Adoção é um tema difícil para ser abordado, onde estórias se misturam com as historias, e fazem com que o assunto se perca entre fantasias e realidade.

Eu poderia começar o texto comentado sobre a Idade Média, onde a Igreja católica era contraria a adoção porque ela a via como “adversária” do casamento, pois se pessoas podiam ter filhos não naturais para a imitação da natureza e amparo delas na velhice, poderiam desestimular e dispensar o matrimônio; Nos dias de hoje a igreja rejeita veementemente a adoção de crianças por parceiros homoafetivos, provavelmente devido a raízes culturais também da Idade Média que homossexualidade estava mais presente nos mosteiros e nos acampamentos militares. Mesmo assim, curiosamente, era a Igreja, por meio da Santa Inquisição, a maior perseguidora dos homossexuais. Para a Igreja, a sodomia era o maior dos crimes, pior até mesmo que o incesto entre mãe e filho.

Para esses que são contra esse tipo de adoção é bom que saibam que :

Se o casal tem todas as características de uma união estável – vivem juntas com o intuito de constituir família, tem uma relação pública e duradoura – não importa o sexo das pessoas. Elas devem ser tratadas com todos os direitos de uma família. Podem adotar em conjunto”.( BRASIL. Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul. Apelação Cível nº 70013801592. Porto Alegre, RS. Disponível em: www.tj.rs.gov.br .)

Porem os problemas da adoção não ficam atrelados aos paradigmas culturais impostos por regimes antigos, ele esta também vinculado a uma verdade muito mais profunda.

Hoje (Maio/2010) temos em todo o País cerca de 4.861 crianças para adoção, sendo 2.174 do sexo feminino e 2.687 do sexo masculino( Fonte www.cnj.jus.br/) é... Parece muitas crianças? Bem... E pessoas querendo adotar? Quantas? Eu respondo... Tem 27.818 pessoas dispostas a adotar uma criança.

A grande questão é: se tem mais que cinco vezes a quantia de interessados, por que não se concretiza essa adoção?

Talvez encontremos em outros números as respostas, por exemplo, dessas crianças, mais de 3.000 são negras ou pardas; mais de 1.300 tem irmãos, mais de 2.000 tem entre 8 e 12 anos, não vou mencionar as crianças com doenças ou deficientes...mas o numero é “razoável” em algumas regiões.

Ou seja... Esses aparentes “interessados” presos aos preconceitos, e tabus, querem crianças de zero a cinco anos, loirinhas de olhos azuis, e sem problemas seja de saúde física ou mental.

Casais sem filhos devido a diversos motivos, procuram direta e indiretamente formas para dar continuidade a família, quando se esgota todas as possibilidades, ela opta pela adoção.

Percebe-se ai, o puro e simples egoísmo, pois em momento algum pensam na criança, na carência dela em ter uma família.

Extraindo raras exceções, a maioria desses “interessados”, só se apegam em seus novos filhos, após um certo período, onde seria mais uma adaptação/avaliação, testando essas crianças, com puro interesse de os aprovar ou não como seus futuros herdeiros.

Seria injusto de minha parte, não dizer que existem aqueles que aceitam a criança, de qualquer cor, sexo ou estado de saúde, mas também seria hipocrisia não comentar que a “história” real é que esses anjos são uma minoria.

A realidade, é que nossa cultura é preconceituosa, nossos critérios são construídos em cima de paradigmas com relação à cor, sexo, e mesmo doenças.

“Todo filho precisa ser necessariamente adotado, mesmo aqueles que geramos. Se não vivermos a experiência nem instalarmos o processo de aceitação daquele que gostamos, estaremos apenas sendo genitores e não propriamente pais.” ( Schcttini Filho)

Talvez se criássemos nossos filhos sem esses preconceitos, no amanhã não haveria tantas crianças para adoção.

Marcos Paterra

Exibições: 109

Comentar

Você precisa ser um membro de REDE AMIGO ESPÍRITA para adicionar comentários!

Entrar em REDE AMIGO ESPÍRITA

Comentário de ANGELITA ESTER DA COSTA em 18 maio 2012 às 14:07

MUITO BOM!!

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Ícone do perfil via Twitter
Assista https://t.co/1R447odvrW onde @AneteGuimaraes pede inscrever-se no canal da Rede Amigo Espírita… https://t.co/0nmkwJ4FMF
Twitter3 horas atrás · Responder · Retweet
ANTONIO LUIZ VIANNA DOS SANTOS compartilhou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE em Facebook
3 horas atrás
Sheila Maria Rangel Marques comentou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
3 horas atrás
Sheila Maria Rangel Marques curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
3 horas atrás
Euclides respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
4 horas atrás
Euclides curtiram o evento “Meu Grande Amor”, com Dr. Luiz Humberto Dutra ao vivo pela RAE de Carlos Pretti - SCEE
4 horas atrás
Mozart Nunes Pereira Sobrinho curtiu o vídeo de Mozart Nunes Pereira Sobrinho
5 horas atrás
Mozart Nunes Pereira Sobrinho curtiu o vídeo de Mozart Nunes Pereira Sobrinho
5 horas atrás
Sheila Maria Rangel Marques comentou o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
5 horas atrás
Sheila Maria Rangel Marques curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
5 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"O Bem Sofrer e o Mal Sofrer" - Jussemar Roce Rios - Programa Momento Espírita: https://t.co/2WU59eGKr7 via @YouTube
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Sheila Maria Rangel Marques curtiu o vídeo de Amigo Espírita
6 horas atrás
Sheila Maria Rangel Marques comentou o vídeo de Amigo Espírita
6 horas atrás
aurelio de oliveira freitas comentou a página Canal 7 de Amigo Espírita
6 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/jbnZVoh512
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfilEvany Coelho Dutra, Vitória Regina Vieira, marcelhehe bisqui e mais 2 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
7 horas atrás
Diogo Correia Gonzaga deu um presente para Mari
7 horas atrás
Diogo Correia Gonzaga e Mari agora são amigos
7 horas atrás
NILO DAMASCENO REZENDE curtiu o vídeo de Carlos Pretti - SCEE
8 horas atrás
Auera do Rosario Neves curtiram o evento “Meu Grande Amor”, com Dr. Luiz Humberto Dutra ao vivo pela RAE de Carlos Pretti - SCEE
8 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço