ESPÍRITAS NA POLÍTICA

 

    Na noite de 22 de maio de 2018, ocorreu uma reunião para se tratar do tema "Espíritas na Política", realizada no Centro de Cultura, Documentação e Divulgação do Espíritismo (CCDPE), em São Paulo. Mediaram a reunião Júlia Nezu e Paulo Francisco, ambos do CCDPE, que destacaram "a grande responsabilidade espiritual do homem público - e a necessidade dessa conscientização". Ficou claro que o espírita como cidadão – pessoa física -, pode contribuir para a solução dos problemas políticos e sociais vivenciados na atualidade, sem necessariamente comprometer-se com legendas ou organizações partidárias, mas ciente de que esse é também um direito que cabe a cada um. Também concluiu-se que deve ocorrer um esclarecimento amplo para que o espírita apóie candidatos  que sejam coerentes e concordantes com os princípios do Espiritismo. Definiu-se a realização de uma mesa redonda no dia 28 de julho, em São Paulo, e depois a divulgação de relação de candidatos espíritas a cargos legislativos.

    Além dos mediadores citados, estavam presentes: Antonio Cesar Perri de Carvalho, Afonso Moreira Júnior, Miguel de Jesus Sardano, Terezinha Sardano, André Marouço, Aparecido Onofre Belvedere, José Luiz A. Marchesan, Ademir Mendes, Jorge Reis, Rui Luiz Barboza, Benedito Figueiredo, Rodrigo Gonçalves da Costa, Augusto José D Moreira, Luciano Daniel Melidoni, Ana Paula Calvo, Daniane Postal e Arthur Luiz Caramel; e os políticos Dario Arantes, Fernando Petiti, Edson Sardano, Rubens Calvo e Marcos Papa (à distância).

    Eis alguns fundamentos:

    Aylton Paiva, no seu livro “Espiritismo e Política” (Ed, FEB, 2014) anotou: “[...] jamais o Espiritismo, como Doutrina, e o Movimento Espírita, como prática, poderão dar guarida a um partido político em seu seio...[.] Porém, as implicações dos princípios e normas políticas contidas na Terceira Parte — Das Leis Morais — d’O livro dos espíritos, ditado pelos Espíritos e organizado por Allan Kardec, são muito amplas e profundas na sociedade humana. Por isso, o espírita deve ser consciente e lúcido na compreensão dessas normas e princípios, a fim de que sua participação na sociedade seja consentânea com tal visão política, que, necessariamente, impõe exercitar a justiça, o amor e a caridade.

    De Kardec:

    “A nova geração marchará, pois, para a realização de todas as ideias humanitárias compatíveis com o grau de adiantamento a que houver chegado. Avançando para o mesmo alvo e realizando seus objetivos, o Espiritismo se encontrará com ela no mesmo terreno. Aos homens progressistas se deparará nas ideias espíritas poderosa alavanca e o Espiritismo achará, nos novos homens, espíritos inteiramente dispostos a acolhê-lo” (A Gênese, cap. XVIII, it. 24, p. 368).

    “O Espiritismo não cria a renovação social; a madureza da humanidade é que fará dessa renovação uma necessidade. Pelo seu poder moralizador, por suas tendências progressistas pela amplitude de suas vidas, pelas generalidades das questões que abrange, o Espiritismo é mais apto do que qualquer outra doutrina a secundar o movimento de regeneração; por isso, é ele contemporâneo desse movimento. Surgiu na hora em que podia ser de utilidade, visto que também para ele os tempos são chegados” (A Gênese, cap. XVIII, it. 25, p. 368).

    André Luiz:

    “Ser útil e reconhecido à Nação que o afaga por filho, cumprindo rigorosamente os deveres que lhe tocam na vida de cidadão” (Conduta Espírita).

    Alguns líderes espíritas, já desencarnados, que tiveram mandatos políticos (níveis federal, estadual e municipal):

    Bezerra de Menezes (Federal, RJ), Bittencourt Sampaio (Federal, RJ e Pres.Província ES), Cairbar Schutel (Municipal, SP), Eurípedes Barsanulfo (Municipal, MG), Aristides Spínola (Federal, RJ e Pres.Província Go), Camilo Chaves (Federal, MG), Campos Vergal (Federal, SP), Francisco de Castro Neves (Federal, SP), Emílio Manso Vieira (Municipal, SP), Eurípedes de Castro (Estadual, SP), Freitas Nobre (Municipal e Federal, SP), Alberto Calvo (Estadual, SP).

Exibições: 2546

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA em 27 maio 2018 às 7:14

A política e o aborto. A ciência não tem uma definição de vida, portanto não pode justificar um procedimento tão grave sobre o que desconhece. E a Política? Políticos podem colocar o aborto na lei e a consciência fora da lei? Votar não é fácil, apertar botões não deveria ser a única preocupação dos educadores de época de eleição. http://www.espiritualidades.com.br/Artigos/F_autores_FORMIGA_Luiz_t...

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

A convivência familiar na pandemia.

A convivência familiar na pandemia.

 

A impermanência das situações existenciais necessita estar em  nossas reflexões .

Por quê?

Simples, porque as mudanças são uma realidade tão palpável quanto a morte.

De um momento para o outro, por exemplo, podemos ter as nossas rotinas capturadas pelos mais variados motivos.

E o ano de 2020 escancarou…

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Últimas atividades

augusta curtiu a postagem no blog Amor antigo - Alma afim. de Nilton Cardoso
21 horas atrás
augusta curtiram o perfil de Nadia Rosangela
21 horas atrás
ANDREA REGINA DE SA curtiram a discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Ao tentar processar o Porta dos Fundos, por retratar Jesus como um gay, igreja teve um prejuízo de R$ 82…"
sábado
Madelon Fonseca curtiram a discussão Reflexões sobre as Leis Naturais. de Wellington Balbo
sexta-feira
Joao Iudes Nodari respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"A Marlene apresentou uma realidade constatada diariamente no processo de palestras ministradas nos centros e unidades espíritas. Está-se chegando numa fase onde a ênfase oratória pergaminha atitudes emocionais e…"
sexta-feira
Ligia Maria Matutino Bastos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Espiritismo e Evangelho

Grupo destinado a estudos do Evangelho a Luz da Doutrina EspíritaVer mais...
sexta-feira
Ligia Maria Matutino Bastos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Estudo: "Amor e Sabedoria de Emmanuel"

Estudo Interativo da Série: "Amor e Sabedoria de Emmanuel"Áudios  e vídeos da Sala de Conferência Estudando EspiritismoAo vivo semanalmente as 20h00 pelo link…Ver mais...
sexta-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Marlene, Grato pelo seu comentário. Deus a abençoes . Precisando de qualquer informação estamos a disposição.."
sexta-feira
MARIO FONTES curtiram o perfil de Marlene Matias da Silva
sexta-feira
Raimundo Luís Godinho Costa entrou no grupo de Acacia Maria Picoli
Miniatura

Meimei - Espirito de Luz

Grupo criado com o objetivo de divulgar as lindas mensagens e preces de MeimeiVer mais...
sexta-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
sexta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço