As calamidades coletivas perante a Codificação kardeciana  (Jorge Hessen)

Jorge Hessen

jorgehessen@gmail.com 

Brasília/DF

 

Para todos os fenômenos da vida humana, há invariavelmente uma razão de ser. No dicionário Espírita, não consta a palavra “acaso”, ainda que as circunstâncias se nos afigurem insuportáveis. A tragédia anunciada de Brumadinho (MG) nos expõe, de maneira evidente, um dramático evento purgatorial e reparador sob o ponto de vista coletivo.

Qual o significado consciencial para cada uma das pessoas que foram vitimadas pelo desmoronamento da barragem da mineradora “Vale do Rio Doce”? Catástrofe, cuja repercussão deixou o mundo entristecido.

Para as calamidades coletivas, a Doutrina Espírita indica expressivas anotações presumíveis, apreciando que, nos Estatutos de Deus não há dispositivos para injustiças. Não deveria ser ocasião para zangas políticas e ideológicas adicionadas às vociferações revoltosas. Isso de nada prospera. A rigor,  só alarga a consternação dos parentes que permaneceram “vivos”.

Para os Benfeitores espirituais, “se há males nesta vida cuja causa primária é o homem, outros há, também, aos quais, pelo menos na aparência, ele é completamente estranho e que parecem atingi-lo como por fatalidade. Tal, por exemplo, os flagelos naturais [e "acidentais"].” (1)  Pela reencarnação e pela destinação da Terra - como mundo expiatório - são compreensíveis as anomalias que o planeta apresenta quanto à distribuição da ventura e da desventura neste planeta.

Aliás, aberração só existe na aparência, quando considerada, tão-só, do ponto de vista da vida presente. “Aquele, pois, que muito sofre deve reconhecer que muito tinha a expiar e deve regozijar-se à ideia da sua próxima cura. Dele depende, pela resignação, tornar proveitoso o seu sofrimento e não lhe estragar o fruto com as suas impaciências, visto que, do contrário, terá de recomeçar. ” (2)

Ora, "as grandes provas são quase sempre um indício de um fim de sofrimento e de aperfeiçoamento do Espírito, desde que sejam aceitas por amor a Deus”. (3) É bem verdade que as catástrofes sejam “naturais” e/ou “acidentais”, como a de Brumadinho (MG), abatem centenas de pessoas. Nesses acontecimentos, as imagens midiáticas, virtuais ou impressas, mostram-nos, com colorido intenso, o drama inenarrável de inúmeras pessoas que padecem, enquanto recolhem o que sobrou e choram seus “mortos”.

Os flagelos “naturais” e ou “acidentais” ocorrem e podem fazer o homem avançar moralmente mais depressa. É óbvio que tal  situação não exime de culpa os responsáveis da famigerada mineradora.

A destruição , muitas vezes,  é inevitável e necessária visando a regeneração moral dos Espíritos, que adquirem, em cada nova existência, um novo degrau de aperfeiçoamento. "Esses transtornos são, frequentemente, necessários para fazerem com que as coisas cheguem, mais prontamente, a uma ordem melhor, realizando-se em alguns anos o que necessitaria de muitos séculos.” (4)

Dessa maneira, esses açoites destruidores têm utilidade do ponto de vista físico, malgrado os males que ocasionam, "pois eles modificam, algumas vezes, o estado de uma região; mas o bem, que deles resulta, só é, geralmente, sentido pelas gerações futuras.” (5)

Antes de reencarnarmos, sob o peso de compromissos morais coletivos, quase sempre, somos informados, no além-túmulo, dos riscos a que estamos sujeitos, das formas pelas quais podemos reparar as faltas morais, porém, o fato, por si só, não é determinístico, até, porque, depende de intermináveis circunstâncias em nossas vidas a sua consumação, uma vez que a Lei de causa e efeito admite flexibilidade, quando o amor rege a vida e "o amor cobre uma multidão de pecados.” (6)

Aquele que se compraz na caminhada pelos atalhos do mal, a própria Lei de causa e efeito (que funciona para que nos resguardemos de nós mesmos) se incumbirá de trazê-lo de retorno às vias do bem. O passado,  embora não seja determinante, influi no presente que, por sua vez, produz reflexos no futuro. Porém, cabe a ressalva de que nem todo sofrimento é expiação e ou reparação.  No item 9, Cap. V, de O Evangelho Segundo o Espiritismo, Allan Kardec assinala: "Não se deve crer que todo sofrimento que se passa neste mundo seja, necessariamente, o indício de uma determinada falta: trata-se, frequentemente, de simples provas escolhidas pelo Espírito para sua purificação, para acelerar o seu adiantamento." (7)

 

Referências bibliográficas:

(1) KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo, RJ: Ed. FEB, 1989, Cap. V

(2) idem Cap. V

(3) KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo, RJ: Ed. FEB, 1989, Cap. IX

(4) KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos, RJ: Ed. FEB, 1988. Perg. 737

(5) KARDEC, Allan. O Livro dos Espíritos, RJ: Ed. FEB, 1988. Perg. 739

(6) Cf. Primeira Epístola de Pedro Cap. 4:8

(7) KARDEC, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. Rio de Janeiro: Ed. FEB, 1989, Cap. V

Exibições: 471

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de os pae em 2 fevereiro 2019 às 11:18
Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 1 fevereiro 2019 às 5:29

Fatalidade

“Se há males nesta vida cuja causa primária é o homem, outros há, também, aos quais, pelo menos na aparência, ele é completamente estranho e que parecem atingi-lo como por fatalidade.” 


Gravada no disco rígido, diretório consciência, a Lei Divina ou Natural traduz regras de bem proceder. Sendo de aplicação maleável, é utilizada como mecanismo básico, isonômico e indistinto, para que ocorra a perfeita administração no julgamento de ações. Não castiga, não premia, mas restitui, tendo característica educativa, é flexível, dinâmica e individual.

http://www.oconsolador.com.br/ano10/470/ca6.html

  1.  Uma garota de 12 anos e uma transfusão de sangue com o vírus HIV foram motivo de escândalo na Arábia Saudita. Reham al-Hakami sofre de anemia falciforme, fazendo transfusões de sangue para controlar sua doença. Horas depois da transfusão, os médicos do hospital se deram conta do erro e foram informar aos pais o que tinha acontecido. Fatalidade?
  2.  JR também está infectado pelo vírus da AIDS. Isolado, sozinho e com saudades passou a ter comportamento difícil, recusando a medicação, grita com médicos e enfermeiras. Tornou-se problema. No entanto, JR não é um paciente problema. É uma criança que está sofrendo, que quer levar uma vida normal, ir para casa e brincar. JR não sabe que tem AIDS. Seu estado emocional não permite que seja informado. Se ele não entende por que tem hemofilia, como explicar-lhe por que tem AIDS? JR tem apenas 11 anos. Fatalidade?

http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores_FORMIGA_Luiz_t...

 

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Chico Xavier - O servidor

Compartilhamos com os amigos da RAE este belo artigo.

Sds



Atribuem a Mark Twain a citação da seguinte frase: “Não gosto de elogios.
Nunca acho que falaram o…

O custo do abandono emocional (Jane Maiolo)

O custo do abandono emocional 

 

  

 

“Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia”.…

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

Hipocrisia gourmet: os riscos de uma seita chamada Espiritismo.

 

 

E ele, respondendo, disse-lhes: Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito:Este povo honra-me com os lábios,Mas o seu coração está longe de mim;…

Pedagogia do silêncio ou talking cure?

Pedagogia do silêncio ou talking cure? 

 

 

 

E ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre…

Vaidade ou inveja? (Por Vladimir Alexei)

Vaidade ou inveja?

Vladimir Alexei

Belo Horizonte das Minas Gerais,

15 de fevereiro de…

Últimas atividades

Carlos Pointier comentou a postagem no blog Charlatanismo, redes sociais e a fake new do além (Jorge Hessen) de os pae
"No Rio de Janeiro existe um falso médium que coleta as informações do falecido e dos familiares encontraveis no Twitter no Facebook e faz caravana pelo Brasil ,enganando aos famílias, vendendo livros sem nenhum…"
14 minutos atrás
Ícone do perfil via Twitter
Amar o próximo como a si mesmo - parte 2 / Evangelho na Rede com Simone Neto assista pelo youtube… https://t.co/elvm3644nA
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"O Custo do Abandono Emocional": https://t.co/lTTFAtmssD
Twitter7 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

O Custo do Abandono Emocional

“Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia”. (1)Em época de grandes avanços intelectuais, científicos e tecnológicos é possível observar também o avanço das perturbações sociais como a criminalidade e a violência estampadas na face da sociedade…Ver mais...
7 horas atrás
O evento de Carlos Pretti - SCEE foi destacado
Miniatura

"Inteligência Emocional no Perdão", com Ana Jaicy Guimarães em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

28 abril 2019 de 9 a 10:15
Palestra na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas, com a médium e conferencista internacional Ana Jaicy Guimarães (Rio de Janeiro-RJ), com o tema "Inteligência Emocional no Perdão", acontecerá no próximo domingo 28 de abril de 2019, de 09 às 10h da manhã. Ana Guimarães é uma das mais experientes e dedicadas oradoras do Movimento Espírita Brasileiro, percorre o Brasil…Ver mais...
7 horas atrás
Carlos Pretti - SCEE postou um evento
Miniatura

"Inteligência Emocional no Perdão", com Ana Jaicy Guimarães em Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas

28 abril 2019 de 9 a 10:15
Palestra na Sociedade Colatinense de Estudos Espíritas, com a médium e conferencista internacional Ana Jaicy Guimarães (Rio de Janeiro-RJ), com o tema "Inteligência Emocional no Perdão", acontecerá no próximo domingo 28 de abril de 2019, de 09 às 10h da manhã. Ana Guimarães é uma das mais experientes e dedicadas oradoras do Movimento Espírita Brasileiro, percorre o Brasil…Ver mais...
7 horas atrás
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI

SEMANA SANTA : Segunda, Terça e Quarta

Nestes dias, Jesus ensinava no Templo durante o dia e de noite saía a ficar no Monte das Oliveiras; foram ministradas neste período muitas lições e Jesus falou sobre profecias, falsos profetas, tempos de angústia, perseguições; algumas passagens evangélicas do período citado:- Figueira sem frutos (nunca jamais nasça fruto de ti)-Expulsão dos vendilhões do templo (minha…Ver mais...
7 horas atrás
Carlos Ser comentou a postagem no blog Charlatanismo, redes sociais e a fake new do além (Jorge Hessen) de os pae
"item 313 de O Livro dos Médiuns, quando o Codificador denuncia os falsos médiuns, asseverandotextualmente: “se os nossos escritos hão contribuído para desacreditar, assim na França, como emoutros…"
17 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Salvação dos Ricos - Cap 16 itens 1-2 /O Evangelho no Lar com Ricardo Rodriguez assista no youtube… https://t.co/Viofl4kNWa
Twitter18 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Parábola do Filho Pródigo - Rafael Papa assista pelo youtube https://t.co/4cdcVmtj6G https://t.co/5sp4VN2KLz
Twitter19 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
45º Estudo Impermanência e Imortalidade /cap.17 - Conquistas internas 2ª parte - Mauro M Guimarães assista pelo y… https://t.co/RpzV9VDXlU
Twitter19 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
"Temas Atuais" - Programa Momento Espírita com Ary Dourado assista no youtube https://t.co/NswBdL1Zc7 https://t.co/RyJ43bDZhJ
Twitter20 horas atrás · Responder · Retweet
Carlos Ser curtiu a postagem no blog Charlatanismo, redes sociais e a fake new do além (Jorge Hessen) de os pae
20 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
O Jugo Suave - Guiomar Castelo assista no youtube https://t.co/IhqGrGMttI https://t.co/Sm0jW2LZ6E
Twitter21 horas atrás · Responder · Retweet
Robério Gomes do Nascimento entrou no grupo de Nelson Peixoto de Souza Filho
Miniatura

Revista Espírita - Estudo e discussão.

Grupo destinado ao estudo e discussão da Revista Espírita de Allan Kardec.A Revista Espírita, atualmente editada pela FEB,é composta de 12 volumes(1858-1869).Que todos nós possamos através deste humilde grupo, engrandecer a obra do Professor Kardec.Ver mais...
21 horas atrás
Nadia Rosangela curtiu a postagem no blog A VIDA SUPERIOR - LÉON DENIS de CÁTIA REGINA
22 horas atrás
Nadia Rosangela deu um presente para marcia helena diniz
22 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Semana Santa e a Doutrina Espírita": https://t.co/qe3bvvgQmX
Twitterontem · Responder · Retweet
Posts no blog por EliethTavares Castro

Semana Santa e a Doutrina Espírita

Semana Santa e a Doutrina Espírita           Não existe páscoa na doutrina espírita, a qual não mantém a prática de cultos, rituais ou adoração de imagens. A Páscoa é uma festa católica, culminância da chamada Semana Santa (que deve ser vista com apreço, pelos espíritas, em respeito aos nossos…Ver mais...
ontem
Ícone do perfilMarilza Ap. de Oliveira Teixeira e André Luís Bonaparte entraram em RAE
ontem

Regras de uso e de publicação

 

 

Badge

Carregando...

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço