Filmes de ação, comumente, têm heróis que apanham, são ingênuos, pouco se defendem, quase morrem para, então, no último momento vencerem os que tripudiaram sobre eles. Este é o estereótipo da bondade hollywoodiana.

Tal modelo faz questionar as razões pelas quais a ficção idealiza este tipo de herói que não mostra força e poder até tudo estar do pior jeito e o sacrifício para alcançar a vitória seja muito maior. Talvez seja assim porque “a arte imita a vida” (Aristóteles, filósofo grego, 384 a.C. à 322 a.C.).

A vida, realmente, mostra que muitos “homens bons”, que não fazem o mal, são fracos por não agirem, corajosamente, preferindo o imediatismo à construção do futuro, por terem um instinto de autopreservação individualista mais intenso que o de solidariedade ao que é coletivo.

O que enfraquece os “homens bons” é que a bondade inativa não luta para superar as dificuldades, acomodando-se às piores situações. Afinal, a bondade verdadeira é inclinada a pensar no todo e sabe que o que é bem feito a ela retornará, não precisando ser egoísta. A bondade é calma, mas não é tola, não se permite enganar – ela trabalha.

Aliás, o Espiritismo tem duas assertivas que fazem refletir sobre essa questão:

Em O Livro dos Espíritos, questão 642, o codificador Allan Kardec pergunta: “Será suficiente não se fazer o mal para ser agradável a Deus e assegurar uma situação futura?”. A resposta, proveniente do mundo espiritual, diz “Não; é preciso fazer o bem no limite das próprias forças, pois cada um responderá por todo o mal que tiver ocorrido por causa do bem que deixou de fazer”.

Na mesma obra, questão 932, Allan Kardec questiona: “Por que, no mundo, tão amiúde, a influência dos maus sobrepuja a dos bons?” A resposta indica a responsabilidade dos bons pelo atual estado que vivemos – dizem os espíritos: “Por fraqueza destes. Os maus são intrigantes e audaciosos, os bons são tímidos. Quando estes o quiserem, preponderarão.”

É preciso mudar a crença! Muitas pessoas boas ainda se sentem fracas, agem timidamente, pensam que basta não fazer o mal, não reconhecem sua força, falta-lhes vontade para a luta. O planeta está à deriva de atitudes, há mais comodismo que esforço por um mundo melhor; na prática tornamo-nos materialistas, faltando-nos o verdadeiro mergulho na bondade que semeará um melhor amanhã para todos.

Vania Mugnato de Vasconcelos

Fonte: Agenda Espírita Brasil

Exibições: 76

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

Margarida Maria Madruga comentou o evento “Razão e Sensibilidade”, com Anderson Costa de Carlos Pretti - SCEE
"Obrigada."
4 minutos atrás
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA NA VISÃO ESPÍRITA de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Finanças e aflições – os boletos vencem… – Orson Peter Carrara de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Direta ou Indiretamente de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Direta ou Indiretamente de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Lucival Silva curtiram a discussão MÚSICA PARA RELAXAR de Margarida Maria Madruga
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog É Admissível o Aborto em caso de Estupro? de PATRIZIA GARDONA
"Legalização do aborto “o mais rápido possível” O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, disse que pretende fazer “sair o mais rápido possível” a…"
domingo
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Os Cinco Pilares da Doutrina Espírita de PATRIZIA GARDONA
domingo
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Talismãs e Amuletos, e o que kardec diz sobre a força desses objetos? de PATRIZIA GARDONA
domingo
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
domingo
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
domingo
os pae postou um evento

CONVITE AOS AMIGOS DO PAE-TAGUATINGA-DF em QNM 40 ÁREA ESPECIAL NUMERO 2

16 novembro 2019 de 18 a 19
domingo
Angela Smanio curtiram o perfil de Adriano Moraes
sábado
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Cesar Fontes Gerhard
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Ana Paula D Aquino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de José Maria Ramalho Pinto Júnior
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de katia maria brinco
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Robson Carlos Rocha Chicarino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Carmen Angela Guimarães Leal
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Marcelo Myrrha
sexta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço