DESCUBRA... VOCÊ É MAIOR QUE SEUS ERROS

 

 

                                           UM DIAMANTE TERÁ MENOS VALOR,

                         SÓ POR ESTAR COBERTO DE LAMA ?

                                               DEUS  VÊ  A  BELEZA  IMUTÁVEL  DA

                            SUA ALMA.  ELE SABE QUE NÓS  NÃO

                                                    SOMOS OS NOSSOS ERROS....

 

 

 

                Não raro a sensação de culpa tem nos afastado da felicidade e criado muito sofrimento em nossa vida. Os erros que cometemos, quando não vistos com as lentes do AMOR, DA HUMANIDADE E DO PERDÃO, podem nos dar a sensação de que somos criaturas horrendas e abomináveis, dignas  apenas de castigos e dores. Muitas doenças e tragédias em nossa vida, se originaram desse mecanismo inconsciente, mórbido nos painéis de nossa mente, damos ensejo à criação de um campo de forças autodestrutivas, atraindo fatos dolorosos como acidentes, agressões nas relações sociais e doenças causadas por falhas em nosso sistema imunológico, o qual sucumbe ao nosso desejo inconsciente de sofrer para pagar por um erro cometido.

Precisamos trocar as lentes pelas quais nos enxergamos, defrontados com os  complexos de culpa, carecemos de dar um impulso diferente, à energia destrutiva da raiva contra nós mesmos, transformando-a em energias de Amor por nós e por todos os envolvidos no conflito estabelecido. A raiva de um processo destrutivo, que somente provoca maiores sofrimentos.

 

               O Amor é o processo da harmonização íntima, que conduz à paz conosco e com todos que foram vítimas dos nossos equívocos.

Vamos nos enxergar como Deus nos vê, ele sabe que nós não somos os nossos erros, podemos até se equivocar muitas vezes, e ter cometidos os maiores deslizes do mundo, mas Deus continua nos vendo, como um diamante de grande valor, ainda que momentaneamente encoberto pela lama dos nossos erros. É importante lembrar que a nossa evolução é feita através das experiências do erro e do acerto. Há uma boa história que cai muito bem aqui; Em que o discípulo pergunta ao Mestre:

 

               O QUE É PRECISO PARA SER FELIZ?

 

O mestre responde que a felicidade, depende das boas escolhas que fazemos. Querendo saber mais o discípulo indaga: Então como é possível fazer boas escolhas, e o Mestre responde, que isso se dá por meio da experiência. Ainda não satisfeito o discípulo questiona, como ele pode adquirir essa experiência. E o Mestre finaliza a história dizendo:

 

               " FAZENDO MÁS ESCOLHAS...."

 

O erro nos propícia uma experiência valiosa, nos mostrando sempre a necessidade de recomeçar, pois através dele, somos capazes de encontrar o caminho do acerto. É preciso ter uma boa dose de HUMILDADE, para enxergarmos na experiência do erro um Mestre disfarçado, que nos aponta a estrada que nos conduz ao progresso. A culpa nos aprisiona na estrada do erro, mantendo-nos no círculo da dor e do sofrimento, e não é isso o que Deus deseja para nós.

Por isso Jesus falou tantas vezes da importância de:

 

               PERDOAR O PRÓXIMO, MAIS PRÓXIMOS DE NÓS MESMOS....

 

Para tanto vai aqui algumas sugestões práticas para se perdoar.

 

               1º- Convença-se de que você, como qualquer outra pessoa,

                     tem o direito a errar.

                     Embora deva se esforçar, para não permanecer na atitude

                     equivocada.

                     Diga para si: Eu errei porque, naquele momento, agi de   -

                     acordo com a minha limitada consciência da situação.

                     Hoje vejo tudo com mais clareza e asseguro que, se hoje

                     soubesse o que sei, me comportaria de forma diferente.

 

               2º- Procure sentir que Deus está neste momento, olhando

                     para você, sem qualquer gesto de censura.

                     Ele simplesmente o compreende, pede para que você

                     aprenda com seus erros e siga a vida em frente, renovado

                     e totalmente perdoado.

 

O PERDÃO, é o amor em forma de compreensão. Podemos afirmar sem sombra de dúvidas, que um dos maiores presentes que, podemos oferecer as pessoas é compreendê-las, entendendo-as e aceitando-as.

Acreditemos que, dentro de nós existe alguém precisando desse nosso presente. Vale a pena descobri-lo, oferecendo-o ao próximo bem próximo de nós.

 

Receba forte abraços fraternos de muitas alegrias e paz em seu coração. Do ir. Jesus Carlos.

Exibições: 1804

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de Rosa Mariah em 16 fevereiro 2014 às 17:05

erros são parte do aprendizado. Quando aprendemos a tocar um instrumento musical temos que repetir uma frase ou compasso ilimitadas vezes até o inconsciente gravar o certo. Quando acertamos a frase então repetimos mais ainda para tornar automatizada em nosso inconsciente. No processo de aprendizado do instrumento não podemos nem devemos ficar reclamando porque isso tira o foco da correção do erro e não devemos ficar repetindo o erro para não fixa-lo o que tornaria a correção mais difícil. A regra em música é devagar e certo até ficar automático daí podemos adiantar o andamento da peça.  penso que com a vida não deva ser diferente porém muito mais amplo....

Comentário de Silvana Cristina dos Santos em 15 fevereiro 2014 às 14:15

Como sempre meu amigo, encontro em suas palavras a calmaria que meu coração precisa. Obrigada e que Jesus nosso irmão maior lhe abençoe e lhe de oportunidades de sempre estar acalentando o próximo!!Um carinhoso abraço!

Comentário de NANCY UZE em 10 fevereiro 2014 às 18:01

Vou orar e continuar tentando  minha reforma íntima,sei que é bem fácil falar que fazer,eu sou consciente dos meus erros mais não sempre sou capaz de por em prática as atitudes certas que  sei que  deveria ter.

Muito obrigada pelo  seu artigo ,me sinto com o coração mais leve! Um fraternal abraço irmão Jesus Carlos!

Comentário de Aparecida Teodoro em 9 fevereiro 2014 às 12:14

muito bonito e interessante. Muitas das vezes nos prendemos no julgo de nossas consciencias a vida inteira por erros que praticamos, sem aceitar que estamos aqui para nos evoluir e acabamos doente... Eu entendo este sentimento muito bem.

Obrigada e um ótimo domingo

Comentário de Ana Lemos em 9 fevereiro 2014 às 6:46

Excelente  texto !

Obrigada  irmão Jesus Carlos !

Abraços fraternos.

 

Comentário de Gianina Rezende Monteiro em 8 fevereiro 2014 às 22:45

 Muito edificante !Gostei do que disse,temos chance de melhorar sempre basta não perder a esperança ! porque sofrer para aprender ? Erramos ..erramos ! Nossos mentores deve ter muito paciencia conosco  ....grata amigo de fé e luz !

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Antonio Carlos G. Sarmento curtiram o perfil de Monica lucio
8 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Com precaução ninguém morre antes da hora. (1) A autópsia das pessoas que morreram em conexão com o coronavírus tinham pelo menos uma doença anterior. Todos eles teriam morrido no decorrer deste ano.…"
11 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Confiança em Deus. Há sempre um amanhã, diz o poeta. Você pode esperar. Um lindo amanhã há chegar. Há sempre um amanhã, pra quem vive a sofrer, não custa esperar, você vai ver. E…"
15 horas atrás
Nilton Cardoso Moreira comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Muito bem colocado amigo Virgilio. Obrigado pelo comentário."
ontem
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Deus é um imenso “inexistir”? (Jorge Hessen) de os pae
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Nem a folha da árvore cai sem a permissão de Deus Pai. Acaso é termo Materialista"
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Elton Santos da Costa comentou a postagem no blog Na Escola Terrestre - (Mensagem psicografada por Wagner Paixão, em 18 abril de 2020) de Amigo Espírita
"Gratidao por essa mensagem tão esclarecedora."
terça-feira
jose carlos neofiti curtiu a postagem no blog Na Escola Terrestre - (Mensagem psicografada por Wagner Paixão, em 18 abril de 2020) de Amigo Espírita
segunda-feira
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
segunda-feira
os pae curtiu a postagem no blog Deus é um imenso “inexistir”? (Jorge Hessen) de os pae
segunda-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço