luiz Otavio Lemos Bastos curtiram a discussão Por que ideias não espíritas são ensinadas nos centros espíritas? de Wellington Balbo
ontem
Michel Jean Quete curtiu a postagem no blog Vigoroso convite! – Orson Peter Carrara de PATRIZIA GARDONA
ontem
Michel Jean Quete curtiu a postagem no blog TRANSIÇÃO PLANETÁRIA de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Michel Jean Quete curtiu a postagem no blog TRANSIÇÃO PLANETÁRIA de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI

CHICO XAVIER FALOU DA IMPORTÂNCIA DE AJUNTARMOS TESOUROS DA ALMA

"Sobre a Terra, tudo é ilusão, tudo passa, tudo se transforma de um instante para outro. O que conta é o que guardamos dentro de nós; tudo mais há de ficar com o corpo, que se desfará em pó... Não vale a pena tanta luta por nada! Precisamos crescer interiormente, adquirir valores que sejamos eternos... Uma simples célula cancerígena que nos apareça no corpo joga tudo no chão. Vamos partir para o Além com os tesouros da alma. Como é que haveremos de nos apresentar aos que nos endossaram a…Ver mais...
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o evento "Equilíbrio do Corpo e da Alma", com Dalva Silva Souza de Carlos Pretti - SCEE
ontem
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

"Equilíbrio do Corpo e da Alma", com Dalva Silva Souza em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

25 agosto 2019 de 9 a 10:15
Palestra no próximo domingo 25 de agosto de 2019, de 09 às 10h. da manhã na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas, com a professora, escritora e oradora Dalva Silva Souza de Vitória-ES. Ela abordará o tema “Equilíbrio do Corpo e da Alma”. Dalva Souza é ex-presidente da FEEES – Federação Espírita de Estado do Espírito Santo. Ela utiliza seu talento de poetiza e nos…Ver mais...
ontem
Ícone do perfilSergio Bini e Shirley Cristiane Amaral entraram no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
quinta-feira
Sergio Bini curtiram o evento Joanna de Ângelis e Divaldo Franco de Amigo Espírita
quinta-feira
Sergio Bini curtiram a discussão O uso da palavra, segundo Joanna de Ângelis de Amigo Espírita
quinta-feira
Shirley Cristiane Amaral entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Mediunidade

Grupo para estudo da Mediunidade e sua prática conforme os ensinamentos de Allan Kardec, Chico Xavier, Divaldo Franco e espíritos de Escol. Vídeos, textos e todo material disponível nesta área.Ver mais...
quinta-feira
Shirley Cristiane Amaral entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Grandes Vultos do Espiritismo

O objetivo deste grupo é resgatar e conhecer a contribuição de valorosos obreiros que passaram pelo mundo, deixando um rastro de luz e pela expansão mundial da Doutrina Espírita.
quinta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço