REFLEXÃO: DIVÓRCIO E LAR - pelo Espírito Emmanuel

Indubitavelmente o divórcio é compreensível e humano, sempre que o casal se encontre à beira da loucura ou da delinqüência.
Quando alguém se aproxima, reconhecidamente, da segregação no cárcere ou no sanatório especializado em terapias da mente, através de irreflexões com que assinala a própria insegurança, é imperioso se lhe estenda recurso adequado ao reequilíbrio.
Feita a ressalva, e atentos que devemos estar aos princípios de causa e efeito que nos orientam nas engrenagens da vida, é razoável se peça aos cônjuges o máximo esforço para que não venham a interromper os compromissos a que se confiaram no tempo. Para que se atenda a isso é justo anotar que, muitas vezes, o matrimônio, à feição de organismo vivo e atuante, adoece por desídia de uma das partes.
Dois seres, em se unindo no casamento, não estão unicamente chamados ao rendimento possível da família humana e ao progresso das boas obras a que se dediquem, mas também e principalmente - e muito principalmente - ao amparo mútuo.
Considerado o problema na formulação exata, que dizer do homem que, a pretexto de negócio e administração, lutas e questões de natureza superficial, deixasse a mulher sem o apoio afetivo em que se comprometeu com ela ao buscá-la, a fim de que lhe compartilhasse a existência?.
E que pensar da mulher que, sob a desculpa de obrigações religiosas e encargos sociais, votos de amparo a causas públicas e contrariedades da parentela, recusasse o apoio sentimental que deve ao companheiro, desde que se decidiu a partilhar-lhe o caminho?.
Dois corações que se entregam um ao outro, desde que se fundem nas mesmas promessas e realizações recíprocas, passam a responder, de maneira profunda, aos impositivos de causa e efeito, dos quais não podem efetivamente escapar.
Todos sabemos que no equilíbrio emocional, entre os parceiros que se responsabilizam pela organização doméstica, depende invariavelmente a felicidade caseira.
Por isso mesmo, no diálogo a que somos habitualmente impelidos, no intercâmbio com os amigos encarnados na Terra, acerca do relacionamento de que carecemos na sustentação da tranqüilidade de uns para com os outros, divórcio e lar constituem temas que não nos será lícito esquecer.

*
Se te encontras nas ondas pesadas da desarmonia conjugal, evoluindo para o divórcio ou qualquer outra espécie de separação, não menosprezes buscar alguma ilha de silêncio a fim de pensar.
Considera as próprias atitudes e, através de criterioso auto-exame, indague por teu próprio comportamento na área afetiva em que te comprometeste, na garantia da paz e da segurança emotiva da companheira ou do companheiro que elegeste para a jornada humana. E talvez descubras que a causa das perturbações existentes reside em ti mesmo. Feito isso, se trazes a consciência vinculada ao dever, acabarás doando ao coração que espera por teu apoio, a fim de trabalhar e ser feliz, a quota de assistência que se lhe faz naturalmente devida em matéria de alegria e tranqüilidade, amor e compreensão.

Espírito : Emmanuel
Psicografia : Francisco Cândido Xavier
Livro : Na Era do Espírito - Cap. 20

Exibições: 483

Comentar

Você precisa ser um membro de REDE AMIGO ESPÍRITA para adicionar comentários!

Entrar em REDE AMIGO ESPÍRITA

Comentário de Gabriel Mourão em 14 março 2018 às 16:53

Ótimo texto! Ótima reflexão.

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Ori Pombal Franco curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
2 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
A vontade de servir - Evangelho na Rede com Cleusa Severino: https://t.co/LfnHlNODMX via @YouTube
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"A riqueza real (Emmanuel)" : https://t.co/J1mLPq3av1
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/M6SjcQESgL: "O Livro dos Espíritos" - João Korngold
Twitter4 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
4 horas atrás
os pae compartilhou o post do blog deles em Facebook
5 horas atrás
os pae curtiu a postagem no blog Selfies associadas às carências afetivas (Jorge Hesssen) de os pae
5 horas atrás
Ícone do perfilHeimar Orlandi, Edvania Alves, Maria Cristina Saliba do vale e mais 1 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
6 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/6a8A1DWcoo"O Peixe é Grande..." - Júlio Fornazari
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
maria das graças costa de sena curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
7 horas atrás
NILO DAMASCENO REZENDE curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
7 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
9 horas atrás
Heimar Orlandi curtiram a página Regras de Publicação de Amigo Espírita
13 horas atrás
Heimar Orlandi curtiram a página Regras de Conduta de Amigo Espírita
13 horas atrás
Adelina Escobar Inda curtiram o evento Artigos Espíritas de Amigo Espírita
13 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Obsessão Entre Entes Queridos (O excesso de apego dos que ficam ode atrapalhar nosso entes queridos no plano espir… https://t.co/DEazH6Kuxl
Twitter13 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/9wN5BaRiFião estamos sós no Universo - (76) Cartas de Paulo com Carlos
Twitter15 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Áudio da palestra ‘O Sentido da Vida à Luz do Espiritismo - Ana Tereza Camasmie – 4ª Semana Espírita de Dourados’ n… https://t.co/yWb9EBVj3h
Twitter15 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Momento Musical no encerramento do II Encontro Fraternidade sem Fronteiras: https://t.co/uk4JUEJziI via @YouTube
Twitter15 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Trecho da apresentação de dança coletivo Big Field Crew no II Encontro Fraternidade sem Fronteiras: https://t.co/hPpWtrT1yd via
Twitter16 horas atrás · Responder · Retweet

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço