CARTA  DE   GEORGE  CARLIN

  


O paradoxo do nosso tempo é que temos edifícios mais altos e
 temperamentos mais reduzidos.
Estradas mais largas e pontos de vista mais estreitos.
Gastamos mais, mas temos menos.
Compramos mais, porém desfrutamos menos.
Temos casas maiores e famílias menores.,
Maiores comodidades e menos tempo.
Temos mais graduações acadêmicas,
 porém menos sentido comum,
Maior conhecimento, porém
menor capacidade de discernir.
Mais especialistas, porém mais problemas.
Melhor medicina porém menos bem estar.
Bebemos demais, fumamos demais!
Desperdiçamos demais, rimos  pouco!
Dirigimos rápido demais, nos irritamos demais.
Nos é revelado muito, mas amanhecemos cansados.
Lemos pouco, vemos muito televisão
e oramos raramente!
Temos multiplicado nossas posses, porém
 reduzimos nossos valores.
Falamos muito, ouvimos muito pouco, amamos menos ainda e
 odiamos frequentemente!
Falamos muito, ouvimos muito pouco, amamos menos ainda e
 odiamos frequentemente!
Temos aprendido a ganhar a vida,
 mas não para viver.
Acrescentamos anos à nossa vida,
 mas não vida aos nossos anos.
Temos ido à lua, mas é cada vez mais difícil
 atravessar a rua e encontrar o nosso vizinho.
Conquistamos o espaço exterior, porém não o nosso interior.
Temos feito grandes coisas, porém não as melhores!
Dominamos o átomo, mas não nossos preconceitos.
Escrevemos mais, porém aprendemos menos..
Planejamos mais, porém realizamos menos..
Temos aprendido a apreciar, porém não sabemos esperar.
Produzimos computadores que processam
mais informações, porém nos comunicamos
 cada vez menos.
Estes são tempos de comidas rapidas e digestão lenta.
São tempos de homens de grande estatura e com falta de caráter!
De enormes ganâncias econômicas e
 relações humanas superficiais.
Existem duas fontes de renda, porem mais divorcios.
Casas mais luxuosas, mas muitos lares desfeitos.
São tempos de viagens rapidas, fraldas descartaveis!
Moral descartável em uma noite, corpos obesos!
E pílulas que fazem de tudo: alegrar, acalmar e até matar.
São tempos de janelas que se abrem para lugar nenhum!
Tempos em que a tecnologia pode
fazer chegar esta carta até você!
E você pode optar por compartilhar estes
pensamentos ou simplesmente excluí-los.
Lembre-se de passar algum tempo com seus entes queridos,
 pois ninguém estará aqui para sempre.
Recorde-se agora de quem o admira,
 porque essa pessoa tão logo poderá estar longe de você.
Lembre-se de abraçar quem você ama,
porque esse é um tesouro que você pode dar,
 sem nenhum custo..
Lembre-se de dizer “eu te amo” ao seu parceiro
 e aos seus entes queridos, mas acima de tudo, fazê-lo sinceramente.
Um beijo e um abraço podem curar uma ferida,
 quando se é dado com toda a alma.
Dê-se tempo para amar e conversar, compartilhando
 suas mais preciosas ideias.
E sempre recorde:
A vida não se mede pelo número de vezes que respiramos,
mas sim pelos extraordinários e importantes momentos
que vivemos em plenitude.
                                

Em  minha  opinião, um depoimento  verdadeiro  e devemos   refletir na   eloqüência   destas   palavras.Maria Elaci

Exibições: 472

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de gloria maria wolk em 17 janeiro 2012 às 13:35

Oi amiga, que bom te encontrar por aqui. Adorei tua postagem.bjs.

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Ori Pombal Franco curtiram o evento Votação para escolha do Projeto Médicos do Bem no Prêmio Euro de Marcílio Dias Henriques
19 minutos atrás
Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
21 minutos atrás
Ori Pombal Franco curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
21 minutos atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"DEPOIS DA MORTE Em 1965, Yvonne Pereira diz que “o Evangelho é imortal, uma vez que sempre existirão cérebros e corações necessitados de renovação." Ela fala também sobre “uma…"
quarta-feira
Mauro Araújo Matoso de Lima curtiu a postagem no blog Angústias De Um Dirigente Espírita de PATRIZIA GARDONA
segunda-feira
Mauro Araújo Matoso de Lima curtiu a postagem no blog Angústias De Um Dirigente Espírita de PATRIZIA GARDONA
segunda-feira
Helena Padilha de Meneses curtiram o perfil de Helena Padilha de Meneses
segunda-feira
Ícone do perfilNilton Cardoso deu um presente para José Ricardo Fernandes
domingo
Nilton Cardoso e José Ricardo Fernandes agora são amigos
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Hanseníase. Você o conhece? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"  N.F.P, 23, noiva, não consegue sentir mais os pés, (...) e sua sensibilidade totalmente debilitada. Ela tem hanseníase, doença mais conhecida como lepra. Sua primeira atitude foi querer se suicidar, mas agora,…"
4 Jul
José Ricardo Fernandes curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
3 Jul
José Ricardo Fernandes curtiram o perfil de Nilton Cardoso
3 Jul

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço