Como podemos compreender os resultados de nossas existências anteriores? – Para compreender os resultados das existências anteriores, baste que o homem observe as próprias tendências, oportunidades, lutas e provas. (1)

Muito comum o desejo de se conhecer o passado espiritual. Justifica-se, inclusive, com o argumento de que conhecendo o passado melhor se comportaria no presente, e melhor se agiria em relação às situações e pessoas.

Ouçamos os Benfeitores Espirituais que trouxeram o Consolador prometido por Jesus à Terra:

“Por que perde o Espírito encarnado a lembrança do seu passado?

“Não pode o homem, nem deve, saber tudo. Deus assim o quer em sua sabedoria. Sem o véu que lhe oculta certas coisas, ficaria ofuscado, como quem, sem transição, saísse do escuro para o claro. Esquecido de seu passado, o homem é mais senhor de si”.

A resposta nos remete à necessidade de se tomar decisões fundamentadas não no conhecimento do passado, mas sustentadas em valores morais que se deve incrustar na consciência, por livre vontade, e não por obrigação causal.

Continuemos estudando com os Benfeitores:

Em cada nova existência, o homem dispõe de mais inteligência e melhor pode distinguir o bem do mal. Onde o seu mérito se se lembrasse de todo o passado? Quando o Espírito volta à vida espírita, diante dos olhos se lhe estende toda a sua vida pretérita. Vê as faltas que cometeu e que deram causa ao seu sofrer, assim como de que modo as teria evitado. Reconhece justa a situação em que se acha e busca então uma existência capaz de reparar a que vem de transcorrer. Escolhe provas análogas às de que não soube aproveitar, ou as lutas que considere apropriadas ao seu adiantamento e pede a Espíritos que lhe são superiores que o ajudem na nova empresa que sobre si toma, ciente de que o Espírito, que lhe for dado por guia nessa outra existência, se esforçará por levá-lo a reparar suas faltas, dando-lhe uma espécie de intuição das em que incorreu. Tendes essa intuição no pensamento, no desejo criminoso que frequentemente vos assalta e a que instintivamente resistis, atribuindo, as mais das vezes, essa resistência aos princípios que recebestes de vossos pais, quando é a voz da consciência que vos fala. Essa voz, que é a lembrança do passado, vos adverte para não recairdes nas faltas de que já vos fizestes culpados. Na nova existência, se sofre com coragem aquelas provas e resiste, o Espírito se eleva e ascende na hierarquia dos Espíritos, ao voltar para o meio deles.

Não temos, é certo, durante a vida corpórea, lembrança exata do que fomos e do que fizemos em anteriores existências; mas temos de tudo isso a intuição, sendo as nossas tendências instintivas uma reminiscência do passado. E a nossa consciência, que é o desejo que experimentamos de não reincidir nas faltas já cometidas, nos concita à resistência àqueles pendores”. (3)

Lidar com o conhecimento do passado não é tarefa fácil. Na atual encarnação, com o conhecimento que possuímos, ainda temos dificuldades de perdoar e conviver com determinadas pessoas, imaginemos, portanto, se soubermos o que deu causa ao que vivemos agora.

Também temos dificuldades com situações complicadas que se apresentam ao nosso espírito, e via de regra as justificamos como vinculadas às existências anteriores, o que nem sempre é verdade, mas, por viciação mental, evitamos raciocinar em termos de serem frutos de negligência atual.

Claro está, nas orientações acima, que a situação atual é decorrente das necessidades do Espírito, seja por expiações relativas às faltas cometidas em existências anteriores, seja por provas solicitadas antes da atual reencarnação e, em tese, não haveria necessidade de se saber, no detalhe, as causas que as geraram. Bastaria que descansássemos nossa fé no conhecimento que nos é dado pela Doutrina Espírita, para termos paz de espírito e predisposição para enfrentarmos a vida, exatamente como planejamos fazer antes de reencarnarmos.

Pensemos nisso.

Antônio Carlos Navarro

Exibições: 879

Comentar

Você precisa ser um membro de REDE AMIGO ESPÍRITA para adicionar comentários!

Entrar em REDE AMIGO ESPÍRITA

Comentário de PAULO ROBERTO GOMES em 13 outubro 2017 às 11:04

Antonio desculpe eu comentei teu nome na minha resposta, mas errei. Você não comentou que eu fiz regressão. Obrigado pelo post. Muita luz a todos.

Comentário de PAULO ROBERTO GOMES em 13 outubro 2017 às 9:41

Antonio você não entendeu o que escrevemos, quem fez a regressão foi nosso corpo espiritual, porque por algum motivo era para meu aprendizado e minha evolução, portanto necessário. Eu não fiz regressão, ela é que me veio, então eu claro com um bom aluno espírita, assimilei e uso para meu melhoramento.

Comentário de Ana Sofia Passeira torres em 12 outubro 2017 às 9:21

Felizmente foi-me dada a oportunidade de ter um vislumbre sobre algumas vidas passadas, o que me fez compreender melhor o caminho a percorrer e as provas que vêm surgindo. 

Se soubéssemos em toda a sua plenitude qual a missão nesta reencarnação, todo o mérito pelas nossas acções desapareceria. Eu continuo a pedir a Jesus e aos meus guias e benfeitores espirituais que me dêem a força e a coragem necessária para enfrentar o que ainda está por vir. 

Muita paz.

Comentário de Antonio Carlos Navarro em 12 outubro 2017 às 0:45

Boa noite, Jane Rosa Gomes.

A regressão de memória não é prática espírita, e não deve ser praticada em Centros Espíritas.

Trata-se de prática terapêutica, que se pode buscar em condições excepcionais, com profissionais de moral inatacável e altamente compromissados com o bem.

A princípio, indicamos o atendimento fraterno dos Centros Espíritas.

Muita paz.

Comentário de JANE rosa Gomes em 12 outubro 2017 às 0:35
Intaõ não se deve fazer regressão de vidas passadas. Tô na dúvida.
Comentário de PAULO ROBERTO GOMES em 11 outubro 2017 às 15:17

Perfeitamente Henia, essas informações vem sem necessidade alguma de regressão. Aliás você teve acesso como eu tive e é maravilhoso acessar e usar para nossa caminhada.

Comentário de Henia Campos Cordeiro em 11 outubro 2017 às 15:00

     Sim, eventualmente não nos é negado o acesso a um acervo que nos pertence, aquele que fomos arduamente acumulando ao longo das existências mesmo que um filtro nos vete a plena consciência dele.
     Dispomos da intuição em variados graus e também temos à nossa disposição, pela infinita misericórdia de Deus, os insights e até algumas experiências oníricas que nos descortinam o véu de nosso passado, na proporção de nossas necessidades e de nosso preparo. Acredito nisso e já fui agraciada.

Comentário de André Luiz Rocha Puglia em 11 outubro 2017 às 14:52

Infelizmente vemos muitas pessoas buscando regressão de memória, como se Deus tivesse se equivocado ao nos fazer esquecer.

Comentário de PAULO ROBERTO GOMES em 11 outubro 2017 às 14:19

Oi Antonio, verdade alguns não teriam condições de saber do passado na atual vida, mas tudo depende do aprendizado no decorrer da vida do espírito. Eu por exemplo fiquei sabendo de algumas vidas passadas o que me ajudou muito nesta atual, numa eu usava o poder para mostrar minha força, outra fui uma mulher mais doce, então conforme está no texto acima, tudo depende da necessidade de saber ou não.

ASSOCIE-SE E COLABORE

Últimas atividades

Edson Lopes curtiram o evento Mediunidade de Amigo Espírita
8 minutos atrás
Edson Lopes curtiram o evento Jornais Espíritas de Amigo Espírita
24 minutos atrás
Edson Lopes curtiram o evento Áudios Espíritas de Amigo Espírita
25 minutos atrás
ANA MARIA TEODORO MASSUCI e Andressa Araujo agora são amigos
1 hora atrás
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/HIBZZVlzvz
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/JFTh697oIW
Twitter1 hora atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Comecei uma transmissão ao vivo em @YouTube: https://t.co/kwg6zWUV6H
Twitter2 horas atrás · Responder · Retweet
ANA MARIA TEODORO MASSUCI curtiu a postagem no blog Justiça na Espiritualidade de Antonio Carlos Navarro
2 horas atrás
Ícone do perfilTalita Guinatto de Lima Duarte, Ivan dos Santos Ferreira, Monia Alves e mais 1 pessoas entraram em REDE AMIGO ESPÍRITA
2 horas atrás
Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu a postagem no blog “Pai Nosso”, que assim seja!...(Jorge Hessen) de Carlos Pointier
2 horas atrás
Talita Guinatto de Lima Duarte curtiram a discussão Quem foi Léon Denis? - Estudo da Sala Falando em Espiritismo na Rede Amigo com Fernando Ben de Amigo Espírita
4 horas atrás
Marilei Helena Zanatta curtiram o evento Estudo Livro Nosso Lar de Amigo Espírita
5 horas atrás
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
5 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
"Justiça na Espiritualidade" : https://t.co/2thrtebxtp
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Posts no blog por Antonio Carlos Navarro
5 horas atrás
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/CnIKKWcPZZ a Libertação do Medo - 53º Assistência Espiritual
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
Adicionei um vídeo a uma playlist @YouTube https://t.co/WqF7Mfhjvy potencialidades da Alma - Sebastião Camargo
Twitter5 horas atrás · Responder · Retweet
Ícone do perfil via Twitter
SEMINÁRIO 150 Anos de A Gênese - Um resgate histórico é transferido para o Teatro Gamaro, As inscrições, que estav… https://t.co/amDnOewo0D
Twitter8 horas atrás · Responder · Retweet
Amigo Espírita atualizou um evento
8 horas atrás
Andressa Araujo e Pedro Miguel Cruz agora são amigos
11 horas atrás

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2018   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço