LIVRO: O CONSOLADOR - EMMANUEL

337- "Concilia-te depressa com o teu adversário." - essa é a palavra do Evangelho, mas se o adversário não estiver de acordo com o bom desejo de fraternidade, como efetuar semelhante conciliação?

R: Cumpra cada qual o seu dever evangélico, buscando o adversário para a reconciliação precisa, olvidando a ofensa recebida.  perseverando a atitude rancorosa daquele, seja a questão esquecida pela fraternidade sincera, porque o propósito de represália, em si mesmo, já constitui uma chaga viva para quantos o conservam no coração.

Pode-se afirmar a separação entre perdão e a conciliação, o perdão é uma das formas de libertação, tanto para si próprio como para a pessoa envolvida; entretanto, a conciliação é como uma relação de amizade, em que tudo apaga e esquece, porém precisa do perdão como o passo inicial e da compaixão, portanto, quem a pratica terá a compreensão de comportamentos anteriores sendo resultados da ignorância e das experiências iniciais do processo evolutivo, catalisando (atraindo) simpatia e saúde espiritual, sem esperar nada em troca, movimenta a fraternidade, entendimento e amizade.

É o ceder mútuo como acordo entre pessoas, exemplo disto é a famosa forma extrajudicial no mundo jurídico, nos dias atuais. Deixando passar o momento que gerou ressentimentos e ódios perturbadores com o perdão mútuo, cedendo lugar ao amor, antídoto de longa vida, restituindo as energias gastas e as esperanças fanadas, ou melhor, como Joanna de Ângelis afirma,“...é o momento de amor no desenvolvimento dos elevados valores da vida, o amor é conciliador, no entanto não se acumplicia com aquilo que é incorreto, estabelece a paz, auxiliando o incompreendido ou malsinado a conviver em harmonia com aquele que o infelicitou ou lhe gerou problemas, não os recordando, tampouco solicitando esclarecimentos e justificações, aliás, muito do agrado do egoísmo doentio, sabe onde parar, quando prosseguir e como fazê-lo...”, no livro Garimpo de Amor, capítulo 24.

Além disso, conciliação é tentar cativar mais um pouco a cada dia, conquistando um novo amigo, e não deixando para depois, porque mais tarde poderá ser pior, gerando a obsessão, sendo que a maior parte das ocorrências é motivada por vingança de espíritos que conhecemos nesta ou nas passadas, tanto na subjugação quanto na simples, como relata o capítulo XXIII, do Livro dos Médiuns, tendo antes a omissão da caridade e da indulgência ou fizemos mal, consciente ou não.

  • ·         exemplo da senhora que mancava- trabalhadora da casa com egoísmo e orgulho e do obsessor da época colonial que queria que ela pedisse perdão depois de ouvir a doutrina;

·      

Deus permite para que nós possamos aparar as arestas, reparando todo o mal contra o próximo, até o último dano causado por nós, sem que aquele que perdoou sofra qualquer vingança, como afirma o capítulo X do livro Evangelho Segundo o Espiritismo, item 5 6.

  • exemplo de Divaldo, que tinha um obsessor e que deixou o primeiro quando Divaldo acolheu a mãe do segundo e que estava deformada.

Jesus, nosso Mestre e Irmão Maior, pregava a paz no curso de todas as nossas existências, para que nós não perpetuemos mais as nossas discórdias, enquanto que fazia advertência consoladora diante da consciência individual, asseverando a conciliação, fazendo com que o amor impere diante dos sentimentos .

Fazendo a nossa parte, corrigindo os nossos erros, do passado e do atual, e persistindo na boa vontade com bondade e compreensão às faltas, alheias e as próprias, para que tenha julgamento legitimo, gerando o trabalho na harmonização, na paz e o perdão ao ofensor, desenvolvendo os elevados valores da vida, sem por manter apenas uma posição exterior, esperando com confiança a modificação moral do próximo, se o adversário desdenha os bons desejos.

  • ·         exemplo de Chico, e o cãozinho dele com a vizinha que envenenou o segundo com pena do Chico, causando tristeza nele, mas que ele retribuiu com o bem dando o que mais faltava a ela, máquina de costura, por sugestão de Emmanuel.

 Mensagens Relacionadas:

Esquece

Pelo Espírito Scheilla

 Se desejas a paz de consciência por princípio de felicidade, aprende a perdoar.

 Ressentimentos alimentados geram desequilíbrios espirituais e envenenam a organização física.

 O esquecimento da ofensa é como o rio que leva os detritos para longe, deixando pura a água onde saciamos a sede e nos revigoramos na harmonia.

Apaga da tua mente qualquer episódio menos feliz, superando-o com o esforço da vontade.

 Amanhã, surgirão novas oportunidades de progresso, e se estiveres atado ao ressentimento, não lograrás aproveitá-las.

 Segue de bem com a vida rogando ao Pai abençoe os que te ofenderam.

Lembra-te das vezes em que necessitamos do perdão alheio e oferece clemência ao agressor.

 Somos todos membros de uma só família, cuja base do progresso é a caridade, onde se inclui o perdão por regra de convivência saudável.

 

Pensar e Querer

Pelo Espírito Scheilla

O homem foi capaz de desenvolver sofisticados radares para detectar presenças estranhas a longa distância, mas ainda não conseguiu estabelecer um sistema de vigilância em torno da própria mente.

Todo pensamento estabelece uma sintonia.

 Pensando, a criatura interage sobre seus semelhantes, estabelecendo ligações, conforme o campo mental que a envolve.

 Se a situação é gerada por pensamentos infelizes, estabelecem-se as presenças indesejáveis, oriundas do plano extra físico, consolidando, assim, o início de processos obsessivos que poderão aprisionar a pessoa em dolorosos processos de subjugação.

Entretanto, cabe ressaltar que, entre a abordagem do pensamento infeliz e a sua aceitação em nosso campo mental, há uma distância a ser percorrida.

 No mundo, pensamentos infelizes nos ocorrem a todos.

 Cabe-nos, porém, a devida vigilância para rebatê-los com o escudo do bom senso, a fim de que nossa vida interior se desenvolva em bases de equilíbrio desejável.

Pensa com amor e a luz do teu pensamento te iluminará por dentro.

 

Vigia Teus Pensamentos (Pelo Espírito Scheilla)

Grande parte dos casos de obsessão espiritual se estabelece a partir do baixo padrão vibratório da criatura encarnada.

Ódio, ressentimento, rancor, orgulho, mágoa são estados psicológicos que dão às entidades perseguidoras o sinal para avançarem.

Tais Espíritos espreitam sua vítima, à espera do melhor momento para agirem.

Sempre que tais pensamentos te chegarem à mente, busca refúgio na prece.

Eleva-te a Deus, a fim de que os canais de sintonia que te ligam a entidades perseguidoras sejam desfeitos com a força do Bem, que pode brotar dentro de ti mesmo.

Vigia teus pensamentos.

Ora ao Pai.

Dedica-te ao Bem.

Assim agindo, estarás te colocando a salvo das investidas inferiores e te aproximando das esferas elevadas, cujos eflúvios te garantirão a paz interior.

 

Sinais de Alarme

Há dez sinais vermelhos, no caminho da experiência, indicando queda provável na obsessão:

 

      quando entramos na faixa da impaciência;

 

      quando acreditamos que a nossa dor é a maior;

 

      quando passamos a ver ingratidão nos amigos;

 

      quando imaginamos maldade nas atitudes dos companheiros;

 

      quando comentamos o lado menos feliz dessa ou daquela pessoa;

 

      quando reclamamos apreço e reconhecimento;

 

      quando supomos que o nosso trabalho está sendo excessivo;

 

      quando passamos o dia a exigir esforço alheio, sem prestar o mais leve serviço;

 

      quando pretendemos fugir de nós mesmos, através do álcool ou do entorpecente;

 

      quando julgamos que o dever é apenas dos outros.

 

Toda vez que um desses sinais venha a surgir no trânsito de nossas idéias, a Lei Divina está presente, recomendando-nos a prudência de amparar-nos no socorro da prece ou na luz do discernimento.

Scheilla.

Da obra: Ideal Espírita.

 

Se te propões ao convívio mais direto com as criaturas queridas domiciliadas no Mais Além, oferta a elas os teus braços a serviço da fraternidade e do entendimento.

 

Bezerra de Menezes

Exibições: 589

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

ASSISTA AO VIVO


Clique no título para acessar o vídeo

Palestra "Quem é meu próximo" - Gustavo Gandolfi

08/12 -9:00 as 10:15h

“Força Espiritual” - Palestra com Eliomar Borgo Cypriano

08/12 - 9:00 as 10:00h

O bem e o mal sofrer - Palestra com Evaldo Botazzo

08/11 - 9:00 as 10:00h

Artigos Espíritas

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Últimas atividades

Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog “O Meu Obsessor não Permitiu Que Eu Me Casasse” de PATRIZIA GARDONA
8 horas atrás
os pae curtiu a postagem no blog Doação de órgãos.  Quem nos garante que não seremos o próximo da fila? (Jorge Hessen) de os pae
8 horas atrás
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
12 horas atrás
FATIMA SANTOS entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Gestos e Valores: Série Roteiro

Áudios do Programa “Gestos & Valores" Gênero: Reforma ÍntimaApresentação: José Antonio da Cruz  (Catanduva/SP)Sugestões: gestosevalores@gmail.com Série: Estudo a obra  "Roteiro"  de Chico Xavier pelo espírito de EmmanuelVer mais...
15 horas atrás
Blog LGBT Espírita entrou no grupo de Espírita Online
Miniatura

Wellington Balbo

Palestrantre e Escritor Espírita.Ver mais...
16 horas atrás
Blog LGBT Espírita entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Mensagens de Reflexão

Mensagens, frases e pensamentos para reflexão iluminando nossas vidas.
18 horas atrás
Blog LGBT Espírita entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Artigos Espíritas

Grupo destinado a divulgação de ARTIGOS da DOUTRINA ESPÍRITA através dos nossos articulistas. Não são aceitas postagens de trechos de livros e outros textos.."Material postado nessa pagina tem autorização de seus autores para publicação na REDE AMIGO ESPÍRITA, a reprodução total ou parcial dos dados aqui publicados em outros veículos de mídia podem ser interpretados como violação de direitos autorais, e seus autores agirem conforme informa a lei"Ver mais...
18 horas atrás
Posts no blog por os pae

Doação de órgãos.  Quem nos garante que não seremos o próximo da fila? (Jorge Hessen)

Jorge Hessenjorgehessen@gmail.comBrasília-DF O ex-apresentador de TV Gugu Liberato permanecerá presente na recordação da família,  dos milhões de fãs e dos doentes receptores dos seus órgãos. A família do apresentador fez questão de realizar um desejo que Gugu sempre manifestou: a doação dos órgãos. Pois que quando em vida Gugu…Ver mais...
18 horas atrás
Margarida Maria Madruga e francisco carvalho da Silva agora são amigos
ontem
Margarida Maria Madruga comentou o evento “Força Espiritual”, com Eliomar Borgo Cypriano de Carlos Pretti - SCEE
"Obrigada pelo convite."
ontem
Margarida Maria Madruga respondeu à discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo no grupo Artigos Espíritas
"Que assim seja, Wellington. Obrigada."
ontem
Nath Story Reis curtiu a postagem no blog PALAVRA "CRISE" - BEZERRA DE MENEZES de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Amauri A. L. Silva curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
sexta-feira
Ícone do perfilJosé Leonil Marques da Silva, André Goes e Alexandre Guilherme Martins Soar entraram no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Artigos Espíritas

Grupo destinado a divulgação de ARTIGOS da DOUTRINA ESPÍRITA através dos nossos articulistas. Não são aceitas postagens de trechos de livros e outros textos.."Material postado nessa pagina tem autorização de seus autores para publicação na REDE AMIGO ESPÍRITA, a reprodução total ou parcial dos dados aqui publicados em outros veículos de mídia podem ser interpretados como violação de direitos autorais, e seus autores agirem conforme informa a lei"Ver mais...
sexta-feira
José Leonil Marques da Silva respondeu à discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
"Excelente o artigo da culta Simoni Privato Goidanich. Porém, peço licença para acrescentar que, posteriormente, AK reconheceu ser médium intuitivo em nota ao artigo "Caracteres da Revelação…"
sexta-feira
José Leonil Marques da Silva curtiram a discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita
sexta-feira
Elciene Maria Tigre Galindo curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira
Maria Isabel Januário curtiram o evento Músicas de Paz de EvandroOlivah
quinta-feira
Ori Pombal Franco curtiram a discussão Por que nos sentimos mal em determinados ambientes? de Wellington Balbo
quinta-feira
Ícone do perfilCassia Garcia, Décio Luiz Rosa Eugênio, Wendell Fridman de Vasconcelos e mais 13 pessoas entraram em RAE
quinta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço