CARMICAMENTE, O SOFRER NOS ENRIQUECE, MAS A DEUS ABORRECE

ELE NOS CRIOU COM LIVRE-ARBÍTRIO, COM O PODER DE PECARMOS

 

Os teólogos têm uma expressão muito comum entre eles: "Isso é perigoso". Mas é apenas pelo medo de eles estarem sendo contrários a um dogma. Não, pois, medo de irem contra a Bíblia, já que as teologias cristãs, principalmente a católica, têm mais cuidado com os dogmas do que com a Bíblia.

E esse medo talvez seja originado do trauma da Inquisição presente no inconsciente coletivo das pessoas. Aqui vou usar essa expressão dos teólogos, porém, não por ter medo de estar sendo contra um dogma, mas porque ela é mesmo apropriada para o que vou dizer. Falar de Deus é perigoso, porque nós só podemos nos referir a Ele dentro de nossos limites humanos, e Ele é infinito. Falando como o povo fala, dizemos que, ao nos referirmos a Deus, estamos correndo o risco de estarmos falando abobrinhas! Daí os erros dos teólogos do passado, querendo definir Deus com detalhes, quando nem em síntese poderiam fazê-lo.

Feito esse esclarecimento, digo que Deus não quer o sofrimento de ninguém. Deus, Pai e Mãe de todos nós, poderia se deleitar com o nosso sofrimento? Quando Jesus diz, no Sermão da Montanha, "bem-aventurados os que sofrem", isto é, felizes os que sofrem, Ele não quis dizer que Deus gosta do nosso sofrimento, pois Deus não é sádico. O que o excelso Mestre quis dizer foi que aqueles que sofrem estão pagando os seus pecados, purificando-se, pois, e após o que passarão a ser felizes. "Ninguém deixará de pagar tudo até o último centavo" (Mateus 5: 26).
Não é, pois, Deus que sofre com os pecados e, sim, os nossos semelhantes, e, por consequência, nós, os autores dos pecados, já que, como vimos, temos que pagá-los todos. Em outros termos, vamos colher o que semeamos. E se Deus sofresse com os pecados da humanidade, Ele seria o ser mais desgraçado de todos e até seria também suspeito de ser masoquista, pois foi Ele que nos criou com livre-arbítrio, ou seja, com o poder de pecarmos.

O sofrimento nos enriquece, porque ele próprio, como vimos, vai libertando-nos de mais sofrimento, ou seja, do fogo simbólico bíblico. "Se a obra de alguém se queimar, sofrerá ele dano; mas esse mesmo será salvo, todavia, como que através do fogo" (1 Coríntios 3:15).
Aliás, eterno ("aionios" em grego), na verdade, significa indeterminado e não sem fim, como entrou nas traduções da Bíblia para o português e outras línguas. Tempo sem fim é sempiterno.
E o tempo indeterminado da pena é porque depende da quantidade dos pecados cometidos do indivíduo.

E qual pai terreno, apesar de ser imperfeito, se alegraria com a tortura e o sofrimento para sempre de seus filhos, no tal de inferno sempiterno tomado ao pé da letra e em que muitos ainda creem? Se Deus fosse esse ser que se compraz com tal barbarismo contra seus filhos, seria o caso de perguntarmos: será que um pai terreno pode ser melhor e mais perfeito do que o Pai celestial?

 

José Reis Chaves

Publicado no Jornal OTEMPO em 13/08/2012

Exibições: 199

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de Egdemberguer Magalhaes em 24 agosto 2012 às 0:02

Ubirajara, e isso aí companheiro,

Abraços Fraternos

Comentário de Maria Fidalgo em 23 agosto 2012 às 18:04

boa  noite  sempre  belos  os  seus  artigos  sempre  atuais  um  abraço  com  carinho  e  respeito  paz

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

A convivência familiar na pandemia.

A convivência familiar na pandemia.

 

A impermanência das situações existenciais necessita estar em  nossas reflexões .

Por quê?

Simples, porque as mudanças são uma realidade tão palpável quanto a morte.

De um momento para o outro, por exemplo, podemos ter as nossas rotinas capturadas pelos mais variados motivos.

E o ano de 2020 escancarou…

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Médiuns. 171. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"“Sandálias Douradas”.  Credibilidade é fundamental. Alguns médiuns ganham credibilidade, mas são infectados pelo orgulho e/ou vaidade. Fator complicador - obsessão. A entidade passa a exercer…"
2 horas atrás
Antonio Carlos G. Sarmento e Edileuza R. Rodrigues agora são amigos
2 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
" Sincera solidariedade agrega, solidariedade forçada segrega. O humanista de boutique precisa do preconceito. É o oxigênio vital dele, diz jornalista em Hipocrisia in…"
ontem
augusta curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
terça-feira
augusta curtiram o perfil de Nadia Rosangela
terça-feira
ANDREA REGINA DE SA curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
segunda-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Ao tentar processar o Porta dos Fundos, por retratar Jesus como um gay, igreja teve um prejuízo de R$ 82…"
1 Ago
Madelon Fonseca curtiram a discussão Reflexões sobre as Leis Naturais. de Wellington Balbo
31 Jul
Joao Iudes Nodari respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"A Marlene apresentou uma realidade constatada diariamente no processo de palestras ministradas nos centros e unidades espíritas. Está-se chegando numa fase onde a ênfase oratória pergaminha atitudes emocionais e…"
31 Jul
Ligia Maria Matutino Bastos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Espiritismo e Evangelho

Grupo destinado a estudos do Evangelho a Luz da Doutrina EspíritaVer mais...
31 Jul
Ligia Maria Matutino Bastos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Estudo: "Amor e Sabedoria de Emmanuel"

Estudo Interativo da Série: "Amor e Sabedoria de Emmanuel"Áudios  e vídeos da Sala de Conferência Estudando EspiritismoAo vivo semanalmente as 20h00 pelo link…Ver mais...
31 Jul
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Marlene, Grato pelo seu comentário. Deus a abençoes . Precisando de qualquer informação estamos a disposição.."
31 Jul

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço