É chegado o momento que parece criar-se um vácuo no tempo e passarmos a refletir a respeito do ano que se encerra e das perspectivas para o ano que rompe. Momento de rever as promessas feitas, se efetivamente foram cumpridas, pelo menos algumas, e de renovar as que não tivemos êxito, complementando com outras.

        No calor da emoção, em meio ao clima de harmonia que se instala no ar nesta época, ficamos sensíveis a promessas e acabamos dizendo: “este ano prometo”. São inúmeras que vão desde viagens e realização profissional até situações bem complexas como deixar de algum costume inadequado e até mesmo cuidar mais da saúde.

        Sempre dizemos que devemos levar em consideração o prometer coisas que efetivamente poderemos alcançar, e quanto menos quantidade melhor, pois às vezes planejamos executar muitas coisas e acabamos não cumprindo nada, nos frustrando.

        Uma das mais comuns promessas é a de cuidar mais do corpo para obter maior saúde e conseguir o emagrecimento ou preparo físico sonhado, pois quando chegam às festas de fim de ano exageramos nas guloseimas e acabamos vendo que só o próximo ano é que nos dará a capacidade de cortes no que for preciso.

        Hoje um dos grandes problemas que atravessamos é a falta de emprego, então as promessas giram em torno muitas vezes desse vilão, e vemos a necessidade de nos preparar mais para enfrentar a concorrência das vagas que vão surgindo timidamente, e os que votaram no Presidente vencedor torcem que ele acerte, e os outros ficam na expectativa.

        Mas muitos esquecem de que é importante para canalizar boas energias e ter êxito nas metas a alcançar, a modificação do comportamento, pois existem situações que não dependem apenas de nosso livre arbítrio para obter sucesso nos nossos anseios, e sim da Espiritualidade Maior que opera nos auxiliando, mas para isso é necessário que estejamos com capacidade de absorver as intuições que nos chegarem.

        Conta Chico Xavier, através de psicografia, que determinado Espírito deveria reencarnar como filho de um casal na Terra, mas a gravides só poderia acontecer após a união conjugal dos noivos, e estes só iam ter um relacionamento sexual após o casamento concretizado, cujo enlace só aconteceria quando tivessem a casa pronta que estava em construção. Acontece que o rapaz estava desempregado e, portanto sem condições de tocar a obra. Então a Espiritualidade, através da Providência Divina propiciou emprego ao futuro papai, que pode concluir a obra, casar e procriar o corpo daquele que iam receber como filho.

        Assim acontece no nosso cotidiano. Vivemos cercados de benfeitores que nos auxiliam a todo o momento, bastando que para isso estejamos receptivos e tenhamos boa vontade de vencer. Temos de fazer nossa parte. Certamente o rapaz que Chico se referiu, estava ansioso em preparar-se para conseguir um emprego que lhe desse a estabilidade necessária para formar a família e seguir a vida adiante.

        Para que nossas promessas, sejam elas simples ou complexas deem certo, será preciso decisão, esforço e que façamos nossa parte, pois a ajuda com certeza virá, pois sempre dizemos que não estamos aqui neste Planeta abandonados a própria sorte.

Exibições: 139

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

COLABORE COM A RAE

PRÓXIMOS EVENTOS AO VIVO

Artigos Espíritas

A convivência familiar na pandemia.

A convivência familiar na pandemia.

 

A impermanência das situações existenciais necessita estar em  nossas reflexões .

Por quê?

Simples, porque as mudanças são uma realidade tão palpável quanto a morte.

De um momento para o outro, por exemplo, podemos ter as nossas rotinas capturadas pelos mais variados motivos.

E o ano de 2020 escancarou…

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ? - Nelson Xavier

HÁ AMOR NO QUE VOCÊ FAZ?

“Quanto mais eu escrevo, mais as palavras aparecem. Quanto mais eu vivo, mais a vida me esquece.

Quanto mais eu choro, mais as lágrimas descem. Quanto mais eu amo,…

Reflexões sobre as Leis Naturais.

Reflexões sobre as Leis Naturais.

 

Quando se inicia o estudo da Lei Divina ou Natural, que consta em O Livro dos Espíritos, percebe-se que Kardec, na elaboração das perguntas aos Espíritos, objetiva eliminar as contradições…

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro... (Artigo de Jane Maiolo)

E quando o desequilíbrio da saúde mental destrói o futuro...

 por Jane Maiolo

Por que estamos nós…

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

Por que nos sentimos mal em determinados ambientes?

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Você já esteve em ambientes em que se sentiu mal, constrangido, pouco à…

Últimas atividades

Margarida Maria Madruga comentou a postagem no blog Na Escola Terrestre - (Mensagem psicografada por Wagner Paixão, em 18 abril de 2020) de Amigo Espírita
"Belíssima mensagem de Yvonne. Obrigada."
7 minutos atrás
Robério Gomes do Nascimento entrou no grupo de Nelson Peixoto de Souza Filho
Miniatura

Estudando o Livro dos Espíritos

Grupo para estudo e discussão do "Livro dos Espíritos".Sejam bem vindos!Os temas são livres.Ver mais...
4 horas atrás
Robério Gomes do Nascimento curtiram o evento Estudando o Livro dos Espíritos de Nelson Peixoto de Souza Filho
4 horas atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA respondeu à discussão VIROSES - Conheça a melhor terapia para vencê-las por Divaldo Franco de Amigo Espírita no grupo Joanna de Ângelis e Divaldo Franco
"“PsicoImunologia”.  Soluções Mágicas e Problemas Psicológicos https://juli.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=7032117"
terça-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
terça-feira
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA

Então, chega para lá

Certa feita há muitos anos, conversávamos com uma das grandes figuras femininas do movimento espírita da cidade de São…Ver mais...
terça-feira
Hilton Cesar respondeu à discussão Mediunidade - dom ou castigo? de Bárbara Martins de Castro
"Médiuns somente os são, os que possuem a faculdade de sentir a influência do mundo espiritual, de forma nítida e ostensiva. O Livro dos Médiuns » Segunda parte - Das manifestações…"
segunda-feira
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Os “bons” são tímidos (LE q. 932) até na Universidade de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"Quando o bom não é tímido pode ser reprovado, mas constrói o passado para ser lembrado com profundo respeito. Parabéns Brasílio Marcondes Machado. A tese de Machado foi apresentada no dia 29 de agosto de…"
segunda-feira
Luciano Franco Ramos entrou no grupo de Amigo Espírita
Miniatura

Joanna de Ângelis e Divaldo Franco

Grandes Ensinamentos que iluminam e esclarecem.Grupo destinado aos ensinamentos do médium Divaldo Franco e da Benfeitora Joanna de Angelis. Ver mais...
segunda-feira
MARIO FONTES respondeu à discussão FACULDADE DE FILOSOFIA ESPÍRITA de MARIO FONTES
"Excelente descrição João Nodari"
domingo
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog Médiuns. 171. de LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA
"“Sandálias Douradas”.  Credibilidade é fundamental. Alguns médiuns ganham credibilidade, mas são infectados pelo orgulho e/ou vaidade. Fator complicador - obsessão. A entidade passa a exercer…"
8 Ago
Antonio Carlos G. Sarmento e Edileuza R. Rodrigues agora são amigos
8 Ago

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2020   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço