FALANDO DE OBSESSÃO  – 40  

A mente intrusa apodera-se da mente não vigilante

(Alfredo Zavatte)

 

O cérebro faz parte do sistema nervoso central, situa-se na caixa craniana dos vertebrados e  recebe estímulos dos órgãos sensoriais, interpretando-os e correlacionando-os com impressões armazenadas, a fim de acionar impulsos motores que, essencialmente, controlam todas as atividades vitais. Nos seres humanos é também o órgão do pensamento, dos sentimentos, da memória e da imaginação.

A mente é a parte incorpórea, inteligente ou sensível do ser humano; espírito, pensamento, entendimento. Representa o desenvolvimento intelectual, a faculdade intelectiva, a inteligência, a mentalidade.

O cérebro assim como a mente são importantes na instalação do processo que dá origem à obsessão nos dois envolvidos: obsidiado e obsessor. 

Lembremos que o hóspede só se instala em locais em que seja recebido, ou seja, obsidiado e obsessor estão em sintonia sempre. Há uma troca entre ambos, ondas mentais se emparelham e o obsessor se hospeda num obsidiado com suas defesas frágeis.

Semelhante à uma onda de rádio, mesma frequência, essa interferência é tanto mais assegurada quanto mais potente ela se apresenta.

Como cérebro, mente e espirito obsessor, formam uma mesma sintonia, os medicamentos produzem pouco efeito pois são produzidos para o corpo físico, não atingindo o espirito, onde se instala a obsessão.

Por interesses vários, o obsessor ou hospedeiro age de forma persistente para que, cada vez mais, a sintonia mental se torne cada vez mais forte e mais repetitiva, como que hipnotizando a mente enfraquecida do obsidiado.

Em estágios mais adiantados da obsessão, surgem a possessão ou a subjugação, onde o obsidiado já não consegue mais dominar seus pensamentos. 

Já presenciamos vários casos desse tipo em que a vítima necessita até de  internação, para que fique sob vigilância constante, a fim de não tentar destruir sua própria vida.

A mente intrusa apodera-se da mente não vigilante, tão alta é a frequência da onda mental do obsessor.

Uma força fluídica também atua no físico do obsidiado. Os espíritos ficam como que enlaçados, onde o obsidiado passa a agir não mais por sua vontade, tamanha a afinidade mental entre ambos. Aliado a isso, a carência de méritos morais e a não vigilância do obsidiado levam facilmente à obsessão. Inicialmente, o obsessor emite uma ideia que se repete constantemente. Esta acaba por se fixar, perturbando o fluxo do pensamento do obsidiado.

Apesar de todos nós termos a liberdade de recusar ou aceitar pensamentos intrusos, o obsidiado na maioria das vezes se deixa dominar, tornando-se passiva.

O obsessor atua fortemente no desejo de alcançar seu objetivo, com perseverança sem trégua, com frequentes manifestações de sua vontade em subjugar a seu devedor.

Na verdade, é uma guerra onde não se vê quem é o inimigo que está prestes a deferir o golpe de modo silencioso e invisível, utilizando, como arma, o pensamento de ambos e que varia de acordo com o grau de inteligência de ambos.

Enganam-se aqueles que pensam que os habitantes do mundo invisível não têm sua disciplina, com seus arquivos de quem atacar, as mazelas das suas vítimas e porque não dizer dos médiuns e trabalhadores de uma Casa Espírita. Possuem até cursos de como agir e em que momento é o melhor para chegar aos seus objetivos, com a mesma disciplina que os espíritos superiores,  guardadas as devidas proporções.

São espíritos hábeis em estratégias, hipnotizadores com técnicas de vibrações malévolas, energizadores que atuam no desequilíbrio e na perturbação de toda espécie, com a finalidade de prostrar suas vítimas, que envolvem fluidos, para tornar o paciente adoentado, sem forças, debilitados, tornando-os enfraquecidos fisicamente.

O contrário também acontece quando o obsidiado adquire força descomunal, destruindo tudo o que está em sua volta, havendo a necessidade de serem usados potentes medicamentos para atuarem no sistema nervoso central, com a finalidade de preservar-lhe a vida e aqueles que o cercam.

Lembramos que tanto o maior ou menor devedor encontram na oração e na vigilância seu maior escudo, assim amparados pelos luminares guardiões espirituais, que oferecem recursos para defesa.

Cuidemos assim para deixarmos a candeia acesa.

Por menor que seja o lume, isso afastará a obsessão. A busca salutar e celestial do Cristo é,  até para o provável obsessor que nos observa, a possibilidade de enxergar meios saudáveis para encontrar uma nova claridade para a vida.

Paz a seu Espírito.

 

 

 

Exibições: 31

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

Lucival Silva curtiram a discussão MÚSICA PARA RELAXAR de Margarida Maria Madruga
1 hora atrás
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog É Admissível o Aborto em caso de Estupro? de PATRIZIA GARDONA
"Legalização do aborto “o mais rápido possível” O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, disse que pretende fazer “sair o mais rápido possível” a…"
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Os Cinco Pilares da Doutrina Espírita de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Talismãs e Amuletos, e o que kardec diz sobre a força desses objetos? de PATRIZIA GARDONA
ontem
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
ontem
os pae postou um evento

CONVITE AOS AMIGOS DO PAE-TAGUATINGA-DF em QNM 40 ÁREA ESPECIAL NUMERO 2

16 novembro 2019 de 18 a 19
ontem
Angela Smanio curtiram o perfil de Adriano Moraes
sábado
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Cesar Fontes Gerhard
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Ana Paula D Aquino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de José Maria Ramalho Pinto Júnior
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de katia maria brinco
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Robson Carlos Rocha Chicarino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Carmen Angela Guimarães Leal
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Marcelo Myrrha
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Neldalia Silva Fort Bastos
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Elisangela Vargas da Silveira
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Maria Helena
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Olimpia Maria dos Santos
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Conceição A. Fernandes dos Anjos
sexta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço