Nenhum texto alternativo automático disponível.

“Na morte natural, a que resulta do esgotamento dos órgãos em conseqüência da idade, o homem deixa 
a vida sem o perceber: é uma lâmpada que se apaga por falta de combustível.” (Allan Kardec, O livro dos 
espíritos, ed. comemorativa, perg. 154).

Acidental e morte violenta

“A desencarnação por acidente, os casos fulminantes de desprendimento proporcionam sensações 
muito dolorosas à alma desencarnada, em vista da situação de surpresa ante os acontecimentos supremos e irremediáveis. Quase sempre, em tais circunstâncias, a criatura não se encontra devidamente preparada e o imprevisto da situação lhe traz emoções amargas e terríveis.”
(Emmanuel, O consolador, 26. ed., perg.152).

Enfermidade

“Entretanto, essas surpresas tristes não se verificam para as almas, no caso das enfermidades dolorosas 
e prolongadas, em que o coração e o raciocínio se tocam das luzes das meditações sadias, observando as ilusões e os prejuízos do excessivo apego à Terra, sendo justo considerarmos a utilidade e a necessidade das dores físicas, nesse particular, porquanto somente com o seu concurso precioso pode o homem alijar o fardo de suas impressões nocivas do mundo, para penetrar tranqüilamente os umbrais da vida do Infinito.” 
(Emmanuel, O consolador, 26. ed., perg. 152). 

Suicídio 

“A primeira decepção que os aguarda é a realidade da vida que não se extingue com as transições da 
morte do corpo físico, vida essa agravada por tormentos pavorosos, em virtude de sua decisão tocada de suprema rebeldia.

Suicidas há que continuam experimentando os padecimentos físicos da última hora terrestre, em seu 
corpo somático, indefinidamente. Anos a fio, sentem as impressões terríveis do tóxico que os aniquilou as 
energias, a perfuração do cérebro pelo corpo estranho partido da arma usada no gesto supremo, o peso das rodas pesadas sob as quais se atiraram na ânsia de desertar da vida, a passagem das águas silenciosas e tristes sobre os seus despojos, onde procuraram o olvido criminoso de suas tarefas no mundo e, comumente, a pior emoção do suicida é a de acompanhar, minuto a minuto, o processo da decomposição do corpo abandonado no seio da terra, verminado e apodrecido.
De todos os desvios da vida humana o suicídio é, talvez, o maior deles pela sua característica de falso 
heroísmo, de negação absoluta da lei do amor e de suprema rebeldia à vontade de Deus, cuja justiça nunca se fez sentir, junto dos homens, sem a luz da misericórdia.”
(Emmanuel, O consolador, 26. ed., p.154).

Desencarne coletivo

“Multidões regressam à Espiritualidade, diariamente, envolvidas em circunstancias trágicas: incêndios, 
desmoronamentos, terremotos, afogamentos, acidentes aéreos e automobilísticos...
‘Por quê?’ – questionam, angustiados os familiares.
A Doutrina Espírita demonstra que tais ocorrências estão associadas a experiências evolutivas. Não raro 
representam o resgate de dividas cármicas contraídas com o exercício da violência no pretérito.” (Richard Simonetti, Quem tem medo da morte? 4. ed., p. 48).

“Com exceção do suicídio, todos os casos de desencarnação são determinados previamente pelas forças espirituais que orientam a atividade do homem sobre a Terra.” (Emmanuel, O consolador, 26. ed., perg. 146).
 

Exibições: 992

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Ícone do perfil via Twitter
O cego de Jericó - " Tudo que pedirdes crendo que receberam, receberão" - Willian Felício dos Reis https://t.co/NkUTOdWZ8b
Twitter33 minutos atrás · Responder · Retweet
Sueli Aquino é agora um membro de RAE
1 hora atrás
Ícone do perfil via Twitter
Mediunidade sem Jesus 6ª parte - 211º Estudando a Mediunidade com Andre Sobreiro https://t.co/bGmrWIwbJq
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
Maria de Lourdes Cavalcante curtiu o vídeo de ROBERTO JOSÉ DAMASCENO
5 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Jesus Cuidando de Você https://t.co/9xBZFMkFA4
Twitter6 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Mergulho no abismo - (138) Apocalipse - Carlos Alberto Braga e Júlio Cesar Moreira https://t.co/BgOBgY9voG
Twitter8 horas atrás · Responder · Retweet
Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu a postagem no blog “Karma” , uma fábula pré-histórica mal contada (Jorge Hessen) de os pae
17 horas atrás
Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu a postagem no blog A fé racional da vida além da tumba é o melhor preservativo do suicídio (Jorge Hessen) de Codificador do Paracleto
17 horas atrás
Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu o vídeo de os pae
17 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Quem tem medo de amar? - 97ª Assistência Espiritual Joanna de Angelis https://t.co/AwsVVUGgfS
Twitter20 horas atrás · Responder · Retweet
Codificador do Paracleto compartilhou o post do blog de os pae em Facebook
22 horas atrás
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog “Karma” , uma fábula pré-histórica mal contada (Jorge Hessen) de os pae
22 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Parábola do Joio e do Trigo/Transição planetária - Parte 3/ 37º Parábolas de Jesus com Rafael Papa https://t.co/7vLXK0pHAh
Twitter22 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"DEVE SER CHAMAMENTO" : https://t.co/jAjCPtYI68
Twitterontem · Responder · Retweet
Posts no blog por Nilton Cardoso Moreira
ontem
Posts no blog por os pae
ontem
Ícone do perfil via Twitter
“Karma” , uma fábula pré-histórica mal contada (Jorge Hessen)" : https://t.co/DW5RcSliBp
Twitterontem · Responder · Retweet
os pae curtiu a postagem no blog “Karma” , uma fábula pré-histórica mal contada (Jorge Hessen) de os pae
ontem
Ícone do perfil via Twitter
AO VIVO NA RAETV 📡📽 📺 🖥 📲 22/02, sexta, ⏰início: 20h00 horário de Brasilia Quem tem medo de amar?- 97ª Assistência… https://t.co/aEOusdPj8I
Twitterontem · Responder · Retweet
Josue Oliveira comentou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço