Todos nós em algum momento da vida vamos adoecer. Isso faz parte da nossa programação de vida, já que estamos num Planeta de expiações onde predomina o mal, e as moléstias sejam elas graves ou leves, fazem parte do contexto.

             É evidente que uns tem mais doenças que outros, embora vivam a mesma quantidade de anos, mas também temos aquelas pessoas que embora tenham uma passagem até rápida na Terra, passaram a maioria do tempo lutando contra doenças.

             A Espiritualidade nos diz que as doenças graves e que judiam com o nosso organismo são depurações que o espírito que somos vivencia e que muitas vezes conseguimos superar e outras sucumbimos. Esta doença grave tem por objetivo nos chamar a atenção e também daqueles que nos cerca, para a necessidade de mudança nos rumos dos objetivos, pensamentos e atitudes.

             Quando a moléstia que depende de tratamento longo e doloroso chega, vem com objetivo de nos sacudir para que vislumbremos algo diferente em nossas metas e convívio com outras pessoas, para que mudemos o modo de agir, e dependerá a nossa recuperação da atitude que vamos adotar diante da dificuldade, e também de fazer eclodir a nossa fé.

             Quanto às pequenas doenças, estas que são rápidas e basta curta utilização de medicamentos. Não é fruto de resgates ou expiações, derivam de nosso comportamento momentâneo! Uma dor de garganta quem sabe está atrelada a palavras mal aplicadas ou palavras dotada de mentira; as dores abdominais, azias e similares, estão atreladas ao modo pelo qual nos alimentamos, gula, temperamento; as relacionadas aos olhos tem origem no que estamos dando atenção ao olhar, e assim por diante.

             Tem as pedras que aparecem nos rins, vesícula e outros locais, que estão atreladas filosoficamente a mágoas, ódios, que não conseguimos nos desvencilhar e passam a petrificar-se no organismo físico.

             Também temos aquelas doenças que não aparece a causa, mas temos sim os sintomas, e que se relaciona com a mente, que são os distúrbios psíquicos e que acabamos enveredando para medicamentos faixa preta. Essas estão normalmente relacionadas a obsessões espirituais e que é necessário tratamento específico e especializado por quem entende da área espiritual, que pode ser obtido através de algumas religiões que se dedica ao estudo do oculto.

             Lembremos que Jesus, o médico dos médicos curava quem o procurava, e sempre orientava o paciente a não incorrer no mesmo erro, para que evitasse acontecer algo pior ainda. Então temos ai prova de que a conduta é de suma importância para que tenhamos uma vida saudável, muito embora como dito no início, estamos em um Planeta que predomina o mal, e em razão disso vivemos de braços com coisas ruins que são, por exemplo, as moléstias.

             A cada existência damos um passo para evolução e certamente em alguma das futuras vidas vamos ser merecedores de habitarmos um planeta de melhor condição moral, onde haverá menos dor e estaremos livres de certas moléstias.

             Esta é a promessa contida nos ensinamentos de nosso Irmão Maior Espírito de Verdade.

Exibições: 110

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Últimas atividades

Ariel Ale Anjo curtiram a página Regras de Conduta de Amigo Espírita
42 minutos atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Prêmio Nobel de Química diz que medidas de isolamento podem ter custado mais vidas do que salvo.  http://www.youtube.com/watch?v=0KfxOFsWwOk"
1 hora atrás
Ícone do perfilMarco Túlio Brito e Eliana entraram em RAE
1 hora atrás
Antonio Carlos G. Sarmento curtiram o perfil de Monica lucio
18 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Com precaução ninguém morre antes da hora. (1) A autópsia das pessoas que morreram em conexão com o coronavírus tinham pelo menos uma doença anterior. Todos eles teriam morrido no decorrer deste ano.…"
22 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Medo da Morte? de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Confiança em Deus. Há sempre um amanhã, diz o poeta. Você pode esperar. Um lindo amanhã há chegar. Há sempre um amanhã, pra quem vive a sofrer, não custa esperar, você vai ver. E…"
ontem
Nilton Cardoso Moreira comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Muito bem colocado amigo Virgilio. Obrigado pelo comentário."
quarta-feira
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Deus é um imenso “inexistir”? (Jorge Hessen) de os pae
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves comentou a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
"Nem a folha da árvore cai sem a permissão de Deus Pai. Acaso é termo Materialista"
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Virgilio Augusto Esteves curtiu a postagem no blog Não temos para onde fugir de Nilton Cardoso Moreira
terça-feira
Elton Santos da Costa comentou a postagem no blog Na Escola Terrestre - (Mensagem psicografada por Wagner Paixão, em 18 abril de 2020) de Amigo Espírita
"Gratidao por essa mensagem tão esclarecedora."
terça-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço