É muito provável que os médiuns_verdadeiros recorram algumas vezes propositadamente à fraude, quando o poder supra-sensível que produz os fenômenos não seja bastante eficaz. Para isso concorrem:
  • primeiro, a tentação de atrair um apreço exagerado à sua presente mediunidade;
  • e, depois, a tentação do lucro pecuniário, que falhará se o fenômeno não se der.
        Alguns médiuns fazem da exibição de suas faculdades um meio de vida; e se, às vezes, suprem os fenômenos reais por artimanhas, não devemos inferir que, por ser falso em uma coisa, ele o seja em todas.
        Já muitas vezes se tem provado que a acusação de fraude é, frequentemente, o resultado da completa ignorância do acusador, pois este se aventura a tirar conclusões aparentemente sinceras, mas que, se ele possuísse mais algum conhecimento, se lhe apresentariam como duvidosas ou falsas.
  • Quanto aos intitulados expositores do Espiritismo, ocasionalmente tem sucedido que pessoas dotadas de alguma faculdade_mediúnica, não podendo tirar das suas manifestações um meio de vida, e tornando-se desafetas aos espíritas, por estes repelirem suas pretensões, têm procurado o patrocínio dos que combatem os fenômenos. Se tiverem facilidade de falar, se possuírem muita presença de espírito e alguma perícia na arte de prestidigitação, persuadirão facilmente os inexperientes de que algumas das suas fraudes são idênticas aos verdadeiros fenômenos mediúnicos.
  • Quanto aos fenômenos que não podem ser imitados fraudulentamente, elas os produzem com o auxílio do gabinete e das cortinas, pela cooperação de Espíritos_de_ínfima_classe. Em tais casos, têm sempre uma escusa para não exibir ao público o seu modus operandi. Dirão que depois explicarão porque não podem divulgar o seu segredo, enquanto ele for seu ganha-pão. Muitos desses impostores têm conseguido atrair numerosos assistentes e colher da parte dos inimigos do Espiritismo o auxílio que os adeptos não lhes dariam.
        Qualquer expositor que afirmar ser a clarividência e a pneumatografia fraudes demonstráveis pode com certeza ser considerado como mistificado por si mesmo ou um petulante mistificador. Sua pretensão ao título de emérito prestidigitador não passa de uma suposição e, no geral, conhece que ela é falsa. Seguidamente, durante os últimos trinta e três anos, recebi cartas de amigos que, confiando muito em sua própria sagacidade, me informavam de que certos fenômenos que eu havia proclamado como genuínos estavam provados pelo expositor ambulante como simples embustes. Em todo caso o “expositor” acaba sempre por ser conhecido como impostor ou pretensioso pantomimeiro; e então nenhum dos fenômenos geralmente aceitos pelos investigadores cuidadosos e experimentados no mundo todo será apeado de sua verdadeira base.
        O fato de muitas pessoas que se dizem espíritas terem prejudicado a sua causa, recorrendo à luz mediúnica para resolverem seus negócios e assuntos domésticos, sob a inspiração de sua própria razão e sentimento de direito, tem feito nascer um amontoado de prejuízos entre os que não investigaram por si mesmos os fenômenos. Se o investigador deseja realmente a verdade, depressa se libertará das objeções que podem ter-se originado da credulidade dos neófitos ou das fraudes dos médiuns mercenários. Ficará sabendo que há fenômenos genuínos justificando a crença em uma força sobre-humana e espiritual. Se o grande assunto tem sido vituperado, a culpa é toda daqueles que daí fogem cautelosamente.
        Um eminente jurisconsulto, ocupando uma das mais altas posições judiciárias por escolha do povo de seu Estado, em data de 10 de julho de 1880 escreveu o seguinte:
  • “Minhas primeiras tentativas em experiência deram-me a convicção de que eu havia caído nos laços da fraude, e os princípios perigosos e imorais, professados pelos que pareciam ser chefes da Causa, impediram que por alguns anos me ocupasse com isso. Nos últimos seis anos, porém, tendo a Causa sido expurgada de muitas dessas fraudes, a luz me veio casualmente. Trabalhando nesse assunto durante trinta anos e tendo observado a sua evidência nos últimos doze anos, dei-lhe o melhor das minhas faculdades, sempre dirigido por um gênio naturalmente céptico, e consegui convencer-me de duas grandes verdades elementares, a saber:
        Levado a essa conclusão, admiti somente aquilo que, sob o ponto de vista da evidência, resistisse ao mais severo e céptico escrutínio da razão, libertada da credulidade e das superstições.”


Referências:

www.guia.heu.nom.br;
Livro: "Bases Científicas do Espiritismo", de Epes Sargent - 1880;
www.comunidadeespirita.com.br;
Romeu L. Wagner, Belém, Pará

Exibições: 1512

Comentar

Você precisa ser um membro de RAE para adicionar comentários!

Entrar em RAE

Comentário de RAFAELA COSTA em 18 dezembro 2014 às 9:32

Por isso se faz tão necessário o estudo e o zelo moral. Afinal de contas, colocar em descredito a luz que guia consciências e que esclarece a alma é a vontade das falanges do mal! 

APLICATIVO RAETV

Nosso aplicativo para download gratuito no Google Play

ASSOCIE-SE E COLABORE

Artigos Espíritas

Por que estudar O livro dos médiuns? por Simoni Privato Goidanich

Por que estudar O livro dos médiuns?

Simoni Privato Goidanich

Artigo publicado na Revista A senda (nov-dez 2019), da Federação Espírita do Estado do…

Kardec sofre...

Kardec sofre...

 

Wellington Balbo – Salvador BA

 

Não tenho dúvidas que Allan Kardec sofre ao verificar como as coisas andam no seio do movimento espírita atual com brigas, discussões…

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

Aprendemos com o Espiritismo a ter relações mais leves.

 

Marcelo Henrique – Florianópolis SC

Wellington Balbo – Salvador BA

 

O Espiritismo nos fornece uma visão bem legal da…

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

Ao orar por alguém eu atraio seus obsessores?

 

Há, para uma boa parcela de gente, até para aqueles que conhecem um pouco mais os Espíritos e a sua natureza, uma espécie de medo do que eles – os Espíritos – podem fazer…

Por que apenas em setembro?

Por que apenas em setembro? 

 

O tema suicídio sempre me chamou atenção, tanto que, no ano de 2011, junto com dois amigos…

Últimas atividades

Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA NA VISÃO ESPÍRITA de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Finanças e aflições – os boletos vencem… – Orson Peter Carrara de PATRIZIA GARDONA
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Direta ou Indiretamente de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Direta ou Indiretamente de ANA MARIA TEODORO MASSUCI
ontem
Lucival Silva curtiram a discussão MÚSICA PARA RELAXAR de Margarida Maria Madruga
ontem
LUIZ CARLOS DUARTE FORMIGA comentou a postagem no blog É Admissível o Aborto em caso de Estupro? de PATRIZIA GARDONA
"Legalização do aborto “o mais rápido possível” O presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández, disse que pretende fazer “sair o mais rápido possível” a…"
domingo
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Os Cinco Pilares da Doutrina Espírita de PATRIZIA GARDONA
domingo
Amauri A. L. Silva curtiu a postagem no blog Talismãs e Amuletos, e o que kardec diz sobre a força desses objetos? de PATRIZIA GARDONA
domingo
Posts no blog por ANA MARIA TEODORO MASSUCI
domingo
Posts no blog por PATRIZIA GARDONA
domingo
os pae postou um evento

CONVITE AOS AMIGOS DO PAE-TAGUATINGA-DF em QNM 40 ÁREA ESPECIAL NUMERO 2

16 novembro 2019 de 18 a 19
domingo
Angela Smanio curtiram o perfil de Adriano Moraes
sábado
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Cesar Fontes Gerhard
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Ana Paula D Aquino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de José Maria Ramalho Pinto Júnior
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de katia maria brinco
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Robson Carlos Rocha Chicarino
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Carmen Angela Guimarães Leal
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Marcelo Myrrha
sexta-feira
Cesar Fontes Gerhard curtiram o perfil de Neldalia Silva Fort Bastos
sexta-feira

Regras de uso e de publicação

 

 

© 2019   Criado por Amigo Espírita.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço