Na sua globalidade, o amor é sentimento vinculado ao Self enquanto que a busca do prazer sexual está mais pertinente ao ego, responsável por todo tipo de posse. O sentimento de amor pode levar a uma comunhão sexual, sem que isso lhe seja condição imprescindível. No entanto, o prazer sexual pode ser conseguido pelo impulso meramente instintivo, sem compromisso mais significativo com a outra pessoa, que, normalmente se sente frustrada e usada. Os profissionais do sexo, porque perdem o componente essencial dos estímulos, em razão do abuso de que se fazem portadores, derrapam nas explosões eróticas, buscando recursos visuais que lhes estimulem a mente, a fim de que a função possa responder de maneira positiva. Mecanicamente se desincumbem da tarefa animal e violenta, tampouco satisfazendo-se, porquanto acreditam que estão em tarefa de aliciamento de vidas para o comércio extravagante e nefando da venda das sensações fortes, a que se habituaram.

     O amor, como componente para a função sexual, é meigo e judicioso, começando pela carícia do olhar que se enternece e vibra todo o corpo ante a expectativa da comunhão renovadora. Essa libido tormentosa, veiculada pela mídia e exposta nas lojas em forma de artefatos, torna-se aberração que passa para exigências da estroinice, resvalado nos abismos de outros vícios que se lhe associam.    

     Quando o sexo se apresenta exigente e tormentoso, o indivíduo recorre aos expedientes emocionais da violência, da perseguição, da hediondez. Os grandes carrascos da Humanidade, até onde se os pode entender, eram portadores de transtornos sexuais, que procuravam dissimular, transferindo-se para situações de relevo político, social, guerreiro, tornando-se temerários, porque sabiam da impossibilidade de serem amados. Quando o amor domina as paisagens do coração, mesmo existindo quaisquer dificuldades de ordem sexual, faz-se possível superá-las, mediante a transformação dos desejos e frustrações em solidariedade, em arte, em construção do bem, que visam ao progresso das pessoas, assim como da comunidade, tornando-se, portanto, irrelevantes tais questões.

     O ser humano, embora vinculado ao sexo pelo atavismo da reprodução, está fadado ao amor, que tem mais vigor do que o simples intercurso genital. Sem dúvida, por outro lado, as grandes edificações de grandeza da humanidade tiveram no sexo o seu élan de estímulo e de força. Não obstante, persegue-se o sucesso, a glória efêmera, o poder para desfrutar dos pra¬zeres que o sexo proporciona, resvalando-se em equívoco lamentável e perturbador. O amor à arte e à beleza igualmente inspirou Miguel Ângelo a pintar a capela Sistina, dentre outras obras magistrais, a esculpir la Pietá e o Moisés; o amor à ciência conduziu Pasteur à descoberta dos micróbios; o amor à verdade levou Jesus à cruz, traçando uma rota de segurança para as criaturas humanas de todos os tempos... O amor é o doce enlevo que embriaga de paz os seres e os promove aos píncaros da auto-realização, estimulando o sexo dignificado, reprodutor e cal-mante. Sexo, em si mesmo, sem os condimentos do amor é impulso violento e fugaz.

Joanna de Ângelis (Amor Imbátível Amor)

Exibições: 1165

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

ASSISTA AO VIVO


Clique no título para acessar o vídeo no Youtube

“Olhai As Aves do Céu” - Evangelho na Rede com Stela Onishi e Oceander Veschi

14/01 - 7:30 as 9:00h

O Senhor me chamou a trabalhar - Hélio Tinoco

14/01 - 16:00 as 17:00h

Artigos Espíritas

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Últimas atividades

Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Ano Novo, Homem Novo de PATRIZIA GARDONA
12 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog FALANDO DE OBSESSÃO 41 de Alfredo Zavatte
12 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O que é o espiritismo? Médiuns não são adivinhos de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
12 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Se alguém deve um centavo não pode "fingir" que esqueceu tal dívida (Jorge Hessen) de os pae
14 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog CUIDADO COM A OVER-DOSE! “VIVER É MELHOR QUE SONHAR" de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Anualmente, em Portugal, quase 600 usuários de maconha são hospitalizados com graves surtos psicóticos ou…"
15 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog "Especial de Natal" é Repudiado. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"A tentativa de “traumatizar” a dignidade. Uma revista de medicina discutiu a morte de Jesus. Hipóteses: embolia pulmonar; ruptura cardíaca; trauma suspensão; asfixia; ferida da facada fatal e choque.  Conclui-se…"
17 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Provando o que dissera, Jesus surgiu no recinto fechado e sua voz ecoou:  “A paz seja convosco!” Mostrou as chagas e os discípulos encheram-se de alegria e esperança.  Mas, Tomé não estava com…"
17 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Livro dos Espíritos. Questão 799. De que maneira pode o Espiritismo contribuir para o progresso? “Destruindo o materialismo, que é uma das chagas da sociedade, ele faz que os homens compreendam onde se encontram seus…"
18 horas atrás
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Palavras-chave. Delação, Sininho , farsa, pressão, mulçumanos, medo, mudança de…"
ontem
Ori Pombal Franco curtiram o evento “O Poder do Autoconhecimento”, com Dr. Virgilio Knupp de Carlos Pretti - SCEE
ontem
Salatier Buzetti e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Isa Maria
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de MARYLIN ALVES
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Robson Antonio Rocha Gumz
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Liane Ferreira Peres
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Claudia Cardoso Fuente
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Alberto Reinaldo Magalhaes Torre
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Sergio Mena Barreto
ontem
Carlos Pretti - SCEE curtiram o perfil de Danieli Leticia Vieira
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço