Nenhuma descrição de foto disponível.

As estatísticas mostram que um número significativo de pessoas sofre de depressão. E as vítimas são cada vez mais jovens, afirmam os especialistas.

Sofrer de depressão é muito mais do que se sentir triste por causa de algum problema. É não encontrar mais prazer em nada, não conseguir tomar decisões, perder a esperança e se tornar descrente de tudo.

Não haverá um amanhã é a tônica de muitos depressivos.

Enquanto a ciência trabalha para identificar as causas desse terrível mal, os que sofrem de depressão podem fazer algo para fortalecer a própria resistência.

Primeiro: tenha pensamentos otimistas. Ninguém nasce pessimista. Pensar de forma negativa é alguma coisa que se aprende e que pode ser esquecida.

Por isso, quando alguma coisa sair errada, não se ache incompetente. Pense que é apenas um caso isolado, que não deve ser generalizado.

Reconheça que você não é o único responsável por tudo. Lembre que tudo passa e amanhã tudo estará melhor. Quem sabe, daqui a pouco mude o panorama.

Você já percebeu como a natureza se apresenta chorosa, o céu com nuvens pesadas e escuras, e logo mais o sol brilha forte, o calor chega, as poças de lama secam e tudo está belo outra vez? Assim também é a vida.

Segundo: tente relaxar mais - trabalhe, mas programe o seu dia para ter seus momentos de descontração. Não deixe de ler algo positivo, edificante.

Ouça músicas que lhe acalmem o coração e os pensamentos. Saia para um passeio sem compromisso de ir a lugar algum. Dê uma volta na quadra. Vá até a praça olhar as crianças brincarem.

Deixe o sol lhe acariciar o rosto e o vento lhe desarrumar os cabelos. Vá para o jardim. Plante uma flor. Pode a roseira. Ajeite os galhos dos arbustos.

Frequente o teatro, uma boa roda de amigos, a praia e o campo, diversificando sempre, para não criar monotonia.

Afeiçoe-se a um trabalho no bem, auxiliando uma instituição, contribuindo e sentindo-se útil, responsável.

Terceiro: procure apoio social – quem sofre de depressão, tem a tendência a se fechar e a querer resolver tudo sozinho.

Por isso, converse com alguém em quem você confie. Alguém que seja capaz de avaliar seus problemas e ajudar você a resolvê-los.

Pode ser um amigo especial, um irmão de crença, um grupo de autoajuda.

Por vezes, o depressivo acha difícil até mesmo pensar em deixar suas quatro paredes. Entretanto, o esforço vale a pena.

Visite um templo religioso e confie-se a um diálogo fraterno. Ou, então, procure um profissional especializado para falar, desabafar e receber sugestões para levantar a sua autoestima.

* * *

Não se permita descer ao fundo do poço, nem cair aos últimos degraus da depressão.

Se árvores floridas, pessoas felizes e risos lhe causam inveja e o incomodam, comece a exercitar, desde agora, as regras do escudo contra a depressão.

A vida é preciosa demais para não ser vivida em totalidade. E vivê-la em totalidade é produzir coisas positivas, sentir-se feliz e fazer os outros felizes.

É contribuir para o bem-estar de alguém. É sentir-se responsável por uma criatura, uma planta, um vaso de flor, um animal, uma tarefa qualquer.

Afinal, todo o sentido da vida se resume no amor, pois todos fomos criados pelo Amor de Deus.

As estatísticas mostram que um número significativo de pessoas sofre de depressão. E as vítimas são cada vez mais jovens, afirmam os especialistas.

Sofrer de depressão é muito mais do que se sentir triste por causa de algum problema. É não encontrar mais prazer em nada, não conseguir tomar decisões, perder a esperança e se tornar descrente de tudo.

Não haverá um amanhã é a tônica de muitos depressivos.

Enquanto a ciência trabalha para identificar as causas desse terrível mal, os que sofrem de depressão podem fazer algo para fortalecer a própria resistência.

Primeiro: tenha pensamentos otimistas. Ninguém nasce pessimista. Pensar de forma negativa é alguma coisa que se aprende e que pode ser esquecida.

Por isso, quando alguma coisa sair errada, não se ache incompetente. Pense que é apenas um caso isolado, que não deve ser generalizado.

Reconheça que você não é o único responsável por tudo. Lembre que tudo passa e amanhã tudo estará melhor. Quem sabe, daqui a pouco mude o panorama.

Você já percebeu como a natureza se apresenta chorosa, o céu com nuvens pesadas e escuras, e logo mais o sol brilha forte, o calor chega, as poças de lama secam e tudo está belo outra vez? Assim também é a vida.

Segundo: tente relaxar mais - trabalhe, mas programe o seu dia para ter seus momentos de descontração. Não deixe de ler algo positivo, edificante.

Ouça músicas que lhe acalmem o coração e os pensamentos. Saia para um passeio sem compromisso de ir a lugar algum. Dê uma volta na quadra. Vá até a praça olhar as crianças brincarem.

Deixe o sol lhe acariciar o rosto e o vento lhe desarrumar os cabelos. Vá para o jardim. Plante uma flor. Pode a roseira. Ajeite os galhos dos arbustos.

Frequente o teatro, uma boa roda de amigos, a praia e o campo, diversificando sempre, para não criar monotonia.

Afeiçoe-se a um trabalho no bem, auxiliando uma instituição, contribuindo e sentindo-se útil, responsável.

Terceiro: procure apoio social – quem sofre de depressão, tem a tendência a se fechar e a querer resolver tudo sozinho.

Por isso, converse com alguém em quem você confie. Alguém que seja capaz de avaliar seus problemas e ajudar você a resolvê-los.

Pode ser um amigo especial, um irmão de crença, um grupo de autoajuda.

Por vezes, o depressivo acha difícil até mesmo pensar em deixar suas quatro paredes. Entretanto, o esforço vale a pena.

Visite um templo religioso e confie-se a um diálogo fraterno. Ou, então, procure um profissional especializado para falar, desabafar e receber sugestões para levantar a sua autoestima.

* * *

Não se permita descer ao fundo do poço, nem cair aos últimos degraus da depressão.

Se árvores floridas, pessoas felizes e risos lhe causam inveja e o incomodam, comece a exercitar, desde agora, as regras do escudo contra a depressão.

A vida é preciosa demais para não ser vivida em totalidade. E vivê-la em totalidade é produzir coisas positivas, sentir-se feliz e fazer os outros felizes.

É contribuir para o bem-estar de alguém. É sentir-se responsável por uma criatura, uma planta, um vaso de flor, um animal, uma tarefa qualquer.

Afinal, todo o sentido da vida se resume no amor, pois todos fomos criados pelo Amor de Deus.



Redação do Momento Espírita

Exibições: 104

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de Antonio Augusto Poli Silva em 3 janeiro 2020 às 10:22

Ainda hoje vejo pessoas que criticam os deprimidos... Algumas pessoas usam até mesmo um termo "pejorativo" para se referir aos mesmos. Mas depressão é coisa seria e uma porta aberta ao suicídio.

Realmente hoje se diz que a depressão já é e está crescendo para ser um grande mal da humanidade. A criatura humana está a caça de prazeres mundanos cada vez maiores e quando esses prazeres são alcançados, perdem a graça e inicia-se a caça a outros. As pessoas nunca estão satisfeitas.

A busca por um Deus, seja em qualquer religião, está sendo substituída pela troca de valores. Se você der alguma coisa, receberá em troca outra maior ainda. É a igreja da prosperidade. Aceitar nossas vicissitudes, ninguém quer... Logo estamos sempre a sofrer... Colhemos o que semeamos, simples assim! A doutrina espírita nos alerta e muito para isso. Basta procurar uma casa/centro espírita e o mais importante mudar de sintonia.

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 23 dezembro 2019 às 16:09

“Não haverá um amanhã é a tônica de muitos depressivos. “

Há ocasiões em que necessitamos de esperança e acompanhamento, como ocorreu em Emaús, com seguidores do Cristo. Depois contaram como Jesus lhes apareceu, após a crucificação, como os acompanhou e como o reconheceram, ao partir o pão.

Com Jesus sempre haverá um amanhã, mas temos que esperar e resistir um pouco mais.

http://www.oconsolador.com.br/ano10/488/especial.html

 

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

ASSISTA AO VIVO

Artigos Espíritas

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Últimas atividades

LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Espiritismo é Cultura? http://www.oconsolador.com.br/ano10/464/especial2.html A Cultura é um Campo de Batalha? http://www.puggina.org/artigo/puggina/a-cultura-e-um-campo-de-batalha/16953 Batalha Sangrenta? Vlado contou que eles…"
4 horas atrás
Casa de Jaco - Lar do idoso curtiu a postagem no blog Será que há “alívio” emocional , psicológico e consciencial após o aborto? (Jorge Hessen) de os pae
13 horas atrás
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Será que há “alívio” emocional , psicológico e consciencial após o aborto? (Jorge Hessen) de os pae
13 horas atrás
JAREL LEOMAR FISCHER curtiram a discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita
ontem
JAREL LEOMAR FISCHER curtiram a discussão Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich de Amigo Espírita
ontem
Joao Iudes Nodari curtiram a discussão Por que ideias não espíritas são ensinadas nos centros espíritas? de Wellington Balbo
ontem
José Leonil Marques da Silva curtiu a postagem no blog Você sabe o que é:ELEMENTAIS? de Liudmila Carla Pinheiro
ontem
Joao Iudes Nodari curtiram o evento Reforma Intima de Ari Carrasco Silveira
ontem
Codificador do Paracleto curtiu a postagem no blog Será que há “alívio” emocional , psicológico e consciencial após o aborto? (Jorge Hessen) de os pae
terça-feira
os pae curtiu a postagem no blog Será que há “alívio” emocional , psicológico e consciencial após o aborto? (Jorge Hessen) de os pae
terça-feira
Posts no blog por os pae

Será que há “alívio” emocional , psicológico e consciencial após o aborto? (Jorge Hessen)

Jorge Hessenjorgehessen@gmail.comBrasília-DF A descriminalização do aborto está circundando descarada e sorrateiramente o nosso País. Hoje, assassinar bebê no ventre materno está totalmente descriminalizado no Uruguai, em Cuba e na Cidade do México. Na Colômbia, a Corte Constitucional determinou em 2006 que o aborto é legítimo em…Ver mais...
terça-feira
Luiz Carlos de Melo Júnior e Carlos Pretti - SCEE agora são amigos
segunda-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA respondeu à discussão SUICÍDIOS E TIRANOS DISFARÇADOS de Amigo Espírita no grupo Artigos Espíritas
"Tiranos "disfarçados" de idiotas? Idiotia. Lesões cerebrais irreversíveis.   Surge, aqui e ali, quem pergunte por eles, os tiranos que ensoparam o mundo de lágrimas, conhecidos por lamentáveis…"
segunda-feira
Ícone do perfilRonald Gordon, Renata, Jamayka Bertazo e mais 2 pessoas entraram em RAE
domingo
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
domingo
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Ano Novo, Homem Novo de PATRIZIA GARDONA
sábado
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog FALANDO DE OBSESSÃO 41 de Alfredo Zavatte
sábado
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog O que é o espiritismo? Médiuns não são adivinhos de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
sábado
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Se alguém deve um centavo não pode "fingir" que esqueceu tal dívida (Jorge Hessen) de os pae
sábado
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog CUIDADO COM A OVER-DOSE! “VIVER É MELHOR QUE SONHAR" de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Anualmente, em Portugal, quase 600 usuários de maconha são hospitalizados com graves surtos psicóticos ou…"
sábado

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço