A Gênese - Resenha da tradução da 1ª edição francesa

A Gênese

Resenha da tradução da 1ª edição francesa

Obra: A Gênese. Os milagres e as predições segundo o espiritismo;

Autor: Allan Kardec;

Tradução: da 1ª edição, de janeiro de 1868;

Tradutor: Carlos de Brito Imbassahy;

Equipe da Editora: edição e notas, revisão da tradução, revisão final, produção editorial, capa e projeto gráfico;

Páginas: 413.

Editora: Fundação Espírita André Luiz;

Local: São Paulo;

Data: maio de 2018;

Houve a atuação de uma equipe para a edição da presente obra traduzida.

Na Apresentação é transcrita mensagem de São Luís (Paris, 18 de dezembro de 1867); e há comentários sobre o valor e a fidedignidade da obra: O derradeiro e conclusivo livro de Allan Kardec, por Paulo Henrique de Figueiredo; Os fatos e as provas irrefutáveis, por Simoni Privato Goidanich; Obra original, atual e contemporânea, por Marcelo Henrique Teixeira, e, ainda: O direito moral e a garantia da integridade da obra, por Júlio Nogueira. Conta também com um Prefácio de autoria de Paulo Henrique de Figueiredo.

O prefaciador esclarece que não cabe “uma atualização dos conceitos e paradigmas científicos de nosso tempo diante das referências utilizadas por Allan Kardec de obras de seu tempo” e justifica que elaborou “notas explicativas para esclarecer ao leitor as expressões, termos e idéias citadas por Kardec, que pertencem aos paradigmas aceitos em sua época, pelas Ciências oficiais, contextualizando a obra em seu cenário cultural original”.  Evidentemente que sem interferir no texto, há muitas notas de rodapé explicativas.

A edição de A gênese, agora disponibilizada pela FEAL recompõe centenas de alterações que foram introduzidas na 5ª edição francesa, desde pontuações e alterações de palavras, a supressões e encaixes de trechos e de itens, com conceitos e redações que não conferem com o estilo de Allan Kardec, gerando em muitos pontos distorções doutrinárias. Como se trata de 1a. edição de uma tradução, naturalmente caberão revisões. Sugerimos que retirem ou refaçam a chamada da capa – "A primeira edição autêntica de Allan Kardec " -, pois falta clareza e dá margem a várias interpretações; trata-se da tradução de edição francesa autêntica de Kardec, enquanto encarnado, mas, não é a primeira tradução para o português publicada a partir de edições desta obra, feitas por Kardec, pois a Editora CELD publicou a tradução da 4a. edição francesa (mesmo conteúdo da 1a. edição) no ano de 2008.

A edição de A gênese, agora disponibilizada pela FEAL recompõe centenas de alterações que foram introduzidas na 5ª edição francesa, desde pontuações e alterações de palavras, a supressões e encaixes de trechos e de itens, com conceitos e redações que não conferem com o estilo de Allan Kardec, gerando em muitos pontos distorções doutrinárias.

Pela passagem dos 150 anos do lançamento de A gênese torna-se importante o estudo desta Obra Básica e para os que puderem, procederem à comparação da edição da FEAL com as demais traduções existentes, conferindo com os originais franceses publicados por Kardec, entre janeiro de 1868 e fevereiro de 1869. Estes se encontram facilmente disponíveis, na forma digital, em várias Bibliotecas européias.

O conteúdo trabalhado pelo Codificador no Capítulo 1 de A gênese é fortemente sugestivo para esse procedimento. Sem dúvida, trata-se de uma busca de fidelidade à obra de Allan Kardec.

DE: http://grupochicoxavier.com.br/a-genese-resenha-da-traducao-da-1a-e...

 

Observação: A França já lançou, em fevereiro, a edição original – 1ª. edição de A Gênese – publicada por Allan Kardec em janeiro de 1868. A Argentina fez igual lançamento em outubro de 2017.

Exibições: 277

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu a postagem no blog “Karma” , uma fábula pré-histórica mal contada (Jorge Hessen) de os pae
5 horas atrás
Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu a postagem no blog A fé racional da vida além da tumba é o melhor preservativo do suicídio (Jorge Hessen) de Codificador do Paracleto
5 horas atrás
Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu o vídeo de os pae
5 horas atrás
Codificador do Paracleto compartilhou o post do blog de os pae em Facebook
9 horas atrás
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog “Karma” , uma fábula pré-histórica mal contada (Jorge Hessen) de os pae
9 horas atrás
Posts no blog por Nilton Cardoso Moreira
11 horas atrás
Posts no blog por os pae
12 horas atrás
os pae curtiu a postagem no blog “Karma” , uma fábula pré-histórica mal contada (Jorge Hessen) de os pae
12 horas atrás
Josue Oliveira comentou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
13 horas atrás
Conceição Valadares comentou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
16 horas atrás
Conceição Valadares curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
16 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
16 horas atrás
ARI DE SOUSA LIMA curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
18 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
22 horas atrás
ARI DE SOUSA LIMA curtiu o vídeo de os pae
ontem
Jaqueline Casado Carpigiani curtiu o vídeo de ROBERTO JOSÉ DAMASCENO
ontem
Jaqueline Casado Carpigiani curtiu o vídeo de ROBERTO JOSÉ DAMASCENO
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Carnaval. Bom, Bonito e Barato. Valores São Caros. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
ontem
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço