Antes que seja tarde demais – por Sidney Fernandes

Reconcilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele…

Mateus, 5:25

Nunca dantes a cidade São Paulo reuniu um grupo de jovens capaz de fazer tanto barulho. Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Menotti Del Pichia, Oswald de Andrade e Mário de Andrade, com a Semana de Arte Moderna de 1922, jogaram São Paulo para o centro de renovação artística e cultural do país.

Oswald e Mário, não eram irmãos, como muitos supunham, foram amigos durante poucos anos e logo tomaram rumos diversos. Os seus temperamentos eram diferentes e preconizaram uma das contendas mais tristes da história da cultura brasileira. A briga definitiva entre eles ocorreu em 1929 e jamais foi esquecida.

Brincadeiras ferinas e provocações de Oswald causaram o rompimento entre os dois Andrades. Oswald se arrependeu, chorou amargamente quando Mário morreu, e ficou triste de não ter podido se reconciliar com ele, antes disso. Reuniram-se, enfim, depois da morte, no Cemitério da Consolação, em São Paulo.

Muitos amigos comuns se esforçaram para reconciliá-los, principalmente Tarsila do Amaral, que, na época, estava casada com Oswald e continuou sendo amiga de Mário. Imagino que ambos preferiram continuar vivendo brigados, permanecendo assim por muitos anos, com suas existências azedadas pelo ressentimento. Se houvessem exercitado um pouco de compreensão e tolerância, talvez tivessem se aproximado, antes que fosse tarde demais.

***

Naquela manhã, Doutor Gualberto estava sério e preocupado. Médico oncologista, sempre passava, ao final do cansativo plantão noturno, pela casa de apoio dos voluntários de um hospital público.

Embora dura a jornada, sempre tinha um sorriso ou alguma pitoresca história, que contava, enquanto tomava um cafezinho, para ganhar energia para o dia que iria se iniciar.

Notando a inabitual seriedade, a turma logo se solidarizou com ele, buscando animá-lo. Com um sorriso meio sem graça e uma lágrima disfarçada, Gualberto contou que, na madrugada, teve uma conversa com Otávio, senhor de oitenta e dois anos, em estado terminal na UTI.

— Pelo amor de Deus, Doutor Gualberto. Dê-me pelo menos mais um dia de vida. Não posso morrer assim…

— Assim como, Otávio?

— Sem me reconciliar com meu filho. Muitos anos atrás tivemos uma desavença, daquelas em que um não olha mais para a cara do outro. Arrependo-me amargamente de ter sido tão duro e intransigente. Não posso partir sem ao menos pedir perdão para meu filho.

— No plantão desta madrugada — confessou Doutor Gualberto aos seus improvisados confidentes —, tive a confirmação do que venho pensando há muitos anos. De nada adiantam a posição social, a riqueza, a fama ou o prestígio político. Meu paciente está no fim de suas ilusões. A única coisa que almeja — e não sei se terá tempo para isso — é partir desta vida de bem com seu filho. Será que todos nós já temos noção dessa realidade?

Para alegria e alívio do Doutor Gualberto, naquele mesmo dia o filho de Otávio foi visitá-lo no hospital.

— Felizmente — arrematou o médico, uma semana mais tarde — Otávio partiu em paz.

***

Otávio e os escritores Oswald e Mário de Andrade viveram situações em que poderiam e deveriam ter perdoado, superado o orgulho e se reconciliado com seus desafetos.

Felizmente, o filho de Otávio aproveitou essa oportunidade em vida. Oswald e Mário só tiveram esse ensejo do outro lado da existência, onde, provavelmente, compreenderam como eram estúpidos os ressentimentos que se votavam mutuamente e infantis os motivos que os inspiravam.

Exibições: 57

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Últimas atividades

Margarida Maria Madruga e francisco carvalho da Silva agora são amigos
4 horas atrás
Margarida Maria Madruga comentou o evento “Força Espiritual”, com Eliomar Borgo Cypriano de Carlos Pretti - SCEE
"Obrigada pelo convite."
4 horas atrás
Margarida Maria Madruga respondeu à discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"Que assim seja, Wellington. Obrigada."
4 horas atrás
Nath Story Reis curtiu a postagem no blog PALAVRA "CRISE" - BEZERRA DE MENEZES de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
14 horas atrás
Amauri A. L. Silva curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
ontem
Ícone do perfilJosé Leonil Marques da Silva, André Goes e Alexandre Guilherme Martins Soar entraram no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Artigos Espíritas

Grupo destinado a divulgação de ARTIGOS da DOUTRINA ESPÍRITA através dos nossos articulistas. Não são aceitas postagens de trechos de livros e outros textos.."Material postado nessa pagina tem autorização de seus autores para publicação na REDE AMIGO ESPÍRITA, a reprodução total ou parcial dos dados aqui publicados em outros veículos de mídia podem ser interpretados como violação de direitos autorais, e seus autores agirem conforme informa a lei"Ver mais...
ontem
José Leonil Marques da Silva respondeu à discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
"Excelente o artigo da culta Simoni Privato Goidanich. Porém, peço licença para acrescentar que, posteriormente, AK reconheceu ser médium intuitivo em nota ao artigo "Caracteres da Revelação…"
ontem
José Leonil Marques da Silva curtiram a discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita
ontem
Elciene Maria Tigre Galindo curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira
Maria Isabel Januário curtiram o evento Músicas de Paz de EvandroOlivah
quinta-feira
Ori Pombal Franco curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira
Ícone do perfilCassia Garcia, Décio Luiz Rosa Eugênio, Wendell Fridman de Vasconcelos e mais 13 pessoas entraram em RAE
quinta-feira
Valéria curtiram o perfil de Valéria
quinta-feira
Valéria curtiram o perfil de Maristela Santos
quinta-feira
Valéria curtiram o perfil de Maristela Santos
quinta-feira
Rafaela Bernardelli Penna curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira
Rafaela Bernardelli Penna curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira
José Leonil Marques da Silva curtiu a postagem no blog AURA E CLARIVIDÊNCIA de Suely dos Anjos
quinta-feira
Sylia Rehder curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira
Rosangela Silva curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço