A Infidelidade Conjugal – Causas e consequências.

Quando falamos em infidelidade, ao contrario do que muitos podem pensar, vai muito além do adultério[i], a “infidelidade” é literalmente uma ruptura da confiança e ocorre vários contexto.

Eu costumo afirmar que todo o relacionamento é baseado em três “C”: Confiança, Companheirismo e Cumplicidade, e a união conjugal é o exemplo mais claro desse conceito.  A partir do enlace, e seus emaranhados contextos forma-se um laboratório de aprendizagem de provas para a evolução de todas as “almas” ali envolvidas e constituem família.

Quando não há um dos três “C”, a relação torna-se instável, e normalmente o que elimina literalmente a união (conjugal) é a falta de confiança; sem ela, passamos a viver de incertezas, e tonifica o ciúme e amplia o egoísmo.

O adultério ainda é o estopim  do desenlace  ao se falar em  perda de confiança entre os casais. Conforme o psicólogo e psicoterapeuta de casal Antonio Carlos Amador Pereira[ii]:

Para os homens comprometidos, a disponibilidade da mulher solteira é um atrativo fundamental. Na maioria dos casos, o homem casado joga a isca se colocando no papel de vítima de um casamento desgastado e dá à mulher solteira o papel de salvadora de seus problemas”[iii]

Em contra partida uma pesquisa da Universidade de Oklahoma, nos Estados Unidos, afirma que as mulheres que se relacionam com homens casados os veem como um porto seguro, mais dispostos a terem filhos e bem-sucedidos financeiramente.

Muitos pesquisadores  explicam que há diversas razões para que as  mulheres se sintam atraídas por homens casados e afirmam que em sua maioria são puramente psicológicas. Uma delas tem a ver com a autoestima e o sentimento de poder. Algumas mulheres sentem-se bem mais atraentes e seguras pelo mero fato de atrair um homem já ocupado e com o poder de monopolizar seu afeto e satisfazê-lo mais do que sua esposa em todos os sentidos.

O medo do compromisso é outra das questões que pode explicar por que as mulheres às vezes escolhem este tipo de relação. Más experiências amorosas anteriores ou a incapacidade de se submeter a uma relação íntima satisfatória são causas que levam algumas mulheres solteiras a manter relações com homens casados.

E existem também as que simplesmente preferem  um relacionamento sem cobrança.

No caso dos homens  infiéis a grande maioria  usam o sexo para satisfazer suas necessidades emocionais que não são atendidas. É por isso que se refugiam em uma situação onde acreditam que irão resolver essa necessidade, quando, na verdade, isso não acontece. Só aumentam a frustração e o desconforto.

Bem... A Universidade de “Bath“, Reino Unido, publicou um estudo chamado  “A infidelidade e a monogamia entre os homens heterossexuais universitários”[iv], focando a razão do porquê que eles traiam suas parceiros; o resultado indica em resumo que :

  • 57% dos homens assumiram ter traído em uma ou mais relações ao longo de suas vidas amorosas.
  • 54% das mulheres também!
  • Segundo o levantamento, 77% dos homens infiéis possuem amigos que também já traíram suas esposas. Para o especialista, essa convivência faz com que, inconscientemente, os homens encarem a infidelidade como algo aceitável.
  • 48% dos homens entrevistados afirmam que o principal motivo para uma traição é o descontentamento emocional e não sexual.
  • No casamento, a porcentagem de homens que trai é maior que a das mulheres: 22% deles, contra 14% delas.

Emmanuel, na obra  Vida e Sexo[v] no adverte :

"Quando o homem e a mulher decidem casar-se, assumem o compromisso de cultivar a fidelidade por toda a vida, mas muitos não o cumprem. [...].Imperioso, porém, que a ligação se baseie na responsabilidade recíproca, de vez que na comunhão sexual um ser humano se entrega a outro ser humano e, por isso não deve haver qualquer desconsideração entre si. Quando as obrigações mútuas não são respeitadas no ajuste, a comunhão sexual injuriada ou perfidamente interrompida costuma gerar dolorosas repercussões na consciência, estabelecendo problemas cármicos de solução, por vezes, muito difícil, porquanto ninguém fere alguém sem ferir a si mesmo[...]”

Sabemos  a “indústria do sexo” contribui para o incentivo ao adultério, onde  mídia seja ela visual ou impressa ofertam oportunidades e conveniências tanto aos homens e mulheres sejam casados ou não.

Divaldo Franco comenta  sobre  isso ao responder a pergunta : Sexo é amor?” ao grupo Allan Kardec:  

 “[...] Ocorre que as grandes indústrias do sexo, a grande mídia, estimulam as sensações mais primitivas, para poderem vender prazer, atrapalhando de conduzi-lo às expressões superiores da vida. Mas, é natural. Não está distante o dia que, o homem, saturado das sensações, buscará encontrar-se consigo mesmo, através das emoções superiores, nas quais o sexo tem um papel muito importante a desempenhar: a permuta (troca) de hormônios e o equilíbrio da vida. E o adultério é coabitar (viver) com alguém e aventurar-se simultaneamente (ao mesmo tempo) com outrem. Não nos parece legal nem moral esse comportamento.”[vi]

A infidelidade esta diretamente ligada á moral e sob o olhar reencarnacionista, vivenciamos em diversas encarnações varias mudanças do paradigma moral, e trazemos em nosso períspirito, o romano ou grego dá época das orgias, ou o em culturas poligâmicas, e temos colocar o balsamo curativo do conhecimento nestas feridas para que possamos agir de acordo com a moral atual.

E já que abordamos a “moral” nos dias atuais, é bom lembrarmos que  o casamento, bem como a união estável juridicamente reconhecida, nada mais é para o direito do que um negócio jurídico bilateral, que pressupõe manifestação de vontade, gerando direitos e deveres para ambas as partes.  Sob esse prisma destacamos  que nas leis brasileiras temos o Art. 1.566. - “São deveres de ambos os cônjuges: I – fidelidade recíproca;”; e ressaltamos que para fins legais  de comprovação da infidelidade, a traição pode ser compreendida desde os chamados “namoros virtuais” até a conjunção carnal, sendo em cada caso aplicado o principio da proporcionalidade e da razoabilidade para a delimitação da sentença.

Contudo, salientamos que a infidelidade que não se tornou pública ou que a publicidade foi dada pelo próprio cônjuge traído, a princípio não tem o condão de gerar dano moral.

Nos comentários de Allan Kardec em o Livro dos Espíritos na questão  696, percebemos a importância o casamento :

“O estado de natureza é o da união livre e fortuita dos sexos. O casamento constitui um dos primeiros atos de progresso nas sociedades humanas, porque estabelece a solidariedade fraterna e se observa entre todos os povos, se bem que em condições diversas. A abolição do casamento seria, pois, regredir à infância da Humanidade e colocaria o homem abaixo mesmo de certos animais que lhe dão o exemplo de uniões constantes.” ( Allan Kardec)[vii]

 

 

 

[i] Adultério (do Latim adulterǐum ) é a prática da infidelidade conjugal; pode  também ser definido como "ato de se relacionar com terceiros(as) na constância do casamento".

[ii] Antonio Carlos Amador Pereira, professor da Faculdade de Psicologia da PUC de São Paulo.

[iii] Trecho retirado do artigo “Casados” no link : http://amantessofrem.blogspot.com.br/

[iv] Trecho retirado do artigo  Porque homens casados procuram amantes? Reflexão!  no link : http://eucontigo.com/relacionamento/homens-casados-procuram-amantes/

 

[v] XAVIER, F. Cândido. Vida e Sexo. Pelo Espírito Emmanuel. 19. ed. Rio de Janeiro: FEB, 1999.

[vi] FRANCO, Divaldo -  Respondendo a questões do “Grupo Allan Kardec”  conforme link : http://grupoallankardec.blogspot.com.br/2011/05/sexo-e-amor-divaldo...

[vii] KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos. Introdução, Ed. FEB. Rio de Janeiro 1999

 

Exibições: 962

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

 

 

E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito:Este povo honra-me com os lábios,Mas o seu coração está longe de mim;…

Pedagogia do silêncio ou talking cure?

Pedagogia do silêncio ou talking cure? 

 

 

 

E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre…

Vaidade ou inveja? (Por Vladimir Alexei)

Vaidade ou inveja?

Vladimir Alexei

Belo Horizonte das Minas Gerais,

15 de fevereiro de…

Colavida e a perseverança na divulgação

A perseverança de Fernández Colavida na divulgação do espiritismo na Espanha

Simoni Privato Goidanich

A escassez de material de estudo e de divulgação do espiritismo era uma limitação importante na Espanha.…

Educação para quê? Por Jane Maiolo

Educação para quê?

Por Jane Maiolo

 

A EDUCAÇÃO, SE BEM COMPREENDIDA, É A CHAVE DO PROGRESSO MORAL¹

 

A humanidade é, genuinamente, produtora de conhecimentos, desde os primórdios o…

Últimas atividades

SHISLENE DE FÁTIMA TEIXEIRA curtiram o evento “A maturidade do senso moral”, com Delane Alves de Carlos Pretti - SCEE
4 minutos atrás
Carla Rezende curtiu a postagem no blog Mediunidade e Ciências Biomédicas de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
3 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"VITÓRIA SOBRE A DEPRESSÃO": https://t.co/ExvTQHjqGp
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
5 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Mediunidade e Ciências Biomédicas": https://t.co/DTeMXYyikI
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA

Mediunidade e Ciências Biomédicas

Um cientista pode ser também médium? Pasteur, que visualizou “o mundo invisível” dos micróbios, era médium?Perguntas foram feitas, em 1998, ao Núcleo Espírita Universitário. Já se passaram mais de 20 anos e estamos voltando ao assunto. Uma delas foi sobre a utilização de instrumentos cirúrgicos por médiuns, não médicos. (1)Ainda neste milênio, a medicina será exercida por…Ver mais...
7 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog O PERISPÍRITO E SUAS MODELAÇÕES de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
19 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog O ESPÍRITO DA MALDADE de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
19 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog REFLEXÕES SOBRE A HUMILDADE de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
19 horas atrás
Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog Vacina contra a Obsessão – por Sidney Fernandes de PATRIZIA GARDONA
19 horas atrás
Gilberto Gonzaga Pereira curtiram a página Regras de Conduta de Amigo Espírita
19 horas atrás
Maria Fernanda Franco A.Pessanha curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
20 horas atrás
Maria Fernanda Franco A.Pessanha curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
20 horas atrás
Gilberto Gonzaga Pereira curtiu a postagem no blog REFLEXÕES SOBRE A HUMILDADE de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
20 horas atrás
Gilberto Gonzaga Pereira curtiu a postagem no blog REFLEXÕES SOBRE A HUMILDADE de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
20 horas atrás
Ícone do perfilRafael Gurgel Valente Papa, Wellington Oliveira Silva, Antonio Carlos Campos e mais 2 pessoas entraram em RAE
20 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Vacina contra a Obsessão – por Sidney Fernandes": https://t.co/FGOu4cAWM2
Twitter20 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Vacina contra a Obsessão – por Sidney Fernandes

Vacina contra a Obsessão – por Sidney FernandesFinalmente Jerônimo encontrou seu velho inimigo, Fabrício, depois de décadas de procura, e agora iria se vingar do mal que ele causara, em vida anterior.Lembrava-se muito bem dos longos anos que passara na prisão, determinada por Fabrício, ao decretar a longa pena, oriunda de processo criminal.De nada adiantaram os…Ver mais...
20 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Intuição - Palestra com Marco Sá assista pelo youtube https://t.co/6mTzJ3BLRJ https://t.co/jcH5JpV1Dr
Twitter20 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Afeições no além túmulo - Qs 294 a 297/Livro dos Espíritos com Carlos Alberto Braga / assista no youtube… https://t.co/FkxfAMMtLD
Twitter20 horas atrás · Responder · Retweet

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço